Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

A menos de um ano de ir para o regime aberto, Papagaio administra comércio em Novo Hamburgo

23 de setembro de 2010 75

No regime semiaberto desde março deste ano, o assaltante de bancos Cláudio Adriano Ribeiro, o Papagaio, espera pela progressão ao regime aberto trabalhando como administrador de um comércio em Novo Hamburgo. Segundo os cálculos da advogada Maria Helena Viegas, ele já cumpriu 12 anos e seis meses no regime fechado de uma pena total de 36 anos e 11 meses. A questão é matemática.

No sistema semiaberto o preso cumpre um sexto do saldo restante da pena e que a cada três dias de trabalho diminui um da pena, Papagaio iria para o regime aberto em um ano e quatro meses. Mais precisamente no dia 30 de novembro de 2011.

Liberdade condicional

Segundo os cálculos da advogada, após novembro do ano que vem Papagaio teria pouco mais de três anos para obter a condicional. No regime aberto, para crime hediondo, o preso tem de cumprir dois terços de toda a pena, que neste caso é de 36 anos e 11 meses. Ou seja, pouco mais de 24 anos. O assaltante cumpriu metade disso no fechado e no semiaberto.

Ministério Público quer o criminoso no regime fechado

O Ministério Público ingressou com agravo em execução no Tribunal de Justiça para que o assaltante de bancos retorne ao regime fechado. Isso ocorreu no dia 9 de setembro e no dia 15, após protocolo na Vara de Execuções Criminais da Capital. O documento foi para o TJ, onde depende de distribuição em uma Câmara. Desta vez, o fundamento da Promotoria é o histórico de fugas e os exames criminológicos terem sido realizados há mais de seis meses.

Nota do Editor: Em função das inúmeras críticas de internautas à manifestação de Papagaio no blog, é importante considerar que Cláudio Adriano Ribeiro (Papagaio) cumpre, atualmente, pena no regime semiaberto.

Por isso, ele tem permissão de trabalhar durante o dia, contanto que volte à noite para o albergue de Montenegro. Segundo a advogada Maria Helena Viegas, o ritual está sendo cumprido religiosamente.

Em gráfico, relembre histórico de fugas de Papagaio:

Comentários (75)

  • antonio teixeira diz: 23 de setembro de 2010

    MAS É UMA FALTA DE TOTAL RESPEITO E CONSIDERAÇÃO COM O CIDADÃO TRABALHADOR, HONESTO QUE PAGA TUDO QUE O GOVERNO EXIGE É UMA VERGONHA TUDO ISSO , SEM CABIMENTO E SEM PALAVRAS ENTÃO UM CRIMINOSO DE TAL PERICULOSIDADE E TAMANHA FICHA CRIMINAL ANDAR SOLTO A VONTADE É UM VERDADEIRO DEBOCHE MESMO PRA NOS , POR ISSO QUE TEM QUE VOTAREM EM TIRIRICA MESMO PORQUE TA VIRADO NUMA ANARQUIA TUDO ISSO , É SÓ ROBALHEIRA E FALCATRUA DE AUTORIDADES TODOS OS DIAS E NÃO É SÓ POLITICOS É MILITARES, MEDICOS DA DE TUDO O BRASIL VIROU MESMO TERRA DE NINGUEM E AINDA QUEREM AGORA QUE CANTEM O HINO NACIONAL NOS COLÉGIOS MAS NÃO FICAM COM VERGONHA É A LEGITIMA ZONA ESSES POLITICOS E ESSAS LEIS NOSSAS.
    VIVA O BRAZIL QUE ENTRA TUDO QUE É MULAMBO DE OUTROS PAISES AQUI E OS NOSSOS SÃO BARRADOS LA FORA

  • alceu diz: 23 de setembro de 2010

    A progressão de regime é um bálsamo, mais do que um direito, para uma pessoa condenada a cumprir uma longa pena. Sem a progressão (semiaberto, aberto) não havria luz no fim do túnel ao preso de bom comportamento. Todos nós estamos sujeitos a infringir uma regra de conduta, seja no trânsito, seja em casa ou em qualquer outro lugar em que transitamos ou vivemos. No caso do Papagaio, pelo bom comportamento, apesar do seu histórico de fugas da penitenciária, está fazendo por merecer o direito de progressão e a luz no fim do túnel já está brilhando. Oxalá todos os condenados soubessem aproveitar esse benefício que a sociedade lhes dá de regeneração e possam voltar ao convívio social. Afinal, ningué de nós é bixo para viver sempre na selva, onde impera a lei do mais forte. Dizendo tudo isso, parece que sou a favor da progressão. Não é isso. No meu entendimento deveria ser abolida progressão de regime e no seu lugar penas mais curtas, porém eficazes no seu cumprimento. De que adianta penas quilométricas se ao fim e ao cabo, não cumprem nem à metade em regime fechado?

  • Edilson Martins diz: 23 de setembro de 2010

    Concordo com o leitor acima, mas uma coisa enquanto não houver uma revisão neste codigo penal ridiculo a coisa vai continuar assim nesta bandalheira toda que estamos vendo.
    Agora mais uma coisa alguem acredita que a OAB ira rever o codigo penal para acabar com estes advogados porta de cadeia que estão riquissimos e prestam trabalhos para estes crimonosos que nos roubam e cometem toda está barbarie , é a classe jamais iram prejudicar seus colegas afinal ele precisam trabalhar e sobreviver assim como nós realmente éo fim.

  • eliseu diz: 23 de setembro de 2010

    Esses assaltantes tem emprego enquanto que o filho do trabalhador tem que entrar na fila, deboche contra a sociedade
    criada por uma justiça corrupta em todos os cantos deste País. Porisso que temos idiotas neste País que defendem a
    progressão de pena e, não é de se admirar que este mesmo País são eleitos por verdadeiros idiotas.

  • Rafael Nunes diz: 23 de setembro de 2010

    Lendo esta notícia, é de se pensar (e questionar) naquela velha sentença: “O CRIME NÃO COMPENSA!”. Será que no Brasil, o crime realmente não compensa??? Pelo que assistimos e lemos diariamente nos noticiários, o crime compensa sim aqui no país! E um exemplo disso é o “Caso Papagaio”. Após ter praticado vários crimes, causado traumas irreversíveis em suas vítimas e ganhado muito dinheiro com os roubos, o cara virou administrador?!?!?! Meu colega de profissão!! Certamente, papagaio leva uma vida tranquila, mais tranquila do que muito cidadão de bem, trabalhador, honesto. Esse bandido deita e rola com a justiça, que, lamentavelmente, mais beneficia do que pune!
    Infelizmente, nossas LEIS PENAIS SÃO PORCAS, INÚTEIS, servem para PROTEGER BANDIDO. Além do mais, todos nós sabemos que os bandidos “sustentam” muitos profissionais, que vivem da defesa dessas bestas humanas, tudo em nome da “verdade e dos valores morais e éticos”, claro!…. ‘MEU CLIENTE É INOCENTE!”
    No Brasil, O CRIME COMPENSA SIM!!! Não tem pena de morte, não tem prisão perpétua, no máximo 30 anos de prisão (o bandido não cumpre nem metade disso!!)…. basta roubar bastante; pois os gastos com “defesa” serão altos!
    Vamos falar sério: ALGUM BANDIDO LEVA A JUSTIÇA A SÉRIO NESTE PAÍS????

  • Antonio Magalhaes diz: 23 de setembro de 2010

    Gostaria de saber como este cidadão pagou sua competente e cara advgada se ele nunca trabalhou, qual a origem dos recursos para custear sua defesa. Se eu comprar uma bicicleta a receita quer saber.

  • adilson diz: 23 de setembro de 2010

    Eu não concordo com semi aberto e aberto,porque cidadão do bem ,honesto e trabalhador jamais pensa em roubar banco assaltar e matar,me desculpe,mas quem concorda e sinal que e do mesmo lado,e ladrão sem vergonha e quer regalia pensando no dia que ele cair.

  • joao diz: 23 de setembro de 2010

    Dou o maior apoio o papagaio,se recuperou só quer ter sua vida normal novamente.Parem com essa baboseira,todos na vida merecemos uma segunda chance.Da-lhe papagaio.

  • Felipe Silveira diz: 23 de setembro de 2010

    O pior criminoso é o “politico” brasileiro, que além de condenar boa parte da camada pobre da população a prática de crimes, torna a sociedade refém do medo, o que enseja comentários incoerentes como os escritos acima.
    Vejamos … a Lei de Execuções Penais é excelente, pois visa a recuperação do indivíduo.
    Ocorre que o sistema prisional é caótico devido a falta de investimento e realmente não recupera quase ninguém, e pior … serve apenas de “remendo”, para trancafiar e manter pessoas pobres longes do convívio social. É a política de manter o que é feio e fedorento longe dos olhos.
    Agora, se um apenado progrediu de regime, está trabalhando, parabéns a ele por ter conseguido ter um mínimo de sensatez em meio ao inferno que é o sistema prisional. Se a sociedade não quer criminosos, basta pressionar os gestores públicos para que possibilitem aos mais pobres uma chance na vida, do contrário, existirão cada vez mais criminosos pelas ruas.
    Importante salientar que temos que acreditar nos seres humanos, pois é possível sim que pessoas driblem os problemas proporcionados pelo Estado e se regenerem.
    PARA QUE HAJA JUSTIÇA VERDADEIRA, TODOS OS SETORES DA SOCIEDADE DEVEM FUNCIONAR PERFEITAMENTE !
    Votem certo e mudem o Brasil !

  • Alexandre diz: 23 de setembro de 2010

    PQP!

