Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Leite Compensado 5: Proprietários de indústrias são presos por adulteração no Vale do Taquari

08 de maio de 2014 42

Foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (08) a Operação Leite Compensado 5 em dez cidades do Vale do Taquari e do Vale do Sinos. Os proprietários das indústrias Pavlat, em Paverama, e Hollmann, em Imigrante, além de um funcionário desta última, foram presos por adulteração de leite. Amostras comprovaram que havia leite azedo e adição de água. Notas fiscais apreendidas confirmam também que foram comprados pelos suspeitos produtos como: soda cáustica, água oxigenada, bicarbonato de sódio, citrato, entre outros.

Operação Leite Compensado 5 ocorre em dez cidades do Vale do Taquari e do Vale do Sinos (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Operação Leite Compensado 5 ocorre em dez cidades do Vale do Taquari e do Vale do Sinos (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Investigação 

De acordo com a investigação da Promotoria Criminal e de Defesa do Consumidor do Ministério Público, um dos objetivos iniciais é tentar comprovar se as substâncias apreendidas foram misturadas no leite para esconder a adição de água. Conforme a Receita Estadual, estes produtos eram adquiridos em larga escala. O promotor Mauro Rockenbach verificou que ordens eram dadas por parte dos proprietários das indústrias aos subordinados.

“Eles pediam que corrigissem o leite com adição de diversos produtos”, revela Rockenbach.

Prisões

Foram presos o proprietário da Pavlat, ÉrcioVanor Klein, e o proprietário da Hollmann, Sérgio Seewald, e o responsável pela política leiteira desta última, Jonatas William Krombauer. Ao todo, foram cumpridos estes três mandados de prisão e 15 de busca nas cidades de Paverama, Imigrante, Teutônia, Arroio do Meio, Encantado, Venâncio Aires, Marques de Souza, Travesseiro, Novo Hamburgo e Cruzeiro do Sul. Também foram expedidos mandados de apreensão de 34 caminhões usados para transportar leite.

Leite adulterado

No caso da Pavlat, foram 25 amostras e foi detectada adulteração em três lotes, sendo que estes já foram comercializados ou apreendidos, não ficando mais à venda produtos com suspeita de irregularidade. No entanto, este leite foi vendido na região do Vale do Taquari e em Florianópolis, em Santa Catarina. Mesmo dentro da validade, descobriu-se produto em estado de decomposição avançado.

No caso da Hollmann, foram 66 amostras de leite cru, por isso não se tem número de lotes. O produto foi vendido na região e também utilizado para a fabricação de queijo. Também foram encontrados produtos deteriorados devido à acidez provocada pela proliferação de microorganismos.

Operação Leite Compensado

A quinta parte da operação ocorre exatamente um ano depois da primeira. A grande questão agora é que se comprovou o envolvimento de indústrias na adulteração do leite. Nas quatro primeiras fases da ação, 13 pessoas foram presas, sendo que quatro foram soltas, e 26 denunciadas.  Em dezembro do ano passado, seis réus foram condenados pela comarca da cidade de Ibirubá, no norte gaúcho.

Ao todo, as ações civis já contabilizam 117 bens considerados indisponíveis, 90 veículos e 27 imóveis, avaliados em R$ 10 milhões. Como resultado de assinaturas de Termos de Ajustamento de Conduta com indústrias de leite, já foram revertidos como doações a órgãos públicos cerca de R$ 8 milhões.

Saiba mais:

Leite Compensado 4: novas amostras confirmam produto vencido e com adição de água.

Leite Compensado 3: água oxigenada era adicionada no leite.

Leite Compensado 2: MP desarticula mais dois núcleos da fraude no leite no RS.

Leite Compensado: MP descobre no leite substância que causa câncer.

