Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Música"

Porque hoje é domingo...

01 de agosto de 2010 2

VAMOS DANÇAR DE ROSTO COLADO, SEM MOVIMENTAR OS PÉS? MÃOZINHA DO OMBRO…(acho que não existe mais isto; pode perguntar para um adolescente…) Mas que era bom, ah! isso era! SENTE O VÍDEO…


O que a dança ensina
(Martha Medeiros)

Reclamar do tédio é fácil, difícil é levantar da cadeira para fazer alguma coisa que nunca se fez. Pois dia desses aceitei um desafio: fiz uma aula de dança de salão. Roxa de vergonha por ter que enfrentar um professor, um espelho enorme, outros alunos e meu total despreparo. Mas a graça da coisa é esta, reconhecer-se virgem. Com soberba não se aprende nada. Entrei na academia rígida feito um membro da guarda real e saí de lá praticamente uma mulata globeleza.

Exageros à parte, a dança sempre me despertou fascínio, tanto que me fez assistir ao filme que está em cartaz com o Antonio Banderas, “Vem dançar”, em que ele interpreta um professor de dança de salão que tenta resgatar a auto-estima de uma turma de alunos rebeldes. Qualquer semelhança com uma dúzia de outros filmes do gênero, inspirados no clássico “Ao mestre com carinho”, não é coincidência, é beber da fonte assumidamente.

Excetuando-se os vários momentos clichês da trama, o filme tem o mérito de esclarecer qual é a função didática, digamos assim, da dança. Na verdade, o simples prazer de dançar bastaria para justificar a prática, mas vivemos num mundo onde todos se perguntam o tempo todo “para que serve?”. Para que serve um beijo, para que serve ler, para que serve um pôr-do-sol? É a síndrome da utilidade. Pois bem, dançar tem sim uma serventia. A dança nos ensina a ter confiança, se é que alguém ainda lembra o que é isso.

Hoje ninguém confia, é verbo em desuso. Você não confia em desconhecidos e também em muitos dos seus conhecidos. Não confia que irão lhe ajudar, não confia que irão chegar na hora marcada, não confia seus segredos, não confia seu dinheiro. Dormimos com um olho fechado e o outro aberto, sempre alertas, feito escoteiros. O lobo pode estar a seu lado, vestindo a tal pele de cordeiro.

Então, de repente, o que alguém pede de você? Que diga sim. Que escute atentamente a música. Que apóie seus braços em outro corpo. Que se deixe conduzir. Que não tenha vergonha. Que libere seus movimentos. Que se entregue.

Qualquer um pode dançar sozinho. Aliás, deve. Meia hora por dia, quando ninguém estiver olhando, ocupe a sala, aumente o som e esqueça os vizinhos. Mas dançar com outra pessoa, formar um par, é um ritual que exige uma espécie diferente de sintonia. Olhos nos olhos, acerto de ritmo. Hora de confiar no que o parceiro está propondo, confiar que será possível acompanhá-lo, confiar que não se está sendo ridículo nem submisso, está-se apenas criando uma forma diferente e mágica de convivência. Ouvi uma coisa linda ao sair do cinema: se os casais, hoje, dedicassem um tempinho para dançar juntos, mesmo em casa – ou principalmente em casa – muitas discussões seriam poupadas. É uma espécie de conexão silenciosa, de pacto, um outro jeito de fazer amor.

Dançar é tão bom que nem precisava servir pra nada. Mas serve.

O som da moda

30 de julho de 2010 0

Loucura, loucura, quase 27 milhões de pessoas ja viram o vídeo de Katy Perry. E como hoje é sexta-feira…

Noite de quinta-feira em qualquer lugar do mundo...

29 de julho de 2010 8

Para dormir melhor, rapeize: My Sweet Lord de George Harrison com um grupo de excelentes músicos, todos amigos de George num concerto em sua homenagem, dois anos depois de sua morte, lembrando The Concert of Bangladesh. Na guitarra acústica, Eric Clapton, na guitarra elétrica, o filho de George Harrison, ao piano, Paul McCartney, na primera bateria, Ringo Starr, na segunda bateria, Phill Collins, e na segunda guitarra elétrica, Tom Petty, ao órgão e interpretando a primeira voz, o incrível Billy Preston. Entre as vocalistas do coro está Linda Eastman, esposa de Paul McCartney. Também estavam presentes nesse concerto: Bob Dylan, Ravi Shankar, Jethro Tull e um número enorme de amigos e colegas dos Beatles, assim como todo grupo The Cream, de Eric Clapton. Todos um pouco gordos e enrugados, mas encarnando o melhor do melhor, representativo dos anos 70. Billy Preston chegou a ser conhecido como o quinto Beatle; foi ele que sempre tocou o piano e o órgão em todas as gravacões dos Beatles. Maravilhoso!! E tenham uma boa noite!

