Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Marcado Júri de empresário acusado de matar namorado da ex-esposa no Litoral Norte

23 de janeiro de 2015 0

Por Lucas Abati

O empresário acusado de matar o namorado da ex-esposa, em Torres, no Litoral Norte, será julgado no próximo dia 19 de março. Carlos Flores Chaves Barcellos, o Alemão Caio, vai ao Tribunal do Júri por  homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado e porte ilegal de arma de fogo.

Alemão Caio é acusado de matar em 2011 o namorado da ex-esposa / Foto: Reprodução RBS TV

Alemão Caio é acusado de matar em 2011 o namorado da ex-esposa / Foto: Reprodução RBS TV

Segundo denúncia do Ministério Público, o Alemão Caio matou José Augusto Bezerra de Medeiros Neto, 50 anos, a facadas no dia 23 de maio de 2011. A vítima, conhecida como Zeca Bezerra, era de Nova Petrópolis e estava na casa da namorada, Ivanise Menezes Chaves Barcellos, 48 anos. Ela foi casada com o acusado e também foi atingida pelos golpes de faca.

Segundo a denúncia do Ministério Público, os crimes foram premeditados, com a intenção de matar o casal. O acusado segue detido no presídio de Osório e teve o pedido de prisão domiciliar negado recentemente.

Saiba mais:

Negado pedido de prisão domiciliar a empresário acusado de matar no litoral o namorado da ex-esposa

Empresário acusado de matar namorado da ex-esposa tem problemas de saúde na prisão.

Empresário acusado de matar namorado da ex-esposa no Litoral norte do RS vai a Júri.

Polícia desarticula quadrilha que roubava carros de luxo na Grande Porto Alegre

23 de janeiro de 2015 22
Foto: Polícia Civil / divulgação

Foto: Polícia Civil / divulgação

* por Paulo Rocha

A Delegacia de Furto e Roubo de Veículos do Deic desarticulou, na manhã desta sexta-feira (23), uma das quadrilhas mais atuantes no roubo de carros de luxo em Porto Alegre. Na chamada Operação Uruguai, a polícia cumpre 11 mandados de prisão temporária e 16 de busca e apreensão. Até o momento, nove pessoas foram detidas em Sapucaia do Sul e Alvorada.

Conforme o delegado Juliano Ferreira, a estimativa é de que a quadrilha realize entre 30 e 40 roubos de veículos por mês. O grupo atuava, principalmente, nas zonas leste e norte de Porto Alegre.

O líder da quadrilha, Jocemar Takeuchi Navarro, 36 anos, conhecido como Japonês, foi detido no Bairro Vargas, em Sapucaia. O criminoso tem diversos antecedentes por roubo de veículos e agia há oito anos. Ele atuava como atravessador – isto é, era o elo entre assaltantes e revendedores.

Alguns carros eram roubados sob encomenda. A investigação começou em julho do ano passado e apontou que os veículos de modelos mais simples eram encaminhados para desmanche, enquanto os luxuosos passavam por processo de clonagem.

Operação policial prende traficantes que expulsaram moradores de residências em Esteio

22 de janeiro de 2015 36

policia

A 2ª Delegacia Regional Metropolitana realiza na manhã desta quinta-feira (22) uma operação policial para prender traficantes que expulsaram, nos primeiros dias do mês, moradores contrários à venda de drogas em Esteio ou que eram ligados a grupo rival. Os bandidos amedrontavam moradores enviando fotos com armas e mensagens pelas rede sociais, como o jornal Diário Gaúcho noticiou na última terça-feira.

Na Operação Retomada, estão sendo cumpridos dez mandados de busca, cinco de prisão e quatro de apreensão de adolescentes na Vila Hípica, no Bairro Primavera, onde funciona um Território da Paz. Até o momento, quatro pessoas foram presas e um adolescente, apreendido – além de armas e munição.

Entre os dias 9 e 11, os proprietários de pelo menos duas casas e uma lancheria foram obrigados a abandonar os locais, alguns foram até escoltados pela polícia. O estabelecimento comercial foi, inclusive, totalmente destruído após incêndio. A responsável não aceitou que o local fosse ponto de venda de entorpecentes. Outras residências foram alvejadas por disparos de arma de fogo para intimidar as famílias. Nestes casos, de acordo com a investigação, são pessoas ligadas a grupo rival de Sapucaia do Sul que se estabeleceu nestes bairros em agosto do ano passado após assassinato de traficante que comandava a venda de drogas na região.

