Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Leite Compensado 5: cerca de 1 milhão de litros de leite fora do padrão foram comercializados por indústrias investigadas

08 de maio de 2014 37
Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha

Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha

Por Cid Martins

Em coletiva à imprensa na manhã desta quinta-feria (8), após deflagrar a Operação Leite Compensado 5, no Vale do Taquari, o promotor Mauro Rockenbach divulgou que as duas empresas envolvidas na adulteração do produto comercializaram cerca de 1 milhão de litros de leite fora do padrão. Segundo ele, os produtos ou estavam adulterados ou fora do prazo de validade.

A constatação foi feita por meio de 91 amostras de laboratório, 66 da empresa Hollmann, de Imigrante, e 25 da empresa Pavlat, de Paverama. A maioria desses produtos já foi vendida, apreendida ou encaminhada para fabricação de derivados, como queijo, iogurte, entre outros.

A operação Leite Compensado 5 ocorre em dez cidades do Vale do Taquari e do Vale do Sinos. Os proprietários das indústrias Pavlat e Hollmann, além de um funcionário desta última, foram presos por adulteração de leite. Amostras comprovaram que havia leite azedo e adição de água. Notas fiscais apreendidas confirmam também que foram comprados pelos suspeitos produtos como: soda cáustica, água oxigenada, bicarbonato de sódio, citrato, entre outros.

Saiba mais:

Leite Compensado 5.

Leite Compensado 4.

Leite Compensado 3.

Leite Compensado 2.

Leite Compensado: substância que causa câncer.

Comentários (37)

  • Jorge Monteiro diz: 8 de maio de 2014

    Prezados,
    Muito revoltante saber que tem pessoas envenenando em massa a população isto é genocídio, entendo que estas pessoas não merecem viver em sociedade.
    Um julgamento a estas pessoas, talvez só vai melhorar a conta bancaria dos envolvidos e amanhã eles estarão nos envenenando novamente.

  • André Robrto Brendler diz: 8 de maio de 2014

    Quais são os lotes envenenados pelas empresas PAVLAT E HOLLMANN? Esta informação é básica, fundamental e urgente para os consumidores.

  • cid_martins diz: 8 de maio de 2014

    Obrigado pelo comentário, mas o MP divulgou que quando foram recolhidas as amostras, da Hollmann foi leite cru e da Pavlat são três lotes que já não estão mais no mercado pelo fato de já retirarem ou terem sido consumidos.

  • Daiane diz: 8 de maio de 2014

    Agora nem o leite podemos tomar, comprei o leite Hollmann e vi que na reportagem sobre leite adulterado, o que faço com as caixas de leite que tenho?

  • cid_martins diz: 8 de maio de 2014

    Encaminha para o MP, Promotoria de Defesa do Consumidor, que levará para análise.

  • Nilson – Floripa diz: 8 de maio de 2014

    Na primeira vez que aconteceu essas fraudes estavam envolvidas Parmalat, Bom Gosto (que no site da Parmalat mostra como marca dela) e Mu-Mu. Nunca mais comprei qualquer um desses leites, mesmo estando mais barato que outros. Depois da segunda vez, já decidi nunca mais comprar leite do RS. Sempre que vou comprar uma marca nova verifico se o leite é desse Estado. Já que esse país é uma piada, nós consumidores deveríamos cuidar de acabar com essas marcas, pois se todos fizessem esse boicote, nunca mais esse tipo de coisa ocorre. Fico p. da vida quando vejo alguém comprando essas marcas.
    Essas fraudes freqüentes mostram a total impunidade e desrespeito do governo e justiça aos consumidores e é uma vergonha para o Brasil e para o RS. Fico na esperança que os leites que compro de Santa Catarina não estejam no mesmo esquema. Esse brasil (minúsculo mesmo) é uma vergonha total. Em qualquer outro país um pouco mais sério e esses vagabundos iriam ser severamente punidos para servir de exemplo.
    Falta coragem da população ir atrás desse bando e dessas fábricas e quebrar tudo. Se não têm medo da justiça, quem sabe tenham da revolta popular. Mas como disse o Gerdau, o povo (incluo nessa todo o povo brasileiro) é acomodado.

