Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "tráfico de drogas"

Operação da PF prende em Porto Alegre líder dos "Bala na Cara" solto pela Justiça há um mês

17 de outubro de 2014 51

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (17) uma operação em dois estados do Brasil e prendeu em Porto Alegre o líder da quadrilha de traficantes dos “Bala na Cara“, que havia sido solto no final de setembro. Luís Fernando da Silva Soares Júnior havia sido preso em julho com cerca de 20 quilos de cocaína em um carro, em hospital da cidade, e a Justiça entendeu que não havia provas suficientes para mantê-lo detido.

Saiba mais:

Juiz solta o número 1 da facção criminosa que atua na Região Metropolitana.

Luis Fernando da Silva Soares Júnior, o Júnior, líder dos "Bala na Cara" / Foto: Reprodução

Luis Fernando da Silva Soares Júnior, o Júnior, líder dos “Bala na Cara” / Foto: Reprodução

Operação

Na manhã de hoje, cerca de 100 agentes realizaram a Operação Bom Jesus para coibir o tráfico internacional de armas e drogas no Rio Grande do Sul (RS) e no Paraná (PR). Foram cumpridos dez mandados de prisão preventiva e dez de busca e apreensão em Porto Alegre, quatro presos, e Cachoerinha, um preso, além de Cascavel, dois presos, e Foz do Iguaçu, um preso, no PR. Foram apreendidos veículos, dinheiro e armas. Dois mandados foram cumpridos em presídios gaúchos, Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC) e Presídio Central.

Quadrilha

Foi desarticulado o grupo criminoso dos “Bala na Cara” que domina o tráfico de drogas e armas, especialmente no bairro Bom Jesus, zona leste de Porto Alegre e em outras regiões da cidade. Uma das características da quadrilha é conquistar territórios através da violência contra outros grupos por meio da utilização de armamento pesado e do controle de galerias em presídios.

Investigação

A investigação começou em fevereiro em Porto Alegre. Foi apurado que os “Bala na Cara” compravam cocaína e armas no Paraguai e transportavam em compartimentos escondidos em veículos. O ingresso no Brasil se dava principalmente por Foz do Iguaçu, fronteira com Ciudad del Este, no Paraguai, e depois era vendida em pontos de tráfico da capital.

Apreensões

Desde o início, a PF interceptou três cargas que totalizaram aproximadamente 120 quilos de cocaína, além de três pistolas de calibre restrito (9mm) e duas 380, de uso restrito. A apreensão resultou em sete prisões. Os flagrantes ocorreram em junho, em um depósito na Vila Nova, em julho, quando um veículo transportado por um guincho foi abordado em posto de combustíveis e também em julho, quando o líder do grupo, Luís Fernando Soares, o Júnior, foi preso em flagrante ao receber veículo com drogas em estacionamento de hospital em Porto Alegre.

PF apreende armas e mais de 100 quilos de drogas / Foto: Divulgação PF

PF apreende armas e mais de 100 quilos de drogas / Foto: Divulgação PF

 

Disputa por tráfico de drogas acaba com três integrantes dos "Bala na Cara" mortos no Vale do Sinos

25 de setembro de 2014 6

*Por Lucas Abati

Armas apreendidas na ocorrência. Divulgação/Brigada Militar

Armas apreendidas na ocorrência. Divulgação/Brigada Militar

A disputa entre quadrilhas de tráfico de drogas no Vale do Sinos terminou com três mortes na madrugada desta quinta-feira (25), no bairro Santa Marta, em São Leopoldo.

A ocorrência iniciou em uma disputa entre a quadrilha que se apresentou como dos “Bala na Cara”, facção que teve origem na zona leste de Porto Alegre, e um grupo rival no tráfico. No primeiro confronto, entre os dois grupos rivais, um integrante da quadrilha da Capital morreu e um homem do grupo rival foi preso.

Durante a madrugada, os policias receberam informação de que seis homens estavam em um veículo, à procura do grupo rival para vingar a morte do primeiro criminoso. Os PMs conseguiram localizar o veículo e dois suspeitos foram presos. Outros quatro fugiram para um matagal na região.

