Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Roubos de veículos aumentam 20% em Porto Alegre durante paralisação de servidores

04 de setembro de 2015 6

14799966

* por Cid Martins

Os roubos de veículos aumentaram cerca de 20% entre segunda-feira e esta sexta-feira (4) em Porto Alegre, período em que servidores públicos – inclusive da Segurança Pública – realizam greve devido ao parcelamento de salários. Policiais civis registraram apenas ocorrências graves, e grande parte dos policiais militares ficou aquartelada.

Os dados foram obtidos pela Rádio Gaúcha com fontes da Secretaria Estadual da Segurança Pública.

O comparativo é em relação ao mês de julho e também à média do primeiro semestre do ano, divulgada no mês passado pelo governo. No período, a Capital teve 22 veículos roubados por dia, em média. No total, foram 4.106 roubos e 2.020 furtos.

Em relação aos furtos, houve redução de até 10% durante a paralisação dos servidores. A previsão é de que a greve termine nesta sexta-feira, mas a decisão ainda depende de assembleias do funcionalismo.

Saiba mais:
RS tem média de um veículo roubado ou furtado a cada 15 minutos
Semestre tem redução de homicídios e latrocínios e aumento de roubos no RS

Ex-líder de torcida Guarda Popular do Inter é interrogado pela Justiça

03 de setembro de 2015 2

* Por Yasmin Luz

Reprodução de imagem do circuito interno de vídeo do estádio Beira-Rio

Reprodução de imagem do circuito interno de vídeo do estádio Beira-Rio

* Atualizada às 17h

O ex-líder da torcida Guarda Popular do Inter, Jorge Roberto Gomes Martins, mais conhecido como Hierro, de 43 anos, passou por interrogatório na tarde desta quinta-feira (3) no Foro Central de Porto Alegre. Ele é apontado como responsável por ferimentos graves com uma faca artesanal em pelo menos uma pessoa durante jogo comemorativo no Beira-Rio para despedida do jogador Fabiano. Além dele, há outros dois réus que respondem por crimes como, por exemplo, tentativa de homicídio.

Hierro seria ouvido a partir das 14h, mas o Tribunal de Justiça informou que houve atraso devido à paralisação dos servidores estaduais. Desde segunda-feira, 807 presos não foram transferidos para audiências. Com isso, a 2ª Vara do Júri deu prioridade para as audiências em atraso. Os outros réus são Rodrigo Cesar Candria Borges e Ranieri Tafernaberri Cardozo. Eles também foram interrogados.

Entenda o caso

Hierro e outros dois jovens da torcida Guarda Popular se envolveram em uma briga com um grupo dissidente, integrantes da torcida Popular do Inter, em dezembro de 2011. Quatro pessoas ficaram feridas, sendo três esfaqueadas.
Como consequência, o Inter excluiu as duas torcidas organizadas de seus quadros, cancelando os benefícios dos grupos envolvidos na confusão. Além disso, a direção colorada expulsou Hierro Martins do quadro de sócios do clube.
Parte do confronto foi registrado por imagens de câmeras de segurança do Inter, que ajudaram na identificação dos envolvidos. No ano passado, durante a Copa do Mundo, a Justiça chegou a determinar que Hierro se apresentasse à polícia em dias de jogos das seleções.

Saiba mais:

Hierro Martins recebe liberdade provisória mas está impedido de frequentar estádios.

Imagens da câmera de segurança do Beira-Rio flagraram agressões

</obj

MP denuncia dois pela morte de jovem durante assalto no Parque Germânia na Capital

01 de setembro de 2015 0

O Ministério Público (MP) denunciou dois suspeitos pela morte do jovem Alencar da Costa Júnior, 23 anos, durante assalto no dia 2 de agosto nas proximidades do Parque Germânia, zona Norte da Capital. Presos no dia 17 do mês passado, Mateus Henrique Soares Caldas, 19 anos, e Jonatas Farias dos Santos, 21 anos, confessaram o crime aos agentes da 14ª Delegacia de Polícia. Com eles foram apreendidas duas pistolas, um revólver e drogas, além disso, nos celulares dos dois foram encontradas fotos deles se exibindo com estes materiais.