  • Antonio kERCHINER diz: 23 de setembro de 2010

    Devemos agradecer aos nossos políticos, aliás eleito por vocês (eu não voto em safado e muito menos em comunista). Já diziz João Figueiredo: “o brasileiro tem os políticos que merece”, logo quem fazem as leis são eles, então o negócio e mudar, se não mudar não adianta chorar…bom slogam “SE NÃO MUDAR, NÃO ADIANTA ESPERNEAR”
    - QUE ME DEIXEM APENAS O DIREITO DOS ENFORCADOS, QUE É O DE MOVIMENTAR AS PERNAS”.

  • carlos H diz: 23 de setembro de 2010

    Tudo isso é um ciclo vicioso. o Cara “Papagaio” estoura agências Bancárias, foge e guarda R$ fruto das investidas, acaba sendo capturado, fica um tempinho na Gaiola, foge, novamente é capturado, foge, capturam e quando não consegue fugir deixam sair pela porta da frente. ESSE É O BRASIL VÉIO!!!!!!

    O papagaio já deve ter bolado autos planos na faculdade do crime.. e breve breve mais uma ação do PAPAGAIO aguardem.

    O CARA DEVERIA CUMPRIR TODOS OS SEUS ANOS DE RECLUSÃO EM REGIME FECHADO!!!!!! GRADE NELE.

  • Paulo Ricardo diz: 23 de setembro de 2010

    Faço minhas as palavras do leitor Antonio teixeira, mas basta ver certos coments e entendo o pq do caos brasileiro, o tecido social está podre, cheio de gente com peninha de vagabundo, total inversão de valores, talvez sejam a favor da lei de Jérson, sejam como o zeca pagodinho, O povo tem o que merece, basta ver os comentários de certas pessoas, ou são do lado da bandidagem ou são muito ingênuos!

  • Danilo diz: 23 de setembro de 2010

    O crime, a corrupção e a roubalheira tornaram-se rotina em nossas vidas. O exemplo parte de cima, dos altos escalões do governo. Uma das fontes é a Casa Civil do Lula, geradora do mensalão e encaminhamento de negócios que rendem altas propinas. No Judiciário e Legislativo não são poucos os casos de corrupção, com vendas de votps e de sentenças. Agora no Pará todos os níveis de governo e o próprio ministério público, segunda deixou escapar um deputado corruptor, estão envolvidos com propinas. Todo dia pipocam na imprensa escandalos sobre políticos e outras autoridades públicas. A Constituição protege mais os criminosos do que os honestos. Os direitos humanos preocupam-se com o tratamento dado ao criminoso e sua família, pouco importando-se com a familia do assassinado. Policiais protegem os furtos e desmanche de automóveis, avisam os bicheiros e exploradores de caça-niqueis sobre as batidas, acobertam traficantes, tudo isto intermediado pelas propinas. Advogados chefiam quadrilhas. A OAB critica a morosidade nos processos mas nada faz para que se mude a legislação para agiliza-los, tampouco exige de seus associados uma conduta ética, para evitar postergar decisões judiciais sabidamente perdidas. O que esperar a nível de população? A bandidagem tomou conta das cidades.

  • Anderson Guerreiro diz: 23 de setembro de 2010

    Infelizmente vivemos num faroeste, faroeste brasileiro… Sobrevive aquele que é esperto e está preparado, pena que o cidadão honesto esta desarmando neste combate… VIVA A TERRA DOS TUPINIQUINS.

  • MARIA HELENA VIEGAS diz: 24 de setembro de 2010

    Não sei quem são: Felipe Silveira e Eliseu, mas os parabenizo pelos comentários.
    Enfim, algo coerente em meio aos comentários que demonstram TOTAL FALTA DE CONHECIMENTO. O mínimo que os comentaristas precisavam é, primeiro: conhecer 10% do caso concreto antes de dizer bobagens e, segundo: terem a certeza que n unca um familiar, amigo ou conhecido seu jamais conhecerá a realidade do cárcere, que foi feito para todos.

  • Claudio Adriano Ribeiro (Papagaio) diz: 24 de setembro de 2010

    Claudio comenta.
    É muito facil julgarmos uma pessoa a qual se quer tivemos a oportunidade de conhece-la ou ao menos conhecer a sua história,se todos olharmos um pouquimho atraz em algum momento de nossas vidas cometemos algum erro alguns,de menas gravidade e alguns de maior gravidade mas todos são erros.Na vida todo o individuo mereçe uma oportunidade para recomeçar.
    Um individuo que perde a mãe aos treze anos e é jogado na rua e logo aos dezesseis anos perde o pai e fica com a responsabilidade de criar seus irmâos,será que por uma fatalidade de ter dado um passo errado quando ainda não tinha dicerni-
    mento do que era certo ou errado. Não mereceria agora com quarenta e tres anos de idade e uma familia bem constituida de quatro filhos homens todos pequenos não mereceria o perdão da sosciedade sendo que pela justiça ja cumpriu grande parte da -
    sua divida.Não devemos esquecer que somos humanos passiveis de erros seja ele qual for.Agradeço e sigo em frente minha vida
    com meus familiares cumprindo minha pena sem fuga e cumprindo minhas responsabilidades com a justiça nada mais.CLAUDIO ADRIANO RIBEIRO. ( PAPAGAIO )

    Nota do editor: O blog entrou em contato com a advogada de Papagaio, Maria Helena Viegas, e confirmou que o comentário acima foi escrito por ele.

  • Alceu Medeiros diz: 24 de setembro de 2010

    O Claudio Adriano Ribeiro, também conhecido por “Papagaio” também comentou essa matéria, o que nos leva a ser colegas comentaristas. Seja bem vindo, Papagaio, esperamos mais comentários teus, pois tu conheces perfeitamente os dois lados da sociedade, ou seja, o que ela tem de bom e o que tem de ruim. A progressão de regime é um direito do condenado que só a consegue depois de preencher alguns requisitos, dentre os quais o bom comportamento prisional se destaca. A progressão de regime, assim como está, é uma aberração penal pois contempla 3/4 partes de uma pena. UMa parte é castigo e três das quatro partes são benefícios (semiaberto, aberto e condicional). Soma-se isso, ainda, que, abate-se um dia da pena por três trabalhado (ou estudado). A pena máxima no Brasil é de 30 anos, prevista no CP de 1940, quando se vivia no máXIMO 60 ANOS. Hoje, a longevidade é maior e essa pena máxima deveria ser aumentada para 50 anos, em caso de consolidação de penas. As penas deveriam ser menores, mas eficazes, ou seja 3/4 cumpridas e uma parte (condicional) se merecer, abolindo-se por consequência, a famigerada progressão de regime. A pena máxima no Brasil é para quem morre(pena de morte) ou perpétua para quem sobrevive em cadeira de rodas ou em vida vegetativa. Essa pena de morte e perpétua só existem para às VÍTIMAS dos bandidos.

  • Regis diz: 24 de setembro de 2010

    É claro que nos causa indignação a questão da progressão de pena para alguém que tem uma ficha tão extensa. Por outro lado, uma sociedade só pode se considerar evoluída quando conseguir recuperar seus apenados. É muito difícil essa recuperação, já que poucos empresários dariam uma oportunidade a um ex-apenado. Porém, como o próprio Cláudio comentou, todos merecem outra chance. Esperemos que ele aproveite essa oportunidade para abandonar de vez a vida de crimes. Boa sorte.

  • CLAUDINEI MACHADO NUNES diz: 24 de setembro de 2010

    ESTE É UM PAÍS DE TOLOS. TEMOS UM SISTEMA JUDICIÁRIO QUE PRESTA UM DESSERVIÇO PARA A SOCIEDADE. SE ALGUÉM ACHA QUE ESTOU FALANDO BOBAGEM, RELEMBRO: O CASO DE LUZIÂNIA, O ASSASSINO EM SÉRIE MATOU 6 MENINOS; EM BRASÍLIA, PROGRESSÃO DE PENA DE UM ASSASSINO EM SÉRIE, LEVOU A MORTE DE 11 MULHERES. VOCÊS QUEREM QUE EU ACREDITE NUMA JUSTIÇA RIDÍCULA? NÃO ACHEI MEU CÉREBRO NO LIXO. NESTE PAÍS, MUITOS MAGISTRADOS ENXÁGUAM SUAS CONSCIÊNCIAS, NAS SUJAS ÁGUAS DAS PRIVADAS DAS INJUSTIÇAS DESTE PAÍS. PORTANTO, SÃO MAIS PERIGOSOS QUE CANHÕES, MILÍCIAS, BAIONETAS E CARTÉIS. POIS USAM LEI, COMO UM INCENTIVO A MORTE DAQUELES QUE DEVERIAM PROTEGER.

  • Vanessa Lampert diz: 24 de setembro de 2010

    Que bom que ele espera pela progressão ao regime aberto trabalhando, eu ficaria preocupada ou indignada se ele esperasse pela progressão ao regime aberto assaltando bancos. Aí, sim, essa reportagem teria razão de ser. Está cumprindo a pena segundo a lei? Sim. Por que o cara não pode se reintegrar à sociedade? Querem que o indivíduo que sai da prisão fique estigmatizado, não consiga emprego em lugar nenhum como se nada mais restasse a ele além da marginalidade e da bandidagem? Não sei se o pior é o sistema prisional brasileiro, nossa legislação ou a ignorância da sociedade…não, acho que o pior é o veículo de imprensa que joga uma notícia tendenciosa dessas, para criar uma indignação (as frases estão construídas para isso, trechos negritados claramente com esse propósito) nos incautos, esses sim, verdadeiros “papagaios”, que só repetem o que leram ou ouviram falar.

    Em tempo: não conheço esse senhor, nem sua advogada. Cheguei aqui por um link no twitter e me espantei com a forma como o assunto foi abordado.

