Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Polícia procura pistas de taxista desaparecido em cativeiro onde outro motorista foi torturado na Capital

06 de maio de 2015 0
Cativeiro na Vila dos Sargentos, local na zona Sul onde polícia tenta encontrar provas sobre taxista desaparecido na zona Leste / Foto: Polícia Civil

Cativeiro na Vila dos Sargentos, local na zona Sul onde polícia tenta encontrar provas sobre taxista desaparecido na zona Leste / Foto: Polícia Civil

Sem novidades sobre o paradeiro do taxista Luciano Juceli da Silva Jaime, 42 anos, desaparecido desde 13 de abril na zona Leste da Capital, a polícia tenta encontrar pistas sobre o paradeiro dele na zona Sul da cidade. A equipe da 5ª Delegacia de Homicídios esteve no local onde outro taxista foi mantido refém e torturado dia 26 de abril, na Vila dos Sargentos. A delegada Jeiselaure Souza destaca que Luciano pode ter sido vítima do mesmo grupo. A casa foi periciada e amostras de sangue foram colhidas de vários locais. O objetivo é confrontar DNA dos familiares com o material coletado.

“Vamos aguardar a perícia para ver se tem algum perfil genético compatível. E se tiver outros, teremos mais perfis para comparar com o de outros desaparecidos naquela região”, diz a delegada Jeiselaure.

A suspeita é de que o sangue encontrado no local não seja do taxista torturado e que sobreviveu. O veículo foi localizado no Parque Saint Hilaire, em Viamão. O motorista não tinha antecedentes criminais

Cativeiro

Uma cena de horror, descreve a delegada. No local onde um taxista foi torturado, após ser abordado por duas mulheres perto do shopping Praia de Belas, a polícia encontrou sangue por todo o lado. Fios desencapados perto de mangueiras para dar possíveis choques nas vítimas, cordas para enforcamentos, vidros, bem como uma mesa de pedra onde vítimas teriam sido mutiladas.

Mesa de pedra onde vítimas foram torturadas em cativeiro / Foto: Polícia Civil

Mesa de pedra onde vítimas foram torturadas em cativeiro / Foto: Polícia Civil

Em relação ao caso do taxista torturado e que teve de ingerir até fezes, ele foi salvo após a Brigada Militar chegar no cativeiro. A 6ª Delegacia de Polícia indiciou quatro suspeitos e pediu a internação de dois adolescentes. Dois suspeitos seguem foragidos. O local é área dos Bala na Cara e a delegada Áurea Hoeppel confirmou que integrantes desta quadrilha estavam por trás deste crime. Já na área do Beco dos Cafunchos, no bairro Agronomia, zona Leste, a delegada Jeiselaure destaca que a área é de grupo rival, pertencente ao traficante Cristiano Souza da Fonseca, o Teréu, que é investigado por ser o mandante da morte de outro traficante, Alexandre Goulart Madeira, o Xandi, no início do ano em Tramandaí. Ele comandava o tráfico no condomínio Princesa Isabel, no bairro Santana.

Fio usado para dar choque nas vítimas / Foto: Polícia Civil

Fio usado para dar choque nas vítimas / Foto: Polícia Civil

Saiba mais:

Polícia Civil indicia suspeitos de torturar taxista na zona Sul de Porto Alegre.

Após uma semana, polícia ainda procura por taxista desaparecido.

Envie seu Comentário