Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Rio Grande do Sul registrou 70% mais assaltos a postos de combustíveis em 2012

04 de janeiro de 2013 0

Em janeiro de 2012, BM trocou tiro com ladrões de posto de combustível - Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Com uma média de dez ataques por semana, o Rio Grande do Sul contabilizou 574 assaltos a postos de combustíveis em 2012. Houve um aumento de 70% no número de ocorrências na comparação com o ano de 2011, que teve 236 menos ataques.

O levantamento da Polícia Civil revela que Porto Alegre foi a cidade preferida dos assaltantes. Mais de um terço dos casos foi registrado na capital: 216 contra 87 em 2011, uma elevação de 148%. Mas não foi Porto Alegre que teve o maior aumento no número de ataques entre os dois últimos anos. Novo Hamburgo foi a segunda cidade em quantidade de assaltos. Passou de seis casos em 2011, para cinquenta e uma ocorrências em 2012, um aumento de 750%. Caxias do Sul aparece logo depois, com 36 assaltos, uma pequena diminuição comparado com os 39 casos de 2011.

O comandante geral da Brigada Militar destaca que esse tipo de crime teve uma grande elevação no segundo semestre. O coronel Sérgio Abreu relata que os postos maios vulneráveis estão sendo monitorados, inclusive cita que várias prisões de assaltantes de postos foram feitas em 2012. Com um trabalho de parceria com os donos destes estabelecimentos, o coronel acredita que os ataques devem diminuir.

O Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Rio Grande do Sul reclama que os postos estão se sujeitando a fechar as portas na madrugada, quando os ataques ocorrem em maior número. Também relata a dificuldade em contratar funcionários para estes horários, já que os trabalhadores estão com medo dos assaltos.

Ouça a reportagem de Jocimar Farina veiculada na Rádio Gaúcha:

Cidades que registraram a maior quantidade de assaltos a postos de combustíveis em 2012:

Porto Alegre = 216 ocorrências.
Novo Hamburgo = 51 ocorrências.
Caxias do Sul = 36 ocorrências.

* Levantamento da Rádio Gaúcha

Envie seu Comentário