Veja entrevista com o promotor Mauro Rockenbach:

Comentários (42)

  • cesaR diz: 8 de maio de 2014

    TÁ NA HORA DE O MINISTÉRIO DA SAÚDE OU DA AGRICULTURA CRIAR UM MÉTODO DE AVALIAÇÃO DAS INDUSTRIAS, E PUBLICAR TODO O TRIMESTRE O ranking das mesmas.
    Pois leite é produto da alimentação básica principalmente de crianças em desenvolvimento. O que estamos vendo é uma ação isolada do ministério público que não vai ter fim de o governo não regular a questão.
    HOJE NOVAMENTE O CONSUMIDOR ESTÁ PENALIZADO POIS, por incrível que pareça estamos escolhendo sempre o leite mais caro, por medo que o mais barato esteja adulterado e isso vai contra as leis de mercado livre.
    governo inoperante e com preparação inadequada para enfrentar a questão.
    Eu pergunto será que a PRESIDENTE DILMA NÃO ESTÁ ATENTA PARA O CASO?
    ISSO QUE ESSE ANO TEM ELEIÇÃO E O GOVERNO, O QUE VAI SER APÓS AS ELEIÇÕES.

  • vilmar assunção diz: 8 de maio de 2014

    Esses fdp, bandidos da saúde pública, tem que ser presos e serem tratados só com leite contaminado até eles terem uma diarreia de uma semana, para eles verem com o é bom.

  • ANA ELZA PORTO SCHIMITT diz: 8 de maio de 2014

    Não deveria ser dada a oportunidade, a essas empresas, de corrigirem o erro, uma vez que o que eles fazem ultrapassa o limite da irresponsabilidade e chega ao campo de tentativa de homicídio, pois o crime que cometem é de risco à saúde pública. Como podem fazer algo tão perigoso à saúde de tantas pessoas? Eles já são reincidentes, provaram que não têm o menor bom senso.

  • Fernando diz: 8 de maio de 2014

    Papo furado ! A maioria dos acusados continuam soltos e rindo da cara de quem bebeu o leite adulterado. Palhaçada !

  • luiz dreher diz: 8 de maio de 2014

    Como pode haver ainda pessoas que bebem este LIXO, que apelidaram, LEITE?
    Todo o leite é adulterado, os “Longa vida” são os piores.
    Acorda gente. Vocês bebem LIXO!!!

  • Luiz Antonio Alves Brescianini diz: 8 de maio de 2014

    Este é o tipo de crime que deveria ter como pena a MORTE, por ganancia não se importam com a saúde e a vida das outras pessoas, só pela ganância e a busca por lucros fáceis. Morte a estes assassinos.

  • Christian reichmann Sassi diz: 8 de maio de 2014

    Quando se pões a culpa na fiscalização governamental, o que é verdade, também deve se falar dessa iniciativa privada composta de empresários fraudulentos e ineficiente , em todos os sentidos. Estimular e glorificar a iniciativa privada sem fiscalização pública é isso que dá. Só pensam no seu lucro.

  • Silvio diz: 8 de maio de 2014

    Infelizmente esta é uma pequena amostra da “ética” de nossos empresários tupiniquins. E tem gente querendo meter a Presidente Dilma no meio. É muita cara de pau.

  • Márcia diz: 8 de maio de 2014

    Quando vou ao supermercado, evito comprar leite de marcas que desconheço. Pago mais caro, mas prefiro fazer essa triagem pela tradição. Agora pergunto: mesmo pagando mais e selecionando a marca pela tradição sem considerar preço, não serei eu mais uma vítima de leite adulterado? O que me garante que essa “seleção” que faço torna meus filhos isentos dessa fraude?

  • Siclério Ahlert diz: 8 de maio de 2014

    Parabéns pela operação, é lamentável a situação toda!! Reflexo da falta de fiscalização preventiva e de honestidade que aflige a sociedade!! Em parte também retrata a realidade do setor, pois um produtor não consegue sobreviver recebendo em média R$ 0,60 por litro enquanto uma latinha de refrigerante (água+ açúcar+ extrato) é vendida por 4 ou 5 reais. Se o produtor recebesse uma R$ 3,00 por litro de leite, e leite efetivamente, de boa qualidade, poderíamos pagar aqui na cidade o mesmo que pagamos por uma latinha de refrigerante, uns 4 ou 5 reais, desde que fosse garantido e confiável!

