Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Traficante Maradona, ex-líder de facção, é julgado sob forte aparato de segurança em Porto Alegre

30 de março de 2017 0
Traficante Maradona é julgado por homicídio em Porto Alegre / Foto: Agência RBS

Traficante Maradona é julgado por homicídio em Porto Alegre / Foto: Agência RBS

O traficante Paulo Márcio Duarte da Silva, 38 anos, conhecido como Maradona está sendo julgado por homicídio qualificado nesta quinta-feira (30) na Vara do Júri do Foro Central de Porto Alegre. O esquema de segurança foi reforçado, inclusive com apoio da Brigada Militar e de agentes federais.

O réu é ex-líder de uma facção criminosa que tem base no Vale do Sinos e o julgamento seria no Foro de Novo Hamburgo, mas foi transferido justamente por questões de segurança. Ele ainda tem grande influência sobre integrantes do grupo criminoso. Além de Maradona, está sendo julgado Douglas Eduardo da Silva. Ele é apontado por ser o executor de Fabrício da Rosa, em 2011. Maradona seria o mandante, já que a vítima era amante da companheira do traficante.

Maradona 

Este crime foi comprovado através de escutas telefônicas. Na época, a Rádio Gaúcha e a RBSTV divulgaram uma série de reportagens chamada de “Escritório do Crime“. Maradona foi flagrado conversando com Douglas sobre o assassinato de Fabrício. Depois disso, ele foi transferido para o presídio federal de Catanduvas, no Paraná.

Em 2015, já de volta para o Rio Grande do Sul, Maradona foi apontado pelo envolvimento na morte do traficante Teréu, Cristiano Souza da Fonseca, dentro da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc). O réu tinha como um dos seus principais aliados o traficante Xandi, Alexandre Goulart Madeira, executado em Tramandaí no início do ano de 2015. O principal suspeito do crime era o traficante Teréu. Teréu comandava o tráfico no Beco dos Cafunchos, zona Leste de Porto Alegre, e Xandi comandava a venda de drogas no Condomínio Princesa Isabel, na área central da cidade.

Além disso, a facção criminosa que Maradona era líder e que ainda mantém influência em alguns integrantes é a mesma responsável pela construção de um túnel para fuga em massa do presídio Central, no início deste ano. Atualmente, Maradona está detido no presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.

Envie seu Comentário