Polícia encontrou fotos nos celulares dos suspeitos mostrando eles com armas e drogas / Foto: Divulgação

Polícia encontrou fotos nos celulares dos suspeitos mostrando eles com armas e drogas / Foto: Divulgação

A conclusão do inquérito policial foi no dia 25 do mês passado e a denúncia pelo crime de latrocínio (matar para roubar) foi oferecida na última sexta-feira (28) à Justiça, mas divulgada nesta terça-feira (01). Segundo a investigação,  os dois homens assaltaram a vítima e a namorada na Rua Túlio de Rose. Houve reação e o estudante acabou sendo baleado. A jovem reconheceu a dupla e imagens de câmeras de segurança auxiliaram na apuração policial. Agora cabe ao Poder Judiciário aceitar a denúncia para que se inicie o processo judicial.

Jovem foi baleado em assalto no Parque Germânia. Foto: Arquivo Pessoal

Vítima: estudante Alencar da Costa Júnior, 23 anos / Foto: Arquivo Pessoal

* Vídeo flagra momento em que jovem é atacado pelos criminosos próximo ao Parque Germânia:

Saiba mais:

Polícia conclui inquérito da morte de estudante no Parque Germânia.

Polícia divulga imagens de momento em que jovem é morto em assalto no Parque Germânia.

Justiça aceita denúncia contra suspeito da chacina com quatro mortes na Restinga

31 de agosto de 2015 12
Três mulheres, uma era ex-namorada do suspeito, e uma criança foram executadas dia 8 de agosto / Foto: Agência RBS

Três mulheres, uma era ex-namorada do suspeito, e uma criança foram executadas dia 8 de agosto / Foto: Agência RBS

A 1ª Vara do Júri do Foro Central de Porto Alegre aceitou a denúncia contra Claudiomar do Nascimento da Rosa, 24 anos, suspeito de ser o autor da chacina com quatro mortes na Restinga, na zona Sul. O fato ocorreu no dia oito e o réu era ex-namorado de uma das vítimas. Ele foi indiciado pela polícia dia 21 e denunciado pelo MP dia 26 deste mês. Amostras de sangue no local do crime apresentadas pelo Instituto Geral de Perícias e ligações telefônicas obtidas pela 4ª Delegacia de Homicídios foram as provas mais importantes para apontar Claudiomar como o responsável pelos assassinatos.

Provas

As amostras de sangue colocam o suspeito no local do crime. Uma das amostras estava em uma estante no quarto onde a criança foi morta e a outra estava na torneira do banheiro, indicando que ele se lavou após o fato. O DNA das amostras deu positivo na comparação e Claudiomar segue preso preventivamente. Apesar de tudo isso, ele nega ter cometido os assassinatos.

Outras provas

Além do sangue, já haviam sido coletadas digitais do suspeito em um pacote de farinha de aveia usado para tentar incendiar a casa e apontamentos da antena de celular que mostra que ele estava no Bairro Restinga no dia do crime.

Vítimas

Claudiomar era ex-namorado de uma das vítimas, Lauren Roseane Farias Fim, 28 anos. Morreram também Sandra Regina Farias Fim, 62 anos, Vitória Regina Fim Rodrigues, 17 anos e Gregory Fim, 6 anos. As vítimas foram mortas com golpes de faca.

Saiba mais:

Perícia confirma presença do DNA de suspeito em local de chacina da Restinga.

 

Pelotão da Morte: marcado novo júri de ex-PM acusado de integrar grupo de extermínio em Alvorada

31 de agosto de 2015 0

A 2ª Vara do Júri de Porto Alegre marcou para o dia 18 de novembro deste ano a nova data do Júri de um ex-PM acusado de integrar o chamado “Pelotão da Morte“, um grupo de extermínio responsável por diversos homicídios em Alvorada. O réu Fernando de Souza e Silva seria julgado no dia 12 deste mês, mas foram feitos alguns pedidos da defesa que precisavam ser julgados. Os mesmos foram indeferidos.

