Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Número de inativos na BM é maior que o atual efetivo da corporação

11 de setembro de 2015 16

Charles Guerra/Agência RBS

* Por Cid Martins

Pela primeira vez na história, o número de inativos na Brigada Militar (BM) é maior do que o atual efetivo da corporação. Segundo dados do próprio Comando, hoje há mais de 21 mil PMs na reserva, e o total de brigadianos nas ruas e em quartéis do Rio Grande do Sul é de 20.542.

Seis policiais civis e militares se aposentam por dia no Estado

O número de ativos ainda tende a diminuir pelo fato de que o governo não está chamando os 2 mil concursados. Outro fator para a redução do efetivo é o aumento do número de aposentadorias.

Ao todo, 1.239 policiais foram para a reserva entre janeiro e agosto, número que já é quase o total de todo o ano de 2014 (1.264). Além disso, deve aumentar mais neste ano. Há 660 pedidos em análise, podendo chegar até 2 mil casos até dezembro.

Ainda segundo dados da BM, 18 policiais militares morreram em atividade neste ano. Houve também 154 exclusões na corporação.

Entidades de classe acreditam que o aumento dos reservistas se deve, em parte, ao parcelamento dos salários.

Comentários (16)

  • charles diz: 11 de setembro de 2015

    as regras da aposentadoria estão na lei, completando, o policial, seu tempo de serviço, é seu direito aposentar-se o que, muitos não faziam pois recebiam horas extras e adicional de permanência, maneira pela qual melhoravam seus baixos salários. No momento que o governo corta tais vantagens, qual o motivo para o policial continuar na ativa? aposenta-se e vai fazer bicos na iniciativa privada, esta é a realidade.

  • empresario diz: 11 de setembro de 2015

    se aposentam muito novos ainda. tá cheio de bm aposentado cheio de saúde, jogando bola, etc. poderiam trabalhar ainda muito tempo no estado, apenas limitando algumas atividades. por essa e outras a previdencia tá quebrada. no mínimo deveriam trabalhar até os 60 anos.

  • SANTOS diz: 11 de setembro de 2015

    Cadê a nomeação dos 2.500 aprovados no último concurso??

  • gil diz: 11 de setembro de 2015

    De quatro em quatro anos os desgovernos forçam as aposentadorias dos PMs, pois já pagam um miséria, e se ficar na atividade sem nenhum atrativo, sem status, e correndo riscos excessivos o policial é forçado a sair. Como está acontecendo agora. O governo abriu mão da segurança, por quê?

  • Luiz Carlos Zanoni diz: 11 de setembro de 2015

    Posso estar errado mas creio que grande parte está plenamente apta a exercer um trabalho de apoio, por exemplo, em sua comunidade, vila, bairro ou rua.
    Um pouco de criatividade, incentivo a patrocínio de empresas, criação de equipes de trabalho na comunidade com apoio das prefeituras, ajuda de custo, refeição etc…etc…
    Que nossas autoridades descubram novos caminhos para algo que já bateu no limite: insegurança.

  • Renato Fraga diz: 11 de setembro de 2015

    Notícia TOTALMENTE tendenciosa, pois o efetivo PREVISTO da BM, é mais de 33.000 PM. O que estamos vendo é TOTAL falta de planejamento e interesse dos Governantes. Hoje, estão em condições de inclusão, mais de 2.500 Concursados. Sobre as aposentadorias, estão TODAS de acordo com a Lei, e TODOS são concursados. A quem interessa essa notícia???

  • Sérgio Franco diz: 11 de setembro de 2015

    A legislação está posta dessa forma, não há como agora criticar uma categoria que há muito sofre com salários, atrasos nas reposições e avanços. Por certo muitos PM se aposentam cedo, mas devemos considerar que são concursados, arriscam suas vidas, ganham pouco e o stress no trabalho é muito maior que qualquer outra atividade, se querem PM permanecendo na ativa ou que permaneçam em suas atividades como outros setores da sociedade, valorize mais essa profissão começando pela remuneração, condições de trabalho e valorização acima de tudo.

  • Humberto Pereira diz: 11 de setembro de 2015

    Uma sugestão. Estes que estão inativos, talvez queiram voltar à ativa, óbvio, aqueles que tiverem condição ainda, então o governo pode reativá-los, aumentar um pouco seus ganhos, sem contratar mais pessoal, o que geraria mais custos. Que tal?

  • Vania Severo diz: 11 de setembro de 2015

    Cada estado tem a sua policia, aqui no sul, o governo abril mão da segurança, vamos esperar o que desses profissionais ganhando uma miséria e ainda recebendo parcelado, menos que o salario minimo, temos que fazer uma campanha, para os marginais, só assaltar que tem dinheiro.

  • Lauro Machado de Oliveira diz: 11 de setembro de 2015

    As aposentadorias são decorrentes da falta de investimento na segurança, corte nas horas extras, diárias, atraso nos salários, promoções. Os policiais da BM e PC que trabalham em POA e grande POA fazem bicos para sobreviver, com isso tem dois empregos e vivem cansados e sem tempo para a família, se aposentando ficam somente com um emprego “o bico”.

