Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

PF desarticula quadrilha envolvida com roubo a banco, cargas e tráfico de drogas

26 de janeiro de 2017 0

Por Cid Martins

Combate a roubo a banco, cargas e tráfico de drogas Cid Martins/Rádio Gaúcha

Combate a roubo a banco, cargas e tráfico de drogas Cid Martins/Rádio Gaúcha

pf2

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (26) uma operação no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina para desarticular grupo criminoso responsável por pelo menos oito furtos à Caixa Econômica Federal, roubo de carga de celulares e tráfico de drogas. Sete pessoas foram presas, sendo que três delas já estavam na cadeia. O prejuízo estimado é de pelo menos R$ 12 milhões.

Um dos integrantes do bando, identificado pela PF como o número dois do grupo, não foi localizado e é considerado foragido. Porém, de acordo com os policiais,  a inteligência da quadrilha foi desarticulada com a operação de hoje. O principal responsável pelas ações do grupo foi preso hoje no bairro Rubem Berta.

Mais de 90 policiais federais cumpriram sete mandados de prisão e 11 de busca e apreensão em Porto Alegre, Viamão (RS) e Joinville (SC). A chamada “Operação 2ª Tábua” contou com o apoio da Brigada Militar. Além disso, sete contas bancárias da quadrilha, em nome de laranjas, foram bloqueadas.

Roubo a banco

As investigações apontam a participação do grupo investigado em pelo menos oito ocorrências de furto qualificado de cofres de agências da Caixa Federal no período de dois anos. Segundo o delegado Roberto Janisch, o grupo contava com informação privilegiada para realizar os assaltos. Os bancos escolhidos sempre contavam com um cofre pequeno, que poderia ser facilmente transportado. Quando, por alguma razão não encontravam o equipamento, os bandidos levavam armas e coletes dos vigilantes. Em janeiro de 2016, a quadrilha realizou um furto em uma agência da Caixa do bairro Moinhos de Vento. Em outubro, o grupo furtou dinheiro de caixa eletrônico em posto de combustíveis na Azenha.

Roubo de carga

A Polícia Federal também identificou que os integrantes da quadrilha roubaram uma carga de mais 13,5 mil celulares avaliada em aproximadamente R$ 11 milhões em novembro, no Porto Seco, zona norte da Capital.

Tráfico de drogas

Além de furto e roubo, o grupo domina ponto de tráfico de drogas no bairro Rubem Berta, na zona norte de Porto Alegre, onde tem frequentes confrontos com quadrilhas rivais.

Envie seu Comentário