Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Leite"

Aprovados reajustes para os preços mínimos da safra agrícola 2014/15

15 de agosto de 2014 0

O Conselho Monetário Nacional aprovou novos preços mínimos para a safra agrícola 2014/15. Conforme o Ministério da Agricultura, o preço mínimo da saca de 50 Kg do arroz longo fino em casca, tipo 1-58/10, aumentou de R$ 25,80 para R$ 27,25, reajuste de 5,62% para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Já para Mato Grosso e os estados da região Norte o ajuste foi de 2,64%. As mudanças também atingem o algodão e a soja em Mato Grosso.

Para o litro do leite as altas foram de 5% a 6,15%. Nas regiões do Sul e Sudeste foi para R$ 0,71. Os novos valores entram em vigor após a publicação de portaria no Diário Oficial da União.

Produtores de leite dos 3 Estados do Sul do país vão se unir para desenvolver o setor na Região.

06 de agosto de 2014 0

Representantes das entidades ligadas ao setor leiteiro do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina vão entregar aos governadores dos três Estados durante a Expointer,  um documento com o cenário e as perspectivas da cadeia do leite na Região Sul. Na oportunidade será feito o lançamento oficial da Aliança Láctea Sul Brasileira, que será um fórum permanente, incluindo a iniciativa pública e privada, para o desenvolvimento da cadeia leiteira. O Sul é responsável por 33% da produção brasileira de leite, com 11 milhões de toneladas do produto por ano.A expectativa é de que em 10 anos, a produção de leite nos três Estados alcance 19,5 milhões de toneladas por ano, 77% a mais do que é produzido hoje.

Pouca demanda e aumento na produção deixa estável preço do leite pago ao produtor

01 de agosto de 2014 0

O preço do leite pago ao produtor permaneceu estável em julho, refletindo a demanda pouco aquecida pelos derivados lácteos em um mês de final da Copa do Mundo e férias escolares, além do aumento da captação na região Sul do país. Para os próximos meses, as expectativas ainda são de aumento na produção da região Sul, já que a safra está apenas começando. Conforme o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, o litro do leite teve queda de 0,01% e fechou o mês em R$ 1,0127 na chamada média Brasil.

Já o preço bruto, que inclui frete e impostos, fechou a R$ 1,0994 o litro(+0,09%). Os cálculos levam em conta a média dos Estados de Goiás, Minas Gerais, Bahia, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, ponderada pelo volume captado em junho. No balanço dos sete Estados, o Índice de Captação do Leite do Cepea em junho teve aumento de 4,3%. No Rio Grande do Sul, o aumento foi de 8,2%.

Conseleite reduz projeção para o preço do litro de leite em julho

23 de julho de 2014 0

A projeção de preço para o litro de leite padrão para julho ficou em 0,25% menor do que o valor consolidado para o mês de junho. No mês passado, o valor fechou em 86,5 centavos, 1,87% acima do projetado. Agora, para julho, o preço estimado pelo Conseleite é de 86,3 centavos. Conforme o diretor e presidente da Comissão de Leite da Federação da Agricultura do Estado, Jorge Rodrigues, devido ao excesso de chuvas no mês passado o produtor enfrenta um aumento de custo. O excesso de umidade comprometeu forragens e trouxe prejuízos, por isso o produtor está usando mais ração e tendo gastos para remontar as pastagens.

Governo federal seleciona propostas para projeto de melhoria da qualidade do leite

21 de julho de 2014 0

O Ministério da Agricultura lançou edital de chamamento público para a escolha de Projeto de Boas Práticas Agropecuárias para a melhoria da qualidade do leite em 5 estados. Serão selecionadas propostas de projetos de assistência técnica, extensão rural e capacitação de produtores rurais, transportadores, técnicos de agroindústrias e de técnicos multiplicadores da cadeia produtiva do leite.

A iniciativa busca a melhoria da qualidade do leite produzido, armazenado, transportado e beneficiado em Mato Grosso, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Do total de recursos a serem disponibilizados, o Estado gaúcho pode receber até R$ 6 milhões.

A data final para envio da proposta e documentação complementar é 15 de agosto e os resultados finais devem ser divulgados em 09 de setembro. No próximo dia 8 de agosto, em Gramado, será lançado oficialmente no Estado o Programa Alimentos Seguros Leite que tem parceria com o Senai e o Sebrae.

SC, PR e RS lançam nova entidade para fortalecer cadeia produtiva do leite

17 de julho de 2014 0

Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul anunciaram em Curitiba a criação da Aliança Láctea Sul Brasileira para fortalecer a cadeia produtiva do leite na região. A expectativa é de que em 10 anos, a produção de leite nos três Estados chegue a 19,5 milhões de toneladas por ano. O volume é 77% maior do que o produzido atualmente. Os Estados do Sul são responsáveis por 33% da produção brasileira de leite com 11 milhões de toneladas por ano.

De acordo com a nova entidade, a região formada pelo oeste de Santa Catarina, noroeste do Rio Grande do Sul e sudoeste do Paraná é onde a produtividade do leite mais cresce atualmente no Brasil devido ao clima favorável, mão de obra qualificada e presença de pastagem o ano todo. Durante o lançamento, os secretários da Agricultura destacaram a importância de ações para assegurar a sanidade dos rebanhos, principalmente no controle da febre aftosa, brucelose e tuberculose.