Confirmado: Rammstein no Brasil

29 de julho de 2010 1

Agora é oficial: os organizadores do show divulgaram a data e local do show do Rammstein no Brasil!

RAMMSTEIN “Liebe ist für alle da” World Tour

Data: 30 de Novembro de 2010

Local: Via Funchal – S. Paulo

Preços: a definir

Vendas a partir de 7 de agosto de 2010, www.viafunchal.com.br, fone (11) 21445444

Rammstein é uma banda alemã formada em Berlim em Janeiro de 1994. As músicas são em sua maioria em alemão e podem ser classificadas sob os estilos rock, industrial metal, NDH e tanz metal.

Boa noite, menininha da casa rosa

28 de julho de 2010 4

Pra ouvir, dançar e gamar… queira, por gentileza, aumentar o volume do seu rádio porque o programa da noite vai falar de amor…

Durante pelo menos 10 anos Cacau tocou James Taylor no seu programa de rádio.

Tá a fim de matar saudades? 

A parada

26 de julho de 2010 1

Depois de quase meio século de shows incendiários, escândalos envolvendo mulheres e drogas, hits que marcaram gerações, os Rolling Stones, uma das maiores bandas de rock do mundo, preparam o encerramento de suas atividades. Segundo o jornal The Sun, o grupo liderado por Mick Jagger está organizando uma mega turnê mundial, que deve começar em janeiro de 2011, para finalizar a parceria de 50 anos.

De acordo com a publicação inglesa, os músicos já estariam em negociação com produtores da “Live Nation” para organizar o projeto e rodar o mundo pela última vez juntos.

Eles estão propensos a realizar os shows em estádios. É praticamente certo que esta será a última turnê deles — disse uma fonte do tabloide.

A decisão de parar de tocar teria sido motivada, diz o The Sun, por um concenso do grupo, que preferiria dar um ponto final na trajetória por causa do cansaço da idade.

Os anos estão pesando sobre eles — disse a fonte da publicação.

Se confirmada a turnê, o bateirista Charlie Watts vai comemorar seus 70 anos na estrada. Já Keith Richards e Mick Jagger estão com 66 anos, e o caçula do quarteto, Ronnie Wood, tem 63 anos.

Boa noite e bom findi

23 de julho de 2010 3

Para dormir melhor:

 

Quase

23 de julho de 2010 0

Cantor norte-americano Al Jarreau sofreu um colapso cardíaco enquanto se apresentava em um show na cidade de Barcelonnette, na França, e foi levado às pressas até um hospital, onde está internado desde a noite da última quinta-feira, segundo o site da Billboard. Aos 70 anos, o músico pode estar sofrendo de problemas respiratórios.

— Ele foi levado às pressas para o hospital. Suas condições são críticas e ele está sob cuidado intensivo — contou Maurice Marchetti, diretor do Hospital dos Alpes em Gap, onde está Al Jarreau.

Boa noite, Floripa!

22 de julho de 2010 5

Porque saudade não tem idade.

Vou jogar minha bolinha agora lá no Campeche com o Marcio Goiano, do Figueira, como convidado especial.

E, para a sua noite entrar mais suave, nada como matar saudades de um dos maiores cantores do mundo. A voz é inimitável. É só clicar. Se não for da sua época, pode deletar. Mas eu duvido que algum jovem sensível e de bom gosto vai fazer isso sem pelo menos ouvi-lo até o final.

Fiquem com Deus, boa noite para todos e até amanhã no Jornal do Almoço.  

O cancelamento

22 de julho de 2010 4

Querido amigo Cacau,

Na qualidade de empresário da banda argentina The Beats no Brasil, venho relatar o que aconteceu para o cancelamento do show desta noite, 22/07, no Teatro Pedro Ivo.

A banda encontrava-se dentro da aeronave em Ezeiza, com a bagagem despachada no check in da Gol, com os devidos comprovantes e toda documentação certa, inclusive com o excesso de peso de bagagem devidamente pago, aproximadamente mil quilos de excesso. Foram comunicados pela Gol que cinco cases com equipamentos, dos 29 que trazem, seriam deixados no aeroporto de Ezeiza em Buenos Aires, por excesso de peso geral na aeronave. De nada adiantaria se viesse a banda e PARTE do material pois o show não sairia com a falta de alguns equipamentos vitais para o espetáculo. Resultado: ficaram todos em Buenos Aires juntamente com todo backline, esperando um vôo ao Brasil que tivesse disponibilidade de carga e também de passageiros, já que os vôos estão todos lotados pela época de férias, em ambos países. A banda tem show amanhã no Canecão, sábado no Via Funchal, e, domingo no Teatro Guaíra em Curitiba, os quais ainda não sabemos se serão cumpridos. Caso a banda venha ao Brasil neste fim de semana como o previsto, certamente faremos o show em Florianópolis em algum dia da semana que vem. Coloco-me à disposição para eventuais esclarecimentos adicionais.

Minhas saudações e um forte abraço!