O delegado regional Fernando Soares destaca que são 55 policiais nesta operação e destaca que o trabalho não vai parar por aí. Segundo ele, em parceria com a Brigada Militar, serão intensificados os trabalhos de policiamento ostensivo e de reaproximação com a comunidade.

“É inadmissível que isto ocorra e vamos estar atentos para evitar que pessoas sejam expulsas das próprias casas por estes criminosos. Eles inclusive postavam fotos em redes sociais mostrando armas e munição”, ressalta Soares.

Prisões
Entre os presos está uma mulher e um homem considerados líderes da quadrilha. Também foi preso Wagner Soares Martins, 30 anos, conhecido como o executor do grupo. Ele é investigado por vários homicídios e por tráfico de drogas. Na semana passada, foi preso pela polícia e solto pela Justiça.

O delegado Soares destaca que Martins foi o responsável por dar vários disparos contra o veículo de uma moradora, por ela ser contrária à venda de entorpecentes na região. A mulher foi atingida de raspão e encaminhada ao hospital.

Jovem é preso com mais de mil doses de LSD em Porto Alegre

21 de janeiro de 2015 65

foto2

* Atualizado às 14h06

* Por Cid Martins

Em uma ação que começou na tarde desta terça-feira (20) e terminou nesta madrugada, agentes do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prenderam em Porto Alegre um estudante de 24 anos com mais de mil doses de LSD. O jovem, morador de Canoas, distribuía as drogas no Bairro Cidade Baixa para abastecer traficantes que vendiam os entorpecentes em festas raves na Região Metropolitana da Capital.

“Tem a possibilidade da droga vir da Holanda e este jovem tinha LSD suficiente para abastecer mensalmente 15 traficantes. É a maior apreensão do ano”, diz o delegado Mário Souza, da 1ª Delegacia do Denarc.

Personagens

Trata-se da maior apreensão de LSD do ano no Estado. As drogas apreendidas continham figuras como Garfield, Popeye e do físico Albert Einstein, esta última era a mais procurada por ter mais poder alucinógeno do que as outras.

O homem foi atuado por tráfico de drogas e encaminhado ao Sistema Penitenciário. De acordo com a investigação, o traficante vendia apenas em grandes quantidades – no mínimo 100 doses do produto. Ele vendia uma dose por até R$ 100,00.

“O LSD é considerado uma droga de difícil apreensão tendo em vista a facilidade de esconder, cito, por exemplo, o esconderijo muito utilizado por traficantes, como este jovem preso, ou seja, livros”, destaca Souza.

O delegado Souza divulgou o nome do traficante após homologação da prisão em flagrante por parte do Poder Judiciário. Ele se chama Marlon Soares.

foto1

Polícia faz buscas a dois sequestradores do prefeito de Mostardas

20 de janeiro de 2015 0
Evaldo (esq.) e Felipe são procurados pela polícia

Evaldo (esq.) e Felipe são procurados pela polícia

Por Cid Martins

Após prender mais três sequestradores do prefeito de Mostardas na manhã desta terça-feira (20), a Delegacia de Roubos do Deic divulgou as fotos de outros dois envolvidos no sequestro que estão foragidos.

A dupla foi quem abordou o prefeito, Alexandre Dorneles Lopes, no dia 19 de dezembro.

Evaldo Junior de Oliveira Pereira tem prisão preventiva decretada e não foi localizado hoje em Cachoeirinha durante buscas da polícia.

Outro procurado é Felipe Rodrigues da Silva. Ambos chegaram a trocar tiros com a polícia quando o prefeito foi libertado do cativeiro no mês passado, no distrito de Morungava, em Gravataí.

Informações podem ser repassadas ao Deic pelo telefone 0800 510 4701.

Operação

casal Fredolino Machado e Lorecilda Machado foi preso nesta terça-feira (20) em Mostardas, no Litoral Norte gaúcho, não só pelo envolvimento no sequestro do prefeito do município, mas também por gerenciar o dinheiro obtido pela quadrilha. Após os crimes, o casal utilizava os valores para ampliar negócios como revenda de gás, de água e plantio de arroz, bem como a compra de veículos. A ação foi realizada pela Delegacia de Roubos do Departamento Especial de Investigações Criminais (Deic) e pela Delegacia de Mostardas.

Cerca de 25 policiais cumpriram hoje quatro mandados de prisão. Além do casal detido em Mostardas, uma suspeita foi presa em Santo Antônio da Patrulha. De acordo com a polícia, a quadrilha realizou pelo menos seis sequestros e tentativas no ano de 2014.

