Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Preso dono de farmácia que vendia medicamentos sem receita médica

27 de julho de 2016 0

* Por Lucas Abati

Medicamentos eram guardados em cofre, junto com réplica de arma. Foto: Divulgação / Polícia Civil

Medicamentos eram guardados em cofre, junto com réplica de arma. Foto: Divulgação / Polícia Civil

A Delegacia do Consumidor, do Departamento de Investigações Criminais (DEIC), prendeu nesta quarta-feira (27) o dono de uma farmácia de Camaquã que vendia medicamentos sem prescrição médica.

Segundo o delegado Rafael Liedtke, a investigação começou após uma denúncia anônima. A polícia cumpriu mandado de busca no estabelecimento e encontrou antibióticos e antidepressivos em um cofre, nos fundos da farmácia. Por isso, o dono foi preso em flagrante.

O delegado destaca que o homem agia como médico, receitando os remédios para os clientes. O preso não soube informar a origem do lote. A polícia vai investigar se os medicamentos foram roubados ou contrabandeados.

Corretor de imóveis é preso por tráfico de drogas sintéticas no Centro da Capital

27 de julho de 2016 0
Foto: Divulgação / Polícia Civil

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Por Gabriel Rigoni

Na manhã desta quarta-feira (27), agentes da 3ª Delegacia de Investigação de Narcotráfico cumpriram um mandado de busca e apreensão a um corretor de imóveis suspeito de traficar drogas sintéticas. O homem de 43 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso na própria residência, na rua Fernando Machado, Centro de Porto Alegre, com 204 comprimidos de ecstasy.

Ele já tinha antecedentes por tráfico de drogas sintéticas em 2014. Agora, será encaminhado ao sistema prisional.

Operação em Cachoeirinha combate o tráfico comandado de dentro do Central

27 de julho de 2016 0
Polícia contabiliza 10 presos / Foto: Polícia Civil

Polícia contabiliza 10 presos / Foto: Polícia Civil

A 2ª Delegacia de Polícia de Cachoeirinha realizou, na manhã desta quarta-feira (27), uma operação policial para combater tráfico de drogas e homicídios. Conforme o delegado Newton Martins Filho, a venda de entorpecentes é comandada por um detento do Presídio Central.

Trinta policias cumpriram 6 mandados de busca e apreensão e outros de oito de prisão preventiva. Foram presos na zona norte de Cachoeirinha quatro responsáveis pelos pontos de venda e outros quatro vendedores. Como outras duas pessoas foram presas em flagrante, a polícia contabiliza 10 detidos.

Foram apreendidos duas armas, droga ainda não quantificada e um carro roubado.

A investigação da 2ª DP de Cachoeirinha foi de quatro meses.

Operação policial combate roubo de gado na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul

27 de julho de 2016 0
policia civil

Divulgação / Polícia Civil

A Polícia Civil realiza na manhã desta quarta-feira (27) uma operação policial para combater o roubo de gado na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Os agentes cumpriram 11 mandados de prisão preventiva e um de condução coercitiva, além de outros 12 mandados de busca e apreensão.

Jaguari4 mandados de prisão e 4 de busca

São Nicolau2 mandados de prisão e 2 de busca

Pirapó2 mandados de prisão e 2 de busca

Garruchos2 mandados de prisão e 2 de busca

Quaraí - 1 mandado de prisão, 1 de condução coercitiva e 2 de busca

Até o momento, 12 pessoas foram presas. Também foram apreendidas armas, munição, motosserra, material usado para abate e carne.

Investigação

A  investigação iniciou no dia 8 de junho deste ano quando uma vítima da localidade de Rincão São Lucas, interior de Garruchos, registrou ocorrência sobre o roubo de 44 bovinos de sua propriedade. Durante o acompanhamento policial, 32 vacas foram recuperadas nos municípios de Jaguari, São Nicolau e Pirapó.

Os agentes também verificaram uma conexão existente entre os abigeatários desta região com a região de Quaraí. O gado roubado numa localidade era enviado para a outra e vice-versa.

O chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, está presente na ação, que foi chamada de “Operação Origami” (dobradura de papel), já que foi constatada a existência de vários casos em que uma pessoa tem cadastro de animais junto ao Supervisão Regional de Agricultura, mas de fato no campo não tem gado (justamente para legalizar o furto).

A investigação foi em conjunto, entre a Delegacia de Garruchos e o Serviço de Inteligência Policial e Análise Criminal (SIPAC) de São Luiz Gonzaga.

Roubo de fardamentos do Novo Hamburgo gera R$ 30 mil em prejuízo e presidente faz apelo

26 de julho de 2016 1

* Por Vitor Rosa

Foto: Divulgação ECNH

Foto: Divulgação ECNH

Bandidos arrombaram três salas do Estádio do Vale e levaram fardamentos do Esporte Clube Novo Hamburgo. O prejuízo do crime realizado no domingo (26) é estimado em R$ 30 mil pela direção do time.

