Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Futebol"

Grande ano

01 de agosto de 2010 7

Tanto a goleada do Avaí em Floripa, hoje, 4×1 no Goiás, quanto o empate do Figueira, ontem em Salvador contra o Bahia, foram grandes resultados dos times de Floripa. O Avaí está a um ponto do G-4, isso quer dizer, da Libertadores da América, dividindo com o Corinthians o melhor ataque da competição. Coisa de time grande.

O outro, o Figueira, na sua luta para voltar a elite, se a Série B terminasse hoje, estaria classificado.

Lamentável, ainda, é o sofrimento dos avaianos para ver seu time jogar. Além de pagar caro, hoje, por exemplo, agora, 19h38 min, ainda tem gente na fila, pois a pista só será aberta as 20 horas. E o jogo terminou 17h50min.

É desumano. Ninguém merece!

Dá-lhe, Figueira!

01 de agosto de 2010 6

Cacau, como presidente, não manifesto opinião acerca dos jogos do Figueirense, mas não posso de registrar a opinião dos próprios baianos!

Abraços

Nestor Lodetti

Salvador - O Bahia deve levantar as mãos para o céu e comemorar o empate em 2 a 2 com o Figueirense, na tarde deste sábado (31), no Estádio de Pituaçu. Os visitantes abriram o placar com Willian, Bahia empatou com Rodrigo Gral, depois de um pênali duvidoso. No segundo tempo, o Bahia pulou à frente do placar, em outro pênalti ainda mais duvidoso marcado pelo árbitro e convertido por Gral. Reinaldo empatou para o Figueirense (clique aqui para continuar).

Embolado

30 de julho de 2010 23

Bom dia Cacau

Sobre o comentário “Embolado” na sua coluna de hoje, o Campeonato Brasileiro de 2007 também deve ser considerado um dos mais equilibrados dos últimos anos. Ao final da 11ª rodada a diferença entre o 5º colocado e o 18º colocado era de apenas 6 pontos. Ou seja, não é muita diferença para o atual não ! Pode conferir a veracidade aqui.

Fala, fanática!

29 de julho de 2010 4
Oi Cacau,
Segue o texto que falei. Escrevi de coração. Vou ficar aqui torcendo que você goste.
Obrigado por mais essa oportunidade de mostrar o meu amor pelo nosso time.
Abraço, Camilla Lessa
Queria aproveitar o momento da convocação do NOSSO goleiro, que chamou a atenção pelas boas defesas, pela determinação e capacidade e que é a sensação do momento em todo o estado, e dizer … Parabéns Renan, você merece.
Mas não posso deixar de falar um pouquinho sobre o resto do time.
Falar dos nossos zagueiros, da garra do Gabriel, da agilidade do Patrick e da superação e força do Emerson.
Falar do Rodney e do Caio, antes criticados e agora tão elogiados, da habilidade do Rivaldo e do Marcinho que é Guerreiro até no nome e que a cada jogo que passa prova que merece ser o capitão do time.
Falar das trocas de passe do Robinho e das arrancadas do Roberto que acabam deixando nossos adversários pra trás.
Falar do nosso técnico, o famoso delegado que vem impondo respeito e mostrando a que veio perante nossos adversários.
Sem esquecer os nossos jogadores que estão no banco de reservas esperando uma oportunidade para mostrar seu futebol e dizer, calma, a hora de vocês vai chegar. Dizer volta Sávio e dar boas vindas ao Rafael.
Falar da nossa torcida, o 12° jogador do time, eleita a maior torcida do Estado, que não deixa de ir a Ressacada nem abaixo de chuva. Eu e a minha irmã estamos sempre lá, sentadas nas nossas cadeiras que hoje carregam os nossos nomes.
Somos um time de guerreiros em todos os sentidos. Falar o quanto eu tenho orgulho de ser Avaiana, o quanto tenho orgulho do meu time.
Falar das cores do meu time são Azul e branco como o céu, e são essas cores que carrego no peito, são as cores da minha camisa.
Parabéns e obrigado a todo o time pela garra, pela determinação, pela força de vontade.
E antes que a nação Alvinegra fale ou escreva comentários desnecessários, queria falar que cada um pode e tem o direito de escolher o time que quer torcer e eu escolhi o meu.

Mais grana

29 de julho de 2010 4

Nilson Zunino, do Avaí, e João Antonio e Rafael Pulcinelli da Ambev.A Ambev reforça sua participação no futebol catarinense renovando e ampliando sua parceria com o Avaí e com o Figueirense.

Nos próximos quatro anos, a Brahma vai estampar as placas do campo de treinamento do azurra, as mídias do time e os materiais em pontos de venda, além de manter um camarote no estádio da Ressacada.