  • josé luiz bicca heineck diz: 24 de setembro de 2010

    Em seguida o Papagaio se instala num dos shopings da capital.

  • Lucas Silva diz: 24 de setembro de 2010

    Concordo com Rafael Nunes! Agora MARIA HELENA VIEGAS dizer quem o cárcere é feito para todos, pera lá, e o “Papagaio” dizer que cumpriu a pena sem fugas, mas que é isso? Existe algo coerente nisso?!?!?
    Ele deveria era sim cumprir em regime fechado, afinal ladrão, será sempre ladrão !!!!!! GRADE NELE

  • Tiago José Fernandes diz: 24 de setembro de 2010

    Meu pai foi missionário Metodista por muitos anos.Foi um dos pioneiros nos trabalhos de evangelização em presídios na década de 70 em Cruz Alta.Com isso,conheci um pouco da rotina carcerária,bem como o perfil dos apenados,apesar de à época eu não ter,evidentemente,a visão de mundo e de vida que tenho hoje.O que eu queria partilhar com os leitores é que conheci muitos jovens com fama de terem “alta-periculosidade”,mas eram como eu e por estas coisas da vida,envolveram-se com a delinquência,muito mais pela marginalização da sociedade do que por serem perigosos.Não tenho procuração para defender o Papagaio e nem ele precisa disso,mas como estudante de Direito que fui,aprendi alí que nosso prisma nunca pode ser tendencioso.Na prática,o que está se passando com o Papagaio é o que,no fundo,todos nós gostaríamos que acontecesse (duro é admitir isso),ou seja,um indivíduo com extensa ficha criminal estar a caminho de levar uma vida “normal”.Conheço muita gente,mas muita mesmo, que se meteram ou estão metidas em falcatruas,mas safam-se por pagarem caro a “pseudo” liberdade que teem.Quem não conhece (não há mérito nisso) basta assistir aos telejornais,ler os jornais impressos ou ainda ouvir as rádios que priorizam o jornalismo como notícia e informação (vide Lei da Ficha Limpa) que nem os ministros do Supremo conseguiram aprovar.Seria interessante estabelecer uma relação da situação do Papagaio com outras manobras políticas e de políticos -porque há essa relação- pois eu não quero crer que o que assitimos,o que lemos e o que ouvimos diariamente,não cause em todos indignação de grau igual ou maior do que a indignação que levou tantas pessoas a se manifestarem contra o Papagaio.Não é outra a razão de que os políticos riem descaradamente da cara de todos nós,mesmo porque, contra eles,ninguém faz rigorosamente nada.Sequer uma “manifestaçãozinha” entre blogueiros,aliás,existe aqui uma arma “letal”,mas contraproducente,uma vez que usada inadequadamente no combate às falcatruas das quais somos vítimas (todos),inclusive o Papagaio.Ainda não descobrimos a força que temos,unidos.

  • Tiago diz: 24 de setembro de 2010

    Então, Claudio Adriano Ribeiro, aproveitando que estas visitando o site…

    Então, todo mundo merece uma segunda chance né?

    Então… as pessoas não podem te julgar sem conhecer a tua história né?

    Vou te contar uma história então, já que tu gosta delas: existe uma menina que mora na vila pirulito, ali na A. J. Renner, perto do Humaitá. Ela é ex aluna da minha mãe, que dava aula em um colégio ali perto da vila. Mas a história mesmo é a do pai dessa menina. E tu vai adorar a história.

    Ele era segurança de carro forte. Trabalhava tão tenso, que só conseguia dormir a noite tomando calmante, devido ao estresse do trabalho.

    Ele pediu as contas da empresa em que trabalhava, por recomendação médica. Ele podia morrer se continuasse naquele nível de estresse. Ele pediu demissão e começou a trabalhar fazendo bicos de qualquer coisa. Elétrica, telhado, pintura. Tudo. Mas a família dele mal tinha o que comer em casa com o dinheiro dos bicos.

    Aí tu considera que ele: conhecia logística do transporte de dinheiro em carros-forte. Sabia atirar e, pelo local onde mora, tem fácil acesso a armas, se tiver interesse. Era bem fácil pra ele virar um assaltante de carros-forte. Mas sabe o que ele fez?

    Voltou para a empresa onde trabalhava, voltou ao nível de estresse de antes, pra não deixar a família dele passar fome. Ele não roubou ninguém, não matou ninguém, e preferiu voltar pro inferno que era a vida dele, a deixar a família passar dificuldades.

    Esse homem, senhor Claudio Adriano Ribeiro, foi morto por ti. Foi assassinado por ti e pelos vagabundos dos teus comparsas num assalto ao carro forte em que ele trabalhava, no litoral.

    Ele deixou a filha, que tinha 9 anos, e mais dois meninos entre 10 e 14 anos (não sei a idade exata).

    Aí eu te pergunto… cadê a segunda chance do pai dessa menina? Cadê a segunda chance da família desse homem que tu matou? Como ficam os filhos dele agora? Pelo teu julgamento, e pela tua história, os filhos dele agora tem DIREITO de virarem assaltantes, e matarem outras pessoas? Matar teus filhos, por exemplo? Afinal, eles perderam o pai muito cedo, e vão ter que conseguir dinheiro de alguma forma.

    É assim que funciona?

  • Dr. Rocha diz: 24 de setembro de 2010

    Boa Tarde

    Gostaria de saber qual o probleminha de vocês?? Afinal, existe uma constituição e pelo que sei, está sendo obedecida ao pé da letra…..qual é o problema??….As pessoas não tem mais o direito de errar e pagar pelo seu erro e continuar sua vida??….Não podem mais trabalhar e serem util para a sociedade? Gerar empregos….deixar algumas pessoas felizes por terem emprego e sustentar suas familias…NÃO PODEM??….

    O que podem é votar em políticos honestos e simpáticos, que estão aí aguardando o vótinho de vocÊs…

    Parabéns a todos voces que se revoltam contra os presidiários!!!!…..Pena que são todos enganados diariamente pela sociedade

  • Simone Pereira diz: 24 de setembro de 2010

    Parabéns Rafael Nunes pelo belo comentário! Suas palavras estão muito bem colocadas e sei que além de mim, muitos irão concordar! Realmente esses criminosos sustentam esses advogados…e sustentam BEM! É vergonha e desrepeito total.
    E dizer, minha senhora Maria Helena, que o cárcere foi feito pra todos? Concordo. Foi feito para TODOS OS LADRÕES E ASSASSINOS! Não generalize! E se um parente meu for preso? Se for ladrão vou querer QUE CUMPRA TODA A PENA NA CADEIA, pois ladrão deve estar na cadeia e não ADMINISTRANDO!

  • Eder Ivan diz: 24 de setembro de 2010

    Não sei quem é MARIA HELENA VIEGAS, mas parece não ter real conhecimento da trajetória desse criminoso. Em um país onde a legislação é levada a sério, como nos EUAs, nosso amigo PAPAGAIO com certeza estaria ainda pagando sua sentença em regime fechado por pelo menos mais uns míseros 10 anos.
    Não vamos esquecer um detalhe importante, ele tirou a vida de um ser-humano, um trabalhador, que poderia muito bem ser um tio, um primo ou até o pai da nossa querida Maria Helena Viegas. Temos direito a outra chance? Sim, como cristão, acredito que todos nós erramos e devemos ter a oportunidade de recomeçar. Mas o que quero enfatizar aqui é a serie de faltas graves que esses servidores da lei cometeram durante as sucessivas sentenças no decorrer do pós- captura desse elemento. Após tantas fulgas não deveria nem se cogitar a possibilidade de regime semi-aberto. …Bom, esse é nosso Brasil do qual nos orgulhamos muito, onde a justiça tarda e também falha.Mas sou otimista e acredito em dias melhores. Portanto minha cara Maria Helena Vargas, se tu realmente conhece a “dor do cárcere”, seja por meio de obras romancistas ou por experiência própria, pode ter certeza que não é mais amargo do que a dor que a família desse vigilante assassinado viveu no momento dessa tragédia .

  • Ricardo W. diz: 24 de setembro de 2010

    O sistema penal brasileiro pode parecer (ou ser) falho, mas é a lei. Ponto.
    Uma prisão serve como local para recondicionamento e recuperação de indivíduos que infringiram a lei. Ponto.
    Todos tem uma segunda chance. Ponto

    Confesso que também tenho minhas dúvidas sobre o Claudio (papagaio), pois ele já se aproveitou do sistema para tentar escapar de sua pena. Porém, ele também é um ser humano, e se o comportamento dele evidencia que o mesmo está tentando se reintegrar a sociedade, por que devemos manté-lo preso, gastando dinheiro público para alimentá-lo e vestí-lo?
    Este sim, é o grande problema do sistema carcerário brasileiro. Os presos não possuem condições de se regenerar, pois a própria cadeia é um local de aprendizado pro crime.
    O fato de que um criminoso tão famoso estar em vias de se reintegrar a sociedade, deveria ser visto como um avanço, e não como um retrocesso.

    Porém… repito: eu ainda tenho minhas dúvidas quanto a este indivíduo, pois o mesmo já se aproveitou do sistema para fugir de sua pena.
    Resta a você, Claudio, nos mostrar que estamos errados, e que a reintegração é possível.