* Veja trecho da última decisão judicial sobre nova data e sobre indeferimentos:

1… Defiro o requerimento e transfiro o julgamento para o dia 18/11/2015, quarta-feira, às 09 h. 2. A Defesa do acusado FERNANDO requer o desentranhamento dos documentos juntados… O Ministério Público manifestou-se pelo indeferimento. Em relação aos pontos “a” e “b” discutidos pela Defesa em sua impugnação, verifica-se que se trata de prova lícita, juntada tempestivamente ao processo pela acusação…. No que concerne aos pontos “c” e “d” da peça defensiva, verifica-se que os documentos impugnados foram juntados ao processo de modo tempestivo, bem como fazem parte de contexto probatório que visa sustentar a argumentação da parte acusatória durante o julgamento, não há qualquer impedimento legal ou ilicitude em sua juntada e utilização… Desse modo, não verifico violação aos dispositivos constitucionais indicados pela Defesa, garantida a plenitude de defesa, o devido processo legal, o contraditório e ampla defesa, bem como a vedação à utilização de prova ilícita, razão pela qual indefiro o pleito defensivo de desentranhamento. Intime-se“.

Na chacina de 2008, três foram mortos pelo Pelotão da Morte, e na de 2011 (foto), quatro / Foto: Jean Schwarz

Na chacina de 2008, três foram mortos pelo Pelotão da Morte, e na de 2011 (foto), quatro / Foto: Jean Schwarz

 Outros PMs envolvidos

Além de Fernando, outros quatro brigadianos respondem em processo separado pelos mesmos crimes na 1ª Vara Criminal de Alvorada e houve uma cisão  no processo pelo fato de que o réu deixou de ser militar. Ele responde em liberdade por quatro homicídios. Todos os acusados estão envolvidos em pelo menos duas chacinas, uma de 2011 com quatro mortes no bairro Salomé, e outra de 2008, com três mortes.

Pelotão da Morte: 21 testemunhas sobre PMs suspeitos de integrar grupo de extermínio são ouvidas.

Saiba mais:

Júri de ex-PM acusado de integrar grupo de extermínio em Alvorada é cancelado.

Polícia anuncia reconstituição e indicia suspeitos de matar e esconder corpo de menina dentro de sofá na Capital

31 de agosto de 2015 0
Padrasto e irmão da menina morta na Lomba do Pinheiro são os suspeitos e reconstituição pode ocorrer no próximo dia 10 / Foto: Reprodução

Padrasto da menina morta na Lomba do Pinheiro e o irmão dele são os suspeitos e reconstituição pode ocorrer no próximo dia 10 / Foto: Reprodução

O titular da 21ª Delegacia da Capital, delegado Carlos Santana, indiciou os dois suspeitos de matar e estuprar a menina Surianny dos Santos Silveira, 5 anos, que teve o corpo encontrado dentro do sofá da casa onde residia na Lomba do Pinheiro, zona Leste. Mesmo com a conclusão do inquérito, a polícia anunciou a reconstituição do crime ocorrido dia 19 deste mês. A data ainda depende do Instituto Geral de Perícia, mas deve ser no dia 10 de setembro.

Indiciamento

Santana indiciou o padrasto da vítima, Charles Teixeira de Castro, 24 anos, preso dia 24 deste mês, e também o irmão dele, Jéferson Machado Alves, 23 anos, preso no dia do assassinato. Eles vão responder pelos crimes de estupro de vulnerável, homicídio e ocultação de cadáver. O delegado informou que enviou o inquérito para a Justiça devido ao prazo de dez dias devido ao fato de ter dois presos de forma preventiva. Mesmo assim, ele anunciou complementos, como a inclusão de exame pericial do DNA dos envolvidos e a própria reconstituição do crime.

Crime

De acordo com a investigação, os dois estão envolvidos no abuso sexual da menina enquanto a mãe dela viajava para São Paulo com o objetivo de comprar mercadorias para revender. Os outros quatro filhos dela, um com o atual companheiro que é suspeito de matar a enteada, também estavam na residência no dia do fato. A menina ainda foi amarrada, amordaçada e teve o corpo escondido dentro do sofá. No início, a avó dela chegou a registrar ocorrência de desaparecimento na polícia e, horas depois, no dia 19, ela mesmo acabou encontrado o corpo da neta dentro do sofá.

