Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Games adaptados por fãs superam grandes produções?

30 de março de 2011 4

A cada dia surgem adaptações de games, ora no cinema, ora nos quadrinhos e, às vezes, até em animações. Além dos meios oficiais, os fãs também arriscam transformar um sucesso dos consoles em uma obra que corresponda às expectativas dos gamers que acompanham determinado jogo ou série. Apesar das visíveis disparidades entre a indústria cinematográfica e os fãs em termos de recursos e possibilidades, a visão de um fã, facilmente desbanca muitas das adaptações oficiais.

Imaginar cenários e personagens é fácil, mas preparar uma super produção é tarefa que exije um pouco além disso. Com as facilidades que o YouTube proporciona, muitos vídeos já ganharam a rede e, com o sucesso, garantiram bilheteria de audiência na web, e não é para menos. É bem interessante ver o seu jogo favorito com pessoas e paisagens reais. A um clique do mouse, a experiência se torna ainda melhor.

Algumas versões de jogos são feitas com o toque cômico, recriando todos os elementos de um game na realidade. E rendem bons risos. Esse é o caso de Pac-Man, adaptado por Scott Gairdner, do clássico Tetris – The Movie, produzido pela Black 20, e do conhecido puzzle Campo Minado que vem com o Windows, recriado pela equipe CollegeHumor. Entre os três, esse é o meu preferido. São apenas trailers, mas vale a pena ver. É diversão na certa!

Pac Man, por Scott Gairdner

Tetris – The Movie, por Black 20

Campo Minado, pela equipe CollegeHumor

No entanto, outras adaptações apostam em um ar mais sério, levando tudo o que envolve o game à risca, com direito a efeitos especiais para transferir o game tal qual ele é no console, como se fosse real. Nesse caso, as produções são mais longas e a qualidade da imagem tem um requinte a mais. Então prepare a pipoca e o sofá! Vai começar a sessão de cinema.

Lembra do Megaman? O clássico admirado por gamers de várias gerações foi transformado em um longa-metragem pelas mãos de Eddie Lebron. Quer ter um gostinho da gravação? Espia aqui:

Gostou? Tem 90 minutos sobrando? Então aproveite e não fique só na vontade, imaginando o restante da história. Confira o filme na íntegra, com direito a muitos efeitos especiais e até um vilão com a qualidade gráfica em CGI:

“MegaMan”-Fan Film from Eddie Lebron on Vimeo.

Se você tiver gostado de tudo o que viu até aqui vai gostar ainda mais do último vídeo que mostrarei. Aliás, ele já apareceu por aqui, quando foi lançado. Dentre todos, é o meu preferido disparado. Eu me senti, quase que literalmente dentro do jogo só de olhar e confesso que fiquei com vontade de ver mais. Afinal, trata-se apenas de um trailer com pouco mais de três minutos. Vamos ao que interessa! O curta dirigido por Joey Ansah e Owen Trevor ilustra bem aquilo que escrevi no início sobre o esforço de um fã superar a abundância de recursos de uma produtora renomada. Veja como uma obra feita com a dedicação de um grupo de fãs pode superar a filmes produzidos com dólares a perder de vista:

‘Street Fither – Legacy’ é uma adaptação simples e curta, mas remete àquela sensação de estar na frente do console. Sem perceber, você até começa a mexer as mãos como se estivesse com o joystick na frente, controlando Ken ou Ryu. Reparem nas sombrancelhas grossas, tal como os personagens originais. E o movimento de braços e pernas levam você para dentro do jogo, sem contar a ambientação e a semelhança dos lutadores.

Não acho exagerada a comparação entre um trabalho profissional e um não-oficial, aliás o curta-metragem dos fãs bate de longe o filme original de Street Fighter que entrou em cartaz nas telonas em 1994, não acha? Imagine se virasse um longa de verdade.

Eu não estou fazendo uma crítica ao cinema, muito pelo contrário. Sou fã de carteirinha dos filmes e tenho quase que cadeira cativa quando o assunto envolve a sétima arte. Talvez o “problema” esteja na preocupação em manter aquele ar de realidade, mas quando se fala em game o mais importante é manter a fidelidade. Se um personagem faz determinada ação, por mais fantasiosa que possa ser, é assim que tem que ser, seja qual for a adaptação. Os efeitos especiais estão aí para isso.

Então se um gamer consegue produções tão boas, por que a indústria cinematográfica, com todos os recursos que tem, não pode seguir o mesmo caminho?

De qual adaptação vocês mais gostaram?

Comentários (4)

  • Ivan Carlos diz: 31 de março de 2011

    A do Mega Man impressiona pelo trabalho, mas a fotografia e arte do trailer desse fan Street Fighter ficou perfeito!

  • Rafael Rossato diz: 1 de abril de 2011

    "Então se um gamer consegue produções tão boas, por que a indústria cinematográfica, com todos os recursos que tem, não pode seguir o mesmo caminho?"

    Sou fã de games e fã de filmes assim como tu Diego, confesso que essas adaptações sempre me deixam com vontade de ver mais pois empolgam muito. Não é de hoje que as adaptações oficiais de games mesmo que produzidas por grandes estúdios deixam e muito a desejar, só lembrar de Super Mario Bross, Street Fighter – The Movie e até mesmo o segundo filme do Mortal Kombat que diferente do primeiro foi desastroso. Então porque uma adptação de fãs, como esse Street Fighter ou Tetris consegue ser tão superior? Simples, porque não temos o enredo, temos apenas uma passagem, uma cena, um trailer, mas não temos o mais difícil de se implementar que é um enredo, uma história convincente que um filme deve possuir, é muito mais fácil criarmos uma premissa como um trailer ou apenas uma cena de ação do que todo um contexto capaz de cativar e satisfazer não só o público fã de games mas também o público que desconhece a história da série a ser apresentada.
    Fica ai minha opinião.
    Grande Abraço a todos e parabéns pelo blog que está cada vez melhor e mais interessante.

  • Jean diz: 1 de abril de 2011

    sobrancelha*

  • Sergio diz: 11 de abril de 2011

    Procurem por City 17, no youtube, do Half-Life. É um trailer, mas ficou mto bom mesmo.

Envie seu Comentário


Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548