Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Picape com acessórios

30 de janeiro de 2015 0

A série especial da Toyota Hilux Limited está saindo de fábrica equipada com protetor frontal, santantônio e capota marítima fabricados pela Keko Acessórios tanto para a versão comercializada na Argentina quanto no Brasil.

A picape é produzida na planta da Toyota em Zárate, na Argentina, abrindo mercado para a empresa de Flores da Cunha.

Novo desafio na CDL

30 de janeiro de 2015 0

Ivonei Pioner, empresário do ramo ótico e joalheiro, começa o ano como diretor financeiro da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Sul. A troca de cargos marcou o início da gestão 2015 sob a presidência de Analice Carrer.
Ivonei é membro da CDL Caxias há 12 anos, já tendo ocupado os cargos de diretor do meio ambiente, diretor da CDL Jovem, diretor do Projeto Pescas e diretor secretário.

Cemax For Home muda de endereço

30 de janeiro de 2015 0
CÉSARE MACHADO, divulgação

CÉSARE MACHADO, divulgação

Antes instalada na Villaggio Iguatemi, a Cemax For Home mudou de endereço.

Agora, expõe seus papéis de parede à pronta-entrega, lustres, tapetes e porcelanatos importados da China na Rua Vereador Mario Pezzi, 555, junto à Quinta Essência, que trabalha com móveis, estofados e objetos de decoração. São 500 metros quadrados de loja. Além de dividir custos, essa é uma boa estratégia para complementar o mix.

Um estabelecimento potencializando o outro.

Conheça Marta Buffon Martins

30 de janeiro de 2015 0
Julio Soares, dvg

Julio Soares, dvg

Marta Buffon Martins é fundadora, diretora e consultora da Buffon, Martins Consultoria, onde trabalha há mais de vinte anos.

Idade: 54 anos
Data de Nascimento: 26/10/1960
Cidade natal: Caxias do Sul
Formação: mestre em Administração de Empresas, MBA em Marketing, Graduação em Administração de Empresas
Onde já trabalhou: Agrale, Eberle e Madal. Nos 22 anos de consultoria na Buffon, Martins, atuei em muitas empresas nacionais e multinacionais
Qualidade: compromisso e persistência
Defeito: exigência acima da média
Uma causa: zelar pelo sucesso das empresas
Um temor: falta de segurança nas cidades
Um sonho: educação e cultura para todas as pessoas
Uma frustração: corrupção no Brasil
Um conselho: para ter resultado é preciso 10% inspiração e 90% transpiração!
Um hobby: música e violão
Um prato: almoço de domingo na casa da mãe
Um time: Caxias, aprendi a gostar desde 1990
Um livro: O Mundo de Sofia, de Jostein Gaarder
Um filme: Da Vinci’s Demons, seriado
Uma personalidade que admira: Papa Francisco
O governo: deveria ser profissional e ter objetivos consistentes e mensuráveis, como nas empresas
Para ser um boa consultor e empresária, é preciso: além da formação acadêmica e experiência adequada ao serviço prestado, ter visão de negócio e gostar de gente
Se não fosse consultora, seria: o primeiro vestibular foi para medicina, mas minha verdadeira vocação é estratégia e gestão empresarial
Principal projeto na empresa: desenvolver o pensamento estratégico e a inovação no modelo de negócio das empresas, antes que o paradigma do setor mude
Conquistas do setor: reconhecimento nacional como empresa de consultoria que compartilha conhecimentos
Desafios do setor: tornar as empresas inovadoras e competitivas, por meio de ferramentas de gestão que motivem a intenção, a disciplina e o tempo das pessoas
Maior investimento que já fez: Tempo dedicado no estudo e desenvolvimento de metodologias adequadas ao tamanho e mercado das empresas
Investimento que gostaria de fazer: escrever um livro
Um país, e por quê: Itália, onde me sinto em casa e posso conviver com a arte
Uma boa lei: Lei seca
Uma lei que gostaria de ver e surgir: Revisão da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas)
Uma lei que gostaria de ver cumprida: Lei de combate a corrupção

Spa do Vinho abre a vindima

29 de janeiro de 2015 0
Mell Helade, divulgação

Mell Helade, divulgação

O Vale dos Vinhedos está em festa. A vindima transforma o roteiro turístico em chamariz a turistas de todo o país e até do Exterior. Uma série de atrações integra a abertura oficial da vindima 2015. O primeiro evento comemorativo será promovido pelo Spa do Vinho na noite desta sexta-feira.

Música, teatro e imagens dão tempero a um jantar temático contando a saga dos imigrantes italianos desde a difícil partida da Itália até o sucesso das grandes vinícolas gaúchas. O jantar harmonizado História do Vale dos Vinhedos tornou-se tradição no período da colheita no Spa do Vinho, que, além de hotel, também é o primeiro condomínio vitivinícola Denominação de Origem (D.O.) do país.

– É uma viagem às raízes da gastronomia italiana – explica o chef paulista Felipe Pinelli, que assina o cardápio do evento.

