Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

"ética e decência na política"

30 de setembro de 2014 22

Em debate, Paulo Bornhausen fala sobre ética e decência na política

Marcelo Fleury  jovem que comanda a assessoria de imprensa do candidato Paulo Bornhausen ao senado acaba de distribuir o seguinte release:

-  O debate entre candidatos ao Senado realizado pela TVCOM e CBN Diário na noite de segunda-feira (29) foi pautado pela discussão sobre ética e decência na política.

Primeiro a perguntar, logo no primeiro bloco, o candidato Paulo Bornhausen (PSB) relembrou que o povo foi às ruas em junho do ano passado pedir decência na política.

Seu adversário Dário Berger (PMDB) foi questionado sobre a condenação definitiva que tem na Justiça por improbidade administrativa e os processos criminais que responde. Dário foi questionado por Bornhausen, Amauri Soares (PSOL) e Alan Moreira (PMN) e, ao longo de todo o debate, tentou dizer que era tão ficha limpa quanto todos os presentes. Também tentou atacar a família de Bornhausen, que rebateu:

“Falar de família é tentar desviar o foco da política. Como você pretende ser senador se anda sempre em conflito com a lei? Você tem os bens bloqueados pela Justiça e ainda assim tentou movimentá-los para financiar sua campanha. A Justica teve que intervir novamente. Como você pretende fazer leis se não consegue respeitá-las?”

Desconcertado e visivelmente irritado, Dário tentou pedir direito de resposta em todos os blocos, mas a emissora não concedeu em nenhuma oportunidade, já que não houve ofensa ao candidato nem informações inverídicas.

Nas considerações finais, enquanto Dário insistiu em dizer que considera a sua condenação na Justiça “uma espécie de absolvição”, Bornhausen falou sobre suas propostas para saúde e reforçou que, no Senado, atuará para trazer uma unidade da Rede Sarah de Hospitais para Santa Catarina. E concluiu:

“Essa é a eleição da decência na política. Tenho orgulho da minha história, de ter trabalho duro e liderado a aprovação da Lei da Ficha Limpa. Agora, atuarei para fechar as brechas dessa lei, que ainda permite que gente condenada tente se eleger”.

Comentários (22)

  • Junior diz: 30 de setembro de 2014

    Outra publicação a favor dos Bornhausen Sr. Cacau? Oligarquia cancerígena catarinense! Ao menos o Berger subiu na vida política sem o clã familiar. Ambos farinha do mesmo saco..

  • Babalorixá pai do Rolo diz: 30 de setembro de 2014

    A Ética, lamentavelmente, hoje está na Lata do Lixo.

    Tá tudo dominado.

  • luiz silva diz: 30 de setembro de 2014

    QUERO SABER, O QUE DE TÃO IMPORTANTE A FAMILIA AMIN E BORHAUSEN FEZ NO PASSADO PRA VOCÊ; QUE VOCÊ VIVE DEFENDENDO TANTO .

  • Anacleto Morais Fortes diz: 30 de setembro de 2014

    OLA CACAU,
    TU ASSISTISSE O DEBATE E AINDA COLOCA ESTA REDAÇÃO MENTIROSA, FEITA POR PESSOA DESCONHECIDA E PAGA PELO SENHOR BORNHAUSEN ????
    CARA PALÍDA. ESSE CANDIDADTO BORNHAUSEN É UM BAITA CARA DE PAÚ.
    DEU PAULADA EM TODOS OS BLOCOS E AGORA QUER SER SANTO.
    VOLTA PRA ESCOLA DA DITADURA BORNHAUSEN.
    COISA FEIA CACAU.
    VAIS VOTAR NO AMIN E NO BORNHAUSEN. PORQUÊ ?

  • L.antonio diz: 30 de setembro de 2014

    Esse tal de Junior deve ser patrocinado pelo Dário Capeta Berguer.

  • João Floripa diz: 30 de setembro de 2014

    Parece piada, um Bornhausen defendendo a decência na política. No meu dicionário decência tem outro significado, e não é safadeza é claro.

  • Joaquim diz: 30 de setembro de 2014

    Será que esses cabeças de bagre não conseguem distinguir um estadista nato! A família Kennedy, para esses jumentos que criticam os Bornhausen, aqui neste estado de medíocres, seriam parte de uma oligarquia. Será que ninguém consegue enxergar no que o PT e PMDB transformaram nosso país! Voltem, por favor, Bornhausen`s.

  • James U C Garcez diz: 30 de setembro de 2014

    Cacau, o Berger é o pai da saúde e da creche…rs. E de muitos fieis defensores e patrulhadores no melhor estilo ptralha. No TJSC tem 186 processos registrados. Sem contar com a árvore de natal, a tosca política do tapete preto (“sereria” carpete 5mm?)