Já a Pepsi será responsável pela reforma dos bares do estádio e também estará presente nas ações do clube com a imprensa.

 

A Ambev também estendeu pelos próximos dois anos seu vínculo com o alvinegro. Para dar continuidade ao trabalho desenvolvido com o clube desde 2006, a marca Brahma estará presente nos espaços publicitários do estádio Orlando Scarpelli, nas placas no centro de treinamento da Palhoça, no site do clube e nos backdrops, entre outros suportes.

 

“Tanto Avaí quanto Figueirense são grandes parceiros, não apenas porque são grandes clubes, donos de torcidas apaixonadas, mas porque representam Santa Catarina com orgulho e determinação, valores que a Brahma também tem no seu DNA. Nosso objeto com a parceria é incentivar o esporte e a paixão pelo futebol, a paixão que o torcedor tem pela camisa garantindo benefícios para os torcedores e o clube”, diz Rafael Pulcinelli, gerente da plataforma futebol da Ambev.

Embolado

28 de julho de 2010 3

Observando a tabela de classificação da Série A do campeonato brasileiro de futebol o torcedor constata que está diante do certame mais equilibrado dos últimos anos. O Avaí  está em quinto lugar na tabela, com 16 pontos, enquanto o Grêmio  está em décimo-oitavo, com onze pontos. São 15 times, dos 20 participantes, separados por apenas cinco pontos. Isso significa que em duas rodadas, quem não andar pra frente não vai estacionar. Vai despencar. Todo cuidado é pouco porque todos querem subir e ninguém quer cair.

O presidente e o goleiro

28 de julho de 2010 4

Nilson Zunino, presidente do Avaí, e o goleiro Renan, convocado para a seleção brasileira, ontem, na RBS TV. Os dois participaram do Jornal do Almoço.

Hoje o convidado foi Willian, do Figueirense, que embarca amanhã para Salvador, onde o time de Floripa joga sábado contra o Bahia pela Série B.   

Goleada

27 de julho de 2010 1

É sempre bom recordar a frase do goleiro Renan em entrevista ao repórter Jean Balbinotti, no Diário Catarinense: “Nunca desisti dos meus sonhos.”

Então não posso?

27 de julho de 2010 5

É inacreditável, esses fanáticos querem interferir até no pensamento e sentimento dos outros: então quer dizer que eu não poderia ter ficado surpreso com a convocação do goleiro Renan, do Avaí, para a Seleção Brasileira? Sou provinciano, despeitado, imbecil só porque o novo treinador da Seleção convocou um goleiro do meu clube que nunca, na verdade, vi jogar? Estava ainda com o Zé Carlos na cabeça e, de repente, como num lance de mágica, o reserva ganha a posição e ainda desconhecido do país todo é convocado, e não posso ficar surpreso com isso?

Estou feliz, abracei com entusiasmo hoje cedo o jogador na RBS TV, entrevistei ao vivo o presidente João Nilson Zunino no Jornal do Almoço, botei torcedores do Avaí e do Figueirense no ar e ainda estão me malhando?

Calma, moçada, sou pago para dar opinião. E geralmente quando o assunto é futebol, tenho acertado quase todas. Remember a recente Copa do Mundo na África do Sul. A tietagem do Dunga não me deixou em paz com os mais violentos ataques até que o time foi eliminado pela Holanda e os que sabem tudo se calaram. E desapareram.

E não errei também com o Renan. Continuo surpreso. Contente, orgulhoso, mas surpreso. Eu, o Juca Kfouri, o Renato Maurício Prado, o próprio presidente Zunino que, se saísse mesmo uma convocação do Avaí, acreditava que seria o Roberto, o Brasil todo se surpreendeu com o nome de Renan na lista. Surpresa não quer dizer decepção. No meu caso, por ser avaiano, mascote do clube com 8 anos de idade, manezinho da Ilha e apaixonado por tudo que é nosso, uma surpresa altamente positiva. Achei que para chegar a uma seleção fosse preciso mais, pelo menos disputar um campeonato inteiro. Se agora ficou mais fácil, melhor pra nós.

Com torcedor fanático e radical, realmente não dá pra perder tempo.

Fórmula 1: sem surpresas

27 de julho de 2010 3

Em 12 de julho último, Cacau publicou a seguinte nota, sob o título Castigo:

“Não tem pior jogo na Copa do Mundo do que aquele de sábado, véspera da decisão, que aponta o terceiro lugar. E que, quando termina, ninguém comemora porque não vale nada. É o jogo dos perdedores. Menos mau que Dunga e seus “craques” nos pouparam desse vexame. Mais brochante do que o tal jogo da véspera da final é a assistir à participação dos brasileiros no atual campeonato mundial de Fórmula 1.”