Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Rastreamento de notebook auxilia polícia a descobrir depósito de produtos roubados em Porto Alegre

19 de setembro de 2014 0

Através do rastreamento de um notebook levado por ladrões há quase três meses, a 2ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre descobriu na manhã desta sexta-feira (19) não só o computador, mas também um depósito com outros produtos roubados nas proximidades do Presídio Central, zona leste. Uma mulher foi presa por receptação e o companheiro dela, suspeito de integrar quadrilha que furta e rouba veículos na região, fugiu. No local, dezenas de objetos foram apreendidos.

Em depósito perto do Presídio Central, foram apreendidos relógios, celulares, tablets, entre outros / Foto: Polícia Civil

Em depósito perto do Presídio Central, foram apreendidos relógios, celulares, tablets, entre outros / Foto: Polícia Civil

Roubo de veículo

Tudo começou com o roubo de um Palio no  mês de junho, no cruzamento da Aparício Borges com Oscar Pereira, bairro Glória, zona leste. O carro foi localizado logo após o fato, mas a vítima teve vários objetos roubados, entre eles um notebook. Após ocorrência policial, o aparelho passou a ser rastreado e na manhã de hoje foi localizado.

Cumprimento de mandado

O titular da 2ª DP, delegado César Carrion, destaca que nesta manhã foi cumprido mandado judicial de busca e apreensão em uma rua atrás do Presídio Central, local onde o rastreamento apontava que o notebook estava. O equipamento foi recuperado e uma mulher, que utilizava o computador roubado, foi presa pela suspeita de receptação. No momento da abordagem, o companheiro dela, que tem antecedentes por furto e roubo de veículos, fugiu.

“Acreditamos que ele e mais três comparsas estão roubando e furtando veículos desde o início do ano nos bairros Glória, Medianeira, Teresópolis, entre outros da região”, diz Carrion.

Apreensões

Ao vasculhar o local, os agentes encontraram vários objetos provavelmente roubados e furtados de várias vítimas. Foram apreendidos diversos relógios, inclusive alguns de colecionadores, cadeiras de bebês para veículos, celulares, óculos, tablets, aparelhos GPS, máquinas fotográficas, rádios de carros, roupas, tênis, monitores e joias, entre outros. A polícia acredita que no local havia também materiais furtados ou roubados de residências.

Vítimas que tiveram objetos levados durante roubo de veículos ou de residências nesta região da Glória e Medianeira podem ligar para a 2ª DP no telefone: 3288 8515.

 

Acusada de sequestrar recém-nascido em hospital de Porto Alegre é liberada pela Justiça de internação psiquiátrica

18 de setembro de 2014 0

* Por Lucas Abati 

16635143

Luciana Soares Britto foi presa no bairro Lami, em Porto Alegre. Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

A 2ª Vara Criminal de Porto Alegre decidiu que a acusada de sequestrar um recém-nascido do Hospital Santa Casa, em Porto Alegre, seja liberada do Hospital Espírita. Luciana Soares Brito está internada no local desde o dia 2 de julho, quando o juiz concedeu liberdade provisória para tratamento psiquiátrico.

Segundo o juiz Mauro Caum Gonçalves, Luciana tem condições de receber alta desde agosto, mas que decidiu pela manutenção da internação, já que a ré não estava em condições de receber qualquer intimação no momento.

Em ofício, o diretor-técnico do Hospital Espírita salientou que manter a ré internada pode agravar o estado de sanidade mental, que está estabilizado. A reclusão, a pouca exposição ao sol e baixo convívio com pessoas saudáveis dificulta o tratamento. As condições para liberação é que Luciana faça consultas mensais com psiquiatras e seja acompanhada pelo serviço social do judiciário.

O juiz também cobrou do Instituto Psiquiátrico Forense (IPF) que informe a data da perícia de sanidade mental da ré. O prazo máximo para realização do exame é no final do mês de setembro.

O sequestro

O sequestro ocorreu na maternidade do Hospital Santa Clara. Segundo a mãe da criança, por volta das 16h do dia 24 de junho, uma mulher foi até o quarto onde ela estava com a filha e disse que precisava levá-la para fazer exames. Ela estava vestida com roupas brancas e touca, vestimenta semelhante à utilizada por enfermeiras. Após cerca de 20 minutos, a mãe desconfiou da situação e acionou os funcionários do hospital, que constataram que o bebê havia sido raptado.