  • Anacleto Morais Fortes diz: 30 de setembro de 2014

    CACAU,
    Respeito a sua decisão.
    Mas, como um cidadão que te quer ver até os 110 anos, escrevendo, xingando e transmitindo o seu saber a nós catarinenses, neste momento. Minha reclamação é porquê acho, que teus leitores são a maioria jovens, e esses que te admiram, penso que também te respeitam e gostariam que junto com eles, abrissem um novo caminho na política catarinense.
    Saudações alvinegras.
    Vida longa guerreiro.
    Precisamos de sua opinião.

  • Jose Rui diz: 30 de setembro de 2014

    Parabens meu Irmao.

  • Sou mais Paulinho diz: 30 de setembro de 2014

    “Dos documentos juntados com o pedido, é possível constatar que, efetivamente, há elementos indicativos, a partir dos termos do depoimento, de possível envolvimento de várias autoridades detentoras de prerrogativa de foro perante tribunais superiores, inclusive de parlamentares federais, o que atrai a competência do Supremo Tribunal Federal.”
    Ministro Teori Zavascki, na decisão em que homologou o acordo de delação premiada de Paulo Roberto Costa.

    Imagens de um quadro dantesco:
    O Roberto Costa em suas denuncias, entrega os “mal feitos”a Dilma e a sua turma, de modo que, mesmo eleita, a candidata seja impedida de reassumir…pois e agora?
    Quando se trata de Ética e Moral, o debate escancarou nada mais do que, o rôto falando mal do esfarrapado…pode isso Arnaldo?
    O Paulinho, se bem trabalhado for, ainda poderá vir à ser, num futuro próximo, o nosso Presidente da Republica… esperamos que não seja em uma “republiqueta de bananas”…
    O cara pálida e candidato é jovem, boa presenca, honesto, guerreiro, e merece o nosso total voto de confianca, além do mais, ele não tem culpa de ter nascido com este sobrenome brother (tem gente que não gosta…), também vale lembrar (nunca tive nada contra eles pessoalmente, absolutamente…rs) que, se a candidata Marina for eleita, o Paulinho será um super Ministro, independente do resultado das eleicões.
    O Roberto Polly tem razão que as próprias coligacões desconhecem…rs

  • revoltado com todos partidos políticos diz diz: 30 de setembro de 2014

    Cacau, que cala a boca seus mequetrefes, muita coragem, parabéns, continue, esses cabos eleitorais, digo comissionados, querem ganhar na marra, porém vc é o cara? vote, ou anule, estamos em uma democracia? eu tomei a ninha decisão em 2013, não voto, tampouco compareço, pago a multa. Essas coisinhas não me representam, e dai? quem paga minhas obrigações, eu então, tudo que faço é de minha responsabilidade. Saúde, felicidades, e taca-le pau.

  • Mario diz: 30 de setembro de 2014

    O mocinho com cara de bonzinho quis se fazer de santinho mas como todos não passa de farinha do mesmo saco. Quem conhece sabe !!

  • Daniel diz: 30 de setembro de 2014

    Guia de Ética e autorregulamentação jornalística da RBS

    4.4.2. CONFLITO DE INTERESSES
    Os jornalistas e comunicadores da RBS estão impedidos de participar de atividades político-partidárias, tais como comícios, carreatas, campanhas publicitárias, que
    possam comprometer sua credibilidade jornalística ou a credibilidade do próprio veículo.
    A RBS recomenda que seus jornalistas e comunicadores evitem manifestar publicamente sua preferência partidária ou inclinação ideológica, de modo
    a preservar sua independência.
    A participação do jornalista ou comunicador na propaganda partidária durante o período eleitoral legal pressupõe o afastamento do colaborador de suas atividades.

  • André diz: 1 de outubro de 2014

    Muito bem respondido Cacau!! Mas o pior é que tem gente que ainda compra esta história de associar a imagem do Amin (gente finíssima e inteligentíssimo) e do Paulinho à ditadura e não enxerga o que tá acontecendo todo dia na cara de todo mundo. Ou então não quer enxergar, né?

  • Sou Mai Dário diz: 1 de outubro de 2014

    Dos documentos apresentados, o que mais gostei foram os do Dário.

    Me convenceu na Alma.

  • odir caldas diz: 1 de outubro de 2014

    “A família Amin é a cara de Floripa e a família Bornhausen é a cara de Santa Catarina e sua gente. Sempre foram eleitos em todos os níveis com excelente votação. O povo acredita neles. São gente nossa.

  • artesão diz: 1 de outubro de 2014

    Qual a diferença entre os bornhausen, amin, lhs e os sarneis no maranhão?
    Por isso vou de Milton Mendes 130!

  • Negão diz: 2 de outubro de 2014

    Parceiro,
    Agora que li essa resposta para o juquinha e que serve para o Junior, Anacleto e muitos
    outros que vivem para insinuar.
    Essa resposta deve ser colada na pagina inicial do Blog. Muito boa!
    Parabéns!

Envie seu Comentário