Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

"Enquanto a indústria for cúmplice, não teremos leite de qualidade", diz promotor

08 de maio de 2014 3
Mais de 90 técnicos, policiais, servidores e promotores definem estratégias para deflagrar a operação (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Mais de 90 técnicos, policiais, servidores e promotores definem estratégias para deflagrar a operação (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Por Bibiana Dihl

Após a deflagração da Operação Leite Compensado 5, que investiga a adulteração no leite em dez cidades do Vale do Taquari e do Vale dos Sinos, o promotor Mauro Rockenbach lamentou a participação das indústrias na fraude. Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, o promotor afirmou que “enquanto elas (as indústrias) forem cúmplices, não teremos leite de qualidade”.

Para Rockenbach, a grande diferença desta operação para as que ocorreram anteriormente é a participação das fábricas diretamente na adulteração, que antes era feita apenas pelos transportadores. Segundo ele, o leite comprado pelas indústrias investigadas era de péssima qualidade, e próximo do prazo de vencimento.

Ainda de acordo com o promotor, é difícil precisar a quantidade de leite adulterado. Foi constatada a adição de água no produto para fazer volume e, para mascarar essa água, são adicionados produtos tóxicos como soda cáustica.  “É uma fraude para evitar o prejuízo”, disse.

Leite Compensado 5

Foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (8) a Operação Leite Compensado 5 em dez cidades do Vale do Taquari e do Vale do Sinos. Os proprietários das indústrias Pavlat, em Paverama, e Hollmann, em Imigrante, além de um funcionário desta última, foram presos por adulteração de leite. Amostras comprovaram que havia leite azedo e adição de água. Notas fiscais apreendidas confirmam também que foram comprados pelos suspeitos produtos como: soda cáustica, água oxigenada, bicarbonato de sódio, citrato, entre outros.

Operação Leite Compensado

A quinta parte da operação ocorre exatamente um ano depois da primeira. A grande questão agora é que se comprovou o envolvimento de indústrias na adulteração do leite. Nas quatro primeiras fases da ação, 13 pessoas foram presas, sendo que quatro foram soltas, e 26 denunciadas.  Em dezembro do ano passado, seis réus foram condenados pela comarca da cidade de Ibirubá, no norte gaúcho.

Ao todo, as ações civis já contabilizam 117 bens considerados indisponíveis, 90 veículos e 27 imóveis, avaliados em R$ 10 milhões. Como resultado de assinaturas de Termos de Ajustamento de Conduta com indústrias de leite, já foram revertidos como doações a órgãos públicos cerca de R$ 8 milhões.

Saiba mais:

Leite Compensado 4: novas amostras confirmam produto vencido e com adição de água.

Leite Compensado 3: água oxigenada era adicionada no leite.

Leite Compensado 2: MP desarticula mais dois núcleos da fraude no leite no RS.

Leite Compensado: MP descobre no leite substância que causa câncer.

Ouça a entrevista do promotor ao Gaúcha Atualidade:

Comentários (3)

  • Leite Compensado 5: cerca de 1 milhão de litros de leite fora do padrão foram comercializados por indústrias investigadas | Caso de Polícia diz: 8 de maio de 2014

    [...] quinta-feria (8), após deflagrar a Operação Leite Compensado 5, no Vale do Taquari, o promotor Mauro Rockenbach divulgou que as duas empresas envolvidas na adulteração do produto comercializaram cerca de 1 [...]

  • Leite Compensado 5: presidente do Instituto do Leite pede punição exemplar para envolvidos em adulteração | Caso de Polícia diz: 8 de maio de 2014

    [...] “Enquanto a indústria for cúmplice, não teremos leite de qualidade”, diz promotor [...]

  • ANTONIO CARLOS diz: 14 de março de 2017

    E COMO SEMPRE, FAZ-SE O INQUERITO, HA CONDENADOS, MAS NINGUEM É PRESO, E COMO VEÊM QUE CRIMES NÃO SÃO PUNIDOS, SÓ SE GASTA DINHEIRO PUBLICO COM DILIGÊNCIAS E PAPELADA, OS CRIMINOSOS CONTINUAM A PRATICAR OS MAIS HEDIONDOS DELITOS, ONDE AS PESSOAS INOCENTES INGEREM PRODUTOS QUE MESMO SEM SABER E NÃO DE IMEDIATO PODEM TRAZER CONSEQUENCIAS TRAGICAS EM MÉDIO E LONGO TEMPO!!! A TITULO DE SUGESTÃO, UMA PUNIÇÃO EXEMPLAR: “FAZER COM QUE O CRIMINOSO SEJA PRESO E SUA ALIMENTAÇÃO SEJA BASEADA NO LEITE E DERIVADOS QUE ELE ADULTEROU!!! MAS ISSO NUNCA SERÁ FEITO, POIS NO BRASIL OS CRIMINOSOS SÃO PROTEGIDOS POR LEI, AO CONTRÁRIO DE QUEM É HONESTO!!!

Envie seu Comentário