Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Posts"

A filha e o estresse

01 de agosto de 2010 6

Os estudos da neurociência apontam o estresse como uma das causas das doenças, principalmente o câncer. Coincidência ou não, faz 9 anos que o vice-presidente da República, José Alencar, teve seu primeiro câncer diagnosticado — mesma data em que a professora aposentada Rosimary de Morais, de 56 anos, recorreu à justiça para ser reconhecida como sua filha.

Números recentes

01 de agosto de 2010 2

Top of Mind (I)

Um dos momentos mais descontraídos do grande evento de premiação de marcas, realizado no início da semana, em Floripa, foi quando o presidente Nilson Zunino — acompanhado do goleiro Renan “seleção” — foi receber o certificado pelo Avaí como time de futebol que está em primeiro lugar na mente da população, quando se fala em time de futebol de Santa Catarina.

Após cinco anos, o Avaí superou folgadamente o rival, Figueirense.

No mesmo evento, resultado de 2.400 entrevistas do Instituto Mapa em Santa Catarina, Florianópolis consolidou a percepção de “cidade catarinense da tecnologia da informação”. Uma nova conquista de Floripa, mudando o seu perfil econômico. Tranquilamente não é mais a cidade do funcionalismo público.

Relógio do coração

30 de julho de 2010 1

Há tempos em nossa vida que contam de forma diferente.

Há semanas que duraram anos, como há anos que não contaram um dia.

Há paixões que foram eternas, como há amigos que passaram céleres, apesar do calendário mostrar que eles ficaram por anos em nossas agendas.

Há amores não realizados que deixaram olhares de meses, e beijos não dados que até hoje esperam o desfecho.

Há trabalhos que nos tomaram décadas de nosso tempo na terra, mas que nossa memória insiste em contá-los como semanas.

Há casamentos que, ao olhar para trás, mal preenchem os feriados das folhinhas.

Há tristezas que nos paralisaram por meses, mas que hoje, passados os dias difíceis, mal guardamos lembranças de horas.

Há eventos que marcaram, e que duram para sempre, o nascimento do filho, a morte do pai, a viagem inesquecível, um sonho realizado.

Estes têm a duração que nos ensina o significado da palavra “eternidade”.

Já viajei para a mesma cidade uma centena de vezes, e na maioria das vezes o tempo transcorrido foi o mesmo.

Mas conforme meu espírito, houve viagem que não teve fim até hoje, como há percurso que nem me lembro de ter feito, tão feliz eu estava na ocasião.

O relógio do coração — hoje eu descubro — bate noutra freqüência daquele que carrego no pulso.

Marca um tempo diferente, de emoções que perduram e que mostram o verdadeiro tempo da gente.

Por este relógio, velhice é coisa de quem não conseguiu esticar o tempo que temos no mundo.

É olhar as rugas e não perceber a maturidade.

É pensar antes naquilo que não foi feito, ao invés de se alegrar e sorrir com as lembranças da vida.

Pense nisso.

E consulte sempre o relógio do coração:

Ele te mostrará o verdadeiro tempo do mundo.

Mário Quintana

Top 10

29 de julho de 2010 8
O linguista estadunidense Noam Chomsky elaborou a lista das “10 estratégias de manipulação” através da mídia:

1- A ESTRATÉGIA DA DISTRAÇÃO

O elemento primordial do controle social é a estratégia da distração que consiste em desviar a atenção do público dos problemas importantes e das mudanças decididas pelas elites políticas e econômicas, mediante a técnica do dilúvio ou inundações de contínuas distrações e de informações insignificantes. A estratégia da distração é igualmente indispensável para impedir ao público de interessar-se pelos conhecimentos essenciais, na área da ciência, da economia, da psicologia, da neurobiologia e da cibernética. “Manter a atenção do público distraída, longe dos verdadeiros problemas sociais, cativada por temas sem importância real. Manter o público ocupado, ocupado, ocupado, sem nenhum tempo para pensar; de volta à granja como os outros animais (citação do texto ‘Armas silenciosas para guerras tranqüilas’)”.

2- CRIAR PROBLEMAS, DEPOIS OFERECER SOLUÇÕES

Este método também é chamado “problema-reação-solução”. Cria-se um problema, uma “situação” prevista para causar certa reação no público, a fim de que este seja o mandante das medidas que se deseja fazer aceitar. Por exemplo: deixar que se desenvolva ou se intensifique a violência urbana, ou organizar atentados sangrentos, a fim de que o público seja o mandante de leis de segurança e políticas em prejuízo da liberdade. Ou também: criar uma crise econômica para fazer aceitar como um mal necessário o retrocesso dos direitos sociais e o desmantelamento dos serviços públicos.

