Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Telefonia tem prejuízo superior a R$ 40 milhões com desvio de dados de clientes para call centers

13 de janeiro de 2016 0

Uma empresa de telefonia teve prejuízo superior a R$ 40 milhões em um ano devido esquema criminoso que desviava dados de clientes para call centers no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. A informação é da Polícia Civil, que na manhã desta quarta-feira (13) desencadeou nos dois estados a segunda etapa da operação Spy. Um grupo de 20 pessoas, empresários e “crackers”, indivíduos que praticam a quebra de um sistema de segurança de forma ilegal ou sem ética, furtavam dados das telefônicas, repassavam para os call centers e revendiam para grupos concorrentes.

* Veja o vídeo da operação Spy 2, desencadeada na manhã desta quarta-feira:

A delegada Sílvia Coccaro de Souza, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e responsável pela ação, destaca que o prejuízo pode ser maior ainda pelo fato de que o trabalho continua e deve se estender para outros estados. Hoje foram cumpridos 22 mandados de busca em Porto Alegre e Cachoeirinha (RS), além de Araranguá e São José (SC). Os principais alvos foram nove call centers e um escritório de contabilidade. A delegada lembra que os clientes também são lesados, já que tiveram dados repassados ilegalmente, e orienta que procurar o Procon.

 Investigação

O trabalho começou com a operação Spy 1, em dezembro de 2014, quando até um call center fictício foi montado pelos criminosos. Depois disso, houve quebra de sigilo bancário e telefônico dos suspeitos. Com isso, novos criminosos foram identificados nesta segunda etapa. A empresa de telefonia lesada auxiliou no trabalho policial. Os principais crimes detectados são: invasão de dispositivo cibernético – já que os suspeitos invadiram o sistema de uma empresa de telefonia para desviar senhas e dados para depois enviar para call centers revenderem a concorrentes; lavagem de dinheiro -já que revendem as informações para laranjas; concorrência desleal; associação criminosa e estelionato.

Call Center em Cachoeirinha foi um dos alvos investigados / Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha

Call Center em Cachoeirinha foi um dos alvos investigados / Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha

Saiba mais:

Polícia investiga esquema que desvia dados de empresa de telefonia para call centers.

Envie seu Comentário