Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Nas alturas

27 de fevereiro de 2015 27

A chegada dos primeiros carnes do IPTU aos contribuintes da capital está provocando uma onda de indignação. Não era para menos. Há situações verdadeiramente escorchantes, em que os valores cobrados superam o limite de 50% determinado pelo Tribunal de Justiça. O que amplia a revolta é o fato de o novo arrocho tributário não vir acompanhado de medidas correspondentes de contenção de gastos do Executivo ou melhoria do que é oferecido à população. Os serviços no município continuam precaríssimos, basta uma pancada de chuva para se instalar o caos. É preciso dar um basta. Cumpre se defender contra uma voracidade fiscal generalizada que onera a cidadania, inibe o setor produtivo, perpetua ineficiências e emperra o desenvolvimento nacional.

Comentários (27)

  • Ottmar diz: 27 de fevereiro de 2015

    Cacau…
    veja o absurdo..alem do aumento escorchante…vc vai protocolar o pedido de revisão tem uma fila enorme.
    A resposta do teu questionamento só vai ocorrer depois do dia 9 de março….ou seja se for indeferido a tua revisão vc perde o desconto de20%…mais multa e mais juros.
    Veja a prefeitura da a vc duas semanas de prazo entre a divulgação do valor do IPTU e o prazo de pagamento…e a revisão protocolada só vai ser julgada após o vencimento….é lamentável…
    O direito do contribuinte …o contraditório….a revisão ….é ..proibitiva…..vc é refém
    So resta uma alternativa para não correr risco…..recorrer ao judiciário com recolhimento em juízo.

  • Aurélio diz: 27 de fevereiro de 2015

    A incompetência administrativa de um governante é diretamente proporcional à sua voracidade em aumentar impostos. Taí a Dilma e o “Juninho”, nosso querido prefeito, que não me deixam mentir.

    Só se fala em aumentar impostos, em botar no rabo do cidadão comum, mas não se fala em diminuir a folha de pagamento, com a demissão de comissionados e servidores públicos, que podem sim ser demitidos em casos de extrema necessidade e desequilíbrio grave das contas públicas. Todos sabem que o grande problema deste país são folhas de pagamento inchadas, cheias de marajás, nas esferas municipal, estadual e federal.

    Em tempo, votei no Gean e no Aécio, então posso dormir com certa tranquilidade.

  • marquito paulista diz: 27 de fevereiro de 2015

    o IPTU deveria subir proporcionalmente na mesma proporção que o dinheiro pago, voltaria em qualidade para o contribuinte…….., o que acontece, é que nada melhora, se esse dinheiro fosse investido e o retorno seria visível……a cidade pagaria 10x sem reclamar……a M é pagar e ver seu dinheiro jogado no lixo

  • mutuca é que tira o boi do mato diz: 27 de fevereiro de 2015

    Parabéns Cacau!!!!
    Uma das melhores notas que li até hoje no seu blog.

    E é esse citado setor produtivo, que sustenta aquela raça de gafanhotos que lá estão.

    Vamos apoiar os caminhoneiros?

    Vamos, vamos…eu estou indo…

  • naldo diz: 28 de fevereiro de 2015

    Aproveitando a paralização do caminhoneiros, devemos também boicotar o pagamento do IPTU. Tarifaços nos impostos, aumentos na energia elétrica 38%, combustíveis, juros e o pior de tudo na INCOMPETENCIA FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL! Ninguem corta milhares de cargos comissionados, privilégios e mordomias que os cargos proporcionam, apenas atacam o bolsos dos contribuintes!! Tem que para o Brasil para mudar alguma coisa, pois já trabalhamos 5 meses só para pagar impostos e os parasitas querem ainda mais!!!

  • Paulo Silva diz: 28 de fevereiro de 2015

    Cacau, em Coqueiros meu bairro querido,a prefeitura está recapeando toda a avenida principal, policiamento nas ruas e um excelente atendimento no posto de saúde junto ao parque de coqueiros, não temos do que reclamar da Prefeitura.

  • Jose diz: 28 de fevereiro de 2015

    Cacau,
    Na Prefeitura me informaram que meu IPTU estava com 64% ..ou seja acima dos 50%
    Para revisar vou entrar com processo…mas so sera julgado apos o vencimento dia 9de marcço.
    Porem ninguem garante que vc nao sofra um indeferimento do teu pedido……porque eles dissem que esta acima…mas verbalmente.
    Ou seja …afirman que esta acima….vc entra com protocolo…..espera para pagar…..o julgamento do processo vai ocorrer em abril…maio….junho…pode ser indeferido…e vc acabou sendo prejudicado.
    Pedi por escrito que seria revisado por estar acima …eu efetuando o protocolo…..nao é possivel.
    O contribuinte sofre…e o prefeito …nao ta nem ai…
    Sr prefeito faça a mesma pergunta com o cenario acima que fiz ao seu pessoal da prfeitura….e me diga se so nao resta depositar em juizo o IPTU.
    Os funcionarios da Prefeitura …nos dao um atendimento excelente…certamente devem estar super constrangidos pelo aumento escorchante do Sr Prefeito.