  • Lucia diz: 8 de maio de 2014

    Isso é o que acontece quando se vota sempre nas mesmas criaturas, temos aprender a votar!!!!! Se esses políticos que estão aí não fizeram nada pra resolver esta situação é porque nunca vão fazer!!!! A maioria são políticos profissionais!!!!! Querem apenas se perpetuar no poder

  • Michelle diz: 8 de maio de 2014

    Um ano já se passou da primeira descoberta. Essa por sua vez com formol que causa câncer. Uma criança toma quase e se não mais de 1litro de leite por dia! Quantas pessoas prejudicadas? Crianças em fase de crescimento, idosos em função de cálcio e nem todos tem condições de bancar o “mais caro”. Quem irá indenizar as famílias que adquiriram esses produtos? Se aparecer tempo depois um câncer, quem garante que esse não se desenvolveu com ajuda desses criminosos? Gente, esse país tá perdido! Todos deveriam apodrecer na cadeia e tomar somente do seu leite adulterado nas refeições! Para lesar o povo, com certeza não tem família!

  • Antonio diz: 8 de maio de 2014

    Teriam que investigar todas as cooperativas também. Se tem notícias que as cooperativas nunca tiveram suas marcas reveladas desde o ano passado por força política, pois também teriam adquirido o leite compensado. Assim como a (editado por ser informação a ser confirmada) pois o principal transportador de leite naquela época entregava mais de 100.000 litros por dia na unidade do Rio Grande do Sul dessa indústria.

  • “Enquanto a indústria for cúmplice, não teremos leite de qualidade”, diz promotor | Caso de Polícia diz: 8 de maio de 2014

    [...] a deflagração da Operação Leite Compensado 5, que investiga a adulteração no leite em dez cidades do Vale do Taquari e do Vale dos Sinos, o [...]

  • Ademar Arce diz: 8 de maio de 2014

    Tá na hora do Ministério Publico Fiscalizar as redes de mercados que de certa forma ajudam na proliferação destes produtos contaminados repassando ao consumidor. Com preços aquém do normal ainda falam que é concorrência leal quando na verdade trata-se de produtos impróprios para o consumo. Temos de ficar mais de olho e não comprar este tipo de produto.

  • Ubiratan diz: 8 de maio de 2014

    A diferença entre os responsáveis por esse crime e um bandido que mata pra roubar está apenas na forma escolhida para cometer o crime.
    São bandidos iguais.
    Só que esses andam bem vestidos, possuem carros, patrimônio, dinheiro.
    Sociedade falida essa em que vivemos. O que importa é SEMPRE o MEU benefício. Fodam-se os outros. O importante é EU me dar bem, mesmo que pra isso milhares de pessoas bebem leite contaminado. EU ganhando dinheiro, azar se crianças vão beber esse leite estragado. Tô nem aí. De uma coisa eu sei, os MEUS filhos não vão beber essa porcaria de leite que eu faço.
    Esse bando de ordinário merecia prisão perpétua. Quem sabe quantas pessoas estão doentes hoje, procurando um remédio, consultando médicos, fazendo exames, sem fazer a menor ideia de que a razão do seu problema de saúde está no leite CONTAMINADO que ele tomou inocentemente?? Ninguém sabe e os responsáveis não fazem a menor questão de saber. Estão nem aí pro resto.
    Tudo começa nos pequenos delitos. Ninguém se importa com as pequenas transgressões. Aí a coisa vai aumentando…aumentando…a ponto de alguém ter a coragem de produzir L E I T E contaminado pra ganhar dinheiro fácil.
    Hoje a minha filha tava vendo o episódio de uma série americana e se surpreendeu com a revelação da filha do protagonista que, completamente envergonhada, confessou ao pai que tinha feito uma coisa errada mas que estava arrependida.
    O pai imaginou que fosse alguma coisa com o namorado e ficou apavorado. Sabe o que ela tinha feito de errado?? Tinha pegado o metrô às 10 da noite, sozinha ( o que pra eles já é motivo de preocupação por causa da violência ) e que tinha pulado a roleta pra não pagar a passagem. Mas ela ficou com a consciência tão pesada que no dia seguinte passou duas vezes o cartão pra compensar o “roubo”.
    Minha filha disse assim: Bah…que boba. Ficou toda nervosa só por causa de uma bobagem.
    Eu disse pra minha filha: tu acha que é bobagem pq tu vive numa sociedade doente. Numa sociedade que acha que pequenos delitos podem ser tolerados. Lá a coisa não funciona assim. Vivendo em SOCIEDADE, o indivíduo não pode ser mais importante que o coletivo. São vários pequenos delitos que tornam tudo essa bagunça generalizada, onde cada um faz o que quer sem pensar no outro. Numa sociedade, tudo o que a gente faz reflete nos outros. TUDO.