  • Eder Ivan diz: 24 de setembro de 2010

    Não sei quem é MARIA HELENA VIEGAS, mas parece não ter real conhecimento da trajetória desse criminoso. Em um país onde a legislação é levada a sério, como nos EUAs, nosso amigo PAPAGAIO com certeza estaria ainda pagando sua sentença em regime fechado por pelo menos mais uns míseros 10 anos.
    Não vamos esquecer um detalhe importante, ele tirou a vida de um ser-humano, um trabalhador, que poderia muito bem ser um tio, um primo ou até o pai da nossa querida Maria Helena Viegas. Temos direito a outra chance? Sim, como cristão, acredito que todos nós erramos e devemos ter a oportunidade de recomeçar. Mas o que quero enfatizar aqui é a serie de faltas graves que esses servidores da lei cometeram durante as sucessivas sentenças no decorrer das tentativas de captura desse elemento. Após tantas fulgas não deveria nem se cogitar a possibilidade de regime semi-aberto. …Bom, esse é nosso Brasil do qual nos orgulhamos muito, onde a justiça tarda e também falha.Mas sou otimista e acredito em dias melhores. Portanto minha cara Maria Helena Vargas, se tu realmente conhece a “dor do cárcere”, seja por meio de obras romancistas ou por experiência própria, pode ter certeza que não é mais amargo do que a dor que a família desse vigilante assassinado viveu no momento dessa tragédia .

  • Luciana Gheller diz: 24 de setembro de 2010

    Sr. Cláudio Adriano Ribeiro (Papagaio) Todos somos passíveis de erros e acertos. E todos merecem uma segunda chance, o perdão. Só que nós, cidadãos trabalhadores, chefes de família e honestos estamos tão habituados a ver casos semelhantes continuarem na criminalidade, a continuidade de mentiras, a fingimentos, que fica difícil crer, por isso, a enorme cobrança em cima de tua pessoa. Mas estás tendo a oportunidade de mostrar que que mte critica está sem razão e eu espero, como cidadã, trabalhadora, honesta e mãe, que estas pessoas estejam mesmo erradas e que de fato vais guiar tua vida com uma boa conduta servindo de exemplo para teus filhos.

  • doris russo diz: 24 de setembro de 2010

    É um verdadeiro absurdo. Este individu tem um emprego; “Administra”; e tanta gente honesta não consegue emprego por ter restrições no crédito. Viva o pais do carnaval.

  • Lucas diz: 24 de setembro de 2010

    Eder: se tu leste a matéria, veria que Maria Helena Viegas é advogada de Papagaio. Ou seja, ela tem conhecimento do caso e claro, vai defender ele sempre.

  • Fladimir diz: 24 de setembro de 2010

    É! O que fica claro em tudo isso que a unica coisa que “não compensa é trabalhar” pois o homem de bem vive refém dos bandidos tendo que viver encerrado trancafiado dentro de sua própria casa, em quanto os bandidos vivem por ai fazendo o que bem entendem e tendo todos os privilégios das leis que nem punem e muito menos recuperam alguém… Cidadão de bem você é obrigado a pagar impostos usar cinto de segurança capacete e se quiser pegar de administrador é obrigado a fazer uma boa faculdade e passar por uma seleção e ter um bom currículo. E ainda tem gente que diz ‘dalhe’ papagaio. É de dar dó!!!

  • Renan diz: 24 de setembro de 2010

    Então, Claudio Adriano Ribeiro, aproveitando que estas visitando o site…

    Então, todo mundo merece uma segunda chance né?

    Então… as pessoas não podem te julgar sem conhecer a tua história né?

    Vou te contar uma história então, já que tu gosta delas: existe uma menina que mora na vila pirulito, ali na A. J. Renner, perto do Humaitá. Ela é ex aluna da minha mãe, que dava aula em um colégio ali perto da vila. Mas a história mesmo é a do pai dessa menina. E tu vai adorar a história.

    Ele era segurança de carro forte. Trabalhava tão tenso, que só conseguia dormir a noite tomando calmante, devido ao estresse do trabalho.

    Ele pediu as contas da empresa em que trabalhava, por recomendação médica. Ele podia morrer se continuasse naquele nível de estresse. Ele pediu demissão e começou a trabalhar fazendo bicos de qualquer coisa. Elétrica, telhado, pintura. Tudo. Mas a família dele mal tinha o que comer em casa com o dinheiro dos bicos.

    Aí tu considera que ele: conhecia logística do transporte de dinheiro em carros-forte. Sabia atirar e, pelo local onde mora, tem fácil acesso a armas, se tiver interesse. Era bem fácil pra ele virar um assaltante de carros-forte. Mas sabe o que ele fez?

    Voltou para a empresa onde trabalhava, voltou ao nível de estresse de antes, pra não deixar a família dele passar fome. Ele não roubou ninguém, não matou ninguém, e preferiu voltar pro inferno que era a vida dele, a deixar a família passar dificuldades.

    Esse homem, senhor Claudio Adriano Ribeiro, foi morto por ti. Foi assassinado por ti e pelos vagabundos dos teus comparsas num assalto ao carro forte em que ele trabalhava, no litoral.

    Ele deixou a filha, que tinha 9 anos, e mais dois meninos entre 10 e 14 anos (não sei a idade exata).

    Aí eu te pergunto… cadê a segunda chance do pai dessa menina? Cadê a segunda chance da família desse homem que tu matou? Como ficam os filhos dele agora? Pelo teu julgamento, e pela tua história, os filhos dele agora tem DIREITO de virarem assaltantes, e matarem outras pessoas? Matar teus filhos, por exemplo? Afinal, eles perderam o pai muito cedo, e vão ter que conseguir dinheiro de alguma forma.

    É assim que funciona? [2]

  • Adroaldo Abriãnos diz: 24 de setembro de 2010

    Cara leitora Doris boa tarde

    Em primeiro lugar , quem foi que disse que as pessoas não podem administrar?? Tem que ter cor ou ser burguês daqueles que adoram trapassear o povo?

    Se pessoas não conseguem emprego , será que não é por falta de inteligência mesmo? Será que qquer um poderá conseguir emprego?

    Afinal, se uma pessoa errou e, qdo digo errou, pode ser grave ou não, o interessante é fazer esta pessoa pagar pelo que fez….o que mais precisa ?….Ajoelhar-se perante algum Pastor e solicitar as chaves do universo pra êle? Tenham a santa paciência, ao invés de ficarem colocando sempre as mesmas asneiras de sempre do tipo que , a pessoa que errou, merecerá prisão perpétua , pois então tratem de mudar toda a nossa imunda constituinte, pois a que está em vigor, o PRISIONEIRO está cumprindo como deve ser….e se está na hora do sujeito sair e provar que está reabilitado, que seja feito, e BOA SORTE E QUE CONTINUE ASSIM, COM EMPREGO E QUEM SABE ATÉ GERANDO EMPREGOS PARA AS PESSOAS QUE NÃO TEM, COMO VOCÊ MESMO DISSE EM SUA MENSAGEM…

    Passar bem!!!

  • Ana Maria Uez diz: 24 de setembro de 2010

    Acho que nem como colunista da Zero Hora o Papagaio faria tanto sucesso. O comentário dele gerou mais comentários do que a própria notícia!!! Parabéns Papagaio!!! sempre se superando, desde a infância. Não bastasse o teu apelido que parece nome de celebridade, ainda tens o dom de comover as pessoas por meio da escrita, já não consigo conter as lágrimas…… Para uma pessoa como você, todas as chances são poucas, você merece viver livre, se recuperar, até cometer um novo crime e tirar umas férias na cadeia, e depois viver livre, se recuperar, até cometer um novo crime e novas férias, e depois viver livre, se recuperar, até cometer um novo …………… e ser feliz para sempre!!!

  • José diz: 24 de setembro de 2010

    A aprovação da ficha limpa, para essa eleição, é uma afronta a Constituição Federal, mas a liberdade para esse sujeito após TUDO que ele já fez é uma afronta ao cidadão e à Lei Penal, ele já provou que não merece um voto de confiança da justiça tem que cumprir a pena toda como o bandido da luz vermelha.

  • Angelo diz: 24 de setembro de 2010

    Ainda não escolhi candidado para Deputado Federal. Alguém sabe me indicar alguém disposto a mudar esse sistema judicial que temos? Pelo que me parece, nossa estrutura judiciária, serve muito mais como um comércio, para garantir emprego para advogados do que para protejer a sociedade. Não consigo entender como um Juiz esquece todo direito de proteção da maioria dos cidadãos de bem, em benefício dos direitos de um marginal

  • Mauro diz: 24 de setembro de 2010

    Taí o chefe da segurança do meu banco, vou sugerir a eles. Genial!

  • Gilberto diz: 24 de setembro de 2010

    Nobres senhores:Passei o olho por todos os desabafos supracitados e confesso que é estarrecedor.Nós teremos as leis que merecermos enquanto houver prós/contras.E quem sai no lucro é a bandidagem.Imaginemos uma arena(vide Gladiador):enquanto uns se elgalfinham(sociedade),outros assistem de camarote(bandidos).
    Mas vou-lhes contar um segredinho:tramita pelos bastidores,que um certo político está propondo que TODO o traficante que tenha uma vida pregressa sem condena,não vá pra cadeia.Simplesmente pague serviço comunitário,que é para evitar que se contamine com outros.Afinal foi só um traficozinho,né. Se isso for real é como legalizar a droga por outras vias.Ah,a propósito, é mais combustível para seu discurso DR.ROCHA.E viva as aves!!

  • Antonio diz: 24 de setembro de 2010

    Parece piada mesmo, o que será que o bandido deverá fazer para realmente receber uma pena, como num pais decente, mata um milhao ?!
    Esta é a nossa “Justica”, agora mesmo estao num impasse para de decidir sobre o “Ficha Limpa”.

