Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Acusados de matar médica em assalto na Capital são denunciados pelo MP

12 de setembro de 2016 1
Médica foi morta em assalto na zona norte / Foto: Polícia Civil

Médica foi morta em assalto na zona norte / Foto: Polícia Civil

* Por Vitor Rosa

Os quatro acusados da morte da médica Graziela Müller Lerias, de 32 anos, em um assalto na esquina da avenidas Ceará e Sertório, foram denunciados no dia 9 de setembro. O crime ocorreu zona norte da capital, no dia 15 de agosto. A denúncia do Ministério Público entendeu que todos participaram do latrocínio – roubo seguido de morte – e também de fraude processual, já que o carro da vítima foi queimado para apagar provas.

Foram denunciados David Moreira de Oliveira, 21 anos, Bruno Luz de Oliveira, 20, Fábio Nunes Comunal, 30, e Richard Correa Petry, 19. O último é acusado de ser o autor dos três disparos que mataram Graziela. Todos eles já estão presos pela Polícia Civil.

Latrocínio
Graziela foi assaltada no domingo do Dia dos Pais, no cruzamento das avenidas Sertório e Ceará, no bairro São João, zona norte. A médica estava com o carro parado na sinaleira, na companhia da irmã, quando dois homens se aproximaram e tentaram abrir as portas do veículo. Ao perceberem as portas trancadas, os criminosos atiraram e atingiram Graziela. A irmã não ficou ferida, mas a médica foi levada em estado gravíssimo para o Hospital Cristo Redentor, onde morreu.

Os bandidos, dois deles, trabalhavam transportando frutas do interior do estado para a Ceasa. Naquele dia, eles retornavam em um caminhão vindo de Santa Cruz do Sul, quando abordaram a vítima. O automóvel foi localizado depois do fato na zona sul da cidade.

Comentários (1)

  • Ed diz: 12 de setembro de 2016

    Vamos ver, SE forem condenados, quanto tempo vão ficar na cadeia…

Envie seu Comentário