Entressafra eleva preço do leite pago ao produtor

01 de maio de 2014 0

O valor do leite pago ao produtor subiu em média no Brasil 6,16% em abril, atingindo R$ 1,0838/litro, aumento de R$ 0,0630/litro em relação a março. O levantamento é do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada(CEPEA), da Esalq/USP. Esse foi o segundo mês consecutivo de valorização, resultado da menor produção leiteira em março, em decorrência do início da entressafra. O preço líquido, sem frete e impostos, teve média de R$ 0,9995/litro, valor 6,11% maior que o do mês passado e 7,77% superior ao de março/13, em termos reais. As médias são ponderadas pelo volume captado nos estados da BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP em março.

De acordo com colaboradores do Cepea, este aumento esteve atrelado principalmente à queda na produção em março, em razão do início da entressafra em algumas regiões produtoras e acentuação desse cenário em outras. Os recuos mais expressivos na captação de leite em março ocorreram no Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Essa menor oferta eleva a competição entre as indústrias quanto à matéria-prima, com consequente aumento nas cotações. Para os próximos meses, apesar do período de plena entressafra, os laticínios/cooperativas consultados pelo Cepea indicam certa estabilidade nos preços.

Informações do Cepea

Preço do leite pago ao produtor sobe em março com a queda na produção

28 de março de 2014 0

As cotações do leite pago ao produtor em março registraram alta com a menor produção no campo devido à seca nas principais regiões produtoras no primeiro bimestre e o início da entressafra na região Sul do País. De acordo com os levantamentos do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, o preço do leite, entregue em fevereiro, e recebido pelo produtor em março, subiu 3,22% em relação à janeiro. O índice representa acréscimo de quase 3 centavos por litro na média Brasil. O litro fechou a R$ 0,9419/litro. É o 1º aumento após quatro meses de quedas consecutivas. A média do preço do leite em março/14 é a maior para o mês, em termos reais.

Já o Índice de Captação do Leite de fevereiro caiu 2,75% em relação ao mês anterior levando em consideração os 7 estados que compõem a média Brasil, entre eles o Rio Grande do Sul. Ainda assim, o volume produzido em fevereiro foi 13,7% superior ao do mesmo período de 2013. Para abril, a expectativa é de que os preços do leite sigam em alta, ainda impulsionados pela oferta restrita de matéria-prima.

Porto Alegre sedia pela 1ª vez a Avisulat, feira dos setores de aves, suínos e leite do RS

27 de março de 2014 0
Eduardo dos Santos - Coordenador-geral Avisulat 2014

Eduardo dos Santos – Coordenador-geral Avisulat 2014

A boa perspectiva para a colheita de grãos cultivados no verão e o crescimento do agronegócio no Rio Grande do Sul são indicadores positivos para os setores de aves, suínos e leite que lançaram hoje(27) em Porto Alegre, no Centro de Eventos da Fiergs, a quarta edição da Avisulat. A capital gaúcha vai sediar o evento pela 1ª vez. As outras edições ocorreram em Bento Gonçalves, na Serra gaúcha. A Avisulat é realizada a cada 2 anos. O coordenador geral do Congresso Sul Brasileiro de Avicultura, Suinocultura e Laticínios, Eduardo dos Santos, afirma que a escolha de Porto Alegre para sediar o evento levou em conta principalmente a questão de logística para os participantes.

“Sempre consideramos o evento no interior por estar mais próximo dos segmentos, mas ao longo dos últimos anos com a evolução do evento se fez necessário de uma nova condição de logística com oferta de hotéis, aeroporto mais próximo dos hotéis e uma estrutura de centro de eventos que desse condições de trabalhar com atividades paralelas.”

Na programação da Avisulat estão previstas palestras, simpósios e uma rodada internacional de negócios com a participação de países importadores. Durante o lançamento, foram destacados temas importantes para os setores de aves, suínos e leite que movimentam cerca de R$ 15 bilhões por ano e ocupam o 3º lugar no ranking das exportações gaúchas. Entre eles a legislação trabalhista para funcionários das granjas, o abastecimento de milho e abertura de novos mercados.

O Rio Grande do Sul possui 121 mil produtores de leite em 449 municípios e produz 3,93 bilhões de litros de leite/ano. O diretor executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Dertivados do RS (Sindilat), Darlan Palharini, ressaltou durante o lançamento da Avisulat o lado social do setor. Segundo Palharini, a cadeia produtiva do leite emprega 25% mais pessoas no meio rural em relação à outras culturas.

Já o presidente do Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do RS(Sips), José Roberto Goulart, lembrou as dificuldades enfrentadas pelos suinocultores em anos anteriores quando enfrentaram preços baixos, muita oferta e fechamento de mercados como Rússia e Estados Unidos, e ressaltou a importância de investimento por parte do setor.

O presidente da Associação Gaúcha de Avicultura(Asgav), Nestor Freiberger, também presente ao evento, destacou alguns gargalos do setor, como o abastecimento de grãos(milho e farelo de soja) e linhas de crédito para atender normas de biossegurança e inovação. Nomeou como desafio para os avicultores o aumento no consumo de carne e ovos.

A Avisulat 2014 será realizada entre os dias 4 e 6 de novembro no Centro de Eventos da Fiergs.

Preço de aves, leite e soja desaceleram em outubro

30 de outubro de 2013 0

O Índice de Preços ao Produtor Amplo, apurado pela Fundação Getúlio Vargas, desacelerou de 2,11% para 1,09%, na passagem de setembro para outubro. As principais contribuições para a queda do índice foram as matérias-primas brutas. No estágio inicial da produção, ocorreram recuos nas variações de soja em grão, aves e leite in natura. No entanto, foram registradas acelerações nos preços do minério de ferro, bovinos e aipim.