Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Polícia prende quadrilha em flagrante e recupera carga de medicamentos em Guaíba

27 de janeiro de 2017 2
Quadrilha foi presa em Guaíba com carga roubada após monitoramento policial / Foto: Polícia Civil

Quadrilha foi presa em Guaíba com carga roubada após monitoramento policial / Foto: Polícia Civil

Entre a noite desta quinta-feira (26) e a madrugada desta sexta-feira (27), a Delegacia de Roubo de Cargas do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prendeu em flagrante quatro bandidos que estavam transportando em dois carros uma carga de medicamentos.

A abordagem ocorreu em via pública na cidade de Guaíba após seis horas de monitoramento por parte dos policiais. Os remédios, roubados no bairro Sarandi, em Porto Alegre, no dia 23 de dezembro, seriam negociados com receptadores. O que não ocorreu devido à intervenção policial. A carga, avaliada em cerca de R$ 30 mil, estava armazenada em dois veículos. Um terceiro automóvel também era utilizado pela quadrilha no momento da prisão. Todos os três foram apreendidos e passarão por perícia para identificar se são roubados.

Quadrilha

O delegado Gustavo Rocha, responsável pela investigação, diz que todos bandidos presos nesta ação possuem diversos antecedentes policiais: homicídios, roubos, tráfico, entre outros. Um dos criminosos estava na condição de foragido e outro em liberdade condicional há poucos meses.

Este segundo integrante da quadrilha é altamente perigoso, respondendo por extorsão mediante sequestro, roubo a bancos, roubo a estabelecimentos comerciais, roubo de veículos, tráfico de drogas, associação criminosa, porte de arma, receptação, entre outros. Ele estava na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). Os criminosos foram autuados por receptação qualificada e associação criminosa.

Carga de medicamentos recuperada em Guaíba, foi roubada na Capital e é avaliada em R$ 30 mil / Foto: Polícia Civil

Carga de medicamentos recuperada em Guaíba, foi roubada na Capital e é avaliada em R$ 30 mil / Foto: Polícia Civil

Comentários (2)

  • elizeu diz: 27 de janeiro de 2017

    Olha a ficha dos meliantes, e, estavam soltos, como pode isso dona justiça.Depois não sabem de quem é a responsabilidade desse aumento geométrico de violência que assola esta Capital e, o resto do Estado.

  • Sergio Moro diz: 27 de janeiro de 2017

    E assim que a rede de farmacias Sao Joao esta com 500 filiais so que era cargas fechadas . Quem alimenta isso e o cliente que compra produto muito abaixo do preco de mercado e nao peecebe que a fonte e nebulosa.

Envie seu Comentário