 3- A ESTRATÉGIA DA GRADAÇÃO

Para fazer com que se aceite uma medida inaceitável, basta aplicá-la gradativamente, a conta-gotas, por anos consecutivos. É dessa maneira que condições socioeconômicas radicalmente novas (neoliberalismo) foram impostas durante as décadas de 1980 e 1990: Estado mínimo, privatizações, precariedade, flexibilidade, desemprego em massa, salários que já não asseguram ingressos decentes, tantas mudanças que haveriam provocado uma revolução se tivessem sido aplicadas de uma só vez.

 

4- A ESTRATÉGIA DO DEFERIDO

Outra maneira de se fazer aceitar uma decisão impopular é a de apresentá-la como sendo “dolorosa e necessária”, obtendo a aceitação pública, no momento, para uma aplicação futura. É mais fácil aceitar um sacrifício futuro do que um sacrifício imediato. Primeiro, porque o esforço não é empregado imediatamente. Em seguida, porque o público, a massa, tem sempre a tendência a esperar ingenuamente que “tudo irá melhorar amanhã” e que o sacrifício exigido poderá ser evitado. Isto dá mais tempo ao público para acostumar-se com a idéia de mudança e de aceitá-la com resignação quando chegue o momento.

 

5- DIRIGIR-SE AO PÚBLICO COMO CRIANÇAS DE BAIXA IDADE

A maioria da publicidade dirigida ao grande público utiliza discurso, argumentos, personagens e entonação particularmente infantis, muitas vezes próximos à debilidade, como se o espectador fosse um menino de baixa idade ou um deficiente mental. Quanto mais se intente buscar enganar ao espectador, mais se tende a adotar um tom infantilizante. Por quê?“Se você se dirige a uma pessoa como se ela tivesse a idade de 12 anos ou menos, então, em razão da sugestionabilidade, ela tenderá, com certa probabilidade, a uma resposta ou reação também desprovida de um sentido crítico como a de uma pessoa de 12 anos ou menos de idade (ver “Armas silenciosas para guerras tranqüilas”)”.

 

6- UTILIZAR O ASPECTO EMOCIONAL MUITO MAIS DO QUE A REFLEXÃO

Fazer uso do aspecto emocional é uma técnica clássica para causar um curto circuito na análise racional, e por fim ao sentido critico dos indivíduos. Além do mais, a utilização do registro emocional permite abrir a porta de acesso ao inconsciente para implantar ou enxertar idéias, desejos, medos e temores, compulsões, ou induzir comportamentos…

 

7- MANTER O PÚBLICO NA IGNORÂNCIA E NA MEDIOCRIDADE

Fazer com que o público seja incapaz de compreender as tecnologias e os métodos utilizados para seu controle e sua escravidão. “A qualidade da educação dada às classes sociais inferiores deve ser a mais pobre e medíocre possível, de forma que a distância da ignorância que paira entre as classes inferiores às classes sociais superiores seja e permaneça impossíveis para o alcance das classes inferiores (ver ‘Armas silenciosas para guerras tranqüilas’)”.

 

8- ESTIMULAR O PÚBLICO A SER COMPLACENTE NA MEDIOCRIDADE

Promover ao público a achar que é moda o fato de ser estúpido, vulgar e inculto…

 

9- REFORÇAR A REVOLTA PELA AUTOCULPABILIDADE

Fazer o indivíduo acreditar que é somente ele o culpado pela sua própria desgraça, por causa da insuficiência de sua inteligência, de suas capacidades, ou de seus esforços. Assim, ao invés de rebelar-se contra o sistema econômico, o individuo se auto-desvalida e culpa-se, o que gera um estado depressivo do qual um dos seus efeitos é a inibição da sua ação. E, sem ação, não há revolução!