Saiba mais:

Casal de empresários é preso por participar do sequestro do prefeito de Mostardas

Casal de empresários preso pelo sequestro do prefeito de Mostardas usava dinheiro para ampliar negócios

20 de janeiro de 2015 0
Casal foi preso na manhã desta terça-feira (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Casal foi preso na manhã desta terça-feira (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Por Cid Martins

O casal Fredolino Machado e Lorecilda Machado foi preso nesta terça-feira (20) em Mostardas, no Litoral Norte gaúcho, não só pelo envolvimento no sequestro do prefeito do município, mas também por gerenciar o dinheiro obtido pela quadrilha. Após os crimes, o casal utilizava os valores para ampliar negócios como revenda de gás, de água e plantio de arroz, bem como a compra de veículos. A ação foi realizada pela Delegacia de Roubos do Departamento Especial de Investigações Criminais (Deic) e pela Delegacia de Mostardas.

Por estes fatos, o casal teve prisão preventiva decretada. Segundo a Delegacia de Roubos do Deic, eles foram descobertos durante a investigação sobre o sequestro do prefeito Alexandre Galdino, libertado dia 19 de dezembro de cativeiro em Gravataí.

O delegado Joel Wagner destaca que eles também auxiliaram em outros cinco sequestros e tentativas somente no segundo semestre de 2014.

“Fredolino ingressou na quadrilha por intermédio de um sequestrador preso após o confronto em Morungava, quando soltamos o prefeito”, disse Wagner.

Além do casal em Mostardas foi presa uma mulher em Santo Antônio da Patrulha. Em Cachoeirinha, outro suspeito, também com prisão preventiva decretada, não foi localizado. Com isso, cinco integrantes da quadrilha estão presos, dois adolescentes apreendidos e um foi morto no mês passado pela polícia.

Casal de empresários é preso por participar do sequestro do prefeito de Mostardas

20 de janeiro de 2015 10
Prisões ocorreram na manhã desta terça-feira (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Prisões ocorreram na manhã desta terça-feira (Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha)

Agentes da Delegacia de Roubos do Departamento Especial de Investigações Criminais (Deic) e da Delegacia de Mostardas prenderam na manhã desta terça-feira (20) mais quatro integrantes de quadrilha que sequestrou , no dia 19 de dezembro, o prefeito de Mostardas, Alexandre Galdino Dorneles Lopes, 34 anos. Entre os detidos, um casal de empresários do próprio município.

Donos de revenda de gás e plantadores de arroz, Fredolino Gilmar Rodrigues Machado, 40 anos, e Lorecilda Colares Machado, 34 anos, não têm antecedentes criminais e tiveram prisão preventiva decretada por serem suspeitos de monitorar a rotina da vítima para os sequestradores. Eles também gerenciavam, segundo a investigação, a movimentação financeira da quadrilha.

Ação

Cerca de 25 policiais cumpriram hoje quatro mandados de prisão. Além do casal detido em Mostardas, uma suspeita foi presa em Santo Antônio da Patrulha. No litoral, foi detida Renata Oliveira da Silva, esposa de Marcos Vinícius Oliveira de Lima, preso no dia em que houve o confronto, em Gravataí. Na Região Metropolitana, segue foragido Evaldo Júnior, um dos integrantes do grupo que abordou e sequestrou o prefeito. No dia em que ele foi libertado do cativeiro pela polícia, no distrito de Morungava, em Gravataí, houve confronto e um dos envolvidos foi morto, Gladmir Josué Sabini, 39 anos. Na ocasião, a esposa dele foi presa e dois filhos adolescentes apreendidos. Outro filho, de 10 anos, que estava na residência onde houve o confronto, foi entregue a parentes.

De acordo com o delegado Joel Wagner, do Deic, o casal suspeito conhecia o prefeito e tinha ligação com um dos envolvidos que foi preso no dia do sequestro. Os empresários também são investigados por cuidar da parte financeira do grupo. Um dos detidos anteriormente usava o nome de Fredolino para realizar depósitos em bancos e fazer movimentações financeiras.

“Além de emprestar o nome, lavavam dinheiro para os criminosos. Para nós, integravam a quadrilha que é investigada por outros sequestros”, diz Wagner.

Sequestros

A quadrilha realizou pelo menos seis sequestros e tentativas no ano de 2014. Tentaram sequestrar empresários em Santo Antônio da Patrulha e Gravataí, crimes evitados pela Delegacia de Roubos, e realizaram outros sequestros. Também em Gravataí, fizeram refém a esposa de um empresário, mas sem pagamento de resgate. Em outro caso, em Encruzilhada do Sul, sequestraram mulher e filhos de outro empresário, além de outro caso em Triunfo e a ocorrência envolvendo o prefeito de Mostardas.