  • Manoel da Costa e Silva diz: 28 de fevereiro de 2015

    Em 2014 paguei R$ 1530,10 este ano venho R$ 2511,40. A culpa é da Dilma, o PSD não aumenta imposto.

  • João Cavallazzi diz: 28 de fevereiro de 2015

    Prezado Cacau,
    A prefeitura gostaria de informar que qualquer contribuinte que tenha recebido o carnê do IPTU com o valor acima do autorizado pelo Tribunal de Justiça pode procurar as agências do Pró-Cidadão para pedir a revisão do tributo. Como são mais de 320 mil contribuintes, pode haver equívocos, razão pela qual a administração montou uma estrutura específica para sanar dúvidas e revisar o cálculo daqueles contribuintes que não concordem com o valor da atualização.
    Sobre a questão das chuvas a prefeitura discorda, já que na mais recente tempestade, cuja força foi capaz inclusive de forçar o cancelamento da Feijoada, não foi registrado registrado qualquer evento grave na cidade, com vítimas ou desabrigados, por exemplo. No Maciço do Morro da Cruz, região que historicamente sempre concentrou o maior número de ocorrências em enxurradas, como deslizamentos e até mesmo quedas de residências, não houve sequer uma ocorrência.
    Em todo o Maciço, o maior dano foi causado na pavimentação da rua principal da comunidade do Morro do Horácio, que foi danificada pela força das águas. Desde 2013 a prefeitura investiu mais de R$ 20 milhões em obras de prevenção, como muros de contenção e drenagem, justamente para possibilitar que as famílias que moram nas encostas possam viver em segurança. Assim como o Maciço, inúmeras outras regiões da cidade receberam esse tipo de melhoria.

    Atenciosamente,
    João Cavallazzi
    Secretário Municipal de Comunicação
    Prefeitura de Florianópolis

  • Jose diz: 28 de fevereiro de 2015

    Cacau,
    o deputado federal Joao Rodrigues….deveria emitir uma nota emitindo sua opinião sobre este aumento escorchante do IPTU de seu partido.
    Sempre é um critico….e muito respeitado…
    Estamos aguardando sua manifestação.

  • Resposta ao Sr Manoel diz: 28 de fevereiro de 2015

    Os culpados disto, são suas excelência os Senhores desembargadores (Tribunal De Justiça), que autorizaram este aumento abusivo. Eles entre outros, que ganham esta imoralidade de R$ 4.300,00 por mês como auxílio moradia, ,mesmo que alguns tenham vários imóveis, fica muito fácil pagar.

  • Juliana Alves diz: 28 de fevereiro de 2015

    Acho que o pessoal tem razão… “o melhor cabo eleitoral do Gean Loureiro para prefeito em 2016 é o Cesar Junior”

  • Miguel diz: 28 de fevereiro de 2015

    Há 40 anos contribuo com o IPTU de uma casa no Balneário Daniela. Ainda não recebi o carnê, estou na expectativa do valor a ser cobrado.
    O Balneário Daniela está abandonado pela administração municipal.
    Que saudade da administração Dário Berger

  • Eleitor diz: 28 de fevereiro de 2015

    Eu também gostaria de um aumento assim na minha aposentadoria.

  • Norberto diz: 28 de fevereiro de 2015

    Cacau.
    gostaria de saber o que o deputado João Rodrigues que é um critico dos aumentos de imposto …dos governos ……e que eu respeito …fala sobre esse aumento escorchante do IPTU do prefeito do partido dele.

  • Alexandre diz: 28 de fevereiro de 2015

    A respeito do comentario de “mutuca e que tira o boi do mato”, gostaria de indagar-lhe se o termo raca de gafanhotos se refere a todos os funcionarios publicos municipais ou apenas aos agentes publicos de primeiro e segundo escaloes, a maioria nao efetivos nem concursados.

  • Ricardo Tenório diz: 28 de fevereiro de 2015

    Cacau, a grande maioria dos brasileiros não entende que toda essa voracidade dos Estados e Municípios em arrecadar, a qualquer custo, se deve ao fato de que a atual política tributária do País está falindo – se não já faliu – as cidades que são responsáveis pela moradia dos cidadãos.
    Isto é um contraste ao absurdo de que o Governo Federal – que NADA produz, além de CORRUPÇÃO – CENTRALIZA a maior parte dos TRILHÕES de reais arrecadados, liberando-os conforme sua boa vontade(?) em atender políticos e/ou trocar a grana por votos no Congresso.
    O que os Estados e Municípios estão recebendo, via FPR e FPM só dá para pagar a folha de pessoal, sendo que os políticos querem se eleger e se reelegerem e, portanto, precisam mostrar “serviço”, como recapeamento asfáltico de ruas (o que mais chama a atenção dos mais alienados), enquanto escolas e hospitais estão entregue às moscas, com um serviço pra lá de caótico, para dizer o mínimo.
    Abraço.

