Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Madrugada parisiense

26 de março de 2015 4

Ouvindo ZZ Top num lugar que estive pela primeira vez cim Túlio Carões e Alexandre Bastis. 

Comentários (4)

  • Miguel José Teixeira diz: 27 de março de 2015

    Nada mais PIAF do que ouvir uma banda texana em Paris, não tem?

  • maneca diz: 27 de março de 2015

    KKau. Falando em Paris, para relaxar nessa sexta-feira, um filme de 2011 indicado ao Oscar com roteiro divertido, atraente e inteligente com direção de Woody Allen recomendável é Midnight in Paris (Meia Noite em Paris)m, estrelado por Owen Wilson, ” um escritor e roteirista americano que vai com a noiva Inez e a família dela à Paris, cidade que idolatra. Ele realiza vários passeios noturnos e sozinho, quando descobre que, surpreendentemente, ao badalar da meia-noite, é transportado para a Paris de 1920, época e lugar que considera os melhores de todos. Nessas “viagens”, Gil vai a várias festas onde conhece inúmeros intelectuais e artistas que admira e que frequentavam a cidade-luz naquela época:F. Scott Fitzgerald, Gertrude Stein, Ernest Hemingway, Salvador Dali dentre outros. Até que tenta acabar o seu romance com Inez, pois se apaixonou por Adriana (Marion Cotillard), uma bela moça do passado, e é forçado a confrontar a ilusão de que uma vida diferente (a “época de ouro” francesa) é melhor do que a atualidade ” (fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Meia-Noite_em_Paris).
    O tema de fundo é o próprio significado da existência para o indivíduo – o que realmente importa, as escolhas de cada um para uma vida efetivamente significativa em face de sua trasitoriedade e da irreversibilidade de sua própria finitude.

  • Valter M. Ferreira diz: 27 de março de 2015

    Aproveite e ouça também a cantora francesa Zaz. Canta muito.

  • Rubens Antonio diz: 27 de março de 2015

    JE SUIS FLORIPA…longa vida ao Rei…

Envie seu Comentário