  • rodrigues diz: 25 de setembro de 2010

    Cumpra-se apenas o que esta escrito, não foi o “papagaio” que legislou se o mesmo tem o direito e esta previsto em lei, a justiça tem e deve conceder o beneficio. O papagaio não tem a culpa, se o agente que laborou as leis, concedeu este benefícios afinal a lei é para todos e ele, apenas reivindica o que esta escrito…
    Outro detalhe todos os presidiários, que cumpriu e cumpre suas punições, tem o direito de ter uma vida, digna e de ter moral perante a sociedade, porque os mesmos já cumpriram suas punições. Nos da sociedade temos que ter essa filosofia, se não estaremos indo contra sistema, e não teria sentido e estaríamos sepultando o sistema penitenciário.
    “PS” Nossa sistema penitenciário alem de falido, é um depósito de presos, vai contra os direitos humanos, onde um estado pune duas vezes, pela sentença e mandar seres humanos, para um local INABITÁVEL.

  • erivan dos santos diz: 25 de setembro de 2010

    agora leiam o que vou escrever, trabalho honestamente pago meus impostos sem nunca atrasa-los,vivo numa m do cao trabalho ate 15 horas por dia,para dar de comer a minha mulher e minhas filhas e sabem do que tenho medo de algum dia estar chegando em casa e alguem me assaltar como sou de bem ando desarmado correndo risco o que fiz p nao deixarmeus filhos e minha esposa passando fome numa eventualidade destas um bom seguro de vida e a unica segurança que posso deixar a eles,mas isto tudo nao adianta entao sabem do que tenho vontade começar a sonegar impostos parar de trabalhar me inscrever no bolsa familia e bolsa escola assaltar e matar por que com isto tudo eu ganharia respeito comeria do bom e do melhor dormiria com acolchoados novos faria rebeliao queimaria colchoes se nao estivessem me tratando bem e ainda chamaria os defensores dos direitos humanos passaria a exigir um salario melhor por cada filho que tenho qdo fosse absolvido o q eu iria fazer iria pedir uma segunda chance p vces dai eu voltaria a matar e assaltar talvez alguem q tivesse me dado a segunda chance seria a vitima desta vez e quem sabe integraria o mst tambem este individuo chamado papagaio nos estados unidos ja teria derretido umas 15 vezes na cadeira eletrica agora pensem bem dia 3 de outubro votem no papagaio ou tiririca por um pais moderno serio e direitos iguais ok fui para os que gostam de segunda chance porque nao recolhem o passaro para suas casas e uma otima ideia

  • DOUGLAS OLIVEIRA diz: 25 de setembro de 2010

    Sinceramente, fico abismado com os comentários acima… O erivan dos santos, tem vontade de integrar o MST… Quer “adquirir” o Bolsa Família… (Só faltou dizer) que quer ser sorteado no Programa Minha Casa Minha Vida… Enfim, acho que teorias e conspirações políticas aqui não vem ao caso. Concordo que nossas leis são arcaícas, mas se o cidadão CLAUDIO uma pessoa que errou, está tento subsistir honestamente, por que não parabenizar? Ou EU vou ser pior que o vulgo PAPAGAIO pelos atos errados que cometeu, vou pegar uma arma e meter um tiro na cara dele, não? Ele conquistou o direito, pior se ele recomeçasse de onde parou. Olha esse cidadão aí de cima que é fã do governo Lula, alguém já avisou ele que as inscrições para o BBB11 já começaram???????

  • MARIA HELENA VIEGAS diz: 25 de setembro de 2010

    Sr. TIAGO FERNANDES, em que pese triste e emocionante tua estória, de bom alvitre que o senhor mencione qual o número do processo e a Comarca que tramitou este fato. O Cláudio nunca se envolveu em nenhum delito no Litoral Gaúcho, muito menos há uma morte sequer no expediente carcerário dele. Mesmo sendo um condenado pelos delitos que cometeu, meu cliente tem direito de processar alguém por calúnia. Por isto é bom pensar antes de escrever. Devemos ter conhecimento para emitirmos opinião. E mais, quando deferida a progressão para o semiaberto todos “previam” que ele iria FUGIR e ROUBAR!!! E agora, há 60 dias no semiaberto, ele está trabalhando e retornando para dormir no Albergue, ficando preso nos fins de semana. Então, responda: O QUE QUER A POPULAÇÃO AFINAL? Que fuja e roube ou vá trabahar?

  • erivan dos santos diz: 26 de setembro de 2010

    caro douglas voce nao soube avaliar o conteudo de minhas palavras pois qdo falei em mst ,bolsa escola bolsa familia foi somente p abrir os olhos de mta gente que trabalha todo dia honestamente e mal ganha para comer e se vestir, tentei passar uma mensagem do qto e dificil se trabalhar honestamente neste pais pois vejo tanta gente assaltando e matando e vivendo mto bem na cadeia com um bom salario, enquanto nos pessoas de bem vivemos de nossos salarios que nao e gde coisa e ainda mtas vezes arriscamos a sair p trabalhar e de repente nao voltarmos para casa por causa de delinquentes,creio q o senhor tenha familia tbem e saiba onde quero chegar.

  • CLÁUDIO ADRIANO diz: 26 de setembro de 2010

    Venho, respeitosamente, declarar aos respectivos jornais que divulgaram o comentário do leitor Tiago que, infelizmente, mais uma vez, fui “julgado e condenado”, pela opinião pública, por um delito que não cometi. Este fato que referiu o leitor, ocorrido no litoral gaúcho, que fez uma vítima, pai de família, nada tem a ver comigo e tampouco conheci ou conheço quem o fez. Informo que fiquei preso, em regime fechado, de 02/02/1998 até 2010. As duas vezes que fiquei fora do sistema, permaneci fora do Estado, sem cometer nenhum delito. Em breve estarei criando meu próprio Blog, postando todos os processos que respondi e fui condenado, ficando disponíveis para qualquer leitor pesquisar. Assim, espero que não haja mais informações equivocadas a meu respeito. Assumo até nos meus laudos psicológicos meus erros do passado, porém, jamais aceitarei ser acusado do que não fiz. Pelo meu passado já fui julgado e condenado pelo Judiciário e estou pagando há mais de 12 anos pelo que fiz de errado.
    Obrigado pela atenção e sigo em frente com meus propósitos de uma vida honesta que EU escolhi daqui para frente. Agradeço diariamente à Deus e às pessoas que realmente me conhecem e estão me dando uma oportunidade de provar que sou capaz de sobreviver de trabalho honesto.

  • Sandra Psisóloga diz: 26 de setembro de 2010

    Li os comentários do Blog e vi que o povo não descrê apenas de Claudio Adriano Ribeiro, coloca em dúvidas o trabalho de profissionais (psicólogos e juízes) que o analisaram e lhes deram o que de direito lhe cabia, pois a partir do momento que ele não insere em riscos para a sociedade, e cumpriu a pena em regime fechado que a lei determinou e que quer regenerar-se como ele próprio cita no depoimento prestado no Blog e como cita a Drª. Maria Helena Viegas advogada de Claudio Adriano , está cumprindo o que a lei determina não entendo o motivo de tanto alarde e porque o motivo de não dar novas oportunidades ? Se Jesus que foi Jesus foi crucificado inocentemente pediu para que o Pai perdoasse os que o crucificaram , quem somos nós para julgarmos ? É justo criticar a quem está trabalhando ? Ou será que o recalque dos que estão criticando é devido ao cargo que o Claudio Adriano assumiu? Claudio Adriano Ribeiro não apresenta transtornos de linhagem sociopática e pagou o que devia a sociedade, portanto está apto a fazer uso de seus direitos e tem filhos a criar. Será que os que fazem esses comentários ferinos não pensam nos filhos desse homem e quanto sofrimento lhes podem ocasionar com suas colocações e críticas depreciativas? Será que pensam que os profissionais que o avaliaram são incompetentes? Isso é o que demonstram através das críticas que estão efetuando . Acredito que antes d escreverem deveriam pensar bem no que dizem, pois na maioria dos casos palavras ferem mais que atitudes.

  • Gerson diz: 26 de setembro de 2010

    Eder Ivan li seu comentário e conheço a Dra. Maria Helena Viegas e posso te afirmar que realmente ela é uma pessoa íntegra e competente dentro da área que atua; e não só na área que atua como profissional mãe e mulher e brasileira, pois não é qualquer mulher que dá a cara a tapas e encara o regime carcerário e podes ter certeza que ela conhece muito bem a vida e a trajetória do Papagaio e o defende, pois acredita na sua regeneração e quanto a tirar a vida de um ser humano isso não consta nos autos dos processo por ele respondido, na verdade você não conhece os fatos … Acho bom que você se informe melhor antes de criticar, pois calúnia também é crime plausível de punição penal … Quem foi utópico dentro do comentário foi você e não a Dra. Maria Helena Viegas …. Bem, quem fala do seu próprio país, demonstra falta de patriotismo e desrespeito com o mesmo, pois respeito é o mínimo que devemos ter pela nossa terra pátria.