Após o cerco, por volta das 4 horas da madrugada, os bandidos que não foram detidos, acabaram sendo encontrados e houve uma nova troca de tiros, que acabou com dois suspeitos mortos, sendo que um deles tinha 15 anos de idade e estava desaparecido. Segundo a Brigada Militar, um deles é o homem que havia sido preso no Centro de Porto Alegre com um fuzil canadense, no dia 14 de setembro.

- Polícia prende homem com fuzil canadense no Centro da Capital

Os outros dois foram detidos em flagrante e foram encaminhados à Delegacia de Pronto Atendimento de São Leopoldo.

* Saldo da ocorrência:

- Três criminosos dos Bala na Cara mortos

- Cinco presos – quatro integrantes do Bala na Cara e um do grupo rival

- Oito armas apreendidas – uma espingarda, três pistolas 9mm, uma pistola 380, dois revólveres

Criminoso morto foi preso com fuzil canadense no Centro de Porto Alegre, no dia 14 de setembro. Divulgação/BOE

Criminoso morto foi preso com fuzil canadense no Centro de Porto Alegre, no dia 14 de setembro. Divulgação/BOE

* Saiba mais detalhes sobre a quadrilha:

Grupo Bala na Cara avança seu domínio

 

Polícia prende jovens de classe média e alta que traficavam drogas em Guaíba

12 de agosto de 2014 0

A Polícia Civil realizou na manhã desta terça-feira (12) uma operação em Guaíba para prender jovens de classe média e alta que traficavam drogas em bairros nobres e em festas da cidade. Ao contrário da maioria das ações realizadas, a Polícia Civil descobriu que os integrantes da quadrilha eram jovens que frequentavam os mesmos locais dos consumidores e o fato deu origem ao nome da ação realizada nesta manhã: “operação Johnny“, referente ao filme Meu Nome não é Johnny, que relatou a história verídica de um traficante da zona sul do Rio de Janeiro nos anos 80 e que também era de classe média.

Seis suspeitos foram presos na manhã de hoje na cidade de Guaíba / Foto: Polícia

Seis suspeitos foram presos na manhã de hoje na cidade de Guaíba / Foto: Polícia

Operação

A delegada Sabrina Teixeira comandou hoje 100 policiais em 25 viaturas para cumprir 15 mandados judiciais de busca e apreensão e cinco de prisão. Ao todo, seis foram presos, dois via mandados judiciais e quatro em flagrante. Foram apreendidos celulares, armas e drogas.

Tráfico de drogas

A delgada disse que o principal alvo, um jovem de 23 anos e que é de uma família com alto poder aquisitivo, segue foragido. Ele não foi localizado na manhã de hoje. De acordo com a investigação, ele se associou a um apenado da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) para fornecer drogas e controlar o tráfico em bairros nobres da cidade. Este detento também se associou a outro traficante, que é de facção criminosa rival, e com isso passaram a ter a hegemonia na venda de entorpecentes do município.

Após operação policial, suspeito de matar bebê em Eldorado do Sul ainda está foragido

07 de agosto de 2014 1

A Polícia Civil realizou na quarta-feira (6) a operação Delta com 33 prisões em 7 cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre, mas ainda procura o suspeito de ter executado uma das quatro mortes investigadas em Eldorado do Sul: a de um bebê de dois meses de idade no mês de maio. Pablo Alexandre Saturnino, com prisão preventiva decretada, é considerado foragido. Segundo o delegado do município, Alencar Carraro, pelo menos estão sendo apurados outros cinco assassinatos que podem ser atribuídos a ele.

Outros foragidos

A Polícia também procura mais dois suspeitos de integrar a quadrilha dos Bala na Cara na cidade de Eldorado do Sul. Um adolescente de 15 anos, apontado como autor de pelo menos um dos quatro homicídios na cidade que foram investigados na operação Delta, e a mulher de outro suspeito que foi preso ontem na região durante o cumprimento dos mandados judiciais.

As três pessoas que estão sendo procuradas pela polícia são de Cachoeirinha. O delegado Carraro destaca que Pablo Saturnino tem um escorpião tatuado no pescoço e disponibiliza o telefone (51) 3481 3444 para contato sobre o paradeiro dos foragidos.

Bebê

O bebê de dois meses, assassinado com três tiros no mês de maio em Eldorado do Sul, estava em casa com os pais. A mãe sobreviveu e chegou a ficar em um programa de proteção a testemunhas e o pai foi morto durante a chacina. O motivo foi disputa por ponto de venda de drogas. Os homicídios em Eldorado do Sul, principalmente na localidade chamada de invasão do Delta, ocorreram após a quadrilha dos Bala na Cara se instalar na região.

