Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vereador é flagrado vendendo atestado médico em Vacaria

20 de dezembro de 2013 5
Médico vende documento sem realizar exames.

Médico vende documento sem realizar exames

Dois meses depois da Rádio Gaúcha ter denunciado a venda de atestados médicos em São Francisco de Paula, mais um município da Serra tem o registro desta prática criminosa. Mais uma vez, um político está envolvido no esquema. Um vereador de Vacaria, que é médico, vende atestados por R$ 20.

Durante uma semana, investigamos a conduta do médico Joaquim Boeira de Vargas, que é vereador de Vacaria pelo PMDB. O médico, que já foi prefeito de Monte Alegre dos Campos, atende em uma casa localizada na Rua Assis Brasil. A venda de atestado não é segredo para ninguém em Vacaria e cidades vizinhas.

Vargas, além de vender atestados por R$ 20 para justificar faltas, também comercializa receitas. Por R$ 10 ele faz a troca de receituários vencidos por novos. Normalmente, a compra dos medicamentos acontece na farmácia do vereador, que fica a menos de 50 metros do consultório.

Na semana passada, dizendo precisar de um atestado para quatro dias, fomos ao consultório de Vargas e solicitamos o serviço para escapar do trabalho e comparecer ao suposto casamento de uma prima em Santa Catarina.

Médico: Fala

Repórter: Eu precisava de um atestado porque……era pra tirar férias amanhã, mas minha empresa quer me dar férias só na terça…tenho o casamento de uma prima minha em Timbó do Sul…..

Médico: Amanhã, sexta, sábado, domingo, segunda

Repórter: …Sexta, sábado, domingo e segunda…

Médico: Quatro dias…

Repórter: É…

 

O médico, sem fazer nenhum tipo de exame ou pergunta sobre o estado de saúde, concede o atestado. Enquanto preenche, Vargas pergunta ao repórter se ele tem alguma preferência por doença e, em comum acordo, definem qual será o motivo do afastamento.

 

Médico: o que vamos colocar aqui de….de doença

Repórter: Não sei, o que o senhor acha melhor?

Médico: …Pode ser de coluna…..

Repórter: Acho que sim porque a gente faz bastante esforço pesado…

 

A reportagem levou o vídeo com o flagrante à Polícia Civil. Para o delegado Anderson Silveira de Lima, o crime é evidente. Segundo o delegado, além de instaurar o inquérito, ele vai solicitar à Justiça que o médico tenha suspenso o direito de exercer a atividade enquanto ele estiver sob investigação. Anderson também vai oficiar a Câmara de Vereadores.

 

Repórter: Quanto lhe devo?

Médico: Vinte.

Repórter: Então tá.

Médico: Ta certo.

Repórter: Muito obrigado dr.

Médico: E bom casamento…

Repórter: Muito obrigado, dr.

Comentários (5)

  • Elisabete Campara diz: 20 de dezembro de 2013

    Os empresários lesados por este esquema, deveriam reunir todos os atestados médicos pagos, que foram emitidos por este profissional e exigir o reembolso. É uma grande falta de respeito com as pessoas de bem. Parabéns pelo trabalho de investigação. Esta vergonha já estava na hora de vir a público.

  • Ana Paula Pavan Maciel diz: 21 de dezembro de 2013

    Ontem ao assistir o Globo Repórter durante a reportagem do médico idoso que durante toda a vida atendeu “pela vida” lembrei muito do Dr. Joaquim (sem saber da reportagem exibida por vocês). Quero parabenizar a RBS porque quando vocês querem vaõ atraz e conseguem.. “lamento e repudio” que o façam em casos como o Dr. Joaquim. Desde que me conheco por pessoa, conheço histórias de pessoas que foram atendidas graciosamente por ele, lamentarei muito, caso o seu registro seja tirado,pelas pessoas de Monte Alegre dos Campos, Vacaria, Muitos Capões e enfim..quem precisar de atendimento sem dinheiro para pagar e não puder mais contar com ele – O QUE ELE FEZ A VIDA INTEIRA…
    Sabe o que sugiro pra vocês quando quiserem voltar a Vacaria para falar do exercício da medicina?! instalem uma câmara na sala de partos – DE PREFERÊNCIA COM ALGUEM QUE VOCÊS AMEM ESTEJA EM TRABALHO DE PARTO – do HNSO onde médicos credenciados pelo SUS deixam crianças morrer antes de nascer ou que fazer nascer “a ferro” como dizem…peçam o histórico de internações nas U.T.I’s neo natais de Caxias do sul e vejam quantos bebes chegam por lá em função das atrocidades durante o parto. Agora, esse tipo de armação – que pelo que entendi é de cunho político – , só trará perdas à pessoa enquanto ser vivo carente. A RBS tem uma responsabilidade social que pode ir além…profissionais e capacidade vocês tem…boa sorte e espero que consigam ser úteis no reparo dos estragos que vocês mesmos fazem.

    Atenciosamente!

    Ana Paula.

  • João Celso diz: 21 de dezembro de 2013

    É como eu digo, quando a pessoa é de má índole, sem caráter não tem o que fazer.
    O verdadeiro culpado é aquelas pessoas que elegem pessoas de mente doentia.

  • cid_martins diz: 23 de dezembro de 2013

    Vamos ver isso sim. To numa pauta um pouco demorada, mas conforme o que apurarmos, alguém pode tocar tb. Agradeço a atenção

  • Paulo Nogueira diz: 7 de janeiro de 2014

    Infelizmente em Vacaria parece que ja e´ rotina casos como esse! Desde o julgamento do atual prefeito do PT que saiu impuni de mais um julgamento e agora este vereador , sem esquecer o outro vereador de foi encontrado bebado dirigindo! E segue a vida em vacacyty e a justiça descendo ladeira a baixo !!!!

Envie seu Comentário