Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dependência

24 de abril de 2014 10

 De um observador com décadas de intimidade com o Centro Administrativo, sobre a relação entre Raimundo Colombo e o PMDB: “Jamais vi um governador temer tanto um partido”

ALGUÉM EXPLICA?

24 de abril de 2014 9

 Cacau gostaria de entender. Os governantes sempre utilizam o chamado “interesse público” para fazer desapropriações necessárias à construção de obras. E pagam as indenizações devidas (que, quando contestadas, busca-se a Justiça para arbitrar). Por que no caso da ampliação da Rua Antonio Edu Vieira, no bairro Pantanal, em Florianópolis, não pode ser usado esse recurso? Só vale para terrenos particulares? Como é que as alegações meramente protelatórias de uma universidade colocam-se acima dos interesses de uma cidade e de seus cidadãos, que aprovam a urgente ampliação dessa via? Ainda mais quando é ela própria, com seus milhares de professores, trabalhadores e estudantes a principal responsável pelos engarrafamentos na região?

Sobre o jornalista

24 de abril de 2014 27

 

Cacau,

 Li no seu blog…uma susposta tentativa de reportagem jornalistica…que claramente na narrativa fica evidente a inexistência de qualquer formação jornalistica…O dito profissional se disse tranvestir de zumbi…para entender os viciados e miseráveis da cidade. No entanto, ficou claro na verdade um riquinho que não conhece nada e principalmente preconceituoso, pois se referiu a uma das pessoas como negrinha.

 Pode ser nada pra ele, mas nenhum profissional do jornalismo que conheço e mandei o texto para alguns usaria este termo…não se trata de linguajar de um jornalista…e principalmente de um profissional que defenda a informação como papel de conhecimento da massa se no seu dizer ofende massas e o prórpio jornalismo…Causou-me nojo este tipo de referencia e principalmente sua inflexibilidade de ão censurar parte do texto ofensivas a terceiros. Não vou me referir a situação de indigência…mas nada vi de chamar o branco goiano, ou qualquer outra menção…mas visivelmente esta pessoa tem problemas com pessoas da raça negra e você, jornalista experiente não foi capaz de perceber isso. Por isso solicito de sua parte manifestação de repúdio aos termos usados por este pseudo jornalista…que deveria ter apresentado seu numero de registro no conselho para que pudesse representar contra ele….

 Aguardo seu posicionamento…na inexistência solicitarei ao ombudsman da RBS.

 -Atenciosamente,Gil Santos.

 

Do Cacau: O leitor Gil Santos tem todo o direito de se manifestar e o repórter também. Nesse caso muito mais. É sua profissão. Vive disso. Gil dá provas que não conhece a trajetória premiada e o currículo do jornalista Renan Antunes de Oliveira, correspondente no exterior, em lugares inacreditáveis, de revistas e grandes jornais do País por muitos anos. Beirando os 60 anos, pai, avô, respeitado pela classe nacional, parabenizado por todos os leitores nos comentários sobre esse post, vive de maneira simples, de chinelo, pés no chão, numa casinha do Sul da Ilha, brincando com netos, noras, filhos, nativos, livros…É formado na maior escola de jornalismo  do mundo. De riquinho e pseudo esse não tem nada. Tem é uma sala cheia de troféus, medalhas, diplomas…E histórias pra contar.

CPI só da Petrobrás

24 de abril de 2014 23

    Todos os grandes jornais do país, inclusive o Diário Catarinense, estão estampando em suas versões on-line, como principal notícia, a decisão do STF de determinar CPI no Senado somente para investigar a Petrobras.

Como não poderia ser diferente a Petrobrás vai ser o forte da oposição nas próximas eleições, mas que se prepare também porque o governo tem municão a altura. Estaremos no meio de uma guerra. Aproveitem a Copa, porque depois….

Dicas para Floripa

23 de abril de 2014 34

 Alô prefeito Cesar Souza, a  cidade é a casa de todos os seus cidadãos. Mantê-la limpa é a primeira tarefa. Aqui algumas dicas para o seu segundo anode mandato:

-  A riqueza da Ilha são suas praias. Despoluir com apoio da CASAN antes que seja tarde demais.

. Projetar e construir com o próximo governador as pontes ao norte e ao sul para diluir o trânsito. Não há sentido entrarem todos pelo centro e se deslocarem pelo frágil sistema rodoviário interno. Nova York tem mais de 13 ligações com a parte continental.
 
. Expandir a cidade para o sul. Lá estão os espaços vitais.
 
. Proteger todos os mananciais de água potável. Todos, inclusive os olhos d’água. Alguns estão sendo aterrados ou privatizados às escondidas.
 
