Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

PEIXE LIMPO

30 de maio de 2014 13

O consumidor ilhéu encontra no Mercado Público da Capital muito peixe fresco. Mas a qualidade do serviço deixa um pouco a desejar. Quando se pede para limpar o peixe na hora ou até mesmo aqueles que já são oferecidos como “limpo”, não raro, apresentam restos de escamas e vísceras que não foram completamente extraídas da região abdominal. Por menor que seja a quantidade, você precisa se livrar rapidamente desses resíduos que provocam mau odor no lixeiro da residência, de um dia para o outro.

Como o serviço nas peixarias da Capital é feito só por homens, há quem anseie pela chegada das mulheres também a esse mercado de trabalho para oferecer um serviço de melhor qualidade. Porque onde elas entram, geralmente o serviço melhora. Ou, então, levar os nossos peixeiros para uma turnê nos melhores mercados de peixes do mundo, especialmente o Tsukiji, no Japão, com cerca de 400 produtos marinhos, a maioria mantidos vivos até a comercialização. Temos muito a melhorar nesse  quesito e é sempre bom evoluir.

Comentários (13)

  • Cláudio diz: 30 de maio de 2014

    Peixe Fresco? Só se for em Jurerê Internacional, ontem estive lá comprando peito de garoupa para caldo e chegando em casa depois de tirar um quilo de jornal, constatei que o peixe estava passado (estragado) não voltei para reclamar pois da última vez foi com camarão e só me estressei com àquele bando de sem vergonhas. Peixaria do mercado nunca mais vou comprar no bairro onde resido.

  • radioflamengo.com.br diz: 30 de maio de 2014

    P:você sabe como uma flamenguista loira mata um peixe?

    R: ela afoga o peixe

  • VADINHO diz: 30 de maio de 2014

    Falou e disse, Cacau. Realmente, qualidade de serviços não é uma virtude dos nossos peixeiros…Eles tem bons produtos, só isto, porque o resto é tudo nas coxas…
    Infelizmente, já nos acostumamos a ser mal servidos no mercado público.
    Este semana, no caldo de cana, sobrava copos sujos pra todo mundo.

  • Catarina diz: 31 de maio de 2014

    Ótimo comentário, por enquanto aquele espaço fala por si…..

  • Farias diz: 31 de maio de 2014

    Se foste tu Cacau que escreveu o texto, te prepara, pois a turma do “tá bom como está”, vai sugerir que tu vas morar no Japão.

  • vera diz: 31 de maio de 2014

    Além disso tudo que falasse, minha amiga comprou uma tainha, pediu para limpar, quando chegou em casa e abriu o pacote, além da tainha pessimamente limpa, ainda recebeu duas (2) cabeças. Voltou para reclamar, eles ainda fizeram gozação.

  • cleber diz: 1 de junho de 2014

    “Já tá limpo!!! o que tem ali é poca cousa mô quiridu”

    o cara pede um direito e sai esporreado!!

  • Osvaldo Peixoto diz: 2 de junho de 2014

    Esse País seria uma maravilha não fosse a cubanização praticada pelo PT.

  • sergio diz: 2 de junho de 2014

    CLAUDIO, ME EXPLIQUE PEITO DE GAROUPA

  • Tanso diz: 2 de junho de 2014

    Cacau, sobre serviços e preços, faço aqui um desabafo/denúncia sobre o que está ocorrendo nas grandes redes de lojas de departamentos e supermercados.
    Nas prateleiras botam um preço e quando você passa no caixa o preço é outro com alguns míseros centavos a mais (ex. comprei uma caixa de leite, na tabela estava 1,98, passei no caixa e registrou 2,01. Imagine ,03 centavos em 100 ou 200 mil litros que eles vendem por dia ou semana). Fui em uma outra rede e o pano de prato estava 3,49 na tabela e no caixa registrou 7,49 que o consumidor desatento paga e leva (induzindo o comprador ao erro e sendo enganado). Minha esposa foi numa grande rede de lojas e tentou comprar uma cozinha para a irmã dela, na tabela um preço e quando foi fechar o negócio não queriam entregar a cozinha completa alegando que o cartaz do preço estava errado. Ressalte-se que tudo isto é “deliberadamente” praticado pelos responsáveis das lojas / redes com o objetivo “claro” de enganar o consumidor.
    Se bem observado, estas atitudes são generalizadas no grande comércio.
    Acho até que vale uma matéria /denúncia por parte da RBS

  • João Buatim diz: 2 de junho de 2014

    No Estreito, temos uma peixaria comandada por mulheres que é muito boa, no mercado não tem nem parecida. Experimente da uma passada na Rua Santo Saraiva.

  • elvisfloripa diz: 2 de junho de 2014

    único mercado de peixe do país que não aceita cartão…tomara que mude esta prática com a reforma do mercado..esta é para o Claudio…pesco há 40 anos e nunca vi o peito da garoupa…onde fica..?

  • RUAN diz: 2 de junho de 2014

    Sem contar a enganação da venda do camarão de cativeiro, onde pelo menos deveria constar a titulo de boa informação e principalmente para quem não conhece, o que é camarão do mar e o que é camarão de cativeiro, cujo preço em proporção ao do mar é um exagero. Acrescentando ainda, que além do peixe mal limpo, o cliente ainda tem que lembrar ao vendedor (no caso da tainha) que não deixe de fazer parte integrante do “seu” pescado (pago) a …moela…figado ect..ect., sem contar que alguns ainda fazem cara feia e tal….Infelizmente falta tudo…reciclagem ainda é pouco.

Envie seu Comentário