  • Rafael Nunes diz: 26 de setembro de 2010

    Obrigado pelo apoio ao meu comentário, Lucas Silva e Simone Pereira! O que falei é fato, basta assistir aos noticiários diariamente para perceber que (Infelizmente, para o cidadão de bem) no BRASIL O CRIME COMPENSA, vemos vários exemplos diariamente na TV, nos jornais, na internet… Mas, meus caros, mesmo com essa confirmação, digo para vocês que prefiro mil vezes continuar sendo HONESTO, TRABALHADOR, DIGNO, mesmo que isso seja complicado num país de impostos altíssimos e onde temos que sustentar milhares de presos com nosso suado dinheiro. E pior de tudo é quando temos que ouvir que a bandidagem é “reflexo da sociedade”, como se nós, honestos e trabalhadores, tivéssemos culpa por isso!! Aprendi desde cedo que somos o que DESEJAMOS SER, COLHEMOS O QUE PLANTAMOS. Mais uma vez, Lucas e Simone, valeu pelo apoio! Meu fraterno abraço a vocês

  • Cleusa dos Santos diz: 27 de setembro de 2010

    Interessante! Que mistura de colocações ! Política & Assalto a Carros Fortes! Estão descontentes com tudo com a política com quem cumpriu pena e pagou por seus erros como no caso do Papagaio, ou melhor, vulgo “Papagaio”, assim como vários candidatos a políticos possuem apelidos também, que todos bem o sabem, porém todos irão votar nos falsos políticos. Uma pergunta quantos anos o Collor de Mello pagou de reclusão pelos crimes por ele cometidos os quais prejudicaram uma nação? E contra a impunidade dos crimes cometidos pela ditadura civil militar brasileira, quem comenta quem quer saber? Quem conhece? Ou isso não importa? Será que o mais importante é comentar e criticar quem está trabalhando e buscando se regenerar frente à sociedade e que já pagou pelos erros e crimes cometidos conforme o previsto dentro da lei? Isso significa que a preguiça mental, do analfabetismo funcional, simplesmente se limita a crítica? Baseando-se sempre no princípio de que os fins justificam os meios, não esqueçam que todos somos iguais perante a lei, mas na verdade não é o que parece pelas criticas que estou lendo, pois aquele que pagou é criticado violentamente e os casos impunes continuam e vão continuar no anonimato e continuarão impunes eternamente. Se 30 % dos que comentem crimes se propusessem a trabalhar e ter a possibilidade de se reabilitarem para o convívio social , buscando uma vida digna,seria bem mais fácil de solucionarmos o problema criminal dentro do nosso país.

  • Luiz Fernando diz: 27 de setembro de 2010

    Dra Maria Helena Viegas , deu para perceber que a Sra. não é uma advogada omissa que apenas vive ” as custas de marginais” conforme dizem por ai sobre os profissionais que atuam na área criminal, sejam eles advogados ou policiais . A Sra. rebate veementemente as críticas feitas ao seu cliente e também efetua correções em relação aos fatos criticados que não apresentam veracidade Olha não a conheço mas gostaria de conhecê-la pessoalmente , pois como disse Cesare Beccaria: “Quereis prevenir delitos? Fazei com que as leis sejam claras e simples.”. A Sra. torna a lei clara e simples e explica os fatos e defende seu cliente, pois li os depoimentos do Claudio Adriano Ribeiro e o mesmo se dispõe e propõe a prestar informações sobre o seu passado , com isso se torna claro que ele pagou por seus erros e realmente está disposto e determinado a seguir por um novo caminho. È isso ai Claudio errar e humano e por muitas vezes é necessário que uma pessoa caia para poder se reerguer. Parabéns ao proprietário do Blog Sr. Cid Martins, pois abre um espaço a discussão, opiniões e troca de conhecimentos. Considero isso importante pois no seu Blog o criticado está participando e o assunto está sendo explanado com clareza e participação. Tiro o chapéu para a Dra. Maria Helena Viegas e para você Claudio Adriano Ribeiro, pois agora na realidade você pode ser considerado um cidadão , pois quem erra e assume na realidade merece chances não apenas perdão, pois esse só é dado pela justiça divina .

  • Simone diz: 27 de setembro de 2010

    Renam… é de emocinar teu comentário, mas TOMA CUIDADO. Você leu a “ameaça” de processo da advogada? Olha que com papagaio não se brinca. Sinceramente tenho medo de pensar no que pode acontecer depois do teu comentário!

    Rafael Nunes, é engraçado como esses comentário se tornaram uma papagaiada, não é? Aliás, será que foi do ilustre admnistrador que o jargão nasceu? Não foi! Mas poderia ser!

    Sr. Luiz Fernando, o Sr só pode ser advogado de porta de cadeia para defender e apoiar Sra maria helena e seu “ilustre cliente”!

  • Iorquem Cesar Trilha Belmonte diz: 27 de setembro de 2010

    COM RESPEITO, A TODOS OS LEITORES.

    CONFORME A MÍDIA E TUDO QUE LI ATÉ AGORA NESTE BLOG A RESPEITO DO ” PAPAGAIO ” POSSO DIZER QUE CONHECI A PESSOA DE CLAUDIO ADRIANO RIBEIRO. FOMOS POR UM BOM TEMPO COLEGAS DE CÁRCERE. SEMPRE VI NELE UMA PESSOA HUMILDE, RESPEITADOR UM HOMEM DE CARÁTER. NO QUE SE REFERE A MIM, CUMPRI QUINZE ANOS NO REGIME FECHADO. JÁ ESTOU A DOIS ANOS EM CONDICIONAL. A PESSOA QUE POSSUÍ UM PASSADO ESCURO, ENCONTRA MUITA DIFICULDADE PARA CONSEGUIR UM TRABALHO, EXISTE MUITAS BARREIRAS E PORTAS SE FECHAM.
    O SISTEMA EM SÍ NÃO VISA NA RECUPERAÇÃO DO APENADO E SIM SÓ PUNIR. É DO CONHECIMENTO GERAL QUE ” GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO CARCERÁRIA ” ESTÁ CONFINADA EM CADEIAS PÚBLICAS , PRESÍDIOS, CASAS DE DETENÇÃO E ESTABELECIMENTOS ANÁLOGOS. NESTES AMBIENTES DE ESTUFA , A OCIOSIDADE E A REGRA; A INTIMIDADE, INEVITÁVEL E PROFUNDA. A DETERIORAÇÃO DO CARÁTER, RESULTANTE DA INFLUêNCIA CORRUPTORADA SUBCULTURA CRIMINAL , O HABITO DE OCIOSIDADE, A ALIENAÇÃO MENTAL , A PERDA PAULATINA DA APTIDÃO PARA O TRABALHO , O COMPROMETIMENTO DA SAÚDE , SÃO CONSEQUENCIAS DESSE TIPO DE CONFINAMENTO PROMÍSCUO , JA DEFINIDO COMO : ” SEMENTEIRAS DE REINCIDêNDENCIAS “.
    PARA FINALIZAR , E IMPORTANTE QUE CADA UM POSSA TER A FINALIDADE DE MUDAR , DE MELHORAR DE SE CAPACITAR-SE. PORÉM , E FUNDAMENTAL TER EM MENTE QUE MELHORIA NÃO EXIGE DATA MARCADA.

    “QUEM QUER MUDAR , APENAS MUDA , QUEM QUER MELHORAR, APENAS MELHORA ”

    PARABÉNS PAPAGAIO QUE DEUS NOSSO PAI MAIOR TE CONSEDA MUITAS VITÓRIAS UM ABRAÇO IÓQUEM CESAR TRILHA BELMONTE…..

  • Luiz Fernando diz: 27 de setembro de 2010

    Olá Simone boa tarde! Bem, em primeiro lugar não sou advogado , sou dentista e se fosse podes ter certeza que não seria de boca de cadeia conforme você menciona, depreciando dessa forma essa classe de profissionais da área do direito. Outra coisa, jargão profissional é uma coisa, porém “jargão” como você cita é o utilizado na gíria como “juridiquês” e outros termos utilizados pelos leigos e pessoas incultas. Quanto ao comentário do Renam, ele tem que se informar melhor, apenas isso, pois a partir do momento que não existem provas e a própria advogada Dra. Maria Helena solicita os documentos legais que provem esse fato e o próprio Claudio Adriano se coloca a disposição para esclarecimentos sobre esse assunto não há um por que de ficarem batendo numa mesma tecla. Eu, minha Senhora, acredito no ser humano, pois a partir do momento que deixar de acreditar passo a não acreditar em mim próprio. Nós vivemos num mundo onde o desamor e a falta de humanidade está prevalecendo, então por que não dar oportunidades? Ou você quer presídios lotados com pilhas de desocupados, maquinando até mesmo novos crimes, devido à ociosidade? Quem bom Simone que ajam pessoas que queiram se regenerar… Eu sei que o Papagaio fazia campanha contra o crack, esse câncer maldito que assola o mundo e destrói nossos jovens, isso dentro do presídio… Errou sim, ele errou, mas pagou por seus erros, portanto deixa o homem viver a vida dele

  • MARIA DA GRAÇA diz: 27 de setembro de 2010

    “Deveis amar os desgraçados, os criminosos, como criaturas que são de Deus, às quais o perdão e a misericórdia serão concedidos se se arrependerem” “É tanto vosso próximo {o criminoso}, como o melhor dos homens” (Evangelho Segundo o espiritismo – XI 14.)
    O amor é de essência divina e todos vós, do primeiro ao último, tendes, no fundo do coração, a centelha desse fogo sagrado. E fato, que já haveis podido comprovar muitas vezes, este: o homem, por mais abjeto, vil e criminoso que seja, vota a um ente ou a um objeto qualquer viva e ardente afeição, à prova de tudo quanto tendesse a diminuí-la e que alcança, não raro, sublimes proporções. Se emanarmos AMOR sem dúvidas o mundo será bem melhor e afinal aqui nos resta uma máxima “Não julgues para não serdes julgado”. E Rafael Nunes o CRIME não compensa e jamais compensará, afora a justiça dos homens existe a justiça de Deus e essa é infalível e na realidade meu amigo essa justiça se faz através da nossa consciência, portanto amigo não sejamos os juízes do mundo, pelo contrário oremos com o objetivo de que realmente o Papagaio se regenere e ainda aqui nesse plano consiga resgatar o seu karma, afinal perante Deus todos somos irmãos!

  • Rodrigues diz: 27 de setembro de 2010

    Senhor:Cláudio Adriano Ribeiro (Papagaio)

    Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem uns aos outros.” (Col 3.13b)

    A gente perdoa porque foi perdoado, não porque o outro possa explicar o que fez, ou mereça perdão. O perdão é dado justamente porque o outro errou vergonhosamente e não há como explicar o que ele fez: a não ser pela maldade que há no coração humano. A questão é que todos os seres humanos são assim. Por isso Deus, para nos perdoar, sem incorrer em injustiça, sacrificou-se por nós em Cristo Jesus. E como fomos perdoados temos de perdoar. Essa é a lógica da fé cristã.

