Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "tráfico de drogas"

Operação policial apreende 30 kg de crack na Região Metropolitana de Porto Alegre

26 de junho de 2016 0
A droga vinha de Foz do Iguaçu e seria distribuída entre NH e Porto Alegre / Foto: Polícia Civil

A droga vinha de Foz do Iguaçu e seria distribuída entre NH e Porto Alegre / Foto: Polícia Civil

Uma operação policial realizada entre na madrugada deste domingo (26) apreendeu 30 kg de crack e 5 kg de cocaína na Região Metropolitana de Porto Alegre. Agentes da 3ª Delegacia do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prenderam um suspeito que fazia a rota Foz do Iguaçu, no Paraná, com Novo Hamburgo e a Capital, no Rio Grande do Sul. O delegado Rafael Pereira diz que esta é a maior apreensão do ano no estado e que seriam produzidas 250 mil pedras de crack com a quantidade apreendida.

Investigação

Após seis meses de investigação, Pereira diz que esta rota abastecia grande parte dos municípios entre o Vale do Sinos e Porto Alegre. Segundo ele, o preso era responsável por distribuir os entorpecentes para traficantes da região.

“A organização criminosa tem alto grau de sofisticação e inclusive possuía veículo especial com dispositivos secretos. Os agentes do Denarc encontraram a droga escondida nesses compartimentos, além de munição e uma pistola calibre 380 milímetros”, ressalta Pereira.

A droga foi estimada no atacado em R$ 550 mil. O preso será encaminhado ao sistema prisional.

Denúncias

Telefone - 0800 518 518
Site – www.pc.rs.gov.br
E-mail – denarc-denuncia@pc.rs.gov.br
Whatsapp – (51) 84187814

Crack e cocaína eram escondidos em compartimentos secretos de um veículo / Foto: Polícia Civil

Crack e cocaína eram escondidos em compartimentos secretos de um veículo / Foto: Polícia Civil

Operação prende traficantes que expulsavam moradores de casa na Restinga

24 de junho de 2016 0
Cid

Divulgação / Polícia Civil

Assim como na zona norte da Capital, quando a polícia prendeu na semana passada traficantes que expulsavam moradores das casas, e ainda revendiam os móveis das vítimas, agora ocorre o mesmo na zona sul. Cerca de 60 policiais, com o apoio da Brigada Militar, realizaram na manhã desta sexta-feira (24) uma operação para coibir o tráfico de drogas na Restinga.

Foram cumpridos 20 mandados judiciais, 17 de busca e apreensão e três de prisão. O principal objetivo da 16ª Delegacia é impedir que a população continue tendo as casas ocupadas sob ameaça dos criminosos. Segundo o delegado Marcínio Tavares, os suspeitos usam os locais para guardar entorpecentes e armas, além de usar como ponto de venda.

Até o momento, três pessoas foram presas, na operação denominada “Príncipe Regente”.

Operação policial prende 46 traficantes em Soledade, no norte do Rio Grande do Sul

22 de junho de 2016 1
cid

Foto: Divulgação/ Polícia Civil

A Polícia Civil realizou na manhã desta quarta-feira (22) em Soledade, no Norte do Rio Grande do Sul, uma operação policial para combater o tráfico de drogas. Mais de 200 policiais cumprem 40 mandados de prisão e outros 40 de busca e apreensão no município. Até o momento, foram 38 presos na ação desta manhã e outros oito durante os oito meses de duração da investigação, totalizando 46 traficantes presos. Dois ainda seguem foragidos.

A chamada operação “Garras da Lei” também apreendeu armas, maconha, crack e cocaína. A investigação de oito meses mapeou os principais pontos de venda de entorpecentes da cidade. Pequenas quadrilhas estão sendo desarticuladas nesta manhã.

O chefe de polícia, Émerson Wendt, acompanhou pessoalmente a operação.