  • vera diz: 28 de fevereiro de 2015

    O pior que ninguém comenta é que o valor que peguei pela internet que seria cobrado, antes do ajuizamento da ação no TJ era menor do que o aplicado em 2015. Sinceramente, não entendi! Piorou!

  • Florentino do continente diz: 28 de fevereiro de 2015

    Este Paulo Silva deve ter uma boquinha na PMF, que convenhamos existe um bocado, para elogiar a PMF ou não mora aqui.

  • Fredy diz: 1 de março de 2015

    Esse Paulo Silva deve estar vivendo em um bairro chamado Coqueiros em outro País. Ou está sendo pago para defender o Prefeito ou é uma baita de um cara de pau. Para mim é um mentiroso. Policiamento em coqueiros? Posto de Saúde atendendo bem? Ora, meu caro Paulo está querendo enganar a quem com esse seu discurso? D~e uma voltinha pelo bairro e pergunte as pessoas se elas estão contentes com a administração da prefeitura. A quem você pensa que engana, hein?

  • Paulo Henkes diz: 1 de março de 2015

    Muito fácil a prefeitura fazer o cálculo errado e pedir que o contribuinte vá até uma agência do pró cidadão. E aqueles vários que assim como eu têm imóvel mas não mora em Floripa? Teremos que nos deslocar até a ilha para corrigir um erro administrativo? Chega de INCOMPETÊNCIA E MÁ FÉ.

  • Norberto diz: 1 de março de 2015

    Senhor secretario de comunicação,com referencia seu comentário.
    Fomos ate a prefeitura…o calculo esta acima do 50%….resposta do funcionário entre com processo que será revisado.
    Mas quando? Resposta: só depois do dia 9 de março.pergunto?porque não corrigem antes do vencimento??se eu entrar com processo dia 2de março.resposta não será possível responde o funcionário.não temos estrutura.
    Pergunto que garantia tenho que será revisado…pois perderei o vencimento com desconto e ainda pagarei com multas e juros.caso seja indeferido.
    Resposta não podemos garantir…nada o risco é do contribuinte.
    Mas se esta acima do 50%….porque não …corrigir logo antes do vencimento…resposta não temos estrutura para atender essa demanda responde novamente
    Então sr secretario..o contribuinte corre o risco de não pagar o IPTU..no prazo..na expectativa que o valor vai ser revisado….mas pode ser indeferido.
    Os funcionários por mais boa vontade não tem estrutura suficiente para demanda…
    So resta depositar em juízo…pois se for revisado recebe a diferença de volta…se prefeitura indeferir o processo o valor já foi pago….e o processo continua ate o julgamento final.
    Então sr secretario erros acontece…mas o risco ser só do contribuinte….o sr nao acha que esta errado.
    O sr diz no seu comentário é só ir no pro cidadão e pedir a revisão….não e bem assim.
    O sr devia dizer que o pro cidadão e constatando o erro deveriam corrigir com processo antes do vencimento .
    Eu sei que meu IPTU esta acima do 50%….foi dito pelo funcionário da prefeitura..entrei com processo…só terei o retorno em março abril ,……junho julho..
    Se for indeferido perdi tempo e dinheiro…por isso o melhor é ir a juízo logo.

  • guto diz: 1 de março de 2015

    A culpa não é do coitado do prefeito.
    culpa é de quem o colocou lá.

  • TRÊS IMPOSTOS E UMA CONTRIBUIÇÃO. diz: 1 de março de 2015

    SUGESTÕES PARA A REFORMA TRIBUTÁRIA.

    GOVERNO FEDERAL
    IMOF (Imposto sobre Movimentações e Operações Financeiras).
    CPRI (Contribuição Previdenciária Individual).

    GOVERNOS ESTADUAIS
    IVEPS (Imposto sobre a Venda de Produtos e Serviços).

    GOVERNOS MUNICIPAIS
    IBI (Imposto sobre Bens Imóveis).

    “Destinar diretamente a cada Unidade da Federação os recursos necessários para atender adequadamente as suas atribuições claramente definidas”.

  • Paulo Silva diz: 1 de março de 2015

    Florentino, deve ser fã do tiririca, não tenho boca na prefeitura sou concursado da policia Militar e moro em Coqueiros, se você é cego, perdão, mas é so verificar os trabalhos da Prefeitura em Coqueiros, principalmente em asfalto, parque de coqueiros e posto de saúde. Pare de dizer besteira, seu burro

  • Paulo Silva diz: 1 de março de 2015

    Fredy, moro em Coqueiros e moro bem e se voce mora mal, vá trabalhar seu vadio

  • silverio diz: 2 de março de 2015

    TENHO UMA GRANDE SOLUÇÃO:

    Basta fazermos igual aos “amigos do rei” e grandes empresários: NÃO PAGAR IPTU.
    Quando chegar final de ano e o rei terá que pagar 13º, rescisão e outros pendengas,não terá dinheiro suficientes. Então chamará os nobres contribuintes para dar belos descontos na parcelas em atraso. Faça a sua parte. Eu vou fazer a minha:
    NÃO PAGUE IPTU.

Envie seu Comentário