    É perdão e não desculpa. Desculpa-se alguém quando a pessoa que errou tem razões para ter feito o que fez, ainda que o feito tenha atingido, de alguma forma, alguém. O perdão, por outro lado, é dado para alguém que não tem outro motivo para fazer o que fez, a não ser por ter se inclinado, em algum momento e de alguma forma, para o mal.

    Cláudio Adriano Ribeiro (Papagaio) Deus o abençoe a você or família

    Deixo uma frase famosa para o senhor refletir:

    “O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência”

  • Vania Freitas diz: 27 de setembro de 2010

    O dono desse Blog sem dúvidas é uma pessoa iluminada . Os comentários iniciaram com ódio e animosidades, acusações e julgamentos , pois até o momento eu acompanhei em silencio … Agora vejo pessoas se manifestando com palavras voltadas para Deus e Jesus e rogando ao mesmo que o Papagaio homem que foi voltado ao crime , porém cumpriu sua dívida junto a sociedade , possa se readaptar a mesma , tendo em vista a nova oportunidade que Deus lhe deu . Hoje, na sociedade que vivemos, em que a violência nos envolve todo o tempo, nas ruas, na mídia e muitas vezes dentro de nossos lares,onde o perdão no âmbito das pessoas que conhecemos e/ou convivemos, muitas vezes encontra barreiras enormes. Aqui onde acredito , ninguém se conheça , vejo falar em perdão e a busca de uma explicação para a atitudes desse homem que se expõe ao julgamento popular… Concluo , nem tudo está perdido sempre há um novo caminho e ainda existe a esperança de um mundo melhor e percebo que com a nossas preces podemos modificar o mundo , para que um dia não tenhamos mais que precisar destes tristes exemplos e gozar de um mundo mais pacífico.

  • Fabiano diz: 27 de setembro de 2010

    “Vooa canarinho vooa…”

  • Dal Bosco diz: 28 de setembro de 2010

    A progressAo penal é para a vítima pior que o crime sofrido.Ver o algoz solto após cumprir 3 anos de uma condenação de 19 é sofrer 2 vezes.Bom comportamento e trabalho são condições inegociáveis que devem ser inerentes ao ser humano e não moeda de troca.Os intocáveis senhores do judiciário não concordam com isso por viverem num mundo fictício de filigranas jurídicas,afinal,”nosso direito deriva do derito romano “Quer dizer ,velho pra carai…

  • Tatiana Ferraz diz: 28 de setembro de 2010

    Bem vamos fazer apenas um teste de verdadeiro ou falso e vou pedir ao Sr. Claudio Adriano Ribeiro , que me corrija se estou errada;
    A Constituição do Brasil assegura ao preso um tratamento humano.
    Não se pode esquecer que hoje torturar pessoa presa é crime.-
    Isso é verdadeiro ou falso, tendo em vista que até os familiares dos presos sofrem opressão , pois ficam em filas desde a madrugada para poder visitá-los e são obrigados a passar por humilhações e chacotas e os presos amontoados, doentes e amedrontados vivendo a violência da vida no cárcere.
    Quais são os direitos básicos dos presos?
    a) Direito à alimentação e vestimenta fornecidos pelo Estado.- Bem, o estado não fornece vestimentas aos presos aqui no RS, aliás acho que faz anos que esse fato não corre e quanto a alimentação é precária, pois o Presídio Central quebra recorde e acumula mais de 5 mil presos detentos. E pelas reportagens, que leio as baratas passeiam livre leves e soltas e tem econtros com o amiguinho rato que é outro que adora visitar detentos e lhes transmitir doenças.
    b) Direito a uma ala arejada e higiênica humamente impossível ter uma área arejada e higiênica a partir do momento que os presídios estão abrigando número maior de presos que os mesmos comportam.
    c) Direito à visita da família e amigos – aqui deixo para o Papagaio responder é verdadeiro ou Falso ou somente a família pode visitar ?
    d) Direito de escrever e receber cartas – sem dúvidas podem escrever cartas a familiares e recebê-las mas as mesmas são lidas anteriormente por agentes e pelo serviço social, nesse caso há quebre de sigilo de correspondência, pois se existir alguma irregularidade a carta pode muito bem ser lido posteriormente pelos funcionários responsáveis. .
    e) Direito a ser chamado pelo nome, sem nenhuma discriminação- Fala você Papagaio se esse fato é verdadeiro, pois o povo também quer saber, das veracidades dos fatos que ocorrem dentro do sistema carcerário.
    f) Direito ao trabalho remunerado em, no mínimo, 3/4 do salário mínimo. Mais uma para você Papagaio , preso da PASC , tem esse direito ou somente o direito de ficar enjaulado ?
    g) Direito à assistência médica – Baseando-se no fato real que nem o povo que não comete delitos não tem essa assistência de forma correta e adequada e a área da saúde é uma vergonha nacional, acreditar que o preso tenho direito a assistência médica é o mesmo que acreditar em políticos honestos,pois todos sabem que se faz necessário o advogado intervir e solicitar assistência ao detento.
    h) Direito à assistência educacional: estudos de 1º grau e cursos técnicos.- Será ? Responde essa Papagaio o povo quer saber !
    i) Direito à assistência social: para propor atividades recreativas e de
    integração no presídio, fazendo ligação com a família e amigos do preso.- bem, essa deve ser uma piada nacional, tendo em vista que os familiares ao chegar conforme centenas de reportagens apontam encontram os apenados em condições precárias.
    j) Direito à assistência religiosa: todo preso, se quiser, pode seguir a religião que preferir, e o presídio tem que ter local para cultos. – Acho que a única que tem veracidade de fatos, mas assim mesmo fala ai Papagaio é verdade ou mentira ?
    l) Direito à assistência judiciária e contato com advogado: todo preso pode conversar em particular com seu advogado e se não puder contratar um o Estado tem o dever de lhe fornecer gratuitamente – Creio que mais uma que fecha, porém peço ao Papagaio para expor também.
    m) Todos os direitos do preso podem ser reclamados para o próprio diretor do Presídio, pois todo preso tem direito a audiência, ou seja, de conversar com o diretor para expor seus problemas.- Verdade essa Papagaio ou melhor ficar de bico fechado ou pode acabar virando presunto ?
    Bem, por enquanto é só mas, sinceramente fico curiosa em saber até que ponto a constituição em nosso pais é cumprida ?

  • Juliano diz: 29 de setembro de 2010

    Imagina se todo mundo que perde pai e mãe no mundo virasse assaltante? Na vida todo mundo é livre pra escolher seu destino, então faça as coisas, mas pague pelos erros.

    A vida é cruel mesmo, principalmente pra quem foi vítima do Papagaio.

  • Quero um pai Imortal diz: 14 de outubro de 2010

    Parece que só trabalha quem tem pai e mãe vivos… no japão os pais não morrem, eles tem baixos indices de criminalidade pq são filhos de 70 anos com pais de 150 anos, imortais…

    Aqui no brasil não… pra que suar? pra que bater cartão? Vo pega uma pistola mesmo, botar na boca de uma pessoa do bem e depois digo que sou louco, tenho problemas mentais e quero uma segunda chance…

  • MARIA HELENA VIEGAS diz: 14 de outubro de 2010

    Homem de verdade é aquele que fala(besteira) e se identifica. Mas as besteiras são tamanhas que é melhor mesmo ficar no anonimato. Desta forma, não há como eu lhe convidar a ir no meu escritório e ministrar-lhe uma aula de Direito e de respeito a um ser humano que não conheces, muito menos a situação prisional e jurídica. Se conhecesse, não falaria em ARMA NA BOCA, que o Cláudio nunca colocou em ninguém.

  • Mauricio Moschen Silveira diz: 14 de outubro de 2010

    Sinceramente este debate remete o real pensamento da sociedade. sempre foi assim….os romanos se divertiam com cristãos sendo devorados por leões. Muitos dos que escreveram aqui querem que as pessoas nunca saiam das cadeias. mais ou menos como dizia Canelutti ” pobre do criminoso, pois Deus perdoa os pecadores, mas os homens não”!
    Quero Aplaudir a brilhante atuação de minha colega Maria Helena Viegas, que com seu trabalho luta como uma amazona contra essa corja de sanguinarios. Claudio Adriano Ribeiro esta cumprindo a lei, tendo direito aos beeneficios da mesma. Este é um exemplo de justiça!
    Caro Claudio, desejo a ti força para continuares a tua jornada, apesar dos fariseus que te perseguiram eternamente!
    mais uma coisa: RESPEITEM OS ADVOGADOS CRIMINALISTAS, QUEM SABE UM DIA VOCÊ NÃO PRECISE DE UM?
    somos uma classe seria, que nada mais faz que garantir que a lei seja cumprida para ambos os lados.
    SEM ADVOGADOS NÃO HÁ ESTADO DEMOCRATICO DE DIREITO!

  • gilberto diz: 14 de outubro de 2010

    Humm! “Classe séria”!
    “Estado Democrático de Direito”!
    Pelas ameaças que foram proferidas acima,por uma preclara defensora da lei,acho que estamos longe deste tal ESTADO DEMOCRÁTICO.
    Mas enfim…Está assistindo à isto tudo(que DEUS à tenha) sra MÉRCIA NAKASHIMA?
    ISTO POSTO,ME RETIRO!!

