Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Festão

01 de outubro de 2014 0
Fernando Willadino, Divulgação

Fernando Willadino, Divulgação

Julia Blasi Valduga (de vestido colorido no centro da foto), filha dos advogados Ana Cristina Blasi e Antonio Valduga, na sua festa de 15 anos sábado na ACM para 500 convidados

 

Dá-lhe furacão!

30 de setembro de 2014 0

Caro Cacau,foto

Veja o estrago que o Furação do Estreito provocou no último domingo em Floripa.

Esta foto tirada ontem, segunda-feira é na Av. Beira Mar Norte defronte ao Hotel Magestic, onde ficou hospedado o time
do Palmeiras. A foto, por si só, ja se fala, nosso Figueira ja pode ganhar o TÍTULO DE CAMPEÃO PAULISTA de 2014.

abraço

Sérgio do Dóde
Kobrasol

Põe na tela amarelo!

30 de setembro de 2014 0

Cacau! Hoje é um dia mais que especial em nossa família, meu avô Pedro, mais conhecido como Pepedro da Enseada de Brito, completa 100 ANOS. Isso mesmo! 100 ANOS Cacau, de muita saúde e vitalidade. Manda um abraço pra ele, por que ele te assiste todos os dias.
Na foto está meu avô Pepedro, minha esposa Suzana e Eu Leandro.

Atenciosamente,

Leandro Dias.DSC03146

Não tem mais ônibus, é melhor ficar em casa

30 de setembro de 2014 0

belladasemanaFrancielle Christ, nosso destaque no Bella da Semana!

A resposta do candidato

30 de setembro de 2014 3

Referente a pergunta que Cacau fez no seu bLog, anteontem, com o título “Qual é a Obra?” que o ex-vice prefeitoJoão Batista Nunes promete lutar para terminar, ele mesmo responde que sua principal proposta como candidato a deputado federal é a duplicação da Via Expressa, justificando: Realmente é lamentável. Enquanto que o governo do Estado investe R$ 95 milhões para construir a Via Rápida de Criciúma, no Sul do Estado, e R$ 105 milhões na construção do novo acesso de Chapecó, no Oeste do Estado, a nossa Capital dos catarinenses espera uma obra há mais de uma década. A duplicação das duas pistas da Via Expressa, que custa aproximadamente R$ 120 milhões, e que atende cerca de 1 milhão de habitantes da Grande Florianópolis, com um fluxo contínuo de 170 mil carros diários, deveria ser uma prioridade para qualquer governo.

Três em um

30 de setembro de 2014 0

O leitor Álvaro Medeiros de Fárias conta o seguinte: “Sabes aquela denúncia de maus tratos a um cachorro em Tubarão noticiada ontem no Jornal do Almoço? Pois bem, eu ia te dizer que uma conhecida minha do Face que fez a “captura” do irresponsável, mas parece que o crédito foi para o filho de um político que bancou o “esperto”. Teve uma ONG, mas esta agradeceu a Noely pelo esforço dela nas denúncias. Eu queria compartilhar o desabafo dela contigo, aí fiz uma busca por ti no Face e apareceram três Cacau Menezes, dois como figura pública e um como Kacau Menezes que incluia tua foto. Se não fores tu, abras o olho. O endereço é: https://www.facebook.com/profile.php?id=1000007431949360&ref=ts&fref=ts.”

É   crime de falsidade ideologica cometido por uma empresa bilionária. E quem é clonado não tem direito a indenização por danos causados à sua imagem? Pois deveria ter.

Filha advogada

30 de setembro de 2014 1

O programa eleitoral de ontem do candidato a senador Dário Berger informou que ele não tem uma banca de advogados a seu dispor, como andam dizendo por aí. “A única advogada de Dário é sua filha Karina Berger, de 32 anos”. A causídica, aliás, foi colocada para dar depoimento, quando, se referindo ao seu pai, disse que “o fato de ser acusado não quer dizer que seja condenado”. Continuou: “se ele precisar enfrentar mais uma dúzia de processos, ele vai enfrentar”.
Errou o candidato: o filho do vice governador Eduardo Pinho Moreira, que éadvogado e trabalha para o PMDB, tá reforçando a aquipe jurídica do ex-prefeito de Florianópolis.