  • rosa hoenisch da silva diz: 8 de maio de 2014

    “Não existe “MARCAS DE CONFIANÇA”acompanhado quase todas que estão no mercado já tiveram algum irregularidade tanto aqui n RS,como em diversos estados até agora só a Nestlé não li a sobre as adulterações,inclusive já estou com o tel da secretaria estadual da saúde vou ligar para saber qual o leite que a secretária consome, porque assim estamos um pouco mais seguros porque se ele usa por certo o produto é idôneo,mas estamos totalmente abandonados isto que está acontecendo e´gravíssimo eas penalidades quase nulas se é que exitem espero que o ministério público coloquem TODOS NA CADEIA,porque lá é o lugar para estes criminosos!

  • José Luiz diz: 8 de maio de 2014

    Realmente não sei mais o que pensar deste país…. roubo, corrupção, mortes e tudo o que não presta. Segurança precária, saúde abandonada, educação desprezada e agora temos que cuidar o que consumimos. Vamos ao supermercado e o quilo do tomate é R$8,60 (ultrapassou o nível do absurdo), agora o leite que já esta num preço altíssimo também é impróprio para consumo. Qual marca não teve problemas? Olha corram para as montanhas pq tá difícil a situação…

  • Leite Compensado 5: escutas comprovam ordens das indústrias para adulterar o produto | Caso de Polícia diz: 8 de maio de 2014

    [...] Leite Compensado 5. [...]

  • Daniel Adolfo (Saudosista) diz: 8 de maio de 2014

    Tenho pena das minhas filhas, pois eu graças a Deus, fui criado tomando leite puro, o leiteiro vinha entregar o leite na porta da nossa casa e ainda trocava as vasilhas, e nasci e fui criado em POA, não era interior ou alguma fazenda, não aqui na zona leste, a pouco mais de 20 anos isto acontecia….Bons tempos…

  • Orestes diz: 8 de maio de 2014

    E vão continuar adulterando não só o leite como muitos produtos porque a impunidade está na Constituição brasileira feitas por bandidos mais letrados e engravatados que esses…….vergonha e ética não existem mais neste País de ladrões e safados !!!!

  • mariateresacunha diz: 8 de maio de 2014

    essa investigação já foi feita na zona sul do Estado?

  • Elton diz: 8 de maio de 2014

    Só existe empresas que ADULTERAM produto ou vendem “DROGAS”, porque tem CONSUMIDOR que ADQUIRE. Que atire a primeira pedra quem não gosta de uma PROMOÇÃO…duvido! Se escapam poucos que sabem valorizar um bom produto, uma empresa idônea. Devemos desconfiar quando uma empresa coloca o preço tão baixo, mas não é só no LEITE…deveria ser feito esta varredura em CARNE, ARROZ, MASSA, BISCOITO…além de descobrir que muitas das EMPRESAS trabalham com uma enorme EVASÃO FISCAL.

