Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre

13 de março de 2014 16

* por Cid Martins

Agentes da 6ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre prenderam na manhã desta quinta-feira (13) um suspeito de matar o publicitário Lairson José Kunzler, em fevereiro deste ano. Kunzler foi morto com cinco tiros quando chegava na porta do condomínio em que morava na zona sul de Porto Alegre.  O suspeito é acusado de ter praticado um crime semelhante há dez anos.

Segundo o delegado Vicente Vargas, da Delegacia Regional Metropolitana, o suspeito é o detento do regime semiaberto Jaérson Martins de Oliveira, 41 anos, conhecido como Baro. Outros dois suspeitos, que já tiveram a prisão preventiva decretada, seguem foragidos.

Eles são o homem que entrou na agência com Kunzler e fez contato com a quadrilha, Rogério Laurentino, e piloto da moto que levou o atirador até a vítima, Claudiomiro dos Santos Vaz.

Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, o delegado afirmou que o acusado de ter efetuado os disparos foi reconhecido por uma testemunha. Um homem teria flagrado quando Oliveira desceu da moto e entrou em um carro pertencente à quadrilha. Ele chegou a ser ameaçado pelo bandido, mas conseguiu fugir.

O delegado ainda acredita que haja uma quarta pessoa envolvida no crime, mas ela ainda não foi identificada.

Vargas informou também que uma quarta pessoa participou do crime, mas ainda não foi identificada. A investigação mostra que havia um indivíduo dentro do banco, que teria repassado informações para os criminosos.

O delegado destaca que Baro foi indiciado por crime semelhante ocorrido há dez anos. Em 2 de dezembro de 2004, ele foi investigado pela morte do advogado Geraldo Diehl Xavier, momentos depois dele sacar R$ 92 mil no Banco de Boston, na Avenida Nilo Peçanha, em Porto Alegre.

O crime

O publicitário Lairson José Kunzler, 68 anos, foi morto em um assalto na zona sul de Porto Alegre no dia 24 de fevereiro. Diretor de Relações com o Mercado da agência Paim Comunicação, ele chegava em casa em um Honda Civic, na Avenida da Cavalhada, quando foi abordado por assaltantes em uma moto.

Kunzler havia sacado R$ 44,2 mil de uma agência bancária no Bairro Moinhos de Vento antes de seguir para sua residência. O dinheiro, que estava em um malote, foi levado pelos criminosos.

Saiba mais:

>> Sócio de agência de publicidade é morto em assalto na zona sul de Porto Alegre
>> Publicitário morto em Porto Alegre foi alvo de quadrilha especializada, diz polícia
>> Polícia analisa pessoas que entraram em banco no dia da morte de publicitário

Vídeo mostra momento que dupla aborda publicitário:

Ouça a entrevista do delegado Vicente Vargas ao Gaúcha Atualidade:

Comentários (16)

  • Bruno diz: 13 de março de 2014

    Peraí… calma. Muita calma nessa hora. Vocês alegam que a polícia prendeu um suspeito de ter matado uma pessoa. Aí vocês dizem que ele praticou crime semelhante em 2004. Será que de fato, ele é suspeito mesmo ou a polícia, sem ter suspeitos, “apelou” para esse cara aí? Queremos uma resposta!

  • Rafael Gomes diz: 13 de março de 2014

    Impressionante como a policia funciona para os ricos!! Crimes como esse acontecem todos os dias e ficam sem solução! Mas basta acontecer com alguém de importância na sociedade e se a mídia der espaço como foi esse caso a policia age com extrema eficiência!! Enquanto isso nós normais estamos cada vez mais a mercê dos marginais…

  • Paulo Pinto diz: 13 de março de 2014

    Bruno! Muita calma você, rapaz. Primeiro, esse tipo de crime, chamado saidinha de banco, é cometido diuturnamente nas grandes capitais, e não raro resulta em morte. Assim, além desse mimoso chamado Jaérson Martins de Oliveira, existem outros tantos que preenchem o perfil, de tal maneira que, infelizmente, o sujeitinho não encampa a exclusividade que se pretende lhe atribuir. Em segundo lugar, o vagabundo foi reconhecido por uma testemunha. Em terceiro lugar, antes de requerer a prisão do sujeito, a polícia desenvolveu um criterioso trabalho de investigação, o que se confirma pela distância entre a data do latrocínio e o pedido de encarceramento que, diga-se de passagem, tem a chancela do poder judiciário. Se fosse o caso de encontrar um bandidinho que já tivesse cometido crime semelhante, o pedido de prisão sairia no mesmo dia do assassinato.
    Assim, antes de raciocinar como a turba de celenterados que acriteriosamente sempre pretende polemizar o trabalho policial e enxergar em criminosos o suprassumo da humanidade, analise as circunstâncias antes de escrever asneiras.

  • Gustavo Mendes diz: 13 de março de 2014

    Polícia Civil da 6ª é uma piada, não enxergam nem uma mosca pousando no nariz! Admira-me este fato! Prenderam até o manobrista do falecido Kunsler, o que dirá este “suspeito”!

  • ROBERTO diz: 13 de março de 2014

    NÃO FALA BESTEIRA BRUNO ! A POLICIA GAUCHA É DEMAIS ! KKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Roger diz: 13 de março de 2014

    Você não leu Bruno ? Ele foi reconhecido por uma testemunha.

  • Luiz carlos Tavares diz: 13 de março de 2014

    Como pode uma pessoa condenada a cinquenta anos de cadeia estar solta nas ruas. O Juíz que o liberou, deveria responder criminalmente por isso.

  • Polícia e defesa de suspeito aguardam perícia para esclarecer quem matou publicitário em Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 17 de abril de 2014

    [...] cerca de R$ 50 mil. O objetivo é esclarecer quem matou o idoso, já que em março, o suspeito foi preso e depois foi solto quando os advogados divulgarem um vídeo mostrando o detento do regime [...]

  • Homem executado na Restinga era investigado no assassinato do publicitário Kunzler na zona sul de Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 28 de abril de 2014

    [...] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. [...]

  • Suspeito de matar publicitário Kunzler está foragido após Justiça manter pedido de prisão temporária | Caso de Polícia diz: 6 de maio de 2014

    [...] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. [...]

  • Justiça prorroga prisão temporária de suspeito de matar publicitário Lairson Kunzler | Caso de Polícia diz: 7 de maio de 2014

    [...] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. [...]

  • Polícia indicia nove pessoas pela morte do publicitário Kunzler na zona sul de Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 9 de maio de 2014

    [...] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. [...]

  • Justiça nega prisão preventiva de um dos suspeitos da morte do publicitário Kunzler em Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 15 de maio de 2014

    [...] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. [...]

  • MP denuncia dois dos nove indiciados pelo assassinato do publicitário Kunzler na zona sul de Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 16 de maio de 2014

    [...] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. [...]

  • Negada liberdade a um dos suspeitos do assassinato do publicitário Kunzler na zona sul de Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 8 de julho de 2014

    […] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. […]

  • Caso Kunzler: marcada primeira audiência sobre publicitário assassinado em Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 16 de julho de 2014

    […] Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre. […]

Envie seu Comentário