Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Professor de Imbé procurado por assédio cria perfil falso nas redes sociais para se comunicar com vítimas

04 de maio de 2016 8
José Fernando da Silva, suspeito de molestar dez alunas, teria criado este perfil para tentar falar com as vítimas / Foto: Reprodução  José Fernando da Silva, suspeito de molestar dez alunas, teria criado este perfil para tentar falar com as vítimas / Foto: Reprodução

José Fernando da Silva, suspeito de molestar dez alunas, teria criado este perfil para tentar falar com as vítimas / Foto: Reprodução

A Polícia Civil segue procurando o ex-professor de música em Imbé José Fernando da Silva, 36 anos, indiciado por assédio sexual e estupro de alunas, e apura o fato de que ele estaria criando perfis falsos nas redes sociais para tentar se comunicar com as vítimas. O delegado Antônio Ractz descobriu um perfil no Facebook com mensagens para meninas que registraram ocorrência contra o foragido. Já foram confirmadas dez vítimas, algumas delas foram molestadas por uma década.

Silva, que chegou a ser maestro da Orquestra Sinfônica Municipal no período de 2002 a 2016, teve prisão preventiva decretada pela Justiça. Como não foi localizado pela polícia, o nome dele foi inserido na lista de procurados. Ractz diz ainda que o suspeito foi procurado em várias cidades da Região Metropolitana, mas não foi localizado. O maestro foi indiciado por assédio sexual majorado, com pena de detenção até dois anos e oito meses, e por estupro de vulnerável, com pena de reclusão até 15 anos.

A polícia não informou o teor das mensagens do suspeito para as vítimas, já que há informações importantes que podem ajudar na localização de Silva. A Polícia Civil segue solicitando informações da população sobre o paradeiro do maestro. Para tanto, disponibiliza site e telefones:

Telefones: (51) 3627-2455, (51) 3627-1176 e (51) 3627-2204, da Delegacia de Polícia de Imbé.
Site: www.pc.rs.gov.br
Whatsapp e telegram: (51) 84187814

Maestro é procurado pela Polícia / Foto: Reprodução

Saiba mais:

Professor que assediou alunas por mais de uma década em Imbé está foragido.

Comentários (8)

  • Denis de Paula diz: 4 de maio de 2016

    No Central vai aprender a tocar “flauta” de costas… ah se não vai…

  • Tião diz: 4 de maio de 2016

    Matéria incompleta. O acusado criou perfis falsos nas redes para comunicar-se com as vítimas dizendo o que? Pretendendo o que?
    Ou seja, ele está ameaçando quem o denunciou? Ou pedindo para retirarem as denúncias? Jurando amor? Ou ainda para pedir desculpas?
    O texto não fala o que a manchete comunica.

  • Felix diz: 4 de maio de 2016

    Que perigo essa reportagem! A primeira foto aí em cima, do “Jose Martins”, é do perfil falso, não do próprio acusado! Já pensou o problema que isso pode criar pro rapaz da foto? Retirem a imagem do perfil falso!!

  • Tião diz: 4 de maio de 2016

    Sim, agora ficou bem melhor após a edição. Agora consta que a polícia é que não quis informar o teor das mensagens para não prejudicar as investigações.
    Antes estava no ar, sem qualquer menção ao que o acusado estaria pretendendo com os contatos.
    Muito obrigado pela atenção aos leitores Cid. Seu trabalho é ótimo.

  • Junior diz: 4 de maio de 2016

    Parabéns, Cid. É o único que vejo responder aos comentários dos usuários aqui nos blogs da RBS. Sucesso!

Envie seu Comentário