Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "animação"

Lançamentos de DVDs - 1º de fevereiro

04 de fevereiro de 2013 0

Confira as dicas de filmes que estão chegando à locadora nesta semana, por Michelle Castro.

Looper – Assassinos do Futuro


Kansas City, 2044. Os loopers dividem suas horas entre entorpecentes, baladas, prostitutas e assassinatos. Joe é um dos membros do grupo, mas não se contenta com a vida que leva. Por isso, faz uma poupança para viver fora daquele universo por um tempo já que há prazo de validade na carreira do looper: 30 anos.
A aposentadoria é uma sentença de morte e o responsável pela execução é ele mesmo quando mais jovem. Gordon-Levitt, além de se valer de recursos estéticos para promover a semelhança, encarna bem os trejeitos deste figurão. Destaque também para a boa atuação de Pierce Gagnon, que interpreta o menino Cid.

“Looper” é bom do início ao corajoso fim. Sua história original e bons efeitos fazem dele uma presença obrigatória na lista de melhores de 2012

O Vingador do Futuro


O longa acompanha a história de Doug Quaid, um operário entediado que gostaria de conhecer realidades mais interessantes por meio da oferta de uma empresa. Ele embarca na simulação e, quando menos espera, descobre-se como um possível espião, envolvido em uma grande batalha mundial.
Colin Farrell é quem protagoniza o remake do clássico da década de 90, estrelado na versão original por Schwarzenegger. Até que não passa vergonha. Não se pode dizer o mesmo de Kate Beckinsale, que parece mais concentrada em enfatizar seus atributos físicos do que dar consistência a sua personagem.

ParaNorman


O jovem Norman tem o dom de falar com os mortos, mas poucos acreditam nele. Até que precisa intervir para salvar a cidade de uma maldição e as coisas fogem do controle.

Crítica: Hotel Transilvânia

09 de outubro de 2012 0

Difícil entender o auê em cima da animação “Hotel Transilvânia”. O filme teve pré-estreia nacional e, agora que estreou, conta com sessões dubladas e legendadas. As cópias com as dublagens originais, que contam com as vozes de Adam Sandler, Steve Buscemi, David Spade e Selena Gomez, deveriam ser um chamariz para o público adulto — o problema é que “Hotel Transilvânia” deve agradar apenas as crianças pequenas.

As risadas infantis no cinema ficaram garantidas com as piadas primitivas que a obra oferece, com pegadinhas entre os monstros que se encontram no hotel do título para o aniversário de 118 anos de Mavis, a filha do Conde Drácula. O hotel é um castelo isolado do mundo, escondido atrás de um cemitério de mortos-vivos e dentro de uma floresta assombrada — é lá que o vampiro protege a menina dos humanos, que ele considera os verdadeiros monstros da história.

Apesar de contar com uma premissa interessante, a animação não evolui nem surpreende, parecendo muito mais um episódio estendido de uma série de animação da TV. Vale o esforço para agradar no Dia das Crianças, mas não como programa para adultos.

"Operação Presente" provoca muitos ooooin

18 de dezembro de 2011 0

Confesso ter menosprezado “Operação Presente” quando vi o trailer: “Ah, mais um filme bonitinho natalino e cheios de clichês”. Mas me surpreendi com uma animação meiga, criativa, engraçada, que levanta questionamentos interessantes sobre a dinâmica das famílias e lógico, provoca muitos “oooin”. Recomendo













Clique aqui e assista ao trailer

Duas animações e duas ficções entram em cartaz em Joinville nesta sexta-feira

01 de setembro de 2011 0

“O Rei Leão” – GNC GARTEN 6(3D), às 13h10 e 17h15. Livre. Dublado.

Quem quiser mergulhar na nostalgia ou apresentar a saga de Simba para as novas gerações em grande estilo, na telona e em 3D, já pode. A animação que já tinha entrado em cartaz em outras cidades chega a Joinville nesta sexta-feira. E se eu disser que é uma lição de superação, coragem, amor, e que é sublime, épico, emocionante e um dos melhores filmes da Disney vou chover no molhado, né? rs

“Deu a Louca na Chapeuzinho 2″
– GNC MUELLER 2, às 23h40, 15h40 e 17h40. Livre. Dublado. GNC GARTEN 6(3D), às 15h15, 19h30 e 21h40. Livre. Legendado.

A personagem fofa do imaginário infantil, nesta sequência, é uma agente com a missão de descobrir o paradeiro de João e Maria. Ela terá a ajuda de, pasmem, Lobo Mau. Divertidinho. Ah, na sala de cinema do Garten, é possível conferir a animação em 3D, com legendas e áudio original. Hayden Panettiere faz a voz de Chapeuzinho Vermelho, Patrick Warburton é o Lobo Mau, Glenn Close encarna a Vovózinha, Bill Hader empresta a voz para João e Amy Poehler, para Maria.

“O Homem do Futuro”
– GNC GARTEN 2, às 13h45, 16h15, 18h45 e 21h30. 10 anos. Nacional.