Proximidade com chineses

29 de janeiro de 2015 0

Foi com um café da manhã, na quarta-feira, que a CIC e a prefeitura de Caxias recepcionaram a delegação chinesa de Changzhou.

– Esse encontro tem um significado muito especial, pois podemos trabalhar em conjunto com Changzhou e formar uma parceria entre as duas comunidades para termos um comércio unilateral – salientou presidente da CIC, Carlos Heinen.

O prefeito frisou que existe uma semelhança muito grande entre Caxias e Changzhou (as duas são importantes polos industriais), o que potencializaria negócios e parcerias.

Porém, temos muito o que aprender com os chineses em termos de competitividade aos olhos do mundo.

Mais suco natural no néctar de uva e laranja

29 de janeiro de 2015 0

A partir do dia 31 de janeiro, os fabricantes de bebidas devem aumentar a quantidade mínima de suco de fruta nos néctares de uva e laranja.

Pela nova regra do Ministério da Agricultura (Mapa), o percentual passa de 30% para 40%, chegando a 50% a partir de 31 de janeiro de 2016. Essa quantidade de suco natural é diluída em água e adoçada.

A mudança é uma adaptação dos padrões brasileiros à legislação internacional expressa no Código Alimentar, documento da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

– Quem ganha com isso é o consumidor, que terá uma bebida com mais conteúdo de fruta, mais autêntica, original e com menos mistura. O impacto também será positivo na cadeia produtiva, com uma demanda maior de variedades de uvas híbridas e americanas – avalia o diretor-executivo do Instituto Brasileiro do Vinho, Carlos Paviani.

Essa determinação, claro, vai beneficiar os viticultores da Serra, maior produtora nacional de uva.

O consumidor já pode perceber ainda algumas diferenças nas caixinhas de néctar. É que as novas regras do Mapa também determinam a obrigatoriedade de informar os percentuais de ingredientes nos rótulos de bebidas não-alcoólicas.

O que deu errado em 2014?

29 de janeiro de 2015 0

Por que 2014 acabou de forma tão desanimadora para a indústria gaúcha? Os principais obstáculos no quarto trimestre foram a elevada carga tributária (57,9% das respostas), falta de demanda (50,5%) e competição acirrada de mercado (39,3%).

É o que revela sondagem industrial da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), divulgada pelo presidente da entidade, Heitor José Müller.

– A alta carga tributária é um elemento que afeta todas as indústrias do Estado. As medidas de aumento de impostos e contenção na demanda agravam o cenário. Os empresários, por sua vez, sem encontrar meios para superar essas questões, projetam maiores dificuldades em 2015 – avaliou.

Para os próximos seis meses, as perspectivas são apáticas: demanda estagnada e diminuição das compras de matérias-primas pela indústria para adequá-las às projeções de redução das vendas. Das empresas entrevistadas, apenas 13,5% pretendem ampliar o quadro de trabalhadores. Será um primeiro semestre lento.

Restaurante Per Mangiare fecha as portas

28 de janeiro de 2015 0
Roni Rigon

Roni Rigon

Após o fechamento do Empório Per Mangiare – em dezembro de 2014 –, neste mês os apreciadores da boa mesa também ficaram órfãos do restaurante de mesma marca, mas com a administração distinta.

O tradicional restaurante Per Mangiare, situado ao lado do empório, na Avenida Júlio de Castilhos, entre os bairros Centro e Lourdes, encerrou as atividades. O espaço comercial inclusive já tem placa de ‘aluga-se’.

A casa, que servia pratos italianos contemporâneos e tinha uma excelente carta de vinhos, figurou por várias edições entre os melhores de Caxias no guia Divina Cozinha.

É uma perda para a cultura gastronômica da cidade. A torcer que a marca reabra as portas em outro endereço.

Pior exportação desde 2009

28 de janeiro de 2015 0

O cenário difícil vivido em 2014 começa a ser confirmado pelos números. O polo moveleiro de Bento Gonçalves fechou o ano com perda de 13,4% nas exportações. Foram embarcados US$ 48,8 milhões em móveis, bem abaixo do que se previa (e pretendia).

Os dados foram divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. E reforçam as expectativas de queda nos negócios internacionais que o Sindmóveis já projetava. O declínio preocupa: foi a maior retração das exportações desde 2009, pico da crise internacional, quando a queda foi de 35%.

Quando comparados os anos de 2013 e 2014, o desempenho negativo se verifica em 33 dos 57 países que receberam os móveis do polo serrano. No Brasil, a queda nas exportações de móveis foi de 2,7%. O Estado, por outro lado, fechou o ano com saldo positivo de 2,4%.

Parte da diferença de desempenho deve-se ao fato de Bento Gonçalves não ter atuação expressiva em dois dos principais mercados para o país e para o Rio Grande do Sul no último ano: Estados Unidos e Reino Unido.  A indústria precisa recuperar mercado, fôlego e competitividade. Logo.