A entrada e a saída da sequestradora foram registradas por câmeras de segurança do hospital. As imagens foram fundamentais para identificá-la, segundo o delegado Hilton Müller, da 17ª Delegacia de Polícia. Segundo ele, a mulher estava planejando o ato há pelo menos duas semanas.

Saiba mais

Justiça pede exame de sanidade mental para sequestradora de recém-nascido em hospital de Porto Alegre

Ministério Público denuncia mulher que sequestrou recém-nascido de maternidade em Porto Alegre

Bebê recém-nascido é levado de hospital em Porto Alegre

Santa Casa pede desculpas por bebê roubado e garante apurar o caso

“Estou aliviada, mas quero justiça”, diz mãe de bebê sequestrado em hospital

Santa Casa muda sistema de segurança após sequestro de bebê

Homem preso por tentar matar filho de juiz é indiciado

16 de setembro de 2014 1
foto

Foto: Polícia Civil

*Por Cid Martins

A 6ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre indiciou Jairo Eduardo Antunes Quevedo, preso por roubar e tentar matar um adolescente no dia 27 de agosto, na zona sul da Capital. Ele vai responder pelos crimes de roubo com uso de arma de fogo e tentativa de homicídio duplamente qualificado. O suspeito já está no Presídio Central.

O delegado Tiago Baldin, que estava como substituto da 6ª Delegacia, disse à Rádio Gaúcha que o criminoso roubou celular da vítima, que estava em uma parada de ônibus.

O adolescente de 14 anos, filho de um juiz, entregou o aparelho e fugiu do local, levando um tiro nas costas. Após o crime, a polícia identificou o suspeito com o apoio da comunidade da região.

O jovem reconheceu o investigado e ele teve prisão preventiva decretada. O inquérito com o indiciamento foi encaminhado ao Poder Judiciário. A vítima foi hospitalizada e não corre risco.

Foragido do sistema prisional e investigado por quatro homicídios é recapturado em Porto Alegre

16 de setembro de 2014 0

Foi recapturado na manhã desta terça-feira (16) um foragido do sistema prisional e que também é investigado por quatro homicídios ocorridos na zona leste de Porto Alegre. Adriano Gilberto dos Santos Lopes, 37 anos, foi preso por agentes da Delegacia de Capturas do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) no bairro Partenon.

Adriano Gilberto dos Santos Lopes estava foragido desde 2010 / Foto: Polícia Civil

Adriano Gilberto dos Santos Lopes estava foragido desde 2010 / Foto: Polícia Civil

De acordo com o delegado Arthur Raldi, Lopes era considerado um dos criminosos mais procurados da capital. Em 2010, ele fugiu da cadeia e desde então, tinha quatro mandados de prisão contra ele. Ele também é investigado por quatro assassinatos na Lomba do Pinheiro, zona leste da cidade. Estes mandados judiciais de prisão foram expedidos entre os anos de 2011 e 2012. Lopes tem uma pena de 40 anos e seis meses de reclusão. Na manhã de hoje, ao ser abordado pela polícia em uma obra, ele tentou fugir e só foi detido um quilômetro depois. Foi encaminhado para o Presídio Central.

PM acusado de matar sem terra em São Gabriel ingressa com recurso para não ser julgado pelo Júri

16 de setembro de 2014 0

A defesa de Alexandre Curto dos Santos ingressou com recurso para que o réu não seja julgado pelo Júri. Há cinco anos, quando ele atuava na Brigada Militar de Bagé, estava em um confronto na desocupação da fazenda Southall, em São Gabriel, quando atirou e matou o sem terra Elton Brum da Silva. Na época, o PM confirmou o disparo acidental e o comando informou que não foi dada ordem para uso de munição letal. A ação policial resultou em 14 pessoas feridas.

* Saiba mais:

PM que matou sem terra há cinco anos em São Gabriel será julgado pelo Tribunal do Júri.