  • Eng. Químico Renato Priori Hein diz: 8 de maio de 2014

    Prezados,
    Os produtos químicos listados acima fazem parte do processo de produção de empresas na área de alimentos. A soda caustica e o peróxido de hidrogênio são utilizados na etapa de sanitização das empresas. As citratos são utilizados no processo de produção do longa vida como estabilizante autorizados pelo SIF. Seria perigoso ao consumo humano se não fossem encontrados os produtos em uma área fabril. Pois caracterizaria falta de higiene no processo.

  • Ricardo diz: 8 de maio de 2014

    Entre o lucro fácil e uma punição branda, as pessoas acabam escolhendo o lucro fácil. Se a punição fosse exemplar, uns 20 anos realmente em regime fechado, esse tipo de crime acabaria.

  • Leonardo diz: 8 de maio de 2014

    Estou com uma caixa de leite Ninho da Nestlè em casa, onde o conteúdo parece um queijo. Pelo que eu li, parece que as substâncias adicionadas servem para dar uma durabilidade maior ao produtor, ou seja, estamos ingerido leite estragado há tempos. A data em que foi embalado o leite consta como sendo o dia 05/04/2014, com vencimento em 05/08/2014. Estou encaminhando o leite para a Vigilância Sanitária aqui de Porto Alegre.

  • Elton Schlabitz diz: 8 de maio de 2014

    Eu só não consigo entender o porque mostram somente a cara do funcionário… tem que mostrar também as dos donos dessas empresas….

  • cid_martins diz: 8 de maio de 2014

    Quando eles foram presos a imprensa não estava junto e ainda aguardamos fotos do MP. O funcionário estava na fábrica quando foi preso, quando foi permitido que a imprensa acompanhasse.

  • Aureo diz: 8 de maio de 2014

    Reconheço o trabalho feito pela promotoria, referente a este fato “o leite compensado”, ocorrido no Rio Grande do Sul, tida como uma das bacias leiteira mais importante, que é consumido por adultos e crianças. Quero dizer, que a punição deve ser a altura, para que pratica este tipo de fraude. Mas a fiscalização deve ser implacável, em todas as indústrias, sejam pequenas, médias e grandes, porque, é como no rio, tem peixe pequeno, médio, também tem 0 grande. Fiscalização já, principalmente no que diz respeito a indústria de alimentação.

  • eliseu diz: 8 de maio de 2014

    Sabem por que acontecem crimes dessa natureza e, continuam aparecendo, simplesmente, por que não temos justiça, os criminosos sabem que não acontece NADA, ficam meia dúzia de dias preso e, depois continuam com a bandalheira. Por acaso os adulteradores dos leites compensado, 1,2,3,4,etc..continuam presos, acho que não. Esses em qualquer outro País seria prisão perpétua e, na China pena de morte, em virtude de crime contra a saúde pública. Mas estamos no Brasil, o País da
    IMPUNIDADE.

  • Márcia diz: 8 de maio de 2014

    Elton Schlabitz, concordo contigo , TEM QUE MOSTRAR A CARA DO SAFADO do proprietário .
    ISSO É CASO DE CADEIA . mas sem direito a responder em liberdade!!
    Espero que o leite SANTA CLARA não estre nessa safadeza também , pois confio nessa , por enquanto, mas já estou desconfiada.
    Utilizo o leite “de saquinho” há anos!!!

  • 1273kaiser diz: 8 de maio de 2014

    senhores. isso é o mesmo que lançar sobre a cidades, regiões ou países um vírus letal ou maligno. portanto crime hediondo e passível até de pena de morte (mesmo que não exista isso por aqui). quem faz isso contra tudo e todos só pra lucrar mais, merece a forca. é o mínimo, atentado contra a humanidade é o que?

  • Pâmela Garcia diz: 8 de maio de 2014

    Pelo que foi respondido para o André Roberto Brendler anteriormente Ok. Mas eu gostaria de saber qual é o lote realmente, pois mesmo estes tendo sido retirados dos mercados posso estar com uma caixa deste leite do lote contaminado em casa. Alguém pode me dar esta informação com urgência??

