Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Polícia procura imagens de mulheres que abordaram taxista torturado na zona Sul de Porto Alegre

27 de abril de 2015 0
Cativeiro ficava na Vila dos Sargentos e taxista foi obrigado a comer fezes / Foto: Brigada Militar

Cativeiro ficava na Vila dos Sargentos e taxista foi obrigado a comer fezes / Foto: Brigada Militar

A 6ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre recebeu na manhã desta segunda-feira (27) a ocorrência sobre um taxista de 22 anos que foi libertado de cativeiro após dez horas sendo mantido refém por criminosos. A delegada Áurea Hoeppel diz que o primeiro objetivo é procurar imagens de câmeras de segurança ou de alguma casa ou estabelecimento comercial para tentar identificar duas mulheres que, inicialmente, pegaram a corrida no shopping Praia de Belas na madrugada deste domingo (26). O segundo objetivo será ouvir a vítima, que é de Alvorada e ainda não teve nome divulgado.

Sequestro e tortura

O caso foi atendido pela Brigada Militar, que chegou no cativeiro ainda no final da madrugada de ontem. Após apuração inicial, os PMs prenderam um suspeito, que estava em outro táxi, e detiveram um adolescente, que levou os policiais até a vítima, na Vila dos Sargentos, bairro Serraria, zona Sul da Capital. O táxi foi localizado por meio de GPS na localidade do Beco do Guará.

Em depoimento inicial, o taxista disse que foi torturado, ameaçado de morte e obrigado a comer fezes. Ele acredita que pretendiam usar o veículo para cometer um assalto. A Polícia Civil suspeita que o caso tenha envolvimento com o de outros taxistas desaparecidos e realiza buscas para encontrar mais integrantes da quadrilha.

“Apesar de estarmos tratando, inicialmente, como roubo, nada é descartado e a história está muito estranha. Vamos averiguar tudo”, diz a delegada Áurea Hoeppel.

Saiba mais:

Após dez horas, taxista é libertado de cativeiro na zona Sul de Porto Alegre.

Envie seu Comentário