Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A resposta do candidato

30 de setembro de 2014 16

Referente a pergunta que Cacau fez no seu bLog, anteontem, com o título “Qual é a Obra?” que o ex-vice prefeitoJoão Batista Nunes promete lutar para terminar, ele mesmo responde que sua principal proposta como candidato a deputado federal é a duplicação da Via Expressa, justificando: Realmente é lamentável. Enquanto que o governo do Estado investe R$ 95 milhões para construir a Via Rápida de Criciúma, no Sul do Estado, e R$ 105 milhões na construção do novo acesso de Chapecó, no Oeste do Estado, a nossa Capital dos catarinenses espera uma obra há mais de uma década. A duplicação das duas pistas da Via Expressa, que custa aproximadamente R$ 120 milhões, e que atende cerca de 1 milhão de habitantes da Grande Florianópolis, com um fluxo contínuo de 170 mil carros diários, deveria ser uma prioridade para qualquer governo.

Comentários (16)

  • James U C Garcez diz: 30 de setembro de 2014

    ah, tá…! Enquanto isso nossa segurança…Qual acordo não foi cumprido para começar os novos ataques? Ou “tereriam” motivos para fazer novas reivindicações?

  • Jose Rui diz: 30 de setembro de 2014

    Duplica e desafoga aonde mane ?

  • Alex diz: 30 de setembro de 2014

    Aposto se for eleito vai encher de cone ….de cone esse entende….do resto…hummmm

  • Farias diz: 30 de setembro de 2014

    Nada disso João, a prioridade em mobilidade urbana é o transporte de massa e não só o viário, mesmo porque não adianta duplicar a expressa se os gargalos são as pontes que ligam à ilha.

  • Marcelo diz: 30 de setembro de 2014

    O que adianta duplicar a via expressa se o contorno viário só vai ficar pronto em 2052????
    Famosa ideia de girico…

  • Evandro Luiz Eger diz: 30 de setembro de 2014

    Boa noite! Gostaria de lembrar que o sr. Governador não tem gerência sobre tal rodovia, Spor se tratar de uma BR (Brasil) e não uma SC. (Santa Catarina). Caberia muito mais a fraquíssima bancada catarinense, fazer lobby em favor da referida obra. Ps. Falando nisso a excelentíssima ¨ministra¨ Ideli, já falou nesse assunto e ficou tudo como antes. Se nem a BR 101 vão acabar imagina a BR 282… Abraço Cacau.

  • Tranca diz: 30 de setembro de 2014

    Dá-lhe TRANCA RUA!!!

    Não vais ganhá.

  • Gonzalez diz: 30 de setembro de 2014

    Quantos milhões já foram gastos na Ponte Hercílio Luz?

  • da ilha diz: 30 de setembro de 2014

    João com a boca fechada é um poeta, ele já foi melhorzinho.

  • André diz: 1 de outubro de 2014

    Esse daí não se elege mais nem no bairro dele, o Córrego Grande, não tem?

  • revoltado com todos partidos políticos diz diz: 1 de outubro de 2014

    Sabe candidato, quando, ou antes da passagem das torres de linhas de transmissão, é feita indenizações, tornando-se área pública, pagamentos feitos com dinheiros de nossos impostos, lembro quando fizeram a av. das torres bairro Barreiros S. J. O traçado da avenida foi modificado próximo a SUD-ESTAÇÃO, bairro Roçado, pois o poder público, permitiu, liberou um pórtico de entrada do condomínio (bosque das mancões, este ano o pórtico foi retirado) seguindo as linhas sentido sul, oeste, paralela a BR 101, outras invasões existem, galpões, onda já funcionou os CORREIOS, estacionamento de faculdade particular, bairro Flôr de Nápolis, tudo invasões, fábrica de concretos, então fala-se em mobilidade, e essas terras públicas onde existe a possibilidade de fazer quatro pistas com ciclovias, quando alguém terá coragem, quando teremos reportagens mostrando apenas a verdade? e assim seguem essas tranqueiras duplicar 5 k da via expressa, convergindo para o mesmo engarrafamento? vai ajudar em que? mais engarrafamentos, quando a construtora vencer a licitação? inicia e abandonar! voto? só quando ver obras para desengarrafas nosso caótico transito.Não sou engenheiro, mais existe possibilidades, onde a 282 chega à BR 101, um elevado ligando a avenida das torres, distância é mais ou menos quinhentos metros.

  • Tanso diz: 1 de outubro de 2014

    O Tanso não é “expert” em transito, mas uma coisa está bem clara na minha mente. Se duplicar a via expressa, este transito vai desafogar onde? Só tem uma ponte.
    O Candidato JB subestima a nossa capacidade de compreensão. Vai arrumar plataforma descente para lutar Candidato, esta não engana ninguém.

  • Born Labreda diz: 1 de outubro de 2014

    Pelo visto ainda continua pensando que está em campanha para vereador, ao invés de deputado. Sua argumentação indica o pensamento de que uma obra na região de Florianópolis é mais importante do que em Chapecó ou em Criciúma.
    Como se não houvesse dinheiro, arrecadado aqui mesmo em SC, especialmente nestas mesmas regiões “menos importantes” para fazer tudo isso e muito mais.
    Seria importante alguém informá-lo que deve representar o estado, e agir como alguém que tem noção sobre abrangência disso, e também o que é rodovia estadual, federal…
    Além disso, citar um custo de R$ 120 milhões para apenas 5,6 km, num lugar sem desapropriações e com viadutos já construídos com capacidade de mais pistas…
    Realmente, Lamentável.

  • Da Barra diz: 1 de outubro de 2014

    Pra quê duplicar se não tem como entrar?

  • Funil diz: 1 de outubro de 2014

    RESPOSTA ao DA BARRA!

    Desse um BANHO

    Imagina UM elefante entrar pela CABEÇA de UM alfinete?

    Só o TRANCA RUA mesmo………..

  • Matungo diz: 1 de outubro de 2014

    Candidato primeiro tens que alargar os gargalos…..entendeu……….ha agora da para melhorar os desniveis das cabeceiras…..aumenta a velocidade do fluxo ..pois todos tem que diminuir ali…nem isso o senhor fez quando vice…..fuiiiii

Envie seu Comentário