Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Presa quadrilha de roubos liderada por suspeito de matar ex-secretário Eliseu Santos

10 de novembro de 2014 4
Operação foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Operação foi deflagrada na manhã desta segunda-feira (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

A polícia deflagrou na manhã desta segunda-feira (10) uma operação para desarticular quadrilha que roubava veículos, empresas e residências na Região Metropolitana de Porto Alegre e que era liderada pelo suspeito de matar, em 2010, o ex-secretário da Saúde da Capital, Eliseu Santos. Eliseu Pompeu Gomes, 27 anos, foi preso e solto várias vezes depois do crime e desde março deste ano, após roubo a um estabelecimento comercial no Vale do Sinos com reféns e tiroteio com a Brigada Militar, ele segue no sistema prisional.

A quadrilha, com 20 integrantes identificados, seguiu agindo e por isso hoje são cumpridos 32 mandados de busca e 14 de prisão em quatro cidades: Canoas, Esteio, São Leopoldo e Sapucaia do Sul. Até agora, 12 pessoas foram presas.

O grupo é investigado há um ano pelo delegado Thiago Lacerda, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Canoas, logo após Eliseu Gomes fugir de blitz da Polícia Rodoviária Federal na BR-116.

Imagens flagram Eliseu Pompeu Gomes em roubo a posto de combustíveis antes de ser preso / Foto: Divulgação Polícia

Imagens flagram Eliseu Pompeu Gomes em roubo a posto de combustíveis antes de ser preso / Foto: Divulgação Polícia

Saiba mais:

Suspeito de matar ex-secretário Eliseu Santos é procurado por roubo de veículos.

Acusado da morte do ex-secretário Eliseu Santos é preso após perseguição na BR-116.

Acusados pela morte do ex-secretário Eliseu Santos vão a Júri.

Caso Eliseu Santos: Mais dois réus vão a Júri.

Investigação

Desde outubro do ano passado, quando Eliseu Gomes fugiu de blitz na BR-116, começou a investigação que culminou hoje com a Operação Elísio, com um total de 120 policiais. O grupo tem base em Esteio e Sapucaia do Sul e age em toda a Grande Porto Alegre, roubando veículos, residências, empresas e estabelecimentos comerciais, além de trocar tiros com a polícia e manter vítimas reféns. Após a morte do secretário da Saúde da Capital, em fevereiro de 2010, o suspeito foi solto e preso pelo menos três vezes e agora, mesmo detido há oito meses, segue comandando a quadrilha.

“Ele é considerado um dos ladrões mais perigosos do Rio Grande do Sul”, diz Lacerda.

Ousadia e arrastão

De acordo com o delegado Lacerda, durante a investigação, foram identificados e presos em flagrantes três integrantes do grupo criminoso realizando um “arrastão”, roubo em sequência de quatro veículos nas cidades de Ivoti e Estância Velha. Na ocasião, Eliseu Gomes escapou.

Além de agir com violência, o grupo também é ousado. Neste ano, no primeiro trimestre, roubaram um carro e depois os suspeitos assaltaram fiéis da Igreja Nossa Senhora dos Navegantes, a 50 metros da Academia de Polícia, zona norte de Porto Alegre. Depois, seguiram para Sapucaia do Sul e assaltaram posto de combustíveis que fica a uma quadra da 1ª Delegacia da cidade. O grupo também roubou e furtou diversos veículos em Canoas.

Prisão

Eliseu Gomes foi preso no dia 9 de março deste ano após fazer reféns e trocar tiros com a Brigada Militar durante roubo a estabelecimento comercial em São Leopoldo. Na ocasião ele foi baleado e teve ferimentos leves.

Viatura da Brigada Militar foi alvejada após roubo com reféns em São Leopoldo, quando Eliseu Gomes foi preso / Foto: Divulgação Polícia

Viatura da Brigada Militar foi alvejada após roubo com reféns em São Leopoldo, quando Eliseu Gomes foi preso / Foto: Divulgação Polícia

Caso Eliseu Santos

Após a prisão de Eliseu Gomes, a Justiça decretou a prisão preventiva dele com o objetivo de mantê-lo preso. Ele é acusado de ser o autor da morte do ex-deputado estadual, vice-prefeito e secretário de saúde de Porto Alegre Eliseu Felippe dos Sanos, ocorrido no dia 26 de fevereiro de 2010. Outro denunciado foi Fernando Júnior Treib Krol. Após cinco anos, o processo com sete réus teve cisão em três partes. Eliseu Gomes e Fernando Krol vão a Júri em 2015.

O delegado Thiago Lacerda investiga Eliseu Gomes por ser o líder da quadrilha que rouba veículos, residências e empresas em geral na Grande Porto Alegre. Ele tem antecedentes criminais por receptação, roubo de veículo, homicídio qualificado, tentativa de homicídio, posse de drogas, adulteração de veículos, porte ilegal de arma de foto e formação de quadrilha armada.

Polêmica

Sobre o Caso Eliseu Santos, mesmo com toda uma ficha criminal envolvendo roubos, a morte do ex-secretário da Saúde da Capital causou polêmica pelo fato da Polícia entender que houve tentativa de roubo de carro seguida de morte e a Promotoria entendeu que houve crime encomendado.

 

Comentários (4)

  • Acusado de matar ex-secretário da Saúde recebia celulares dentro da prisão para comandar roubos | Caso de Polícia diz: 10 de novembro de 2014

    […] Acusado de matar ex-secretário da Saúde recebia celulares dentro da prisão para comandar roubos […]

  • Alívio diz: 10 de novembro de 2014

    Finalmente os marginais ladrões de carros de sapucaia estão sendo presos. Depois de anos e anos vivendo como marajás e arruinando a vida das pessoas, agora parece que teremos uma trégua, só não sabemos até quando.

  • márcio roberto mohr diz: 10 de novembro de 2014

    Parabéns para a Polícia Civil por mais essa operação.

  • Escutas telefônicas revelam como agia quadrilha liderada de dentro de presídio | Caso de Polícia diz: 10 de novembro de 2014

    […] Civil divulgou, com autorização da Justiça, escutas telefônicas que revelam como agia a quadrilha desarticulada nesta segunda-feira (10). O grupo atuava na Região Metropolitana de Porto Alegre e no Vale dos […]

Envie seu Comentário