"ética e decência na política"

30 de setembro de 2014 12

Em debate, Paulo Bornhausen fala sobre ética e decência na política

Marcelo Fleury  jovem que comanda a assessoria de imprensa do candidato Paulo Bornhausen ao senado acaba de distribuir o seguinte release:

-  O debate entre candidatos ao Senado realizado pela TVCOM e CBN Diário na noite de segunda-feira (29) foi pautado pela discussão sobre ética e decência na política.

Primeiro a perguntar, logo no primeiro bloco, o candidato Paulo Bornhausen (PSB) relembrou que o povo foi às ruas em junho do ano passado pedir decência na política.

Seu adversário Dário Berger (PMDB) foi questionado sobre a condenação definitiva que tem na Justiça por improbidade administrativa e os processos criminais que responde. Dário foi questionado por Bornhausen, Amauri Soares (PSOL) e Alan Moreira (PMN) e, ao longo de todo o debate, tentou dizer que era tão ficha limpa quanto todos os presentes. Também tentou atacar a família de Bornhausen, que rebateu:

“Falar de família é tentar desviar o foco da política. Como você pretende ser senador se anda sempre em conflito com a lei? Você tem os bens bloqueados pela Justiça e ainda assim tentou movimentá-los para financiar sua campanha. A Justica teve que intervir novamente. Como você pretende fazer leis se não consegue respeitá-las?”

Desconcertado e visivelmente irritado, Dário tentou pedir direito de resposta em todos os blocos, mas a emissora não concedeu em nenhuma oportunidade, já que não houve ofensa ao candidato nem informações inverídicas.

Nas considerações finais, enquanto Dário insistiu em dizer que considera a sua condenação na Justiça “uma espécie de absolvição”, Bornhausen falou sobre suas propostas para saúde e reforçou que, no Senado, atuará para trazer uma unidade da Rede Sarah de Hospitais para Santa Catarina. E concluiu:

“Essa é a eleição da decência na política. Tenho orgulho da minha história, de ter trabalho duro e liderado a aprovação da Lei da Ficha Limpa. Agora, atuarei para fechar as brechas dessa lei, que ainda permite que gente condenada tente se eleger”.

Deu no blog do Canga

30 de setembro de 2014 4

Por Leal Roubão*

Se der Raimundo Colombo está bem para JKB. O José Raimundo entrou na vida pública pelo mão do chefe. Primeiro nos Comandos Sociais, obra assistencial nos morros da Capital e depois em vários outros cargos da burocracia pública catarinense. CASAN e CELESC, inclusive.

Se der Paulo Bauer também. Este começou sua vida política na ERUSC, o programa de eletrificação rural catarinense e ocupou cargos de confiança sendo indicado por JKB, inclusive a candidatura a vice governador de SC.

Se der Paulo Roberto Bornhausen está bem. É seu filho. É o único que pode incomodar no futuro, pois agora convertido ao socialismo brasileiro é capaz de tomar rumos diferentes da escola do seu pai.

Sendo vitorioso Dário Berger, também está bom. Dário começou no PFL pela mãos de Bornhausen, lá em São José. É da mesma escola política.

Assim, caro eleitor, em 2014, as principais candidaturas ao governo e ao senado são da escola JKB.

Claro que nem todos os alunos foram fiéis ao mestre em todo o percurso. Mas, nada impede que voltem a ser. Tudo depende dos planos de LHS (Luiz Henrique da Silveira) e do resultado da eleição presidencial.

Uma coisa é certa: O que JKB plantou desde 1979 está colhendo agora.

Leal Roubão recebeu convite para participar do próximo governo como secretário de comunicação e propaganda. Seja Colombo, seja Bauer, o convite foi feito por JKB.

O tempo voa

30 de setembro de 2014 0

Acabei de virar mais uma página do meu calendário. Começa a meia noite o mês 10, outubro, é mole?