  • edison diz: 8 de maio de 2014

    parabéns ESCÓRIA HUMANA, tem um “lugar especial” para vocês no INFERNO… continuem se preocupando somente com seus PODRES lucros, pois mais “quentinho” o inferno estará para os receberem de braços abertos!!!!!!!!!!

  • Paulo Augusto diz: 8 de maio de 2014

    Boicote. Negócio é parar de tomar leite! Palhaçada.

  • Cerca de 1 milhão de litros de leite fora do padrão foram comercializados por indústrias investigadas | Caso de Polícia diz: 8 de maio de 2014

    [...] coletiva à imprensa na manhã desta quinta-feria (8), após deflagrar a Operação Leite Compensado 5, no Vale do Taquari, o promotor Mauro Rockenbach divulgou que as duas empresas envolvidas na [...]

  • Gilmar Tassoni diz: 8 de maio de 2014

    Na China, o Leite é considerado sagrado para o sustento da família, pois é o primeiro alimento ingerido pelo ser humano. (Essa prática deveria ser utilizada no Mundo Inteiro). Lá pegaram empresários neste mesmo tipo de fraude, e a solução encontrada por lá, não poderá ocorrer por aqui, nossos direitos humanos não (….) pois lá executaram com pena de morte as empresários metidos a espertos. Aqui vão solta-los em breve para curtirem a grana em algum paraíso fiscal. Nossos deputa..dos nem ai para as leis, o negócio é voto. Sem uma nova constituinte para alterar e acrescentar leis verdadeiras, vamos continuar tomando…Leite aprimorado.

  • João Dias diz: 8 de maio de 2014

    Senhores, isso tudo me faz pensar que tem interesse paralelo. Só citam algumas marcas, e as outras? Marcas consagradas no estado, principalmente as de cooperativas que tem muita força política, não são citadas e compravam o mesmo leite compensado no ano passado. Ano de Eleição não é fácil, tendem a desviar alguns focos. Isso sempre aconteceu com o leite e com todas a marcas, todos BANDIDOS.
    Obs: a hora que trocarem de produto e derem uma fiscalizada no FRANGO que consumimos, acho não irá sobrar nenhuma marca. É MUITA ÁGUA . Bandidagem pura também.

  • PEDRO diz: 8 de maio de 2014

    Pois é e esses cretinos da vigilância sanitária não permitem que os agricultores vendam leite in natura, queijos, salame, etc., tudo em nome da saúde pública. Será mesmo esse o motivo ou será que os agricultores não conseguem molhar (R$.) a mão deles?

  • João Luiz diz: 8 de maio de 2014

    Uma vez constatada irregularidade deveriam fechar a empresa imediatamente e não abrir mais. Esse é o problema do judiciário brasileiro, entram com recursos e protelam as ações e a saúde pública fica em segundo plano. Nesse caso são reincidentes e continuam vendendo leite tóxico.

    Quantas as marcas compram somente de duas empresas que possuem transporte próprio, pois conheço as duas empresas e conheço o sistema de análises laboratoriais realizadas pelas mesmas.

    Essas marcas que vivem no noticiário policial aparecem em promoções nos mercadões e o povão continua comprando por ser mais barato (num país sério seriam fechadas e processados por danos a saúde pública).

    O problema é que há muitos produtores adulterando também o leite, se uma empresa verifica adulteração de um produtor e recusa receber o leite, o produtor troca de empresa e continua entregando para outra empresa.

  • Rafael diz: 8 de maio de 2014

    Quero ver quando o MP e a PF chegarem a maior bacia leiteira do RS. Lá tem casos muito piores ocorrendo a anos, inclusive, existem laticínios com inspeção municipal ( só poderia comercializar em sua cidade ) vendendo queijos e derivados de leite em Porto Alegre. Já trabalhei com alimentos e concorria contra essas empresas. O preço deles é muito inferior ao que o mercado deveria operar, porém os queijos de péssima qualidade com baixo preço acaba vendendo com facilidade.