Operação combate tráfico e ocupa área comandada por facção criminosa na Vila Cruzeiro

17 de junho de 2016 6
c1

Foto: Cid Martins / Gaúcha

Cerca de 250 policiais ocuparam na manhã desta sexta-feira (17) a Vila Tronco, na Grande Cruzeiro, zona sul de Porto Alegre, com o objetivo de combater ações de uma facção criminosa. De acordo com o Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc), a região é considerada o centro de controle do grupo que está em guerra com outras facções desde janeiro deste ano, causando troca de tiros e homicídios na própria localidade e nos bairros Bom Jesus e Vila Jardim.

Conforme levantamento do Jornal Diário Gaúcho, foram mais de 60 assassinatos, nas três regiões. O tráfico de drogas está por trás destas disputas, no entanto, os líderes das quadrilhas têm ordenado uma série de execuções motivadas por vingança entre eles. A facção que é alvo da chamada “Operação Matriarca” tem cinco irmãos no comando, três homens e duas mulheres. Um deles tem quase uma dezena de antecedentes criminais por roubo a banco e por homicídios. Um sexto irmão foi assassinado.

Até o momento, 12 pessoas foram presas na operação desta manhã, além de outras cinco prisões durante a investigação.

Operação

Os policiais, com apoio de um helicóptero, cercaram o local para realizar a operação e monitoram todos os acessos. Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão e 14 de prisão temporária. Além da apreensão de drogas, os agentes têm como meta apreender armas. No entanto, o titular da 1ª Delegacia do Denarc, delegado Guilherme Calderipe, diz que esta facção causou um descontrole entre as facções criminosas em áreas conflagradas pela venda de entorpecentes.

“Claro que o tráfico está por trás de tudo, mas as disputas começaram com pequenas desavenças motivadas por vinganças. Mas que foram aumentando e causaram mortes. Depois disso, houve troca de tiros e tudo terminou em uma guerra de facções com várias execuções em pelo menos três bairros da Capital”, diz Calderipe.

A investigação começou em fevereiro deste ano, um mês depois que as execuções começaram a aumentar na Vila Cruzeiro e nos bairros Bom Jesus e Vila Jardim. Calderipe diz que a facção criminosa investigada tem como costume guardar o armamento na Vila dos Papeleiros, próximo à rodoviária da Capital, para evitar prejuízos em caso de ação policial ou até mesmo devido a uma disputa com rivais.

Alvo da ação do Denarc é na Vila Tronco, na Grande Cruzeiro / Foto: Cid Martins

Alvo da ação do Denarc é na Vila Tronco, na Grande Cruzeiro / Foto: Cid Martins

Saiba mais:

Polícia apreende fuzis e metralhadoras na zona norte de Porto Alegre.

Polícia faz operação contra o tráfico de drogas no bairro Bom Jesus.

 

Presos traficantes que ocupavam casas de moradores da Capital e ainda revendiam móveis das vítimas

16 de junho de 2016 0
civil

Divulgação/ Polícia Civil

Em uma operação realizada na manhã desta quinta-feira (16) na zona norte de Porto Alegre, a polícia desarticulou quadrilha de traficantes que ocupavam casas de moradores na região do Porto Seco e ainda revendiam todos os móveis das vítimas. Cerca de 60 policiais cumpriram dez mandados de busca e apreensão e sete de prisão. Até o momento, três pessoas foram presas.

De acordo com investigação da 22ª Delegacia de Polícia da Capital, as residências eram ocupadas a força e os proprietários ameaçados de morte, alguns até agredidos. O objetivo era usar os locais como ponto de venda de drogas, mas também para armazenar entorpecentes e guardar armamento. No entanto, o que chamou a atenção dos investigadores, foi o fato de que os criminosos estavam revendendo os móveis das vítimas para que o tráfico tivesse ainda mais capitalização.

Dupla é presa com 20 kg de maconha após perseguição em Canoas

14 de junho de 2016 0
Droga era considerada pura e tinha alto valor no tráfico / Foto: Polícia Civil

Droga era considerada pura e tinha alto valor no tráfico / Foto: Polícia Civil

* Por Vitor Rosa

Agentes da 3ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prenderam dois homens no bairro Fátima, em Canoas, na madrugada desta terça-feira (14). Com a dupla, a polícia apreendeu 20 quilos de maconha considerada pura, que poderia ser revendida por alto preço no tráfico de drogas.

