Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "tráfico de drogas"

Dono de bar na Cidade Baixa é preso por tráfico de drogas

27 de fevereiro de 2015 56

cid1

* por Cid Martins

A 1ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prendeu na manhã desta sexta-feira (27) o dono de um bar no Bairro Cidade Baixa pela suspeita de ser um dos maiores fornecedores de drogas para a região, que é um dos principais pontos noturnos de Porto Alegre. A prisão de Roberto César Zinda, 26 anos, foi em flagrante no apartamento do suspeito, no mesmo bairro.

Segundo o delegado Mário Souza, uma mulher que estava com ele também foi presa. Eles estavam com 2,7 kg de maconha, 30 vidros de lança-perfume, ecstasy e cocaína. Também foram apreendidos R$ 6 mil.

“Ele é de classe média alta e começou vendendo pequenas porções de drogas na Cidade Baixa”, diz Souza.

A Rádio Gaúcha tenta contato com o advogado de Zinda. No bar, ninguém quis se manifestar. O nome do estabelecimento não foi divulgado pelo Denarc porque o local tem outros proprietários que não teriam ligação com o tráfico. O órgão afirmou ainda que o bar é regularizado.

Souza destaca que foi uma investigação sigilosa e que há várias provas sobre o envolvimento do comerciante com o tráfico, além do flagrante. Há dois anos, ele já havia sido preso por estar com cerca de 20 kg de cocaína e pasta base da droga. A polícia investiga agora os contatos do traficante e não descarta mais prisões.

Mulher é presa em Canoas por guardar armas e munição para traficantes de drogas

24 de fevereiro de 2015 1
Mulher de 26 anos foi presa em flagrante pelo Denarc / Foto: Polícia Civil

Mulher de 26 anos foi presa em flagrante pelo Denarc / Foto: Polícia Civil

Agentes da 1ª Delegacia do Departamento de Combate ao Narcotráfico (Denarc) prenderam em flagrante no final da noite de segunda-feira (23) uma mulher de 26 anos. Ela estava com duas armas com numeração raspada e munição na cidade de Canoas. De acordo com o delegado Mário Souza, ela estava sendo investigada há 15 dias por guardar estes equipamentos para traficantes de drogas.

“Não havia imposição, ela fazia parte do esquema. Muitas vezes essa situação de uma pessoa fazer a chamada guarda do armamento ocorre e todo armamento tem que ser retirado de circulação”, relata Souza.

A preocupação da polícia era a de que a mulher fosse obrigada a guardar as armas. No entanto, foi confirmado que ela fazia parte do esquema. A prisão ocorreu após determinação judicial, inclusive de busca. As armas estavam em um roupeiro na casa da suspeita. Ela foi autuada por posse de arma com numeração raspada e encaminhada para o sistema prisional. O Denarc recebe denúncias anônimas pelo 0800 518 518 com sigilo absoluto e ligações gratuitas.

Outra ação do Denarc:

Polícia descobre tele-entrega de drogas no Centro de Porto Alegre.

Polícia descobre tele-entrega de drogas próximo à rodoviária de Porto Alegre

24 de fevereiro de 2015 8

* Por Eduardo Cardozo

Agentes da 1ª delegacia de Investigações do Narcotráfico (Denarc) desarticularam na madrugada desta terça-feira (24) uma tele-entrega de drogas no Centro de Porto Alegre, próximo à Estação Rodoviária.

Segundo o delegado Mario Souza, responsável pela prisão, o jovem de 18 anos iniciava a venda de drogas no fim da tarde. Ele utilizava um carro para fazer a entrega.

“Com ele, foram apreendidos dinheiro, drogas, veículo e um telefone com agende de clientes”, diz Souza.

A polícia diz que os pedidos eram feitos à tarde e depois disso o traficante começa a realizar a entrega, do final da tarde até início da madrugada. Outros suspeitos estão sendo investigados. Denúncias sobre tráfico de drogas podem ser feitas pelo telefone 0800 518 518.

