Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de setembro 2013

Cinco olhares de Cacupé

30 de setembro de 2013 7

Fiz uma ação na coluna impressa do DC chamada O Melhor de Cacupé.

Os leitores enviaram e-mails ou postaram fotos com a hashtag #omelhordecacupe.

Cinco foram escolhidas e publicadas. Agora que a ação acabou, publico no blog as favoritas e os nomes dos leitores.

Foto de Katia Maria de Paula

Foto de Katia Maria de Paula

Foto de Rodrigo Muller Silva

Foto de Rodrigo Muller Silva

Foto de Paulo Teixeira

Foto de Paulo Teixeira

Foto de Anastácio Kotzias Neto

Foto de Anastácio Kotzias Neto

Foto de André Vanzin

Foto de André Vanzin

 

Domingo de praia

30 de setembro de 2013 35

Passeando pela praia dos Açores no final de semana, o jornalista Paulo Scarduelli encontrou um cenário inusitado. Um grupo enorme (calculou uns 500) de cavaleiros e amazonas de alguns CTGs, participando de uma cavalgada. Saíram do Campeche, deram a volta no Pântano do Sul, Açores, Costa de Dentro e retornaram para o CampechPaulo Scarduellie.

Coisa linda!

30 de setembro de 2013 3

Cacau, eP1000300ssa mulherada ai é estudante do curso de Fonoaudiologia da UFSC que voltou nesse final de semana para a ilha depois de passar uma semana participando do 21o. Congresso Internacional de Fonoaudiologia em Porto de Galinhas, Pernambuco! Além de fugir da chuva e frio daqui, pegamos um bom bronzeado e nos atualizamos com cursos e palestras da área! Nas fotos você pode ver como foi difícil ir pra la!  

The Roof

30 de setembro de 2013 5

É o novo “exclusive lounge, bar e restaurante” na cobertura do Hotel Majestic, na Beira-mar Norte, preparado pelos empresários Peterson Ungaretti e Rodrigo Daux, para se tornar o ponto de encontro das pessoas mais badaladas do Brasil, desfrutando da melhor culinária fusion do Black Sheep, da seleção dos melhores rótulos de saquê do mundo e da melhor vista da Ilha da Magia. The Roof, o primeiro Rooftop de Floripa, abre sexta-feira, dia 4, apenas com reserva!

 

Desrespeito

30 de setembro de 2013 4
Não é apenas as Lojas Americanas que praticam o preço com final R$ 0,99 em todos os produtos.
A Centauro também adota a mesma estratégia de preço, sem falar que essa não aceita cheques de ninguém no valor nenhum.
O ruim, apenas, é que é difícil o cliente conseguir receber o troco de R$ 0,01 se pagar as compras com dinheiro.
“Não temos moeda”, afirmou a moça que atendia no caixa da Centauro no último sábado.
No Angeloni, o caixa pelo menos pergunta se o cliente quer doar o troco para entidades sociais.

Praça de guerra

30 de setembro de 2013 12

Em um momento em que se rediscute os beach clubs de Jurerê, soa trágico o esquecimento com a situação do resto da cidade. Na madrugada de ontem, no posto Ipiranga do Bairro Itacorubi, onde funciona bar/boate, loja 24h e um point de carros e som alto a madrugada toda, a coisa ficou completamente fora de controle. Cerca de vinte (20!!!) pessoas em uma grande briga generalizada, pedras, chutes e o estrago de mais de 10 carros.

 Moradores de lá se perguntam: como pode haver alvará em zona residencial, sem nenhuma proteção, pra esse tipo de atividade? Como pode a polícia chegar exatamente depois da coisa acabar?

 

Bom Abrigo

30 de setembro de 2013 4
Boa tarde Cacau,

Segue uma foto do Bom Abrigo, Palmeirinhas e Itaguaçu que vai fazer muito manezinho chorar,

Acredito que deva ser dos anos 60 e como meus pais o Dão e a Vera se conheceram na praia do Bom Abrigo  em 67, eu não era nem projeto ainda rsrsrs.

Ela deve ter sido tirada após a festa das Bruxas em que não convidaram o Diabo, pois depois disso, olha como estamos hoje.

Um forte abraço

MarquinhosFoto_Bom_Abrigo_001_-_tratada

Na França

30 de setembro de 2013 2
GP_Copyright_JM_Rieupeyrout_(2_sur_2)Prefeito Cesar Souza Júnior iniciou a semana visitando o Salão Náutico de La Rochelle, na França. O prefeito de Florianópolis foi ciceroneado pelo colega Maxime Bono (de gravata), que mostrou pessoalmente todos os detalhes daquele que é considerado um dos mais importantes salões náuticos do mundo. Cesar busca parcerias e convênios com cidade francesa. Na foto, os prefeitos com Alain Pochon, Patrick Rieupeyrout e Christophe Vieux, diretor geral do Salão Náutico.

Pois agora!

30 de setembro de 2013 2

Cacau:
 
Tentando seguir o raciocínio do Mário Sampaio sobre a ordem de entrada na ponte, em sua reinauguração, concluo que a idéia é verificar se a mesma foi bem construída: se cair, vão-se com ela os responsáveis.
Mas isso acontecendo, os 500 particulares que pagaram pelo direito de atravessar em seguida, terão seu dinheiro devolvido? E sendo devolvido, como ficarão as famílias dos operários, que deveriam ganhar esse brinde?
 
Paulo Vianna da Silva

Ponte Hercílio Luz

29 de setembro de 2013 19

 

 

Sobre nota nesta coluna de hoje – que quem será o Primeiro a atravessar de automóvel a Ponte Hercílio Luz no dia de sua reinauguração – o leitor Mário Sampaio, de Florianópolis, tem uma sugestão para que possamos encaminhá-la ao Cerimonial do Palácio do Governo:

 

1) Cortada a faixa inaugural pelas mãos do Sr.Governador e do Sr.Prefeito Municipal, a ordem de travessia dar-se-á na seguinte forma:- No 1º carro o dono do Consórcio e das Empreiteiras que executaram o serviço;- No 2º carro o Sr .Governador e o Sr. Prefeito Municipal,- No 3º carro, o Secretário de InfraEstrutura e o presidente do DEINFRA,- No 1º ônibus, todos os engenheiros e técnicos dos órgãos do Estado que se envolveram na restauração ( se faltar lugar, coloca-se mais ônibus adicionais),- Num micro-ônibus os três senadores e os 16 deputados federais,- Num 2º ônibus os 40 deputados estaduais,- Em outro micro, nossos ilustres vereadores,- Engº Honorato Tomelim também terá preferência pois deu muitos ” picatos ” no seu conserto,- Talvez faltem alguns nomes importantes que me falham na memória agora. O Cortego percorrerá a travessia a 5 km/h. O Vice-Governador e o Vice-Prefeito por razões óbvias serão os últimos a fazer a travessia e quando o último carro/ônibus terminar seu percursso,- Aguardar 1 hora e depois liberar ao público ( no máximo uns 500 ) carros, um leilão público de compra de ingresso para a travessia. A renda será destinada as famílias dos operários que fizeram a restauração. A lista é só uma pequena idéia. Naturalmente vais receber mais um grande número de sugestões”.