A ordem para a execução do bebê partiu de dentro da Penitenciária Estadual do Jacuí. O apenado com 57 anos de condenação, Jeferson dos Santos Lopes, foi quem teria mandado matar as vítimas.

Saiba mais:

Polícia prende 33 pessoas em operação contra tráfico e homicídios na Grande Porto Alegre.

Operação Delta prendeu ontem 33 suspeitos e três ainda estão foragidos / Foto: Cid Martins

Operação Delta prendeu ontem 33 suspeitos e três ainda estão foragidos / Foto: Cid Martins

 

 

Polícia prende 33 pessoas em operação contra tráfico e homicídios na Grande Porto Alegre

06 de agosto de 2014 68

Foto: Cid Martins/Rádio Gaúcha

* por Cid Martins

Trinta e três pessoas foram presas em operação conjunta entre a Polícia Civil, Brigada Militar (BM) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), deflagrada na manhã desta quarta-feira (6) em sete cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a polícia, o grupo faz parte da quadrilha conhecida como Bala da Cara, responsável pelo tráfico de drogas e homicídios.

Dos 33 detidos, nove são adolescentes apreendidos pela polícia. Doze armas e um veículo também foram localizados. Os suspeitos serão indiciados por quatro homicídios qualificados, seis tentativas de homicídio, uma tentativa de latrocínio, associação ao tráfico e organização criminosa.

Entre os presos na Operação Delta está a mulher de um suspeito de comandar crimes de dentro da cadeia.  A quadrilha começou a praticar crimes na zona leste da Capital, há alguns anos, se estendeu por toda Grande Porto Alegre e no início deste ano se instalou também em Eldorado do Sul. A investigação começou em janeiro na delegacia do município, após homicídios, invasão de casas por parte de traficantes e apreensões realizadas também pela PRF na região.

Homicídios

De acordo com o delegado Alencar Carraro, uma das mortes comandadas de dentro da cadeia foi considerada pela polícia como a mais cruel por parte dos traficantes. Os criminosos invadiram uma residência em Eldorado do Sul, em maio deste ano, para executar uma família. Na ocasião, foram mortos um homem e o filho dele, um bebê de dois meses. A mãe da criança ficou gravemente ferida e foi inserida no programa de proteção a testemunhas.

A ordem para a execução dos dois saiu de dentro da Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ). Um dos suspeitos de comandar parte dos crimes é Jeferson dos Santos Lopes, 29 anos, detendo da PEJ. Segundo Carraro, ele tem uma condenação a 57 anos de prisão e, em 2007, também foi investigado por matar durante tiroteio na avenida Orfanotrófio, em Porto Alegre, outra criança.

Trezentos agentes participaram da operação e cumpriram 19 mandados de prisão e apreensão de adolescentes em Porto Alegre, em Eldorado do Sul, Cachoeirinha, Alvorada, Gravataí, Guaíba e Esteio. Também foram cumpridos 48 mandados de busca. Além dos mandados, outros suspeitos foram presos em flagrante. Foram utilizados cães farejadores, dezenas de viaturas e até mesmo um bote para percorrer o entorno das ilhas do Guaíba.

Polícia apreende 17 kg de crack em chácara no Vale do Sinos

04 de junho de 2014 2

* Por Lucas Abati

Divulgação / Polícia Civil

 

A Polícia Civil apreendeu 17 quilos de crack, na madrugada desta quarta-feira (04), na chácara de um traficante, em Dois Irmãos, no Vale do Sinos.

Ainda foram apreendidas uma camionete Land Rover e um caminhão, que não estavam em ocorrência de roubo ou furto.

Na ação, houve perseguição e troca tiros, mas o criminoso conseguiu fugir. Segundo o delegado da 3ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, Alexandre Quintão, o valor total da droga pode ser estimado em R$ 850 mil.

