Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Orquestra com apresentação de games lota auditório

17 de outubro de 2011 0

Domingo começou com uma movimentação atípica no entorno da Redenção. Não era nem 11h da manhã ainda, e a entrada da UFRGS, na frente do Salão de Atos, já estava tomada por camisetas alusivas a figurinhas carimbadas das telas dos videogames. Por quê? Este era o prenúncio do Concerto para Juventude, realizado pela orquestra da OSPA. E o Canal dos Games passou por lá para conferir, depois do Video Games Live, mais um espetáculo dedicado às trilhas sonoras que marcam as gerações dos consoles.

Quando o maestro Manfredo Shmiedt subiu ao palco, foi saudado por uma “chuva” de aplausos de um auditório quase lotado. Havia lugares para 1,3 mil pessoas, e poucas cadeiras estavam vazias, o que causou espanto para alguns.

– Eu não esperava que estivesse tão cheio, ainda mais pelo horário – comentou um espectador enquanto procurava um assento.

A grande atração do dia, sem dúvida, era o momento Play the Game, que destacaria quatro trilhas famosas para a geração dos joysticks. Para aguçar a expectativa do público, esta parte foi deixada para o final. A abertura do concerto apresentou a Sinfonia nº 1 de Carl Nielsen, uma melodia dedicada a sua futura esposa. Com o fim da bela performance, os músicos saíram do palco para a entrada do Cuarteto 4 mil, da Argentina, composto por Emiliano Barri, Emanuel Brusa, Alejandro Bidegain e Pablo Mosteirin. O grupo de saxofonistas foi aplaudido seis vezes depois de tocarem, até o retorno da orquestra.

Para fechar a programação antes de chegar aos games, West Side Story – Selections of Orchestra, de Leonard Bernstein, ecoou notas de uma história que remete a Romeu e Julieta. Com pontos altos e baixos, os instrumentos, literalmente, dançaram sob os holofotes. Como? Os músicos giraram seus violoncelos como peões, enquanto o público aplaudia e assobiava.

Mas vamos ao que todos estavam esperando: o Play the Game. E a abertura só poderia ficar por conta dele: Super Mario. Bastou o sinal dos primeiros acordes para transformar o clima da orquestra em um ambiente descontraído. No palco, os músicos que não tocavam, acompanhavam o embalo, balançando a cabeça em conjunto com a melodia. Os sorrisos mostravam que eles, assim como o público, divertiam-se com a trilha do baixinho bigodudo. O destaque vai para o efeito da estrelinha que torna Mario invencível por alguns segundos, e arrancou alguns risos da plateia. Os tons suaves do pandeiro dão lugar à força vibrante dos instrumentos de corda e de sopro, que se revezam com os toques do piano. Cada efeito memorável guardado pelos mais saudosistas tomaram forma em um arranjo orquestrado, preparado por Alexandre Ostrovski.

Outro clássico ganhou um tom um pouco mais dramático. A música tema de Sonic recebeu arranjos que mesclavam o som dos instrumentos de corda ao pandeiro. Para Zelda, a orquestra apostou em notas mais animadas, e como chamariz principal a mistura entre sons pesados em sincronia com ritmos mais leves. No repertório de Top Gear, destaque para as batidas pulsantes da bateria.

Conhecer novos arranjos, principalmente quando se trata de trilhas de games é uma experiência única. Se você gosta de música clássica e gosta de jogos, um concerto como esse ou como o VGL são altamente recomendáveis. Além do público já cativo de eventos ligados aos videogames, a presença de famílias também foi expressiva. No final do espetáculo, um pequeno fez questão de subir ao palco para tirar uma foto com um dos músicos.

O único ponto negativo dessa apresentação foi o curto tempo para os quatro clássicos, já que boa parte do público parece ter ido para prestigiar o Play the Game, anunciado durante a semana.

Quem foi ao concerto, gostou?

________________________________________________________________

Post de Natália Cagnani, jornalista e cosplayer fissurada por cultura japonesa, games e trilhas sonoras. Acompanhei a apresentação da orquestra da OSPA para contar todos os detalhes aqui no blog. No Twitter, podem me encontrar como @natyaeris

Envie seu Comentário


Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548

Warning: get_object_vars() expects parameter 1 to be object, null given in /u00/webblogs/httpd/htdocs/blogs39/wp-content/plugins/intensedebate/intensedebate.php on line 548