Saiba mais:

Preso padrasto de menina encontrada morta dentro de sofá de casa na Lomba do Pinheiro.

MP denuncia mandante e executor da chacina de seis pessoas em Cidreira

28 de agosto de 2015 0
Chacina ocorreu em uma pousada em abril e em junho, mais de 20 suspeitos foram presos / Foto: Cid Martins

Chacina ocorreu em uma pousada em abril e em junho, mais de 20 suspeitos foram presos / Foto: Cid Martins

O Ministério Público (MP) em Tramandaí  denunciou o mandante e o executor da chacina de seis jovens em Cidreira, ocorrida dia 12 de abril em Cidreira. O promotor Reginaldo Freitas da Silva denunciou Isaura Bragé como mandante do crime e Carlos Roberto de Campos Freitas como executor da chacina. Em junho, durante operação policial, 21 suspeitos foram presos na região e três dias depois outros dois.

De acordo com a denúncia, as mortes foram ocasionadas em razão de disputa por ponto de tráfico de drogas e devido a uma dívida que um dos mortos tinha com uma facção criminosa. Na chacina, além das seis mortes, duas outras pessoas ficaram feridas.

Mais denunciados

O promotor Reginaldo protocolou outra denúncia contra mais 23 pessoas, pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse de arma de fogo, sequestro e corrupção de menores. A denúncia tem 240 páginas e detalha todo o modo de agir da organização criminosa que atuava em Cidreira, Tramandaí e Porto Alegre.

Os denunciados têm envolvimento direto com a facção  dos “Bala na Cara”. Isaura é ex-companheira de Luis Fernando da Silva Soares Junior, apontado por ser um um dos líderes da facção. Todos os envolvidos estão com prisão preventiva decretada.

Saiba mais:

Polícia prende mais dois traficantes envolvidos na chacina de seis pessoas em Cidreira.

Operação policial prende traficantes envolvidos em chacina com seis mortes em Cidreira.

Polícia responsabiliza nove adultos e sete adolescentes pela morte de jovem na saída de festa em Charqueadas

28 de agosto de 2015 28
Ronei Wilson Jurkfitz Faleiro Júnior, 17 anos Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

Ronei Wilson Jurkfitz Faleiro Júnior, 17 anos Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

* Por Cid Martins

* Atualizada às 10h30

A Polícia Civil de Charqueadas concluiu nesta sexta-feira (28) o inquérito sobre o caso do jovem Ronei Wilson Jurkfitz Faleiro Júnior, 17 anos, espancado até a morte no início do mês (1) durante saída de festa na cidade. O delegado Rodrigo Reis indiciou por homicídio e três tentativas, entre outros crimes, nove adultos e responsabilizou sete adolescentes. Ele concedeu entrevista coletiva às 9h de hoje e solicitou à Justiça a prisão preventiva dos suspeitos que têm mais de 18 anos de idade.

Outro espancamento 

Além disso, a polícia confirmou que quatro dos envolvidos no assassinato de Ronei participaram do espancamento de outro jovem no mês de abril. Também foi em uma festa, usaram vidros e teve o mesmo motivo fútil, ou seja, o simples fato de serem de fora da cidade. Neste caso, a vítima e um amigo eram da Capital. Já Ronei estava com um casal de amigos de São Jerônimo.

Os envolvidos são de um “bonde” chamado Aba Reta. O delegado Reis conta que as vítimas deste grupo têm medo em registrar ocorrência e teve dificuldades para ouvir o jovem espancado e testemunhas do fato ocorrido há quatro meses. Em 2014, alguns dos envolvidos foram apontados por tentar invadir uma festa na cidade.

As pessoas podem procurar a polícia de Charqueadas pelo telefone 51 – 36587866.