Foram levados cerca de 40 conjuntos de peças do uniforme da equipe profissional, 40 da escolinha e em torno de 20 da base. Bolas, camisas reservas, chuteiras e uma televisão também foram furtadas.

O time profissional estreia nos próximos dias na Copa Metropolitana 2016, a Copinha, e vai ter que usar o mesmo uniforme utilizado para competir na Série D do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista à reportagem da Rádio Gaúcha, o presidente Luiz Stefanello Schaidt fez um apelo para que os bandidos entreguem os uniformes. “Peço que devolvam o material roubado. Querem ficar com a televisão? Fiquem com a televisão. Mas devolvam o uniforme das crianças, o equipamento de tralhado dos profissionais, devolvam as bolas. Que os bandidos tenham sensibilidade”, afirma.

O presidente também lamenta o dano causado às finanças do clube. “Com toda dificuldade financeira que o clube enfrenta, ainda temos que passar por isso. Trabalhamos tanto para bandidos acabar com a felicidade da gente”, disse.

A direção acredita que não deve ser difícil encontrar o material, já que há logo específicos de patrocinadores para os jogos. Caso alguém veja o uniforme roubado, o clube disponibilizou para denúncias o número (51) 3553-1900 e o email ecnh@ecnh.com.br.

O caso foi registrado na 4ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo.

Polícia prende foragido acusado de homicídio em Viamão

25 de julho de 2016 0
Foto: Divulgação / Polícia Civil

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Policiais da Delegacia de Capturas do Departamento de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil prenderam, na manhã desta segunda-feira (25), um foragido com antecedentes criminais como homicídio, roubos de carro e associação a tráfico de drogas em Viamão. O homem de 21 anos, que não teve a identidade revelada mas recebe o apelido de “Macaco”, estava foragido há um mês.

De acordo com o delegado Arthur Raldi, o homem tentou fugir após perceber a chegada da polícia na residência dele, no bairro Vila Esmeralda. A captura ocorreu a duas quadras do local.

“Macaco” foi encaminhado ao DEIC, onde aguarda para ser transferido.

Político paranaense acusado de homicídio é preso em Novo Hamburgo

25 de julho de 2016 1
Foto: Polícia Civil

Foto: Polícia Civil

Um homem de 59 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (25) por policiais da Delegacia de Capturas do Departamento de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil no bairro Canudos, em Novo Hamburgo. Conforme o delegado Arthur Raldi, que coordenou a ação, o preso é um político foragido por um homicídio no Paraná.

O político foi condenado a pena de mais de 19 anos por homicídio qualificado em 1997. Ele era suplente de vereador e, segundo as investigações,  foi um dos mentores da morte. A vítima foi executada com três tiros. A polícia paranaense identificou que o assassinato foi feito para que o preso assumisse o cargo da vítima, que era vereador do município de Sarandi, próximo a Maringá.

O homem será mantido em um presídio gaúcho. A identificação não foi divulgada.

 

Polícia Civil prende mais dois agentes da DPPA de Alvorada por extorsão de presos e familiares

25 de julho de 2016 3

A Polícia Civil prendeu mais dois agentes da Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) de Alvorada por extorsão de presos e de familiares. A dupla, que fazia plantões nos mesmos dias, é apontada por cobrar R$ 1 mil para liberar uma pessoa detida. Sob ameaça de ter um parente levado para o Presídio Central, familiares pagaram R$ 800,00 aos dois policiais. Eles foram detidos no fim de semana, mas a divulgação foi na manhã desta segunda-feira (25). Em junho, um delegado e outros dois agentes também foram presos pelo mesmo motivo.

Investigação 

O delegado Marco Antônio Duarte de Souza é o responsável pelas investigações que também contaram com apoio do Ministério Público. Segundo ele, a dupla que foi presa agora cometeu a extorsão no dia 22 de maio deste ano. Já os outros três policiais cometeram a irregularidade há três meses. No entanto, outro inquérito foi instaurado contra eles para apurar dois novos casos. Em um deles, o trio está sendo indiciado nesta segunda-feira por cobrar R$ 1,5 mil para soltar em janeiro deste ano um preso.

“Acreditamos que estes três policiais desviavam entre R$ 2 mil e R$ 3 mil por plantão. Eles trabalhavam em um plantão e os dois policiais presos neste fim de semana trabalhavam em outro plantão. Em outro dia”, afirma o delegado Marco de Souza.

O delegado e os dois agentes recebiam ajuda de uma advogada e de um ex-PM, também investigados. Eles eram os responsáveis por fazer a cobrança e o contato direto com os familiares dos presos.