Sem terra Elton Brum da Silva morreu em 2009 na desocupação da fazenda Southall ; Foto: Agência RBS

Sem terra Elton Brum da Silva morreu em 2009 na desocupação da fazenda Southall / Foto: Agência RBS

Processo

Santos responde ao processo em liberdade. A Justiça de São Gabriel decidiu que o caso fosse julgado pelo Tribunal do Júri, sem marcada data do julgamento, mas cabe ao réu o direito de ingressar com recurso. A juíza Juliana Capiotti também aceitou recurso do Ministério Público sobre o caso.

* Trecho da decisão:

“Recebo o recurso em sentido estrito, interposto pelo Ministério Público, bem como pela Defesa do réu ALEXANDRE CURTO DOS SANTOS, eis que no prazo legal. Dê-se vista ao Ministério Público para arrazoar seu recurso, e, para contra arrazoar o interposto pela defesa. Dê-se vista à defesa técnica para arrazoar seu recurso, e, para contra arrazoar o interposto pelo Ministério Público”.

 

Suspeito preso por matar jornalista em Canoas é indiciado por latrocínio

15 de setembro de 2014 1

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) de Canoas indiciou Rafael Campos de Oliveira, 19 anos, pela morte do jornalista Fabiano Cardoso, ocorrida em maio no município durante tentativa de roubo de carro. O suspeito responde pelo crime de latrocínio, matar para roubar. Outro inquérito apura participação de mais dois envolvidos.

Saiba mais:

Polícia usa tecnologia avançada para identificar suspeito de matar jornalista em Canoas.

O delegado Thiago Lacerda, da DFRV, explica que precisava concluir o inquérito no prazo de dez dias devido ao fato de Oliveira estar preso. Agora cabe ao Ministério Público aceitar a denúncia ou até mesmo solicitar mais investigações. Além do preso, outros dois respondem pelo crime de associação criminosa, mas em outro inquérito. Lacerda explica que, após a identificação dos dois, foram feitas buscas e apreensões nas residências de ambos. O prazo para concluir este inquérito é dia 12 de outubro. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados pela polícia.

Fabiano Cardoso foi morto em maio durante tentativa de roubo de carro / Foto: Divulgação Prefeitura de Porto Alegre

Fabiano Cardoso foi morto em maio durante tentativa de roubo de carro / Foto: Divulgação Prefeitura de Porto Alegre

Prisão

A polícia chegou a Oliveira depois de ter sido usada tecnologia avançada por parte do Instituto Geral de Perícias (IGP). Ele é natural de Dois Vizinhos, no Paraná, e foi preso na quarta-feira da semana passada na cidade vizinha de Francisco Beltrão. O suspeito tem antecedentes por roubo de veículo, homicídio doloso, tráfico de entorpecentes, receptação e furto de veículo. No Rio Grande do Sul, ele já foi investigado em uma operação que apurou roubos de carros de luxo na Grande Porto Alegre.

Assassinato

Fabiano Cardoso foi morto por disparo de arma de fogo quando estacionava o carro nas proximidades do hospital Nossa Senhora das Graças, em maio, para assistir partida de futebol em uma lanchonete. O jornalista atuava na Secretaria de Obras e Viação da capital. Ele deixou esposa e dois filhos.

Caso Kunzler: absolvidos suspeitos do assassinato de publicitário na zona sul de Porto Alegre

12 de setembro de 2014 1

A 1ª Vara Criminal do Foro da Tristeza absolveu dois suspeitos do assassinato do publicitário Lairson José Kunzler, morto em fevereiro deste ano na zona Sul de Porto Alegre após ter sacado R$ 44,2 mil de uma agência bancária. De acordo com o juiz Joni Simões, não foi possível apontar a nenhum dos réus Jaerson Martins de Oliveira e Ronaldo Cirne Coelho a autoria do crime de latrocínio (matar para roubar). No entanto, Ronaldo Coelho foi condenado a 4 anos e 3 meses de prisão por associação criminosa.