  • Nilson – Floripa diz: 8 de maio de 2014

    Na primeira vez que aconteceu essas fraudes estavam envolvidas Parmalat, Bom Gosto (que no site da Parmalat mostra como marca dela) e Mu-Mu. Nunca mais comprei qualquer um desses leites, mesmo estando mais barato que outros. Depois da segunda vez, já decidi nunca mais comprar leite do RS. Sempre que vou comprar uma marca nova verifico se o leite é desse Estado. Já que esse país é uma piada, nós consumidores deveríamos cuidar de acabar com essas marcas, pois se todos fizessem esse boicote, nunca mais esse tipo de coisa ocorre. Fico p. da vida quando vejo alguém comprando essas marcas.
    Essas fraudes freqüentes mostram a total impunidade e desrespeito do governo e justiça aos consumidores e é uma vergonha para o Brasil e para o RS. Fico na esperança que os leites que compro de Santa Catarina não estejam no mesmo esquema. Esse brasil (minúsculo mesmo) é uma vergonha total. Em qualquer outro país um pouco mais sério e esses vagabundos iriam ser severamente punidos para servir de exemplo.
    Falta coragem da população ir atrás desse bando e dessas fábricas e quebrar tudo. Se não têm medo da justiça, quem sabe tenham da revolta popular. Mas como disse o Gerdau, o povo (incluo nessa todo o povo brasileiro) é acomodado.

  • Roger Pinho diz: 8 de maio de 2014

    Apenas (á duras penas) sei,que temos quinze CCs para cada deputado que pagamos.Quantos fiscais temos para que o leite (e outros alimentos) nos chegue sadio às nossas mesas ?

  • Leite Compensado 5: presidente do Instituto do Leite pede punição exemplar para envolvidos em adulteração | Caso de Polícia diz: 8 de maio de 2014

    [...] Leite Compensado 5: Proprietários de indústrias são presos por adulteração no Vale do Taquari [...]

  • pedro diz: 8 de maio de 2014

    Pessoal, vamos parar de comprar leite. de qualquer marca. em uma semana tem leite saindo pelo PT, opa quero dizer ladrão.vamos fazer isso, nao vale enganar a si mesmo. ninguem vai morrer se ficar uma semana se tomar leite. alias pode ate acontecer o contrario….

  • BENHUR LUIZ SARTORETTO diz: 9 de maio de 2014

    o leite longa vida hollmann , não tem maquina para seu envasamento esse é envasado por outra indutria da região bem conhecida (vale do taquari ) e não foi citada na denuncia estão acobertando essa marca , pois esse leite circulou por equipamemtos que possivelmente tenha residuos a mita troca de leite entre as industrias ,porque é uma industria mior não falan ,olhem no rotulo que envasa o leite lv hollmann?

  • Operação Leite Compensado 6: Fraude continua no noroeste gaúcho e envolve cooperativa do PR | Caso de Polícia diz: 11 de junho de 2014

    […] Operação Leite Compensado 5. […]

  • Nova fraude do leite é investigada pelo MP em Santa Catarina e no norte do Rio Grande do Sul | Caso de Polícia diz: 19 de agosto de 2014

    […] Operação Leite Compensado 5. […]

  • Nova fraude: MP descobre água e sal em leite distribuído no norte do RS | Caso de Polícia diz: 3 de dezembro de 2014

    […] Leite Compensado 5. […]

  • Leite adulterado com água e sal era distribuído a grandes indústrias | Caso de Polícia diz: 3 de dezembro de 2014

    […] Leite Compensado 5. […]

  • Cooperativa de Erechim nega envolvimento em fraude de leite | Caso de Polícia diz: 4 de dezembro de 2014

    […] Leite Compensado 5. […]

  • Em nova fase da Leite Compensado, MP descobre adulteração para disfarçar leite estragado | Caso de Polícia diz: 13 de maio de 2015

    […] Operação Leite Compensado 5. […]

Envie seu Comentário