TELE

A polícia chegou até o jovem após observar as ações do traficante durante a tarde.

Foram apreendidas drogas, celular e o veículo utilizado para o tráfico de drogas. Após o registro do flagrante o homem foi encaminhado ao Presídio Central.

Denarc desarticula oficina de preparação de drogas na zona leste da Capital

11 de fevereiro de 2015 0

Por Lucas Abati

Divulgação/Denarc

Divulgação/Denarc

Uma oficina para preparação de drogas foi desarticulada pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) na madrugada desta quarta-feira (11).

Localizada na Lomba do Pinheiro, zona leste de Porto Alegre, a oficina foi investigada por 30 dias. O suspeito preso na ocorrência utilizava uma prensa hidráulica para produzir tijolos de drogas.

A suspeita da Polícia Civil é que o local era utilizado para preparar e distribuir drogas por toda a Capital.

 

 

Presa na zona sul de Porto Alegre traficante que utilizava criança para enganar a Polícia

28 de janeiro de 2015 0

* Por Lucas Abati

Presa estava com cerca de 50 gramas de maconha. Foto: Divulgação/Denarc

Presa estava com cerca de 50 gramas de maconha. Foto: Divulgação/Denarc

Uma traficante foi presa na manhã desta quarta-feira (28), na Vila Cruzeiro, em Porto Alegre. Segundo o Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), ela vendia drogas nas proximidades de uma escola e utilizava uma criança para despistar a polícia.

A abordagem aconteceu após denúncias à polícia, que investigou o caso. No momento da prisão, Fabiana Alves, de 33 anos, estava com cerca de 50g de maconha, balança de precisão e R$ 1.800 em dinheiro. Ela tem diversos antecedentes criminais, como homicídios e roubos. O parentesco da criança com a presa é desconhecido.

 

Apenado com tornozeleira que liderava quadrilha de traficantes em Eldorado do Sul está foragido

15 de dezembro de 2014 1

Na sexta-feira da semana passada (12), a Polícia Civil de Eldorado do Sul realizou uma grande operação para desarticular duas quadrilhas que agiam na região. Ao todo, 69 suspeitos foram presos, mas cinco ainda seguem foragidos, incluindo o líder de um dos grupos que vende drogas no bairro Progresso. Desde então, Claiton Fraga Monteiro, que usa tornozeleira eletrônica, é considerado foragido pela Superintendência dos Serviços Penitenciários. De acordo com o delegado Alencar Carraro, o equipamento foi danificado e o traficante está com prisão preventiva decretada.

Tráfico de drogas

A quadrilha comandada pelo apenado é conhecida na região por usar crianças e adolescentes para o tráfico de entorpecentes. Além dele, outros dois integrantes seguem foragidos. Já a quadrilha do bairro Delta, dois integrantes ainda não foram capturados. Os traficantes estão envolvidos desde agosto em uma disputa pelas bocas de fumo. São criminosos da quadrilha dos “Bala na Cara” que se instalaram na localidade que tem registrado expulsão de moradores, tiroteios, bem como cinco homicídios e dez tentativas.

* Veja vídeo da atuação de crianças e adolescentes na venda de drogas:

Saiba mais:

Operação policial prende 69 traficantes de drogas em Eldorado do Sul.

Polícia prende traficantes que usam crianças e adolescentes para venda de drogas em Eldorado do Sul.

 

Polícia prende traficantes que usam crianças e adolescentes para agir em Eldorado do Sul

12 de dezembro de 2014 16
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Uma operação policial é realizada na manhã desta sexta-feira (12) em cinco cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre para desarticular duas quadrilhas de traficantes que atuam em duas regiões de Eldorado do Sul. O grupo do bairro Progresso é comandado por preso que usa tornozeleira eletrônica e é investigado também pelo uso de crianças e adolescentes na venda de drogas. O grupo do bairro Delta tenta se instalar na região após outra ação ocorrida há quatro meses e por isso ocorrem tiroteios, expulsão de moradores e homicídios. A chamada “Operação Progresso” conta com 490 policiais que cumprem 100 mandados de busca e cerca de 70 de prisão e apreensão em Eldorado do Sul, Guaíba, Alvorada, Porto Alegre e Mariana Pimentel. Até o momento, 62 foram presas.