Publicitário Lairson José Kunzler foi morto em fevereiro deste ano / Foto: Agência RBS

Publicitário Lairson José Kunzler foi morto em fevereiro deste ano / Foto: Agência RBS

A defesa de Coelho já ingressou com recurso contra a decisão. A advogada Larissa Francine Gonzalez informou ainda que seu cliente teve um aumento de pena no caso de associação criminosa por já ser reincidente e pelo fato do uso de arma de fogo. De acordo com a sentença, o regime inicial a ser cumprido é o fechado e não cabe o direito de apelar em liberdade.

* Saiba mais:

Marcada primeira audiência judicial sobre o caso Kunzler.

Entenda o caso

O publicitário Lairson José Kunzler foi morto quando entrava em casa no dia 24 de fevereiro. Ele foi seguido desde o bairro Moinhos de Vento, onde havia sacado R$ 44,2 mil de uma agência. O dinheiro, que estava em um malote, foi levado pelos criminosos.

Dos nove indiciados pela Polícia Civil, apenas dois foram denunciados pelo Ministério Público: Ronaldo Cirne Coelho, que segue preso, e Jaerson Martins de Oliveira, que teve a prisão revogada, mas cumpre pena por condenações anteriores.

* Trecho da decisão do juiz Joni Simões:

Do exposto,
Julgo PARCIALMENTE PROCEDENTE a denúncia de fls. 02/08, para:
– CONDENAR RONALDO CIRNE COELHO como incurso nas sanções do 288, parágrafo único, do Código Penal, bem como para ABSOLVÊ-LO das sanções do artigo 157, §3º, in fine, do Código Penal, com fulcro no artigo 386, inciso VII, do Código de Processo Penal.
– ABSOLVER JAERSON MARTINS DE OLIVEIRA de todos os termos da denúncia, com base no artigo 386, inciso V, do Código de Processo Penal.”

Polícia prende apenado com tornozeleira eletrônica suspeito de estupros em Viamão

12 de setembro de 2014 0

As delegacias de Homicídios e da Mulher de Viamão prenderam na manhã desta sexta-feira um apenado de 27 anos que usa tornozeleira eletrônica e é suspeito de estupros no município. O detento usava um veículo para abordar as vítimas nas ruas. Em um dos casos, no mês passado, uma das mulheres tentou fugir e foi esfaqueada na região do abdômen. A polícia investiga outros casos que podem ser atribuídos a ele, todos na região do bairro Santa Cecília.

De acordo com o delegado Carlos Wendt, da Homicídios de Viamão, o preso sempre usava o mesmo veículo, atacava à noite e mulheres com cabelo e pele claros. Depois de colocar as mulheres dentro do carro, ele se dirigia para lugares afastados e cometia os abusos. Um dos casos foi parar na Homicídios devido a uma tentativa ocorrida no mês passado. Wendt conta que uma das vítimas não quis entrar no automóvel e quando tentava fugir, foi esfaqueada pelo suspeito no abdômen.

Suspeito usava um veículo para abordar mulheres em ruas de Viamão / Foto: Polícia Civil

Suspeito usava um veículo para abordar mulheres em ruas de Viamão / Foto: Polícia Civil

Estupros

A delegada Andrea Magno, da delegacia da Mulher de Viamão, diz que tem dois casos registrados. Esta tentativa de estupro seguida de tentativa de homicídio e um outro caso consumado, também no mês de agosto deste ano. No entanto, a polícia está investigando outros fatos semelhantes que podem ser atribuídos ao apenado que usa tornozeleira eletrônica. Além disso, o suspeito ameaçava as vítimas e por isso acredita-se que em alguns casos não foram feitas ocorrências policiais. Denúncias podem ser feitas à Delegacia da Mulher de Viamão pelo telefone: 3492 2090.

Ele tem antecedentes criminais, um deles, justamente por estupro em Garibaldi no ano de 2008. Também já respondeu pelos crimes de roubo a transporte coletivo em Viamão e porte ilegal de arma de fogo. A polícia não divulgou o nome do apenado.