Difícil achar alguém que levante alguma suspeita acerca do desempenho de Wagner Moura nas telas. O moço é unanimidade e ver o nome dele em um elenco acaba, por si só, sendo um motivo para conferir um filme. Mas a recepção da crítica não tem sido assim tão calorosa para essa ficção que conta a história de Zero, um cientista rancoroso que tenta mudar a sua história voltando para o já longínquo 1991. E se o McFly do futuro morria de medo de se deparar com o seu “eu” do passado, o personagem desse filme não pensa duas vezes em alertá-lo sobre seus próprios erros. E também das chances de acertos, especificamente quando o assunto é o coração de Helena (vivida pela bonitona Alinne Moraes). Gabriel Braga Nunes e Maria Luísa Mendonça também estão no elenco. 
Filmes de viagens no tempo costumam atrair o público, até por isso a fórmula é um pouco batidinha. E ficção científica brasileira? Juro que tenho medo de sentir vergonha alheia ao comparar com o poderio hollywoodiano de realizar precisamente os efeitos desse gênero, mas no trailer até que parece honesto. E afinal, a gente tem que prestigiar o cinema brasileiro, né, minha gente? Falando em coisas nacionais, quem curtiu a performance de Wagner Moura cantando Legião Urbana em “VIPs” terá a chance de vê-lo, desta vez, interpretando “Tempo Perdido”.

“Apollo 18″
– GNC GARTEN 5, às 14 horas, 16 horas, 18 horas, 20 horas e 22 horas. 14 anos. Legendado.

Teorias conspiratórias costumam ferver conversas de bar e rodas universitárias. Uma delas e que volta e meia suscita histórias curiosas é a ida do homem à Lua, que dá pano para manga nesse filme que se vale do gênero “pseudo documentário”. Simpatizo com cenas em que o assustador mesmo é imaginar, não ver. Ah, o argumento do filme é que oficialmente, a Apollo 17 foi a última missão do homem à lua. Só oficialmente. Um ano depois, dois americanos voltaram ao espaço com a Apollo 18 numa missão secreta da NASA e com consequências inesperadas.

"Carros 2" vai bem no aspecto visual

28 de junho de 2011 0

“Carros 2″ impressiona no mesmo quesito que “Rio”: cenas lindas em locais conhecidos. Nesta sequência, enchem os olhos do espectador as passagens por Tóquio, Londres, Paris e Itália enquanto o Relâmpago McQueen disputa o Grand Prix Mundial e Mate acaba sendo espião por acidente (e de que outro jeito ele acabaria nessa?). Ah, e tem as corridas, claro. Quem como eu, na adolescência, sonhava com os 18 anos e a carteira de habilitação, fica vidrado com as arrancadas, curvas e modelos desfilando pelas pistas.

Os descontos ficam por conta da caipirice exagerada de Mate, das lições de moral mastigadas e do desconforto inevitável ao ver carros dançando e namorando. Uma hora você, infelizmente, se flagra lembrando que automóveis não fazem aquilo tudo. O jeito é abstrair, aceitar o feitiço proposto pela abertura da Disney no início da projeção e deixar a lógica fora da sala de cinema. Caso não seja capaz de fazer isso, melhor repensar a escolha de filme.

"Kung fu Panda 2" supera o primeiro na beleza/técnica das cenas e candura/qualidade do enredo

11 de junho de 2011 1

Explicar o início de uma história, desde que com um roteiro convincente e bem fundamentado, tem se mostrado um bom caminho nos filmes que vi recentemente. “Kung fu Panda 2″ se vale com eficiência deste recurso.

No primeiro, vemos um urso atrapalhado e parrudo transformar-se no Dragão Guerreiro das lendas que ouvia desde a infância. O argumento que arranca risadas e promove situações inusitadas também me irritava um pouco, confesso. Afinal, fica fácil ser o bam-bam-bam da patota com a durona Tigresa (minha favorita) e outros furiosos resolvendo tudo ao redor. Mas, nesta sequência, o que se vê é um herói por merecimento em ação, descobrindo seu passado, fazendo a diferença no presente e ciente da sua responsabilidade futura.
Os flashbacks, em especial, me ganharam (achava o primeiro ok, e só). Os traços e usos de cores nas memórias compõem imagens com aquele quê asiático de encher os olhos. Verdadeiras obras de arte em movimento. As cenas de ação também não deixam por menos, fazendo a espectadora aqui ter se arrependido por não ter escolhido a sessão 3D legendada (com a voz hilária do Jack Black + Seth Rogen, Jackie Chan, David Cross, Lucy Liu, Gary Oldman e Dustin Hoffman).
A relação do nosso protagonista fofinho com o seu amável pai adotivo e a busca pela identidade e auto-aceitação temperam com candura esta jornada em que a a China precisa ser defendida. O perigo agora é apresentado pelo Lord Shen, o príncipe pavão banido pelos pais após dizimar os pandas tentando impedir que uma previsão se concretizasse. Ele não poupa armas e lobos em busca de vingança.
Leve seu filho/sobrinho para assistir sem medo. Ou vá sozinho mesmo, pois vale a pipoca. Ah, não esqueça de ter em mãos um lencinho também, provavelmente será útil.


Trailer da estreia "Como Treinar o seu Dragão"

27 de março de 2010 0

Confira cenas da animação 3D.