Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tombamentos

31 de julho de 2013 3

Olá, Cacau!

Como esclarecimento à nota publicada em sua coluna de hoje (31/07) no Diário Catarinense sob o título “Tombou”, o Serviço do Patrimônio Histórico, Artístico e Natural do Município (Sephan) do IPUF (Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis) informa que “a edificação situada na Rua Henrique Valgas, nº 318, (antigo nº 101), defronte ao prédio da Receita Federal, no Centro, estava tombada pelo Município desde 1986. Tratava-se de um dos mais importantes exemplares da arquitetura lusobrasileira e, junto com outras edificações históricas, compunha a excepcional ambiência da Ponte Hercílio Luz.

É uma perda irreparável, pois, além de exemplar notável da arquitetura histórica, estava situada em uma das áreas de maior visibilidade da cidade. A edificação foi demolida sem autorização da Prefeitura. O proprietário, além das sanções administrativas, também responderá por crime contra o patrimônio histórico no qual o tombamento se equipara. Segundo a legislação do Plano Diretor, somente poderá ser edificada no local a mesma área original. 

 
Marta Bertelli
Assessora de Comunicação
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano

Comentários (3)

  • maneca diz: 31 de julho de 2013

    KKau. Cada um fala o que quer e papel aceita tudo, entretanto, nós aqui, do rés do chão , sabemos perfeitamente que estes fatos criminosos em desrespeito as leis de proteção ao patrimônio histórico da cidade, praticados na calada da noite, nunca deram em nada, assim como, jamais foram foram fruto do acaso , de infortúnio ou algum desatinado proprietário, mas sim um ato préviamente arquitetado – não rarto com a não velada complacência e a cumplicidade de muitas agentes públicos .
    E já antecipo, não leva dois anos para tomar conhecimento so anuncio da construção de um mega empreendimento imobiliário no local. Quem viver, verá,

  • silvia santos diz: 1 de agosto de 2013

    Passei por lá no domingo e vi o trator trabalhando na demolição. Ao meu ver, o que o dono quer é espaço para um estacionamento.

  • RENATO F diz: 1 de agosto de 2013

    Realmente o que observo na ilha toda é TOMBAMENTO, total e iresponsavel.
    Gostaria de saber, como é tratado este assunto no mundo CIVILIZADO!

Envie seu Comentário