  • Elfus diz: 14 de outubro de 2010

    Pois é, pena que esses comentários chegaram atrazados, senão iria sugerir ao papagaio que se candidatasse a algum cargo politico. Mas mudando de assunto, fiz um ano dia 21 e meu pai que era agricultor, morreu dia 30 do mesmo mes,no distante ano de 1942, restou minha mãe e 5 filhos, todos menores. Passamos muita fome e nenhum se tornou bandido, portanto, injustiçado papagaio, isso não foi o motivo de passares para o lado do mal. Quanto aos defensores de bandidos não é de estranhar, pois na porta das cadeias chovem advogados, muitos deles até fazem parte de quadrilhas previamente contratados. Uma pergunta que não quer calar; se papagaio não trabalhava, com que dinheiro pagava sua advogada ? certamente com dinheiro do ilícito

  • Rafael Nunes diz: 15 de outubro de 2010

    É…. amigo Gilberto, imagina só se não vivessemos num “Estado Democrático de Direito”, como se referiu o Ilustre Dr. acima…

    Eu, sinceramente, não me surpreendo com mais nada que vejo, ouço, assisto diariamente. Enfim, vivemos no Brasil!

  • Rodrigues diz: 16 de outubro de 2010

    Senhor:Cláudio Adriano Ribeiro (Papagaio)

    Vivemos em uma sociedade ‘PRECONCEITUOSA” e com… O Vício pode ser interpretado como tudo quanto se opõe a Natureza Humana e que é contrário a Ordem da Razão, um hábito profundamente arraigado, que determina no individuo um desejo quase que doentio de alguma coisa, que é ou pode ser nocivo. Em síntese, tudo que é defeituoso e que se desvia do caminho do Bem. Do ponto de vista abstrato, podemos dizer também que tudo que não for perfeito é Vício, mas do ponto de vista prático, é um termo relativo que depende do grau de evolução do Individuo em questão, pois o que seria um Vício para um Homem cultivado, poderia ser uma virtude para um selvagem. Na verdade, nenhum vicio poderá ser jamais uma desvantagem absoluta, pois toda forma de expressão indica um desenvolvimento de força. O que devemos realmente é estabelecer e proclamar nossa guerra interna, conflitarmos espiritualmente o combate às nossas imperfeições seja nessa vida ou nas próximas que estamos por vir. ;

    Pessoalmente: Sou contra o preconceito com ex-presidiários!

    Depois de vários anos na prisão, vc consiga cruzar os portões do pseudo-presidio, que o nome correto seria “DEPOSITO DE SERES HUMANOS” insalubre,indigno, que vai contra os direitos humanos, com a carteira da condicional,semi aberto etc… debaixo do braço. Livre das grades, “PAPAGAIO” você vai ter que enfrentar uma realidade nem sempre muito fácil para os que recomeçam a vida na condição de ex-presidiários. Além do preconceito da sociedade, que encara o ex-detento como um marginal, o processo de ressocialização esbarra em três problemas graves: a falta de emprego, o abandono da família e a precária assistência prestada pelo Estado.

    Meu caro: Se você deseja ser um homem, de moral e bons costumes terá que vencer este ranço de obstáculos, e preconceito da sociedade!

    “Estamos aqui para aprender, experimentar e cometer erros”

    PAPAGAIO! DEUS O ABENÇOE!

    “Triste Época! Mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito” – Albert Einstein

  • Sandra diz: 16 de outubro de 2010

    Eu faço uma pergunta imaginem se no Brasil vigorasse as mesmas leis que vigoram no Líbano? Bem, nosso país seria liderado por manetas, sem dúvidas alguma. Porém, é pena máxima para o ladrão pobre e impunidade para o rico, o colarinho branco, não acham? Indubitavelmente, esses exemplos só servem para o aumento de criminalidade, pois afinal o exemplo vem de cima, ladrão pobre, pode ser pobre, mas isso não significa que seja burro ele enxerga a impunidade. Tem consciência de que a punição que vai receber não é exclusivamente de ordem legal, mas acima da lei, pois sempre existirá a possibilidade de ser morto, exterminado. Bem, li no blog várias criticas desse tipo, inclusive mandando o Papagaio se candidatar a político! Porém faço uma pergunta quem cobra o ladrão rico? Evidente que ele não cumpre pena nenhuma e quando a imprensa, inclusive os jornalistas colocando em risco sua carreira apresentam uma reportagem séria ela vira balela, porque ai o povo não se manifesta, buscando os seus direitos a justiça, pois o país não é de alguns e sim de todos. Nós elegemos os políticos, então o que acontece é responsabilidade de quem os elege e ao mesmo tempo inconseqüência, alienação e inconsciência de quem os critica e nada faz. No caso do Sr. Claudio Adriano Ribeiro ele cumpriu pena, pagou com a sua liberdade o que a lei determinou, foi considerado apto ao convívio em sociedade, por psicólogos, assistentes sociais e por juízes, portanto não existe um porquê de toda essa discriminação Falam em perda de pai e mãe que isso não justifica. Correto não justifica, porém em qual situação? : Existem situação e situações e sem dúvidas alguma, esse fatos que aleatoriamente são colocados por diversos aqui no blog, os quais esquecem que sob hipótese alguma deixou de ser avaliado por profissionais foi estudado minuciosamente. O que vocês preferem presídios lotados ou um ser humano que pagou o que deve a sociedade, buscando novas oportunidades, trabalhando e servindo inclusive de exemplo a diversos apenados. mostrando que basta querer e o ser humano consegue se reerguer . Esse exemplo de buscar a reabilitação, de buscar trabalho que o Sr, Claudio Adriano Ribeiro, vem demonstrando é um exemplo não só para apenados e sim para toda a nossa juventude que bem sabemos que infelizmente em grande parte está confusa para não dizer perdida mesmo no meio de drogas e violência , as quais não esqueçam, é fruto de um sistema. O Sr. Claudio Adriano pode inclusive ajudar a minimizar esses fatos dando entrevistas em escolas em comunidades, orientando aos jovens, expondo a todos que o crime não compensa, pois ele é a prova viva desse fato. Que trabalho honesto faz com que o homem cresça e que todos nós temos escolhas a fazer, que temos direitos, mas que a cada direito implica em um dever, que somos responsáveis pelos nossos atos, mas que para tudo na vida existe um preço e que é bem mais fácil seguir pelo caminho da honestidade, pois só assim realmente existirá um amanhã!

  • Sandra diz: 16 de outubro de 2010

    Parabéns ao jornalista Cid Martins que através desse blog abriu um espaço ao debate, a crítica e a informação. Sendo extremamente positivas essas reportagens poderem ser debatidas na internet oportunizando, avaliações, renovações e adaptações às novas situações decorrentes da dinâmica da criminalidade o mundo atual, oportunizando dessa forma uma situação de debate e de informação, pois no blog participou o Sr Claudio Adriano Ribeiro e a advogada do mesmo Dra. Marie Helena Viegas e ex colegas de detenção do Sr Claudio Ribeiro.

  • MARIA HELENA VIEGAS diz: 16 de outubro de 2010

    Parabéns Sr. Rodrigues por suas sábias e humanas palavras. Realmente é difícil alguém conseguir ficar mais de uma décana no cárcere, nas condições em que se encontram, e ainda conseguir sair “inteiro” e ressocializado. Graças à Deus que, pelo menos alguns dos ´pitens citados ele conseguiu manter ao londo destes anos: o amor da Família que permanece ao seu lado desde 1997 e o Emprego, ofertado por uma pessoa tão humana quanto o Sr. Pelo menos o mínimo necessário ele tem para poder provar que um ex-detento pode sim retornar á vida social e se tornar um homem digno e do BEM. E o que precisam entender estas pessoas preconceituosas é que a Justiça já o condenou o Cláudio Adriano e ele está pagando esta pena, que está longe de findar(faltam 24 anos). Apenas conseguimos dar um passo á frente numa trajetória de quase 13 anos(o regime semiaberto). Ele não está livre da prisão como pensa a maioria dos leigos. Somente trabalha durante o dia na empresa, recolhendo-se à noite e nos fins de semana no albergue. Portanto está preso, ausentando-se somente durante as 8 horas diárias de trabalho.

  • Roberto diz: 28 de outubro de 2010

    Sinceramente não sei onde vai parar esse país … um trabalhador honesto que é demitido de uma empresa como eu fui do antigo Sul Brasileiro com a mesma idade dele não consegue emprego. agora um marginal que deve para a sociedade é empregado na hora… é o negócio é levar não mais curriculum vitae e sim atestado de maus antecedentes e ainda essa tal de Dra. Maria Helena o defende colocando que é dificil ficar uma década no cárcere.Esse tal de Papagaio ficou porque é um ladrão minha cara senhora. A sra não parou para se perguntar como ficaram os que foram lesados por ele ? Não digo os bancos e carros fortes, mas as pessoas que foram acoadas por ele e sua gang de marginais ? Porém, ficar desempregado, ter família para sustentar e não sou o único, pois todos sabem bem o que aconteceu com o antigo Sul Brasileiro que passou para o Meridional e automaticamente seus funcionários foram demitidos, ai sim não é fácil …. Vi tudo trabalhador honesto não tem vez nesse país e isso é vergonhoso, sinto até vergonha de ser braisleiro !

  • marlucia de barra do rocha diz: 27 de julho de 2014

    em nosso país a maior parte dos nossos governantes não generalizando somos governados por ladrões ou seja bandidos de colarinho branco esses sim são homens de bem? roubam cinicamente a nação do qual Joaquim Barbosa com a sua integridade se afastou por livre e espontanea pressão do lixo fétido que régi a nossa política. o papagaio é o resultado do nosso sistema. os verdadeiros ladrões sujos e maus caráteres são encontrados inpunimente nos comgressos nos senados e camaras no intanto voam livrimente roubando a nação para um unico ninho. deixe papagaio voar

Envie seu Comentário