Bairro Progresso

O titular da delegacia de Eldorado do Sul, delegado Alencar Carraro, destaca que a quadrilha deste bairro usa crianças e adolescentes para embalar drogas e repassar para usuários. O objetivo é despistar provável ação policial. O tráfico ocorre na rua, em meio a moradores, e os entorpecentes são entregues em residências ou por vendedores que atuam de bicicleta.

O líder do tráfico no bairro Progresso é um apenado que usa tornozeleira eletrônica e o braço direito dele é outro apenado que tem permissão para saídas temporárias do presídio. O suspeito criou endereços fictícios no litoral para conseguir este benefício. Outros integrantes são da família do líder, o pai e um irmão que estão presos, e outro irmão que atua na região.

Carraro diz que neste bairro também ocorrem tiroteios, expulsão de moradores e ameaças a traficantes, além de homicídios e tentativas de homicídios.

“Um traficante que teve toda a família ameaçada, chegou na delegacia e reclamou que está apavorado, temendo ter todos os parentes assassinados”, conta Carraro.

Como é uma área de invasão, a Prefeitura está estudando a remoção das famílias devido a possível ordem de reintegração de posse.

Bairro Delta

Neste bairro, onde já houve operação em agosto, a quadrilha dos Bala na Cara se instalou e desde então já ocorreram pelo menos cinco homicídios e dez tentativas. Uma das mortes foi registrada nesta semana próximo à delegacia e outra dias atrás quase em frente ao Foro da cidade. Os tiroteios e expulsões de moradores são constantes, houve até um caso de tortura. Estes crimes estão sendo registrados pelo fato de que facções rivais também querem usar a região para o tráfico de drogas. A disputa é tão acirrada que chegou ao ponto de traficantes danificarem e incendiarem um centro comunitário.

Redes Sociais

Muitos dos traficantes que estão sendo presos hoje, foram investigados também pelo fato de divulgarem os crimes cometidos por eles nas redes sociais. Eles comentam sobre venda de drogas, homicídios, ostentam dinheiro e armas potentes, inclusive com fotos. Em um dos crimes investigados, um traficante ameaçou outro por mensagens, inclusive informando que se não pagasse uma dívida, iria ser morto e ter a casa da companheira metralhada.

 

Saiba mais:

Polícia prende 33 pessoas por tráfico e homicídios na Grande Porto Alegre.

Dez pessoas são presas suspeitas de tráfico de drogas no Vale do Sinos

21 de novembro de 2014 0

* Por Eduardo Cardozo

Dez pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (21) suspeitas de envolvimento no tráfico de drogas e homicídios em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. Segundo a Polícia Civil, o grupo vendia entorpecentes nos bairros Redentora, Kephas e Colina e têm envolvimento em cinco homicídios no município.

 

Os presos tem envolvimento no tráfico de drogas e homicídios em Novo Hamburgo

Os presos tem envolvimento no tráfico de drogas e homicídios em Novo Hamburgo

A polícia apreendeu cocaína, maconha, duas pistolas, dinheiro e um veículo. Estão sendo cumpridos 21 mandados de busca e apreensão. Todos os presos serão encaminhados ao sistema prisional.

Operação prende mais de 30 traficantes que agiam próximo a escolas em São Leopoldo

14 de novembro de 2014 5
Operação é realizada na manhã desta sexta-feira no Vale do Sinos

Operação é realizada na manhã desta sexta-feira no Vale do Sinos

Por Cid Martins

A Polícia Civil do Vale do Sinos realiza nesta sexta-feira (14) a segunda operação em uma semana para combater crimes na região. Desta vez, o alvo não é o roubo de veículos, mas traficantes de drogas que aliciam estudantes nas proximidades de escolas em São Leopoldo.

