Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dois indiciados por tumulto no Tesourinha respondem por outros atos de vandalismo

04 de junho de 2014 4

A Polícia Civil confirmou em entrevista coletiva nesta quarta-feira (4) que duas das cinco pessoas indiciadas hoje pelo tumulto no Ginásio Tesourinha, durante audiência do Transporte Público em março deste ano, já respondem por outros atos de vandalismo na Capital.

A polícia inidicou hoje Sheila Loureiro da Rosa, 24 anos, Fabrizio Dall Bello Arriens, 29 anos, Guilherme Gil da silva, 31 anos, e Rodrigo Barcelos Brizola por dano ao patrimônio público. Já Sergio Luis de Montmorency Botelho Pestana, 20 anos,  foi indiciado por explosão, por causa de bombas lançadas no ginásio.

Segundo o delegado Paulo Cesar Jardim, o professor Guilherme da Silva já havia sido preso e indiciado por vandalismo na Catedral Metropolitana e no museu Julio de Castilhos, em setembro do ano passado. Rodrigo Brizola havia sido indiciado e denunciado pela depredação do Palácio da Justiça em julho de 2013, durante protestos na Capital.

* Veja o vídeo divulgado pela Polícia sobre o tumulto:

A polícia diz que foram jogadas de 8 a 10 bombas no Tesourinha e que todas as ações foram comprovadas por meio de fotos e vídeos. O inquérito terá complemento porque outras duas pessoas envolvidas serão identificadas e indiciadas.

Saiba mais:

Polícia vai indiciar pelo menos seis pessoas por tumulto no Tesourinha.

Polícia investiga se pessoas presas por vandalismo em 2013 danificaram o Tesourinha.

Prefeitura irá responsabilizar grupo por vandalismo em audiência pública na Capital.

Audiência pública sobre transporte da Capital é encerrada por falta de segurança.

Comentários (4)

  • fernando diz: 4 de junho de 2014

    Professor! Meu Deus! imagina o que anda ensinando para os alunos! Deveria ser demitido imediatamente!

  • Larissa diz: 4 de junho de 2014

    Engraçado que os policiais que cometeram vários tipos de delitos em todos os protestos que já aconteceram em POA estão livres leves e soltos. Apurar os abusos da BM ninguém quer né? Ainda bem que não estamos na ditadura, senão não poderíamos nem estar emitindo nossa opinião aqui…Tem que ter igualdade de tratamento, queremos justiça! Punam-se todos: BM e vândalos!

  • Só falo a verdade diz: 4 de junho de 2014

    Sempre o tal do Brizola no meio do bolo. VSF, PQP!

  • Arno Auri diz: 4 de junho de 2014

    Eu gostaria de dizer apenas uma coisa para a Larissa que postou o comentário acima: Não sei se você viveu na ditadura, mas não havia nenhum perigo para as pessoas de bem naquela época, nem da parte da polícia e nem dos bandidos, sabe por quê? Baderneiro e bandido não tinha vez, apanhavam ou morriam, não ficavam impunes, mas a polícia não batia por prazer de bater, mas somente em quem não sabia se portar com civilidade e isso está fazendo falta agora!!! O papel da polícia é esse mesmo, manter a ordem usando os meios que se fizerem necessários.

Envie seu Comentário