Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Justiça aceita denúncia contra três acusados de matar mulher que buscava filho em escola de Porto Alegre

26 de setembro de 2016 0

* Por Lucas Abati

Crime ocorreu em frente ao colégio Dom Bosco. Foto: Eduardo Matos / Rádio Gaúcha

Crime ocorreu em frente ao colégio Dom Bosco. Foto: Eduardo Matos / Rádio Gaúcha

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público contra os três homens acusados de matar a representante comercial Cristine Fonseca Fagundes, 44 anos, durante assalto, na frente de escola em Porto Alegre. Eles vão responder pelos crimes de latrocínio, formação de quadrilha e pelo roubo de 10 pessoas, ocorrido antes do assalto que resultou na morte da Cristine.

O crime aconteceu no dia 25 de agosto, enquanto a vítima buscava o filho no Colégio Dom Bosco.

De acordo com a polícia, Tiago Oliveira da Silva, de 30 anos, é apontado como autor do disparo que vitimou a mãe dos alunos da Escola Dom Bosco. Ele admitiu o crime aos policiais e a sequência de assaltos anteriores ao latrocínio. Fabrício Farias e Rafael Silveira Santa Helena, também presos, foram indiciados pela coautoria do roubo seguido de morte e também por associação criminosa.

O crime de latrocínio deve tem pena de 20 a 30 anos e associados a organização criminosa mais 2 ou 3 anos.

O crime

Cristine foi assassinada na noite de quinta-feira, em frente à filha de 17 anos, quando esperava o outro filho, de 12 anos, próximo ao colégio Dom Bosco, no bairro Higienópolis, na zona norte da Capital. A vítima foi atingida por um tiro na cabeça.

O crime culminou na exoneração do Secretário de Segurança, Wantuir Jacini, e no pedido de ajuda à Força Nacional pelo governador José Ivo Sartori.

Envie seu Comentário