Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dois acusados de assassinar ex-secretário Eliseu Santos em Porto Alegre irão à júri em maio

29 de fevereiro de 2016 1

* Por Vitor Rosa e Cid Martins

ex-secretário de Saúde de Porto Alegre Eliseu Santos ocorrida na noite de 26 de fevereiro de 2010

Morte de ex-secretário de Saúde de Porto Alegre Eliseu Santos ocorreu na noite de 26 de fevereiro de 2010

Os réus Eliseu Pompeu Gomes e Fernando Júnior Treib Krol, acusados de envolvimento na morte do ex-secretário de saúde e ex-vice-prefeito de Porto Alegre Eliseu Santos,  irão a julgamento pelo Tribunal do Júri no 19 de maio deste ano. A data inicial era 28 de janeiro, mas foi transferida devido à mudança da juíza titular.

A decisão pelo júri foi do juiz Volnei dos Santos Coelho, da 1ª Vara do Júri do Foro Central. Mas a nova data foi decidida pelo juiz Maurício Ramires, também da 1ª Vara do Júri.

* Veja trecho da decisão:

Vistos. Considerando a recente remoção da Juíza titular deste Juizado e a inviabilidade de realização de julgamentos no mês de janeiro pela Juíza que atuará em substituição naquele período, transfiro o julgamento deste feito para a data de 19/05/2016, às 9h30min. Registro que o Juízo não dispõe de pauta mais próxima. Intimem-se“.

Os réus são acusados de homicídio triplamente qualificado. Segundo a denúncia do Ministério Público, os disparos foram efetuados pelo assaltante Eliseu Gomes.

No momento do crime, o atirador estava acompanhado de Fernando, apelidado de “Alemão”. A dupla ainda responde por receptação e adulteração de veículo, uma vez que o carro utilizado no crime foi roubado. O crime aconteceu na noite do dia 26 de fevereiro de 2010, na Rua Hoffmann, no bairro Floresta. Eliseu estava acompanhado da mulher e da filha quando foi atingido por dois tiros.

Processo

Em 2013, o processo foi dividido em três partes pela 1ª Vara do Júri. Outros dois réus são Marcelo Machado Pio e Jonatas Pompeu Gomes, que também vão à Júri, além de Marco Antônio de Souza Bernardes, Cássio Medeiros de Abreu e José Carlos Elmer Brack. A Justiça decidiu pela cisão do processo devido à ausência de dois dos sete réus em uma das audiências.

A morte do ex-secretário da Saúde da Capital causou polêmica pelo fato da Polícia Civil entender que houve tentativa de roubo de carro seguida de morte e a Promotoria entendeu que houve crime encomendado.

Reincidência 
Além da morte do ex-secretário, Eliseu Gomes foi condenado a 49 anos de prisão em regime fechado pela tentativa de homicídio contra policiais militares e três roubos em São Leopoldo. Em novembro de 2014, uma quadrilha de roubo de veículos comandada por Gomes foi desarticulada em operação da polícia civil.

Fernando também foi preso em março do ano passado por tráfico de drogas, em Canoas. Ele foi detido em flagrante no bairro São Luís, de Canoas, pela 3ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc). O delegado Rafael Pereira diz que foram apreendidos com ele três carregadores de pistola, R$ 3 mil, comprimidos de ecstasy, pequena porção de maconha, ceduleira, sete celulares e um veículo Audi.

Comentários (1)

  • José Carlos diz: 29 de fevereiro de 2016

    Sabe as coisas neste pais são mesmos engraçadas para não dizermos outra coisa, o tal “zé bonitinho” que pertencia ou pertence a uma quadrilha ramificada em Sapucaia do Sul especialistas em roubo de carros e que todo mundo conhece e que já possui segundo a noticia acima condenações que somam 49 anos, deverá na melhor das hipóteses (para ele naturalmente) ser condenado a algo em torno de 20 anos que somado aos 49 anos que pelo jeito já “transitou em julgado” (que expressão bonita esta do nosso idioma e como diz o cara aquele dos gols da rodada no fantástico quando se refere a algo pitoresco fazendo a pergunta – o que significa?? e ele mesmo responde nada) ter um somatório de condenações em torno de 69 anos e ai que vem a coisa engraçada, por lei ninguém pode cumprir ou ser condenado penas superiores a 30 anos, ou seja se o nosso “zé das candongas” tiver que cumprir 30 anos na melhor das hipóteses (novamente em beneficio dele) e devido a progressão da pena deverá cumprir 1/6 da pena que corresponderá a 5 anos no caso em tela (outra palavra que me amarro) e receberá o beneficio do regime semi-aberto, o que permitirá que retorne as atividades da empresa Robauto S/A ….. que Deus tenha piedade de nós !

Envie seu Comentário