Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Receita Sorvete de Morango

31 de outubro de 2011 0

Reprodução, RBS TV

Neste domingo o Campo e Lavoura mostrou uma receita de Sorvete de Morango caseiro.  A fruta, que está em sua época, bateu recorde de colheita este ano.


Anote aí:

Ingredientes:

- 1 kg de morango;
- 2 xícaras de açucar;
- 3 claras em neve
- 1 1/2 xícaras de creme de leite
Modo de preparo:
Lave e pique os morangos e adicione duas xícaras de açúcar, deixe descansar por duas horas.
Bater as claras em nove e colocar uma xícara de açúcar até ficar um merengue. Depois colocar uma xícara e meia de creme de leite e bater até formar um chantili. Misture com os morangos e coloque no congelador por quatro horas. Neste tempo, mexer várias vezes enquanto congela para ficar mais cremoso.


A importância da agricultura

21 de outubro de 2011 0

A agricultura e recursos naturais, a preservação de florestas, a alimentação no mundo, a fome, o aumento ou não das exportações e importações de alimentos no Brasil, responsabilidades assumidas pelos produtores rurais, agricultura familiar, agricultura em grande escala empresarial, enfim. Inúmeras ligações podem ser feitas relacionando a agricultura à qualidade de vida de toda a população mundial.

Veja a dimensão desta atividade econômica colocada no vídeo ” Um Planeta Faminto e a Agricultura Brasileira” que foi uma iniciativa da Unidade de Proteção de Cultivos da BASF. São várias informações levantadas a partir de pesquisas feitas por Instituições públicas e privadas.


Como ter um pomar doméstico

28 de junho de 2011 0

Um pequeno vaso de flor, um cantinho da casa com algumas plantinhas, uma sacada com vários tipos de temperos ou ainda um jardim. Pequeno ou grande. Não importa. Em qualquer lugar onde se possa cultivar uma planta o ambiente fica mais gostoso. Com esta perspectiva a Faculdade de Agronomia da UFRGS oferece um curso para a comunidade e para os estudantes de como planejar, montar e organizar um pomar doméstico. É chamado de doméstico porque a ideia e ter certa variedade de frutas para consumo da família, em quantidades não tão grandes. Mas as orientações também são aproveitadas por aqueles que têm maiores áreas destinadas ao poma.

Aqui vão as informações para quem está interessado neste curso de extensão:

dias 13, 14 e 15 de julho  na Faculdade de Agronomia da UFRGS, manhã e tarde. Sendo que no último dia a aula é prática, lá na estação experimental da faculdade.

Telefone para inscrições e mais informações: (51) 3308 6020 ou 3308 8117

de segunda à sexta-feira das 8h30 às 10h30 e das 13h 30 às 17h.

O curso será na faculdade de agronomia que fica na Av. Bento Gonçalves, 7712, em Porto Alegre.

Aproveite e conheça uma das construções mais antigas da cidade e da Universidade que foi retaurada recentemente.

O valor do curso para o público em geral é de R$ 150, 00

Para estudantes e funcionários é de R$ 70, 00

Corra!! São só 150 vagas.

Bombom de uva

26 de abril de 2011 0

INGREDIENTES :

1 A 2 CACHOS DE UVA

500 gramas DE CHOCOLATE PRETO

2 COLHERES (de sopa) DE FARINHA DE TRIGO

1 LATA DE LEITE CONDENSADO

AÇÚCAR DE CONFEITEIRO


MISTURA A FARINHA COM LEITE CONDENSADO E COLOCA NO MICROONDAS.

NA METADE DO PROCESSO OU DEPOIS DE TRÊS MINUTOS EM MÉDIA,MEXA A MISTURA. É IMPORTANTE QUE O RECIPIENTE SEJA ALTO PARA QUE O RECHEIO DO BOMBOM NÃO TRANSBORDE.

MEXE, COLOCA NUM PRATO COM UM POUCO DE MARGARINA, PRA NÃO GRUDAR, COBRE COM PLÁSTICO E DEIXA ESFRIAR.EM MAIS OU MENOS DUAS HORAS FICA COM UMA TEXTURA MAIS FIRME, PRONTO PRA USAR.

É HORA DE DAR FORMA AO BOMBOM.

PASSA A MÃO NO AÇÚCAR DE CONFEITEIRO, PEGA UM PEDACINHO DE MASSA, ENROLA A UVA. É QUE NEM MASSINHA PRA CRIANÇA.

DERRETE O CHOCOLATE NO MICROONDAS, QUEM NÃO TEM PODE FAZER EM BANHO MARIA, SÓ TEM QUE CUIDAR PRA NÃO CAIR ÁGUA. SEGURA FIRME O DOCINHO EM CIMA DO GARFO,PASSA O CHOCOLATE POR CIMA COM UMA COLHER ATÉ COBRIR TODA A BOLINHA,TIRA UM POUQUINHO DO EXCESSO E PÕE NUMA BANDEJA FORRADA COM PAPEL MANTEIGA PRA ESFRIAR. ESSE GARFO TEM UM SEGREDINHO, FORAM TIRADOS DOIS DENTES DELE PRA SEGURAR MELHOR O BOMBOM.

O RENDIMENTO DEPENDE DO TAMANHO DOS GRÃOS DE UVA, MAS GERALMENTE É DE TRINTA UNIDADES. PODE SER PREPARADO COM OUTRAS FRUTAS: MORANGO, BANANA E KIWI, MAS A UVA, REALMENTE, É O QUE O PESSOAL MAIS PROCURA.