Preso em Viamão o segundo maior clonador de veículos do Estado

16 de janeiro de 2015 0

*Por Lucas Abati 

Foi preso na madrugada desta sexta-feira (16), em Viamão, o foragido da justiça Neri Kleber Wolf Vieira, considerado pela polícia o segundo maior clonador de carros do Rio Grande do Sul. Ele tinha prisão decretada por Alvorada.

De acordo com o delegado Juliano Ferreira, da Delegacia de Furtos e Roubos e Veículos do DEIC, o criminoso integrava uma quadrilha que já estava sendo investigada, mas também recebia veículos de outras para clonagem. Ele recebia até R$ 3 mil por veículo clonado.

No momento da ação na oficina do preso, a polícia encontrou três carros roubados: um fox, um corsa e um fusion – que estava sendo clonado no momento da abordagem -. Ainda foram apreendidas ferramentas utilizadas para clonagens,  15 documentos de outros roubos e etiquetas de remarcação de chassi. Somente em janeiro, 15 veículos foram clonados pelo criminoso.

Acusados por depredação do Palácio da Justiça respondem também por lesões contra PM

15 de janeiro de 2015 0
Protesto no Palácio da Justiça ocorreu dia 27 de junho de 2013 / Foto: Agência RBS

Protesto no Palácio da Justiça ocorreu dia 27 de junho de 2013 / Foto: Agência RBS

A 9ª Vara Criminal do Foro Central de Porto Alegre aceitou a inclusão de novo delito contra sete acusados da depredação do Palácio da Justiça, no Centro, durante protestos em 2013 na Capital. Conforme aditamento da denúncia do Ministério Público, os réus também respondem por lesões leves pelo fato de que um PM foi atingido no olho por uma pedrada. A promotoria aguardava resultado de laudo pericial para incluir este novo crime no processo. Todos já respondiam por danos ao patrimônio público.

Processo

Após o aditamento da denúncia, a Justiça comunicou o novo fato aos réus, sendo que, em relação a um deles, está tendo dificuldades na citação. Alfeu Costa da Silveira Neto não foi localizado, conforme último despacho do juiz Sandro Luiz Portal. Além da comunicação do delito de lesões às partes envolvidas, acusados e defensores, o Poder Judiciário está expedindo cartas precatórias para que testemunhas sejam ouvidas em outras regiões do estado. No momento, não há data marcada para audiência judicial.

Réus

Os réus são Lucas Boni Maróstica (ligado ao PSOL), José Vicente Mertz, Matheus Pereira Gomes (ligado ao PSTU), Rodrigo Barcellos Brizolla, Gilian Vinicius Dias Cidade, Alfeu Costa da Silveira Neto e Guilherme da Silveira Souza.

Saiba mais:

Justiça aceita denúncia contra sete suspeitos de depredação do Palácio da Justiça em Porto Alegre.

Homem é preso após atirar contra policiais durante Operação Progresso

14 de janeiro de 2015 1

Até o momento, 73 pessoas foram presas desde dezembro na megaoperação realizada em cinco cidades gaúchas

Foi preso na tarde dessa quarta-feira (14) um homem de 23 anos que atirou contra policiais durante a Operação Progresso, realizada no dia 12 de dezembro de 2014. O jovem, que não teve a identidade revelada, tinha mandado de prisão temporária decretada. Apesar dos disparos, nenhum policial ficou ferido.

Leia também
Polícia prende traficantes que usam crianças e adolescentes para agir em Eldorado do Sul
Operação policial prende 69 traficantes que atuam em Eldorado do Sul

De acordo com o delegado Alencar Carraro, quatro foragidos foram encontrados nas últimas semanas, totalizando 73 presos até agora – entre homens, mulheres e adolescentes. Sete pessoas ainda não foram localizadas.

A Operação

O objetivo da Operação é desarticular duas quadrilhas de traficantes que atuam em duas regiões de Eldorado do Sul. O grupo do bairro Progresso é comandado por preso que usa tornozeleira eletrônica e é investigado também pelo uso de crianças e adolescentes na venda de drogas. O grupo do bairro Delta tenta se instalar na região após outra ação ocorrida há quatro meses e por isso ocorrem tiroteios, expulsão de moradores e homicídios. Policiais cumprem 100 mandados de busca e cerca de 70 de prisão e apreensão em Eldorado do Sul, Guaíba, Alvorada, Porto Alegre e Mariana Pimentel.