Nesta quarta-feira, outras apreensões de drogas aconteceram. Saiba mais:

Polícia Federal realiza maior apreensão de cocaína no Rio Grande do Sul em 2014

Casal é preso com 50 kg de maconha em Venâncio Aires

Polícia prende quatro traficantes em laboratório de drogas na cidade de Canoas

22 de maio de 2014 2

A 1ª Delegacia de Polícia de Canoas prendeu quatro traficantes em um laboratório de drogas no bairro Mathias Velho. A ação ocorreu durante cumprimento de mandados de busca na região entre a noite passada e a madrugada desta quinta-feira (22). O delegado Rodrigo Zucco diz que a quadrilha, três homens e uma mulher, tinham no local dois quilos de maconha, um de cocaína e mais um quilo de crack.

Três homens e uma mulher foram presos no bairro Mathias Velho / Foto: Polícia Civil

Três homens e uma mulher foram presos no bairro Mathias Velho / Foto: Polícia Civil

Prisões e apreensões

Os quatro foram presos em flagrante por posse de grande quantidade de drogas. Também foram apreendidos material utilizado para manipular entorpecentes e dois veículos usados para distribuição.

Investigação

Zucco esclarece que a ação faz parte da OPERAÇÃO ARRASTÃO que visa combater os roubos praticados por usuários de drogas que atuam no centro da cidade e que também atacavam principalmente adolescentes em saídas de escolas e demais jovens na saída de universidades em Canoas. Em 15 dias, já são 15 presos pela 1 DP de Canoas

Saiba mais:

Presa quadrilha que atacava alunos de escolas e universidades em Canoas.

Cinco são presos em operação para combater violência e tráfico de drogas na Vila Cruzeiro

15 de maio de 2014 0

* Por Eduardo Cardozo

Cinco pessoas foram detidas na manhã desta quinta-feira (15) no complexo da Vila Cruzeiro, na zona sul de Porto Alegre. A Operação Cruzeiro 2  busca combater a violência na região, que culminou com toque de recolher e o fechamento de escolas e postos de saúde no último mês. São cumpridos 21 mandados de busca e apreensão.

ABC

São quatro adultos presos e um adolescentes apreendido. A polícia apreendeu drogas, armas, um veículo e R$5 mil. Segundo a Brigada Militar, apesar do policiamento, moradores seguem relatando tiroteios na região.

A ação conjunta da Polícia Civil, Brigada Militar e Delegacia de Homicídios contou com a presença de 100 policiais.

Saiba mais:

Quinze são detidos em operação para combater violência na Vila Cruzeiro

Três pessoas são presas em área de confronto da Vila Cruzeiro, na Capital

Operação policial prende seis suspeitos e apreende drogas em Alvorada e Viamão

09 de maio de 2014 1

Por Eduardo Cardozo

Seis pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (9) suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas em Alvorada e Viamão, na Região Metropolitana. Quatro delas foram presas em flagrante por tráfico e outras duas pessoas presas de forma preventiva.

A Polícia Civil apreendeu maconha, cocaína, crack, uma pistola.380 e uma moto. Foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva. Um dos traficantes presos é suspeito de comandar o tráfico em Viamão. A investigação da Operação Aterro durou aproximadamente 90 dias.

Operação policial prende seis pessoas ligadas a quatro assassinatos no Vale do Sinos

06 de maio de 2014 1

A 3ª Delegacia Regional Metropolitana realiza na manhã desta terça-feira (06) uma operação policial no Vale do Sinos para prender envolvidos em quatro assassinatos ocorridos neste ano em São Leopoldo. De acordo com o delegado Leonel Carivali, até o momento, seis pessoas foram presas.

Cerca de 70 policiais prenderam nesta manhã os suspeitos que também são traficantes / Foto: Polícia Civil

Cerca de 70 policiais prenderam nesta manhã os suspeitos que também são traficantes / Foto: Polícia Civil

A ação, que conta com 70 policiais, ocorre em residências de vários pontos das cidades de São Leopoldo e de Novo Hamburgo. Estão sendo cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão preventiva. Todos os suspeitos que estavam sendo procurados foram presos e um sexto foi preso em flagrante por tráfico de drogas. Carivali diz que nenhum dos quatro homicídios têm ligação direta, apenas o fato de terem sido motivados por desavenças envolvendo a venda de entorpecentes.

Operação Tiro ao Alvo

A Operação Tiro ao Alvo foi realizada hoje pelo fato das investigações dos crimes estarem avançadas e para evitar que os suspeitos fugissem. A investigação foi coordenada pelo delegado Vinícius do Valle da 3ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo, que também apura os assassinatos na região.