  • Pâmela Garcia diz: 8 de maio de 2014

    Pelo que foi respondido para o André Roberto Brendler anteriormente Ok. Mas eu gostaria de saber qual é o lote realmente, pois mesmo estes tendo sido retirados dos mercados posso estar com uma caixa deste leite do lote contaminado em casa. Alguém pode me dar esta informação com urgência?

  • Francisco Dias diz: 8 de maio de 2014

    O mau caratismo tomou conta em todos os setores da sociedade brasileira. Infelizmente nós como sociedade, vivemos sendo lesados de todas as formas possiveis e inimaginaveis. Isto aqui virou uma republiqueta.
    A pergunta é: O que podemos fazer como sociedade para dar um basta nisto tudo que vivemos atualmente neste País? O que vamos deixar para as gerações futuras?

  • lisandro e s gomes diz: 8 de maio de 2014

    o MP tem que divulgar uma lista com as marcas que foram fiscalizadas e nao foi encontrado nenhum tipo de adulteraçao .compro toda semana uma caixa (12uni) de leite ,nao comprei mais as marcas de leite adulterado que foram divulgadas ,o ultimo que comprei foi o pavlat,agora tenho que comprar de novo e ja nao posso comprar mais essa porcaria,eu e o resto dos consumidores de leite do RS,precisamos de respostas do MP ,afinal de contas existe alguma marca de leite que o Ministério Público possa garantir que realmente se trata de alimento próprio para o consumo humano? porque pagamos os impostos? Não pode ser visto o trabalho dos fiscais como algo eficiente,pois eles so chegam depois que a porta ja foi arrombada,se a fiscalização não funciona,quem é que pode garantir a segurança alimentar no estado do RIO GRANDE DO SUL? Meu filho tem nove anos e toma leite de vaca desde 1ano e meio,sempre se queixando de dor de barriga ,nos achavamos que fosse por varios outros motivos como vermes,etc…Quando foi divulgado a adulteração no leite eu fiquei em duvida,acho que tem ligação. Do meu ponto de vista não e mais possivel consumir leite e derivados,imaginem só ,depois que o leite não pode mais ser envasado eles o transformam em queijo e iogurte adicionando mais quimica e agregando mais valor ,vender lixo maquiado rende mais lucro do que vender leite e esse é o motivo pelo qual esses “produtores” jamais voltarão a vender leite de verdade.temos que achar outra fonte de calcio pois no RIO GRANDE DO SUL,não existe segurança para consumir leite industrializado,a fiscalização não funciona,se houver uma marca que o MP possa garantir, que divulguem,isso não vai ser propaganda vai ser utilidade publica.

  • cid_martins diz: 8 de maio de 2014

    Só o MP tem essa informação, Promotorias Criminal e de Defesa do Consumidor. No site deles tem todos os contatos.

  • Vinícius diz: 8 de maio de 2014

    Prezados.
    Na caixinha de leite destas empresas consta o selo do S.I.F., que é o SERVIÇO DE INSPEÇÃO FEDERAL, do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, então me pergunto: alguém ouviu algum comentário de algum fiscal federal por ter liberado estes lotes contaminados????

  • Denise Costa diz: 8 de maio de 2014

    Estamos sendo envenenados aos poucos e tenho certeza que nada vai acontecer aos “donos” da indústria, pois sabem que no Brasil prevalece a impunidade.
    Só uma dúvida, utilizo o leite Santa Clara de caixinha. Até agora, não li nada a respeito de alguma alteração nesse leite, posso continuar consumindo ou utilizar o de saquinho?
    E as outras marcas, desde que seja de “saquinho”, estão isentas desses produtos?

  • bernardo diz: 8 de maio de 2014

    Tomara que o leite PIA não tenha sido adulterados como os outros leites porque eu tomo o leite PIA todos os dias de manhã

  • William diz: 8 de maio de 2014

    Olha…na minha opinião o mais seguro é comprar leite e derivados de cooperativas….pois acredito que não há a quem compensar diretamente…não existe um “Dono” específico…no RS temos no topo a Santa Clara e a Languiru… duas cooperativas exigentes e de qualidade…por isso crescem…
    Quanto a empresas….depois dessas de hoje…não sei se tem alguma que “sobrou” no estado… #ficaadica

  • sergio diz: 8 de maio de 2014

    Muito estranho o Supermercado BIG fez promoção do Leite PAVLAT nesse final da semana antes da matéria ser divulgada! Será que estão recebendo informação de alguém?