Os homens de 30 e 31 anos fugiram após serem abordados. Houve perseguição do veículo por algumas ruas. O carro também foi apreendido. Ninguém ficou ferido.

Presos traficantes que agiam no entorno de escolas na zona sul de Porto Alegre

09 de junho de 2016 1

Agentes da 1ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prenderam em flagrante nesta quinta-feira (9) três homens que comercializavam drogas em um ponto de tráfico no bairro Vila Nova, zona sul de Porto Alegre. A venda era realizada nas imediações de uma escola. No entanto, o grupo era conhecido por agir também no entorno de outros estabelecimentos de ensino da região.

O local estava sendo monitorado pela equipe de investigações do delegado Guilherme Calderipe após várias denúncias anônimas da comunidade. Os presos têm entre 19 e 25 anos de idade. Eles foram autuados e encaminhados ao presídio. Com o grupo, foram apreendidas porções de maconha, dinheiro e um celular. Todos tinham antecedentes criminais, sendo dois deles por tráfico de drogas. Por questões de segurança, o Denarc não está divulgando o nome da escola. A ação faz parte da operação “Anjos da Lei“, que combate a venda de drogas nas proximidades de escolas da Grande Porto Alegre.

Suspeitos agiam no entorno de escola no bairro Vila Nova / Foto: Polícia Civil

Suspeitos agiam no entorno de escola no bairro Vila Nova / Foto: Polícia Civil

Militar da Aeronáutica é preso por tráfico de drogas sintéticas em Canoas

25 de maio de 2016 0
Soldado foi preso junto com a namorada quando tentava entregar ecstasy / Foto: Polícia Civil

Soldado foi preso junto com a namorada quando tentava entregar ecstasy / Foto: Polícia Civil

Um militar da Aeronáutica foi preso na madrugada desta quarta-feira (25) por agentes do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc). O suspeito é investigado por tráfico de drogas sintéticas. Ele e a namorada foram abordados quando chegavam de carro em um posto de combustíveis em Canoas. Com o casal, foram apreendidos 400 comprimidos de ecstasy e sete frascos de uma substância similar ao lança-perfume.

O soldado foi preso no momento em que desceu do veículo, mas a companheira tentou fugir do local no veículo e ainda atirou os entorpecentes na rua.

“Na fuga, ela quase bateu com o carro do casal em outros automóveis e por pouco não atropelou pedestres no posto de combustíveis, mesmo assim conseguiu fugir por que os policiais não colocaram em risco os pedestres e outros motoristas”, destacou o titular da 4ª Delegacia do Denarc, delegado Maurício Barison.

Já o diretor de Investigações do Denarc, delegado Mário Souza, disse que a substância apreendida é conhecida pelos consumidores por “essência”. Na verdade, um produto que é inalado e produz efeitos similares ao do lança-perfume. As drogas apreendidas iriam abastecer dez traficantes e foram avaliadas em R$ 8 mil.

O soldado tem 23 anos e não teve o nome divulgado pela polícia. Ele não tem antecedentes criminais e, depois de ser ouvido, será encaminhado para a Aeronáutica. O delegado Barison vai solicitar a prisão preventiva dos dois e depois que a Justiça aceitar, pretende divulgar os nomes dos traficantes. Buscas estão sendo feitas pelo Denarc.

Denúncias 

Telefone – 0800 518 518
E-mail: denarc-denuncia@pc.rs.gov.br
Whatsapp – (51) 8418-7814

Polícia combate guerra do tráfico que fez escola fechar várias vezes na zona leste da Capital

24 de maio de 2016 0

Operação policial contou com mais de 450 agentes Foto: Cid Martins / Rádio Gaúcha

Uma grande operação policial foi realizada na manhã desta terça-feira (24) na zona leste de Porto Alegre para combater a guerra do tráfico na região devido à disputa por pontos de venda de drogas cobiçados por duas facções criminosas. No principal deles está a escola Érico Veríssimo, que foi obrigada a fechar as portas pelo menos quatro vezes este ano devido aos intensos tiroteios, além de reduzir o horário das aulas em outras ocasiões.

