Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Depois do jogo

30 de junho de 2013 3

Programa De Tudo um Pouco, hoje, na TV COM, com certeza terá mais audiência na reprise das 23h30min do que no inédito das 20 horas, já que a decisão da Copa das Confederações será as 19 horas. Mas não deixem de ver: escritor e jornalista uruguaio Eduardo Hugres Galeano vai explicar o que se passa com os jovens que perderam a paciência com governos corruptos; Maria Claudia faz uma vista a redação do Diário Catarinense, o principal jornal do Estado; no meu Arquivo recordaremos figuras expressivas da cidade que já morreram, enquanto no estúdio, uma entrevista com o escritor Breno Atieres e a blogueira Mariah Rodrigues,  vão discutir o novo comportamento de homens e mulheres em Floripa. Vem chumbo grosso por ai. E, para terminar, Luiz Henrique Rosa acompanhando no violão, em Floripa, sua amiga Liza Minelli cantando deslumbrantemente deitada na  rede em Cacupé.

Comentários (3)

  • jair de oliveira diz: 30 de junho de 2013

    Para assistirmos a partida final da Copa das Confederacões aqui na Europa, teremos que esperar ate as 24.00h.
    Esqueceram que amanhã é segunda-feira, dia normal de trabalho!
    Na Escandinávia está todo mundo xingando.
    …menos os 26% de espanhois que estão desempregados e que não tem que levantarem- se cedo, enquanto esperam com esperanca de um pouco de alegria com a sucesso da sua selecão!
    Zorra total esta Copa…
    Vamos torcer por uma grande vitoria do Brasil com show de bola e direito a Olé!

  • almanaque do roberto diz: 30 de junho de 2013

    Vou ligar a TV para ver o Estádio do Maracanã.Não perco o meu tempo vendo Seleção da CBF ou corrida de fórmula 1.

  • maneca diz: 30 de junho de 2013

    Kkau. E quem não tem assinatura da TV COM ? A direção do teu programa e a RBS não se deram conta da hegemonia da Internet como veículo de comuicação ,ainda.
    Nos dias atuais, pelo que me consta, está havendo um processo irreversível de deslocamento de todos os meios de comunicação bem como dos telespectadores para a INTERNET . Pensar que uma TV e um programa local vai conquistar audiência e lucrar fazendo restrições ao público me parece um equívoco estratégico, econômico e de marketing imperdoável , considerando a conexão causal e interdependentes que há entre os fatores audiência -os patrocínios/ publicidade e a lucratividade empresarial

Envie seu Comentário