Soja

11 de abril de 2011 0

Um telespectador do Campo e Lavoura mandou uma sugestão de link que vamos colocar aqui no blog do programa para compartilhar com vocês. Quem tiver outras sugestões, envie pra gente.

O link é de um jornal argentino que se chama Clarín que falam da experiência do plantio de soja.

Confira no próximo domingo (27/3)

24 de março de 2011 0

Um telespectador perguntou e o Campo e Lavoura vai responder. Saiba como cuidar das laranjeiras, quais os passos para ter uma boa fruta, evitando e retirando fungos, galhos secos de podas mal feitas e adubagem saudável para solos mais castigados.

No Campo e Lavoura, uma nova variedade de maçãs está sendo cultivada em Santa Catarina que além de saborosa tem uma consistência crocante. É a mistura de outras duas qualidades da fruta que deram este resultado. Ela se chama DAIANE. Ela gera benefícios econômicos na produção e se adapta melhor ao clima do país.

Rapadura de semente de girassol

14 de março de 2011 0

As rapaduras mais comuns são de amendoim, mas esta receita vinda direto de Santa Rosa, no Rio Grande do sul, é com sementes de girassol.

Anote os ingredientes:



250 gramas de sementes de girassol descascadas


250 gramas de açúcar mascavo


3 colheres (de sopa) de água


Primeiro coloque na panela o açúcar e a água, leve ao fogo baixo até derreter e ficar com uma consistência cremosa. Logo coloque as sementes de girassol e misture bem. Tire do fogo e espalhe numa tábua ou num prato refratário que tenha espaço para cortar os pedaços antes de esfriar. E está pronta depois de ficar bem fria e seca. É um bom acompanhamento para o cafezinho ou o chimarrão!


Sonho de Rio Pardo

03 de janeiro de 2011 0

SONHOS DE RIO PARDO  
– 40g de fermento biológico
– 2 colheres de açúcar refinado
– 200 ml de leite morno
– 3 ovos inteiros
- 2 gemas
– 1 colher de manteiga sem sal
– 1/2 colher de essência de baunilha
– 1 pitada de sal
– 1/2 kg de farinha
Misturar tudo, começando pelo ingredientes secos, fora da batedeira e com com uma colher. Depois mistura os outros ingredientes e quando forma uma massa mais firme. Coloque na mesa para amassar com as mãos: é hora de sovar. Depois, deixar a massa descansar até dobrar de tamanho. Abrir a massa com rolo e cortar em pedaços e deixar crescer de novo até que fique o dobro do tamanho. Depois, fritar em óleo não muito quente. Cortar ao meio e colocar o recheio que mais gosta. Passar no açúcar e pronto! É saborear!

Gila salgada

30 de novembro de 2010 0

Produtores rurais do Rio Grande do Sul estão recebendo treinamento para a produção de alimentos orgânicos. Eles são rentáveis porque o mercado está mais aberto a esses produtos e faz bem à saúde.

Veja uma receita com estes produtos bem fácil de preparar: Gila salgada de amendoim .

Os ingredientes são:

meia gila (polpa da fruta)

dois dentes de alho

3 colheres (sopa) de óleo vegetal

150 gramas de amendoim triturado

3 colheres (sopa) de farinha de mandioca

sal

tempero verde

Modo de fazer:

Fritar o alho e depois colocar o amendoim triturado mexendo bem. Adicionar o sal (a gosto) e misturar a polpa da fruta sem as sementes. Por último adicionar a farinha de mandioca e tempero verde. Está pronta pra servir.

Cavalos fortes para peões mais gordinhos

30 de novembro de 2010 0

Uma nova raça de cavalo, criada na fronteira oeste do Rio Grande do Sul, foi pensada para suportar o peso dos peões que estão um pouco fora do peso. Segundo pesquisa do IBGE mais da metade da população gaúcha está acima do peso e neste grupo estão também alguns trabalhadores rurais.

Um produtor da região de São Borja, pensando no peso que os cavalos carregam todos os dias, encontrou uma alternativa. Criado em fazenda, o domador Gilmar aprendeu a montar com o pai que também domava cavalos.  Segue a profissão com muito orgulho, mas sente que está fora de forma. Segundo ele uns 20 quilos a mais, e comenta. ” E já se foi aquele tempo em que peões eram levezinhos. Hoje são todos barrigudinhos. Bem pesados.”

Pois, quanto mais pesado o peão, mais forte deve ser o cavalo. E o produtor rural Pedro Monteiro percebeu que era hora de pensar numa raça mais preparada para suportar o aumento de peso do homem do campo. Deve ser um cavalo mais resistente e manso que não queira correr muito.

Assim, surgiu o cruzamento do Percheron que tem cerca de dois metros de altura e é um animal de tração mais antigo, com o cavalo crioulo que é tradicional no Rio Grande do Sul, com porte bem menor e muito ágil para o trabalho no campo. O resultado é um cavalo cerca de vinte por cento maior que o crioulo, bem mais forte e que não perde a agilidade.

O cruzamento é feito com éguas crioulas e garanhões percheoron, e esta raça não tem nome especial porque segundo Gilmar, não chega a ser uma nova raça. Uma das vantagens desta cruza é a facilidade na doma. E ele explica que o crioulo é mordedor e perigoso pelos coices, mas que o animal da cruza não, pois é mais fácil de trabalhar. Com a força que tem puxa  carroças com a ração pro gado do campo, sem precisar usar tratores na fazenda. Segundo produtor rural Pedro, trocar o trator pelo cavalo evita a poluição sonora, o uso de óleo, dá ao homem do campo mais independência e agilidade.

Reportagem de Tiago Guedes da RBS TV de São Borja