Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Absolvido um dos irmãos suspeitos de vender maconha do Uruguai em festas de alta classe na Capital 

30 de setembro de 2016 0

A 8ª Vara Criminal do Foro Central de Porto Alegre absolveu um dos irmãos suspeitos de vender maconha do Uruguai em festas de classe alta na cidade. Jader Ceccato Ambos foi considerado inocente e o irmão dele, Palmer, foi condenado. Os dois haviam sido presos em março do ano passado pelo Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc), depois foram indiciados pela polícia e denunciados pelo Ministério Público.

* Veja trecho da decisão judicial:

ISSO POSTO, julgo PARCIALMENTE PROCEDENTE a denúncia para:

a) CONDENAR PALMER CECCATTO AMBOS como incurso nas sanções do artigo 33, caput, da Lei n.º 11.343/06;

b) ABSOLVER JADER CARITO CECCATTO AMBOS das imputações delitivas referentes ao artigo 33 da Lei nº 11.343/06, forte no artigo 386, inciso VII, do Código de Processo Penal, e aos artigos 16, parágrafo único, inciso IV, da Lei n.º 10.826/03, e 180, caput, do Código Penal, forte no artigo 386, inciso II, do Código de Processo Penal“.

Denarc 

Segundo o Denarc, os dois jovens haviam sido presos em flagrante pela suspeita por vender maconha nas festas para universitários. Também havia revelado, na época, que parte da droga vinha de Santa Catarina, mas a maior quantidade era trazida do Uruguai. Eram plantas típicas de cultivo diferenciado, com maior capacidade de entorpecer uma pessoa e que eram mais caras. A investigação durou dois meses e os suspeitos estavam sendo monitorados nos últimos dias. A prisão ocorreu na zona Norte da Capital e o flagrante terminou depois das 4h da madrugada do dia seguinte. A ação foi chamada de Operação Vip.

Envie seu Comentário