Falando sobre Luciana e Miguel…..

Novela Viver a vida:  Pela primeira vez, vou me pronunciar em relacao a novela de Manoel Carlos que eu adoro! adoro a novela e as historias deste autor maravilhoso, adorei todas suas novelas!

Eu como mulher cadeirante, reconheco a dificuldade que existe para encontrar parceiros para namorar e mais ainda para casar. Reconheco nao por experiencia propria(estou no  meu terceiro casamento, o segundo foram 8 anos, so nao vivemos juntos..mas foram muitas trocas e tempo junto), mas sim por conhecimento da vida e contatos com outras cadeirantes, sinceramente falando e sem querer me exaltar, nunca tive muita dificuldade para arrumar namorado nao…nos meus aureos tempos, eu fui muito linda, entao isso acabava “encorajando” os muchachos rsrsrsrr!!

Fui muito paquerada, vivi muitas lindas e torridas relacoes e tive alguns amores que valeram a pena, outros nem tanto…..mas isso eh outra historia. O que eu realmente reconheco eh que eu era linda e burrinha rsrsrr!! desinformada, sem assunto e nao conseguia prender um homem por muito tempo! a tal linda e burra entende? felizmente, gracas a alguns amigos e muitos toques, com o tempo, eu percebi que precisamos de muito mais para prender alguem…entao mulheres lindas, nao percam seu tempo cuidando apenas de sua beleza, alias, cuidem sim, afinal mulher relaxada ninguem merece! mas cuidem tambem de coisas muito mais importantes como por exemplo, a cultura! seja informada e saiba conversar numa roda podendo dar sua opiniao sobre assuntos do momento e atualidades, tenha assunto depois do sexo….senao fica tudo tao vazio…leia, leia muito! e quando puder, de aquela olhadinha nem que seja nas manchetes do dia….tente colocar a cultura em sua vida, hoje em dia eh muito mais facil ser informada, temos muitos meios de comunicacao e a internet eh uma delas!  seu aprendizado e cultura ninguem tira de voce….ja a beleza…se vai com o tempo e isso ja sabemos!

Bem, voltando a Luciana e Miguel, acho que esse lindo romance, podera ajudar a derrubar muitas barreiras, preconceitos e desmitificar alguns misterios e mitos sobre a sexualidade e potencialidade da mulher cadeirante….os assuntos na novela estao sendo abordados de uma maneira bem leve e sutil.

Acho que o grande problema, eh que os homens brasileiros, principalmente o carioca, cultuam muito o corpo! corpos malhados, bundas bonitas, pernas grossas(as coxudas), a midia e internet incentiva muito isso ne?? o homem por natureza eh cacador(gente nao tenho c cedilha no meu teclado) e nao quer mostrar para os amigos, uma caca(com cedilha) com a asa quebrada…..o cara tem que passar por por cima dos seus proprios preconceitos, do preconceito dos amigos e da familia. Na verdade, eh muito dificil a mulher cadeirante, ser paquerada na rua! nos fugimos dos padroes impostos pela sociedade! sabe o caminho mais facil para encontrarmos alguem?? quando tem uma reuniao na casa de amigos, ou no seu dia a dia no trabalho, ou seja, situacoes onde voce tem a chance de mostrar “quem” esta sentada naquela cadeira! o cara tem a oportunidade de encontrar em voce o tal algo mais que nao temos a oportunidade de mostrar quando estamos na praia, ou passeando pela vida…onde o homem so ve a cadeira de rodas e todos os preconceitos vem como uma avalanche, as vezes o cara briga com ele mesmo por estar se sentindo atraido por alguem numa cadeira e muitas vezes deixa escapar a oportunidade de conhecer alguem bem legal(ou nao! nao eh por estar numa cadeira que essa pessoa eh legal!) nos meus tempos de solteira, quantas vezes eu estava na internet, num bate papo bem gostoso e ate falando de sexo, e quando eu contava que usava cadeira de rodas, parecia que eu via o cara brochando rsrsrsrsr!! as pessoas veem o deficiente como assexuado! gente! deficiente transa sim, goza sim, ama sim, chora sim e sofre tambem!! eh incrivel pensar que no mundo de hoje ainda exista essa falta de informacao!! sobre isso e sobre tantas outras coisas…..isso eh outro tema!

Uma das historias de minha vida que lembro, foi uma pergunta que fiz a um cara que tinhamos um rolo..era impressionante o desejo que sentiamos um pelo outro….e uma vez, de curiosa, perguntei a ele por que ele sentia aquele desejo todo por mim…afinal eu nao tinha as tais pernas desejada pelos homens, minha bunda estava escondida sentadinha na cadeira rsrsrsrs, enfim, eu queria saber! e ele simplesmente me respondeu que o desejo dele por mim, era despertado de uma outra maneira, pelo meu jeito de olhar, pela minha boca, pelas coisas que eu falava e que a minha seducao fluia naturalmente e que o desejo dele era tambem pelo meu corpo e que nao importava que estava fora dos tais padroes, ele me queria do jeito que eu era e ele me desejava como a qualquer outra mulher! legal ne?? 

Ja com o homem deficiente eh diferente…a mulher eh muito mais sensivel….o corpo nao esta em primeiro lugar! nao importa a cadeira, se a mulher se atrai ela vai encarar com cadeira e tudo! a maioria dos homens cadeirantes que conheco, nao tem problema em namorar, paqueram e sao bem recebidos de cara! nos mulheres somos mesmo demais rsrsrsrsr!!

Ja a Ingrid a mae do Miguel, realmente existe! eu vivi esse tipo de preconceito por 8 anos, a mae dele nao me aceitava..achava que o filho teria muito “trabalho” comigo, isso porque ela nos viu uma vez na praia e ele teve mesmo que me carregar no colo e o olhar dela era: “coitado do meu filho, vai ter que carregar essa cruz!”..e olha que sempre fui independente hein…..mas realmente praia nao da! agora com a tal cadeira anfibia isso pode mudar…mas ainda prefiro o colinho do meu amor!  posso dizer que minha ex sogra atrapalhou e bem essa relacao, que acabou nao dando certo por varios outros motivos!

Espero que essa relacao da Luciana e Miguel, acabe por despertar a atencao dos homens para a mulher cadeirante e que eles nao fujam desta atracao se ela pintar, nao tenham medo de tentar, a relacao pode ate nao dar certo por outros motivos, mas voce vera que o fato dela estar numa cadeira de rodas, nao a faz menos mulher!!

Ja esta na hora dessas barreiras preconceituosas serem derrubadas ne??? viva seu amor! nao importa se sentado ou de pe! na hora de deitar e fazer amor, eh tudo igualzinho…..com algumas limitacoes que vc sabera e aprendera a lidar com elas..basta deixar o amor falar mais alto! hauhuhuaa filosofei!”