Gaúcho é preso na Venezuela após golpes aplicados na área de turismo no Mato Grosso do Sul

11 de setembro de 2014 0

A Interpol prendeu a bordo de um veleiro, na Venezuela, o empresário Alexandre Alex Rodrigues Furtado, 44 anos. Ele estava foragido e era procurado pela Polícia da cidade turística de Bonito, no Mato Grosso do Sul (MS). O gaúcho é acusado de aplicar golpes na área de turismo no valor de R$ 4 milhões. De acordo com a investigação, tentaram prender ele no início de agosto até mesmo em Viamão, onde residiu até a década passada. Em um dos golpes, Furtado chegou a dizer que sua agência de viagens intermediou em 2009 a hospedagem do ator Brad Pitt em Bonito. Na verdade, isso não ocorreu e o motivo era promover a própria empresa.

Gaúcho tentou promover agência de viagens ao mentir que Brad Pitt se hospedaria em Bonito / Foto: Divulgação

Gaúcho tentou promover agência de viagens ao mentir que Brad Pitt se hospedaria em Bonito / Foto: Divulgação Interpol

Golpe

O delegado Roberto Gurgel, que investiga o caso no MS, destaca que o suspeito vendia pacotes de viagens e aplicava golpes ao não fornecer o serviço contratado. São pelo menos 47 vítimas, entre funcionários, clientes, fornecedores, bancos e prefeitura de Bonito. No entanto, três vítimas são ex-esposas dele. Uma delas foi roubada por ele após receber herança avaliada em R$ 150 mil.

* Ouça entrevista do delegado Roberto Gurgel concedida à Rádio Gaúcha:

Prisão

Furtado fechou a agência de turismo em janeiro deste ano, mas desde julho de 2013, devido a várias denúncias na polícia, ele passou a ser investigado e considerado foragido. Nos últimos dias, estava também na lista de procurados da Interpol. Com apoio de policiais do Rio Grande do Sul, ele foi procurado em Paraty, no Rio de Janeiro (local onde aparece na foto com veleiro avaliado em R$ 400 mil), em Viamão, onde morava antes de ir para o MS, e depois na Venezuela. Ele foi preso dia 4 deste mês pela Interpol a bordo da embarcação. O delegado Gurgel destaca que só foi comunicado na segunda-feira e na quarta-feira à tarde (10) divulgou o fato para a imprensa.

“Além do prejuízo financeiro das vítimas, Furtado prejudicou a imagem do turismo local aqui em Bonito, local muito frequentado por pessoas do Brasil inteiro”, diz Gurgel.

Brad Pitt

Em 2009, o gaúcho aplicou um dos maiores golpes para promover a própria agência de turismo. Ele chegou a dizer que o ator Brad Pitt se hospedaria em Bonito através de sua empresa e que não poderia dar mais detalhes devido a contrato sigiloso. Pitt nunca esteve no município turístico, mas o gaúcho enganou a imprensa e concedeu diversas entrevistas.

“Em cinco minutos, o site da agência dele teve 40 mil acessos após esta farsa”, relata Gurgel.

Investigação

A polícia de Bonito segue investigando o caso e resolvendo todos os trâmites para extraditar Furtado, que segue preso na Venezuela. Gurgel não descarta a participação de mais pessoas nos golpes, até pelo fato do gaúcho não ter bens em seu nome e não ficar em endereço fixo. O suspeito responde pelos crimes de estelionato, apropriação indébita, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Operação policial prende 12 suspeitos por homicídios em São Leopoldo

11 de setembro de 2014 4
Foto: divulgação/Polícia Civil

Foto: divulgação/Polícia Civil

* Por Cid Martins

Uma operação policial foi realizada entre a noite de ontem e a manhã desta quinta-feira (11) em São Leopoldo, no Vale do Sinos, para combate ao crime de homicídio. De acordo com o delegado regional metropolitano, Leonel Carivali, 12 suspeitos foram presos na ação, em diversos bairros da cidade. Também foi apreendida uma arma, munição, colete balístico, quantia de R$ 500 e pequena quantidade de drogas.

A polícia informa que a ação tem como base três inquéritos, relacionados a três mortes ocorridas nos últimos meses. No entanto, entre os presos, há um foragido por roubo e outro por violência doméstica. Foram cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, cinco de prisão temporária e nove de prisão preventiva.

No total, 45 policiais participam da operação, além de cães farejadores do Denarc.