Indiciamento

O indiciamento dos adultos – que estão no Presídio Central – será encaminhado hoje mesmo à Justiça e a representação dos adolescentes, todos já internados, será remetida na próxima segunda-feira. O delegado Reis concluiu o trabalho 27 dias após o fato e menciona no inquérito vários áudios que mostram os jovens se vangloriando de terem agredido Ronei. Entre os crimes relacionados aos autores, estão homicídio triplamente qualificado e três tentaivas por motivo fútil, emprego de meio cruel (vidros) e por dificultar a defesa da vítima, além de formação de bando.

Indiciados

Todos os nove adultos, entre 18 e 21 anos, e os adolescentes, entre 15 e 17 anos, negaram agressões a Ronei ou até mesmo que estiveram no local do crime. Alguns até confessaram que atiraram garrafas, mas não no adolescente. Todos são de classe e parte do grupo também já tinha antecedentes por tráfico de drogas, lesões corporais e ameaças. O delegado Reis também revelou trecho de outro áudio gravado por um dos presos.

“No áudio ele dizia que estava todo mundo agredindo, que houve socos e garrafadas. No final ele ainda falou: Bah! Foi muito tri”, destacou o policial.

Saiba mais:

Polícia investiga novos suspeitos da morte de adolescente durante saída de festa em Charqueadas.

Presos traficantes que tentaram se passar por usuários de drogas para escapar da polícia no Vale do Sinos

28 de agosto de 2015 0

Divulgação / Polícia Civil

Em uma ação da 1ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) na madrugada desta sexta-feira (28), três traficantes foram presos no Bairro Campina de São Leopoldo, no Vale do Sinos. Para despistar a polícia e tentar evitar a prisão, eles se passaram por usuários e encenaram que estavam consumindo drogas.

O delegado Mário Souza destaca que os agentes fecharam um ponto de venda de drogas que funcionava no local onde houve as prisões em flagrante. Foram apreendidos materiais e dinheiro suficientes para comprovar o crime. Foram detidos dois homens e uma mulher.

Eles foram denunciados através do telefone 0800 518 518.

Polícia de Esteio fecha clínica para emagrecimento suspeita de praticar irregularidades

27 de agosto de 2015 0
Agentes da Delegacia de Esteio cumprem mandado judicial em Centro Estético / Foto: Polícia Civil

Agentes da Delegacia de Esteio cumprem mandado judicial em Centro Estético / Foto: Polícia Civil

Após investigar uma clínica para emagrecimento por suspeita de várias irregularidades, a Delegacia de Polícia de Esteio interditou o estabelecimento localizado no bairro Novo Esteio. O delegado Leonel Baldasso diz que injeções com soro fisiológico eram aplicadas nas pacientes com a promessa de perda de até 6 centímetros de gordura por sessão. Segundo ele, um casal foi detido temporariamente no Centro Estético e Saúde pelo fato de que nenhum deles possui alguma formação técnica ou superior para a atividade.

Ação policial

Durante o flagrante no local, duas mulheres estavam em atendimento. Uma delas depõe nesta quinta-feira (27) e a outra afirmou que não iria depor pelo fato de que havia conseguido emagrecer. Ela será intimada. O valor médio cobrado por sessão era de pelo menos R$ 500,00. Apesar do soro ser utilizado por pessoas especializadas para redução de áreas localizadas em pacientes que não estão acima do peso e que já praticam atividade física, a polícia solicitou um exame pericial em produtos que aparentavam estar vencidos.

“Apreendemos soro e também seringas, sendo que algumas indicavam que teriam sido reutilizadas. Só a perícia vai nos dizer”, destaca Baldasso.

O delegado diz ainda que o local não tinha boas condições de higiene. A clínica tinha sessões agendadas até o final do ano e atuava na rua Papa João Paulo há pelo menos seis meses. A polícia está procurando outras clientes e disponibilizou o telefone 51 – 34589650 para contatos.

O casal detido vai responder pelo caso em liberdade.  Os dois são investigados por exercício ilegal de medicina, crime de perigo à vida e outros que podem surgir, como por exemplo, se for configurado também estelionato.

Soro, seringas e outros aparelhos foram apreendidos na clínica / Foto: Polícia Civil

Soro, seringas e outros aparelhos foram apreendidos na clínica / Foto: Polícia Civil