 

10- CONHECER MELHOR OS INDIVÍDUOS DO QUE ELES MESMOS SE CONHECEM

No transcorrer dos últimos 50 anos, os avanços acelerados da ciência têm gerado crescente brecha entre os conhecimentos do público e aquelas possuídas e utilizadas pelas elites dominantes. Graças à biologia, à neurobiologia e à psicologia aplicada, o “sistema” tem desfrutado de um conhecimento avançado do ser humano, tanto de forma física como psicologicamente. O sistema tem conseguido conhecer melhor o indivíduo comum do que ele mesmo conhece a si mesmo. Isto significa que, na maioria dos casos, o sistema exerce um controle maior e um grande poder sobre os indivíduos do que os indivíduos a si mesmos.  

Transparência

29 de julho de 2010 1

O Sistema Integrado de Controle de Obras Públicas (Sicop) do governo do Estado foi considerado pelo portal Contas Abertas, uma espécie de vigilante das contas públicas do país, um dos três melhores do Brasil na transparência das informações de obras. O destaque foi dado nesta quinta-feira em uma reportagem publicada no site www.indicedetransparencia.org.br. Outras unidades da federação citadas no texto são Espírito Santo e Ceará.

No Sul

29 de julho de 2010 1

Uma situação curiosa acontece na Justiça do Sul do Estado. O juiz Luís Felipe Canever condenou a Casan a assumir o fornecimento de água aos moradores do Bairro Mina Flourita, na cidade de Morro da Fumaça, no prazo de 10 dias. Em caso de descumprimento, foi estipulada multa diária de R$ 50 mil à Casan e de R$ 5 mil ao presidente e ao diretor regional Sul/Serra da estatal.

A Casan decidiu recorrer ao Tribunal de Justiça.

O curioso é que a companhia briga na Justiça contra a prefeitura de Morro da Fumaça justamente para assumir o abastecimento de água da cidade, desejo que também é do município. Agora que a Justiça determina que a Casan assuma o fornecimento na comunidade de Mina Flourita, a companhia diz que não vai fazer e recorre da decisão.

Difícil de entender…

Nova profissão

28 de julho de 2010 1

O jogador do Corinthians Ronaldo Nazário sempre gostou de festa e badalação. Por isso, quando encerrar a carreira, provavelmente no próximo ano, não vai ficar muito longe do que mais gosta. O “fenômeno”, como é conhecido, anunciou uma sociedade com o empresário Marcus Buaiz e a WPP para abrir uma empresa de promoção de shows, eventos esportivos e prestação de serviços para a carreira de atletas. Ou seja, vai ficar mais milionário do que já é. E como é conhecido em todo o mundo, a empresa vai ter sede no Brasil e subsidiárias no exterior.

Disputa

27 de julho de 2010 0

O músico John Lennon pode ser homenageado pela Casa da Moeda Britânica. A imagem do ex-integrante dos Beatles, que faleceu em 1980, está em uma pesquisa popular para escolher a nova estampa de uma série de moedas.

Lennon compete com personalidades como a escritora Jane Austen, o piloto Douglas Bader, o escritor Walter Raleigh e a sufragista Emmeline Pankhurst. Shakespeare, Churchill, Charles Darwin, Florence Nightindale e Isaac Newton já foram homenageados pela Casa da Moeda.

Ovo no Guinness

27 de julho de 2010 0

Guinness World Records Ltd., com sede em Londres, confirmou o recorde mundial do ovo de chocolate maciço de 6.440 quilos preparado pela rede de supemercados Imperatriz em parceria com a Nestlé Professional em abril deste ano no Beiramar Shopping, em Florianópolis.

O certificado oficial atestando a façanha já foi entregue aos dois parceiros do projeto. A nova marca supera em 1.700 quilos o recorde anterior, batido na Austrália em 1992.

Segundo o diretor de marketing do Imperatriz, Júlio Lohn, o fato de a categoria de “maior ovo de Páscoa feito de chocolate” já existir no Guinness World Records (antigo The Guinness Book of Records), tornou o desafio ainda maior. “Precisávamos quebrar uma marca que já era impressionante, e conseguimos”, comemora.

"Bafômetros" nos pilotos

27 de julho de 2010 0

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) abriu audiência pública para avaliar a proposta que trata da implantação de exames toxicológicos e programas de prevenção e tratamento do consumo inadequado de álcool e drogas por profissionais da aviação civil.

O regulamento a ser adotado é uma orientação da Organização da Aviação Civil Internacional e deve entrar em vigor no primeiro semestre de 2011. Apenas os Estados Unidos e a Austrália implementaram programas similares.

Afinal, não é só motorista de carro que bebe ou usa drogas. Se ficar um pouco “alto” já é um problema quando se está no chão, imagine quando se está no ar.