Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Justiça nega prisão preventiva de um dos suspeitos da morte do publicitário Kunzler em Porto Alegre

15 de maio de 2014 2

O juiz Joni Victória Simões, da 1ª Vara Criminal do Foro da Tristeza, negou pedido de prisão preventiva a Jaerson Martins de Oliveira, um dos suspeitos da morte do publicitário Lairson José Kunzler (68), em fevereiro, na zona sul de Porto Alegre. Ele chegou a ser preso em março, mas foi solto após a defesa apresentar vídeo com álibi dele, que estaria em outro local na hora do crime.  Na semana passada, nove pessoas foram indiciadas pela Polícia. Já em relação ao suspeito Ronaldo Cirne Coelho, a Justiça decretou a prisão preventiva dele.

Defesa apresentou vídeo com álibi do suspeito, que estaria em outro local na hora do crime / Foto: Reprodução

Defesa apresentou vídeo com álibi do suspeito, que estaria em outro local na hora do crime / Foto: Reprodução

Prisão revogada

Apesar de revogar a preventiva de Jaerson Martins, a Justiça destaca que ele vai continuar respondendo ao processo, só que em liberdade. O juiz Joni Simões entende que o suspeito já mostrou que não pretende fugir. Além disso, seu nome não é mencionado claramente nas escutas telefônica. As peças de roupas encontradas na residência dele, que seriam do atirador, não são suficientes para o decreto da prisão. O mesmo vale para as imagens usadas como álibi, que segundo a Justiça, não afastam e  não comprovam até o momento que ele estivesse no local de trabalho. No entanto, a situação pode ser revista se houver fatos novos para sustentar a prisão.

Sobre Ronaldo Coelho, o magistrado entendeu que houve dificuldade em efetuar a prisão dele, já tem antecedentes criminais e as escutas telefônicas comprovam o envolvimento dele. O suspeito disse que só fala em juízo e que colabora com o processo se tiver delação premiada.

Suspeitos

Entre os nove suspeitos envolvidos no crime, Samuel Goulart Borba foi assassinado e Ronaldo Cirne Coelho foi preso no velório dele. Estão presos: Silon Corrêa de Oliveira, Daniel dos Reis, Diogo Matos dos Santos, Rogério Laurentino e Guilherme Cirne Coelho. Também estão envolvidos no fato Cleiton Luciano Santos Rodrigues, Jason Anderson e o Jaerson Martins, que teve a preventiva revogada. No momento, o Ministério Público apura o caso, podendo ou não oferecer denúncia.

O crime

O publicitário Lairson José Kunzler foi morto quando entrava em casa no dia 24 de fevereiro. Kunzler foi seguido desde o bairro Moinhos de Vento, onde havia sacado R$ 44,2 mil de uma agência. O dinheiro, que estava em um malote, foi levado pelos criminosos.

Saiba mais:

Nove pessoas são indiciadas pela morte do publicitário Kunzler em Porto Alegre.

Justiça prorroga prisão temporária de suspeito de matar publicitário Lairson Kunzler.

Homem executado na Restinga era investigado no assassinato do publicitário Kunzler na zona sul de Porto Alegre.

Polícia e defesa aguardam laudos periciais para saber quem matou publicitário em Porto Alegre.

Vídeo mostra momento em que dupla aborda publicitário morto na zona sul de Porto Alegre.

Preso suspeito de matar publicitário na zona sul de Porto Alegre.

Comentários (2)

  • MP denuncia dois dos nove indiciados pelo assassinato do publicitário Kunzler na zona sul de Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 16 de maio de 2014

    [...] Justiça nega prisão preventiva de um dos suspeitos da morte do publicitário Kunzler em Porto Aleg…. [...]

  • Negada liberdade a um dos suspeitos do assassinato do publicitário Kunzler na zona sul de Porto Alegre | Caso de Polícia diz: 8 de julho de 2014

    […] Justiça nega prisão preventiva de um dos suspeitos da morte do publicitário Kunzler em Porto Aleg…. […]

Envie seu Comentário