. Indenizar a Ponta do Coral e construir a Ópera House, como em Sidney, com acesso circulante para automóveis e preferencial para pedestres.
 
. Inaugurar o Festival Anual Mundial de Artes, todas. Vide Berlin como exemplo.
 
. Melhorar o calendário esportivo anual. 
 
 Construir terminais turísticos em todas praias, com madeira auto clavada, banheiros e chuveiros, jardins com vegetação apropriada, bandeira municipal, iluminação e um farol como identidade da cidade em cada um deles. Os terminais devem estar ao longo de toda a orla e nas nas baías.
 
 
 Construir a Ponte da Lagoa e duplicar o acesso à Joaquina, Mole e Barra da Lagoa.
 
 Implantar a escola integral, das 08.00h às 16.00h, com uma hora de TV a cabo em língua estrangeira, formando os pequenos poliglotas.
 
 Implantar os bondes circulares turísticos, ao redor da Ilha, como em Bal. Camboriú.
 
 Implantar as ligações náuticas entre os bairros e os pontos continentais.
 
 Salvar a Costa da Lagoa das invasões e reformar os pontos de barcos coletivos.
 
 Transformar a Guarda Municipal em polícia de apoio e não de arrecadação financeira.
 
 Desmontar a quadrilha dos táxis. Liberar estacionamento de motos em todas as ruas. Elas ajudam na mobilidade urbana.
 
 Cuidar das praças. Vide a Praça dos Bombeiros. Iluminar.
 
 Modernizar a forma de realizar eventos públicos.

Catarinenses com menos

23 de abril de 2014 1

Sobe número de catarinenses endividados e inadimplência fica estável

balancacomercial

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (PEIC) de abril de 2014, divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio SC) e Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), revela que, na comparação entre o mês de março e abril deste ano, o número de catarinenses endividados subiu 2,4 pontos percentuais (pp), passando de 52,5% para 54,9%.

Problema

23 de abril de 2014 11

 Ficou complicado adquirir um automóvel Honda em Florianópolis ou São José.

A Satoro, não está recebendo carros, nem peças, nem óleo da Honda do Brasil . A loja da SC 401 está praticamente fechada, sem carro nenhum.

Os donos “Arabes Unidos” são sócios também do mega empreendimento Termas do Tabuleiro.

 

Mais um capítulo

23 de abril de 2014 9

 

O Ministério Público Federal ajuizou ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra os bares de praia em Jurerê Internacional e as servidoras Cassandra Maroni Nunes, secretária do Patrimônio da União (SPU), Flávia Maria Silva Piscetta, assessora de gabinete da SPU, e Eliane Hirai, diretora do Departamento de Caracterização do Patrimônio, por terem reativado os Registros Imobiliários Patrimoniais (RIPs), mesmo depois de um laudo do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) ter atestado que os empreendimentos estão em área de preservação permanente.

Em 2012, o MPF recomendou que a SPU/SC cancelasse os RIPs concedidos aos postos de praia em Jurerê Internacional e, no mesmo ano, a recomendação foi aceita. A empresa Habitasul, que administra os terrenos em questão, recorreu da decisão e, em agosto de 2013, a SPU indeferiu o pedido, determinando a desocupação da área de marinha e a recuperação ambiental do local. Um novo recurso foi apresentado pela Habitasul e o caso foi encaminhado para a SPU em Brasília.

Em Brasília

23 de abril de 2014 4

Prefeito Cesar Souza Júnior desembarca hoje em Brasília para participar de reunião com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior. Em pauta, a segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2). Durante a reunião, que acontece no salão nobre do ministério, serão apresentados os critérios de seleção para obras de infraestrutura e mobilidade urbana. O prefeito adiantou que vai apresentar, entre outros, os projetos de ampliação da faixa preferencial para ônibus para o Norte e o Sul da Ilha, a ligação da Beira Mar Continental com a BR-101, a implantação de ciclovias e a recuperação da pavimentação em vários bairros. Governador Raimundo Colombo também foi chamado.

“São projetos elaborados desde o início da nossa gestão mas que a prefeitura não dispõe de recursos para implantar, por isso é indispensável a parceria com o governo federal”, resume o prefeito.

Esperança do Avaí

23 de abril de 2014 10

   Em entrevista à rádio CBN, durante a transmissão da derrota para o Bragantino, o diretor de administração e finanças do Avaí, Francisco José Battistotti, revelou que o clube está atrás de um centroavante compatível com suas finanças. Aí é que a porca torce o rabo. O orçamento do Avaí permite a contratação de um bom centroavante? Neste caso, parece que a esperança é a primeira que morre.