  • Adair diz: 8 de maio de 2014

    Envenenamento em massa patrocinado por esses “empresários”. Agridem a saúde de seu semelhante como se estivessem matando insetos! Maldita ganância!

  • José diz: 8 de maio de 2014

    Produtores de leite decretando a morte de muitos, de forma lenta e progressiva! Pior que logo saem da cadeia, pois têm dinheiro, influência social…..

  • Ricardo diz: 8 de maio de 2014

    Simples, deixe de tomar leite. Vais morrer se deixares de tomar leite? Claro que não. Hoje em dia é justamente ao contrário, irás morrer se tomares leite.

  • João Luiz Luft diz: 8 de maio de 2014

    Não tenho o hábito de comprar produtos “marca diabo”, por isso pago mais por mercadoria com nome e sobrenome. Quanto a responsabilização criminal, desculpem mas MP, Decon e outros não têm credibilidade da minha parte e, portanto, não vai acontecer nada !

  • Marcos Moreira diz: 8 de maio de 2014

    Vou comprar uma vaca Mimosa e tirar leite em casa, pra escapar desta safadeza da indústria do leite. Só lamento que não vai demorar muito pra aperecer alguém do Governo, querendo cobrar imposto sobre as tetas da Mimosa.

  • arley diz: 8 de maio de 2014

    …e em São Paulo …mas aqui não fazem nada…os traficantes são trouxas….o lance é vender leite…o que deve ter de gente mordendo pra campanha eleitoral não é mole…

  • Rudinei diz: 8 de maio de 2014

    Vergonha para nós gaúchos,tenho pena das crianças que consomem esse TIPINHO DE LEITE…isso é lementável. Esperamos que a justiça puna esses criminosos.Que estão brincando com a saúde da POPULAÇÃO.

  • ROBERTO FERNANDES DA SILVA diz: 8 de maio de 2014

    Caros, aqui em casa sempre se consumia muitas caixas de leite, eu mesmo chegava a tomar copos de leite comendo banana, com abacate, achocolatado e principalmente café, mas desde a primeira vez que veio a tona esta barbárie, nunca mais tomei leite, tenho usado muito pouco, leite em pó. Na minha singela opinião, empresários que se utilizam deste artifício para poder lucrar mais, deveriam ser condenados a morte, pois imaginam quem mais toma leite, são as crianças recém nascidas, os caras não tem escrúpulos algum, o que interessa é o lucro, acima de tudo. Mas quando surgiram as primeiras apreensões, que já devem fazer mais de um ano, os responsáveis deveriam ser punidos exemplarmente para não voltarem, mas somos governados por esta corja de cafajestes do PT, para eles quanto mais desacreditarem todas as instituições no Brasil, melhor, assim podem se aproveitar do caos que virou este país, para roubarem um pouco mais. E pior que com a nossa acomodação, irão aproveitar muito tempo.

  • Marco Ferrera diz: 9 de maio de 2014

    Até quando esses psicopatas vão ter a liberdade de nos envenenar pela sua ganância? Agilidade e prioridade nesse tipo de processo corresponde à necessária repressão pelo dano coletivo que implica. A imprensa tem colocado foco muito tímido sobre os fatos. Trata-se de um crime hediondo.

  • Polícia pede prisão de sócios de dois laticínios gaúchos por uso de formol e leite vencido | Caso de Polícia diz: 15 de maio de 2014

    [...] Ministério Pública deflagra no vale do Taquari a Operação Leite Compensado 5. [...]

  • Leite Compensado 5: MP denuncia 14 pessoas por adulterar o produto no Vale do Taquari | Caso de Polícia diz: 16 de maio de 2014

    [...] Leite Compensado 5: cerca de 1 milhão de litros de leite fora do padrão foram comercializados por …. [...]

  • Operação contra fraude no leite em Santa Catarina faz buscas em município do Norte gaúcho | Caso de Polícia diz: 20 de outubro de 2014

    […] Operação Leite Compensado 5. […]

Envie seu Comentário