  • Julio cesar diz: 11 de setembro de 2015

    A quem interessa essa notícia??? além do mais quem tem que trabalhar até 60 anos é quem fica no ar condicionado no escritório não se arrisca, não aquele que sai de casa e não sabe se volta meu amigo. Mais que que merecida esta aposentadoria 30 anos não é 30 dias.

  • Fernando diz: 11 de setembro de 2015

    Aproveitar a experiência dos BM’s da reserva para treinar os concursados a serem nomeados é uma das alternativas para que não piore ainda mais a situação. Afinal, quando os novatos ingressarem, vão tirar ainda mais pessoal das ruas para dar treinamento? Sem contar que esses novatos precisam de acompanhamento por algum tempo. NOMEAÇÃO DOS CONCURSADOS URGENTE!

  • eliseu diz: 11 de setembro de 2015

    O quadro de policiais Civis e Militares só tende a diminuir, concursos nunca são realizados continuamente para cobrir a falta de policiais que se aposentam e, quando são realizados, o número de candidatos nunca atende a demanda, então conclui-se que o efetivo das duas policias tende a diminuir. Considerando, ainda, o baixo salário e pouco investimento nessas áreas poucos se animam a seguir essas carreiras de alta periculosidade.

  • Lise diz: 11 de setembro de 2015

    Se os governos eleitos (sempre os mesmos e pelos mesmos eleitores), não atualizam as necessidades reais de efetivos seja de policia, brigada e outros serviços, apenas criam é cabides de empregos de amigo de partido, ou seja os comissionados o que mais pode acontecer que a falta de serviço publico realmente trabalhando p/o povo que os paga? Tudo que é dinheiro público é desvirtuado e dado fins que os politicos bem entendem. Nunca há uma auditoria nas contas que demonstre quanto entrou e onde foi cada centavo de $ público. A federalização que come tudo que os estados produzam é um exemplo disto.Sustentamos milhares, bem sentados com salários de mais de 20 mínimos – A CEEE p.exemplo não esta falida e com processos trabalhistas a explodir? Então como tem Engenheiro ganhando 60 mil reais, economista 40 mil reais? E A PGE cheio de gente ganhando mais de R$30 mil reais! Todos bem sentados e no ar condicionado por pelo menos 30 anos!E não é um ou dois são centenas nisto . Mas quem tem de meter cara aos tiros da marginalhada paga a bolsa pelo Putê NÂO GANHA NADA MAIS QUE MELECA DE SALÀRIO que sequer dá pra pagar um aluguel num lugar (= ou -) Seus miseros salários não pagam nem o custo de seu funeral. O povo na sua omissão perpetua mantém a vampirada no poder é justo que agora nos tempos modernos onde o jeitinho SIFU pague pelas suas omissões. Decerto vão querer que as pessoas se aposentem no caixão ou quando levarem um balaço que os deixará tetraplégico. Então criem cargos pra escravos! Correr atrás de bola e correr atrás de marginal e fugir deles é coisa pra gente com menos de 40 anos! No Brasil a maioria dos homens esta acabado com mais de 45 anos, cheios de doenças circulatórias, metabólicas, neurológicas e ósseas, dai vai por cara de 50 anos atrás de marginal kkk.Olhem a foto das pessoas aos 20,30 e 40 e aos 50 (a própria na maioria das vezes) que verão que gente detonada de saúde o brasileiro é. Uma velharada aos 45 anos, pois a maioria tem a cara de 60!

  • gil diz: 11 de setembro de 2015

    Parabéns, Lise, escreveu tudo e ainda desenhou, é bem assim mesmo. Que tal a RBS, focar nos ex-governadores, além de falir o Estado ainda tem aposentadoria sem concurso público

  • Luciano diz: 25 de novembro de 2016

    Pra quem é empresário é fácil falar em se aposentar aos 60 anos, agora quero ver trabalhar arriscando a vida a toda a hora, com alto nível de extresse, não aguentaria chegar ao final com vida ou com saúde , na iniciativa privada com o provável aumento aos 65 anos, aumentará as micros empresas, comércio informal, a maioria com rendas não declarada, por causa da corrupção política, quem paga a conta é a população e as classes executivas, quero ver mexer no judiciário e legislativo, teto salarial tem brechas, com acúmulos de aposentadorias , a BM tem rombos como em varias instituições públicas, e privatizar também não é a solução, por haver licitações fraudulentas em varias prestadoras de serviços, a BM pode enxugar de várias formas, acabem com a justiça Militar, os FGS no palácio da polícia, as diferenças de graduação, compactando as unidades militares, a politização que conrronpe a instituição e agrega militares com gastos públicos, policiais se apoentam cedo e continuam a trabalhar de segurança privada (bicos), porque perdem penduricalhos que não são pagos no contracheque mas sim em folhas suplementares, não tem um salário digno é nem incentivo para continuar trabalhando na instituição e muito menos um plano de carreira para permanecer mais tempo, o rombo da Petrobrás, a superfatuacao das obras da copa das olimpíadas e a roubalheira da política dos partidos, recai agora sobre policiais e professores, senhores colham um caos no aumento da criminalidade, e um um índice de analfabetos cada vez maior. Porque não reforma política , no Ministérios, no Judiciário??

Envie seu Comentário