Extorsão 

As investigações começaram há cerca de três meses e os alvos erma dois plantões na Delegacia de Pronto Atendimento de Alvorada. Os detidos eram encaminhados para a zona de plantão, onde os policiais avaliavam a capacidade econômica dos criminosos e passavam a estabelecer as cobranças indevidas, o que configura extorsão. A abordagem ocorria dentro da delegacia e se estendia até o lado de fora do prédio. Em alguns casos, a negociação ocorria até em casas dos familiares dos presos. Os valores cobrados inicialmente eram de R$ 5 mil, mas sempre terminavam recebendo quantias abaixo de R$ 2 mil.

Crimes

Os crimes apontados são concussão, que é exigir para si ou para outrem dinheiro ou vantagem em razão da função, organização criminosa, violação de sigilo profissional e usurpação da função pública. Eles também responderão por improbidade administrativa.

Preso integrante de quadrilha que roubava somente carros de mulheres na zona norte da Capital

24 de julho de 2016 6
Na prisão do criminosos, no bairro Lindoia, três carros roubados foram recuperados / Foto: Polícia Civl

Na prisão do criminosos, no bairro Lindoia, três carros roubados foram recuperados / Foto: Polícia Civl

Agentes da Delegacia de Roubo de Veículos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prenderam neste domingo (24) um integrante de quadrilha que roubava somente carros novos ou de luxo e de mulheres na zona norte da Capital. Segundo a polícia, ele atuava junto com outro homem e depois a dupla entregava os veículos para outros criminosos. Em média, a dupla roubava um carro por dia nos bairros Lindoia, Navegantes, São Sebastião e Floresta.

Após um mês de investigação, foi preso no bairro Lindoia um homem de 27 anos que tem vários antecedentes criminais. O comparsa dele, já identificado, está foragido. Durante a prisão, três carros roubados foram apreendidos: Ford KA 2015, Focus 2012 e Etios 2014. Os carros roubados eram entregues, possivelmente, para clonagem e desmanches na Região Metropolitana. A dupla atuava só por encomenda.

Denúncias – 0800 510 2828

Whatsapp – (51) 8418.7814

* Saiba mais:

Presos ladrões que roubavam carros de luxo dentro de centros comerciais em Canoas.

Suspeito foi preso neste domingo no bairro Lindoia e comparsa dele segue foragido / Foto: Polícia Civil

Suspeito foi preso neste domingo no bairro Lindoia e comparsa dele segue foragido / Foto: Polícia Civil

Decretada prisão preventiva de 33 integrantes de quadrilha que roubava cinco carros por dia na Grande Porto Alegre

23 de julho de 2016 2
Quase todos os ladrões foram presos semana passada. Grupo também clonava carros e ainda colocava à venda em revendas / Foto: Cid Martins

Quase todos os ladrões foram presos semana passada. Grupo também clonava carros e ainda colocava à venda em revendas / Foto: Cid Martins

A 1ª Vara Criminal de Viamão decretou a prisão preventiva de 33 integrantes de uma quadrilha que roubava em média cinco carros por dia na Grande Porto Alegre. O grupo criminoso foi desarticulado no dia 15 de julho, quando foi desencadeada a chamada “Operação Illuminati” em nove cidades gaúchas. Os bandidos clonavam e revendiam os veículos para receptadores da região, do Interior e até de Santa Catarina. Entre os indiciados, está uma mulher de Alvorada considerada especialista em clonagem e que foi presa na semana passada.

A Polícia Civil, através da Delegacia Regional da Capital, indiciou os 33 integrantes da quadrilha por roubo, receptação, clonagem e associação criminosa. Deste total, 18 que estavam com prisão temporária agora passam a cumprir prisão preventiva. O restante foi preso em flagrante no dia da ação policial, sendo que alguns foram soltos para responder ao caso em liberdade, e outros já se encontravam foragidos. O diretor da Delegacia Regional de Porto Alegre, delegado Cléber Ferreira, diz que pelo menos 70% dos indiciados estão presos.

“Os que estão foragidos ou estavam soltos, mesmo sendo investigados, agora serão presos. E é o que vamos fazer nos próximos dias depois que houve a decretação da preventiva”, destaca Ferreira.

* Veja vídeo da Operação Illuminati, deflagrada dia 15 de julho com 32 detidos:

Investigação

O responsável pela investigação, delegado Juliano Ferreira, diz que a operação iniciou no final de 2014 com uma prisão em flagrante. Ao apurar o envolvimento deste preso, a polícia chegou em 52 pessoas identificadas. Segundo ele, era uma verdadeira empresa e existia uma espécie de “confraria do roubo de carro”. Segundo ele, esta era uma das maiores quadrilhas do Rio Grande do Sul, com ramificações inclusive em Santa Catarina. O grupo tinha base em Viamão e só trabalhava por encomenda, já que os bandidos tinham até lista diária com os tipos de carros que precisavam roubar. A investigação também apurou que o esquema colocava carros roubados e clonados à venda em revendas de veículos da Região Metropolitana.