Em março, moradores gravaram vídeo de uma troca de tiros que durou 20 minutos. A 15ª delegacia, que coordena o trabalho, já registrou 23 homicídios ligados ao tráfico na sua área de atuação neste ano. Traficantes ainda incendiaram uma casa e construíram barricadas para usarem nos confrontos entre quadrilhas. Esses fatos levaram à Brigada Militar a realizar uma operação no mês passado para coibir as práticas criminosas.

O delegado Fernando Soares conta com 456 agentes para cumprir 70 mandados judiciais em 14 bairros de Porto Alegre e em Viamão, 15 deles na rua Comendador Eduardo Secco, onde fica o colégio. A maioria dos mandados ocorre no bairro Bom Jesus, 24 ao todo, também há 21 no bairro Ipe I, sendo os demais espalhados pela região, alguns na zona norte, próximos ao Rubem Berta, e somente um mandado em Viamão. A operação foi chamada de “Imperium”.

“Estamos dando uma resposta aos criminosos. Nossos objetivos também são evitar que a escola volte a fechar devido a tiroteios, coibir o tráfico e outros crimes, como homicídios e roubos”, diz o delegado Soares.

Investigação

Foram dois meses de investigação e 28 inquéritos concluídos. Ao todo, cerca de 80 pessoas foram investigadas, sendo que 54 já tinham antecedentes criminais. Além disso, 16 foram presos, dois estão foragidos e 36 se encontram em liberdade provisória. Apesar de terem sido registradas apenas quatro prisões, o delegado Soares afirma que todas as pessoas detidas serão indiciadas por tráfico e associação ao tráfico.

Guerra do tráfico

O delegado Soares, da 15ª DP, diz que a guerra por pontos de venda de drogas começou em janeiro deste ano, quando integrantes de uma facção criminosa começaram a trocar tiros com outra que domina o comércio ilícito na rua da escola Érico Veríssimo. Esta última buscou apoio de quadrilhas de regiões mais distantes. O resultado dessa disputa foi: tiroteios, escola fechada, comunidade com medo, casa incendiada e 23 assassinatos.

Saiba mais:

Escola de Porto Alegre reduz aulas em duas horas após tiroteios.

Escola da Capital fecha duas vezes na semana por medo da violência.

Identificadas vítimas de tiroteio em roda de samba em Porto Alegre.

Dmae pede reforço no policiamento para consertar estação atacada por vândalos.

Polícia Civil encontra 270 kg de maconha em casa em Novo Hamburgo

23 de maio de 2016 1
Drogas estavam estocadas em uma casa / Foto: Polícia Civil

Drogas estavam estocadas em uma casa / Foto: Polícia Civil

Por Vitor Rosa

Uma ação da 3ª Delegacia de Polícia de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, apreendeu 270 kg de maconha em um residência no bairro Rincão, na manhã desta segunda-feira (23). Conforme o delegado Alexandre Quintão, os investigadores monitoravam a casa há três meses.

Hoje, ao perceber a campana dos policiais, o suspeito que era proprietário da casa, na Rua Portugal, fugiu. A polícia acredita que ele estocava a droga para traficantes, que abasteceriam a região.

O local, conforme o delegado, não levantava qualquer suspeita. “É uma região residencial, um suspeito sem antecedentes, proprietário da casa, possui carro também. Eles utilizavam o local para não chamar a atenção”, afirma.

Meia tonelada de maconha em 3 dias
Esta é uma das maiores apreensões de drogas no Estado neste ano. Na madrugada de sábado (23), uma operação da 3ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) recolheu 255 kg de maconha, distribuídos em 276 tijolos, no bairro Canudos, também em Novo Hamburgo.