Ao todo, 31 pessoas foram presas na operação, denominada Armagedon.  Também foram apreendidos mais de 100 kg de maconha, entre outras drogas. Os traficantes atuavam no entorno de 38 escolas do município.

Segundo a investigação de 6 meses da 2ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo, foram investigados 43 pontos de vendas de drogas. O delegado Mário Souza ressaltou a 250 policiais, antes do cumprimentos dos mandados judiciais, que a tolerância é zero, pelo fato de os criminosos terem como alvo jovens estudantes.

“Temos que proteger nossas escolas porque além destes traficantes buscarem novos usuários, eles buscam novos traficantes em potencial nesses locais”, disse o delegado.

Apreensões
Desde o mês de maio foram apreendidos, no entorno de escolas de São Leopoldo, 10 kg de maconha, 2,7 kg de cocaína e 1 kg de crack, além de LSD, extasy, dinheiro e armas. Durante este período, 19 traficantes foram presos.

Monitoramento
Com o objetivo de proteger as escolas dos traficantes, a polícia já mantém reuniões e vai intensificar, com todas as forças de segurança, a realização de monitoramentos constantes nestas 38 escolas.

Traficantes agem próximo a escolas:

Imagens mostram a ação da polícia:

Escutas telefônicas comprovam ligação do bandido Seco com roubos de veículos e tráfico de drogas

06 de novembro de 2014 1
Foto: Cid Martins/Rádio Gaúcha

Foto: Cid Martins/Rádio Gaúcha

A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), com autorização judicial, divulgou na manhã desta quinta-feira (06) escutas telefônicas que comprovam a ligação de José Carlos dos Santos, o bandido Seco, com roubo de veículos e tráfico de drogas. Ele é apontado por comandar os crimes de dentro da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) com apoio também de comparsas em outros presídios.

Os carros e caminhões eram clonados após os roubos e enviados para Santa Catarina, Paraná e Paraguai, foram mais de 200 em um ano. Seco estaria ainda mantendo contato com a quadrilha de traficantes dos “Bala na Cara”, que comanda o tráfico de drogas na Grande Porto Alegre. No início da manhã, foi desencadeada a Operação Trinca-Ferro em 17 cidades da Grande Porto Alegre, quando foram cumpridos 50 mandados de busca e de prisões.

Seco comandava roubos de veículos e tráfico de drogas de dentro da Pasc

De acordo com as escutas telefônicas, são sete ao todo, mostram como agia a quadrilha mais perigosa do estado em relação aos roubos de veículos, inclusive com sequestros. Em um delas, de acordo com o delegado Juliano Ferreira, do DEIC, o bandido Seco fala sobre caminhão roubado em Farroupilha e que, possivelmente, deveria ser clonado:

Outra gravação, também com a participação de Seco, de dentro da Pasc, a polícia identifica uma aproximação com a quadrilha dos “Bala na Cara”:

Em uma terceira escuta, Seco, segundo o delegado Ferreira, fala de explosivos, mas por meio de códigos como cordinhas e barbantes:

Em outra gravação de telefones, Seco fala sobre clonagem de caminhão para ser encaminhado ao Paraná:

Nas conversas de dentro da Pasc, de acordo com a Polícia Civil, Seco fala sobre “kits” para rastreamento de veículos:

Além de Seco, a polícia descobriu conversas de comparsas dele, no caso Carlos Raimundo Alves Júnior, o Ninho, também detido, falando por meio de códigos que foram roubados sete carros em um dia:

Uma última gravação autorizada pela Justiça, o comparsa de Seco, o Ninho, recebe encomenda de uma caminhonete 4×4:

Delegado Juliano Ferreira, do Deic, fala sobre a Operação Trinca-Ferro: