Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "tráfico de drogas"

Presos traficantes que tentaram se passar por usuários de drogas para escapar da polícia no Vale do Sinos

28 de agosto de 2015 0

Divulgação / Polícia Civil

Em uma ação da 1ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) na madrugada desta sexta-feira (28), três traficantes foram presos no Bairro Campina de São Leopoldo, no Vale do Sinos. Para despistar a polícia e tentar evitar a prisão, eles se passaram por usuários e encenaram que estavam consumindo drogas.

O delegado Mário Souza destaca que os agentes fecharam um ponto de venda de drogas que funcionava no local onde houve as prisões em flagrante. Foram apreendidos materiais e dinheiro suficientes para comprovar o crime. Foram detidos dois homens e uma mulher.

Eles foram denunciados através do telefone 0800 518 518.

Operação prende 16 pessoas por tráfico de drogas em Campo Bom, Novo Hamburgo e Porto Alegre

27 de agosto de 2015 0

Divulgação / Ministério Público

* Por Cid Martins

Na manhã desta quinta-feira (27), o Ministério Público (MP), com apoio da Brigada Militar (BM), cumpriu 15 mandados de prisão preventiva, cinco mandados de busca e apreensão de veículos, e mandados de busca e apreensão em outros 14 locais, em Novo Hamburgo, Campo Bom e Porto Alegre. A Operação Duas Faces investiga o tráfico de drogas articulado pela facção Os Manos na região do Vale do Sinos. Ao todo, 16 pessoas foram detidas, 13 que tinham mandado de prisão, dois em flagrante e um adolescente apreendido. Ainda há dois suspeitos foragidos.

Em 12 de junho de 2015, mediante pedido do MP, e deferimento pelo judiciário, deu-se início às interceptações telefônicas e quebras de sigilo com o objetivo de identificar integrantes de organização criminosa cuja atividade é o tráfico de drogas em Campo Bom e arredores, bem como as funções de cada integrante e os pontos de tráfico. O trabalho investigativo realizado pelo Ministério Público com o apoio da Brigada Militar teve início em 01 de junho de 2015.

As evidências expuseram a existência de uma célula da facção Os Manos atuando no município de Campo Bom. O grupo é composto por diversos membros, dos quais dezessete (sendo dois menores) foram devidamente identificados e tiveram reveladas suas respectivas funções nas ações praticadas pelo grupo.

A organização criminosa é responsável por adquirir drogas ilícitas (cocaína, maconha e crack) em grande escala, além de transportar, manter em depósito, preparar e vender em diversos pontos de comercialização do entorpecente no varejo, no município.

Movimentação financeira

A investigação apurou que o grupo movimenta cerca de R$ 65 mil por semana com o comércio de drogas ilícitas, estimando-se o lucro em R$ 50 mil semanais. Um dos presos hoje, durante a investigação,  chegou a dar um veículo de presente para a namorada. O carro, já apreendido, foi avaliado em cerca de R$ 70 mil.

Além de coordenar o tráfico no município de Campo Bom, os acusados fornecem entorpecente a diversos pontos de tráfico existentes nos município de Igrejinha, Três Coroas, São Francisco de Paula, São Leopoldo e Estância Velha.

Ficou comprovada a atividade ilícita desenvolvida pelos investigados, com crimes de tráfico de entorpecente, associação para o tráfico, corrupção de menores,  integrar organização criminosa, e homicídio qualificado.

 

Polícia oferece delação premiada a líderes de quadrilha desarticulada em megaoperação na Grande Porto Alegre

18 de agosto de 2015 0
Carro blindado usado por líder da quadrilha desarticulada (Crédito: Polícia Civil)

Carro blindado usado por líder da quadrilha desarticulada (Crédito: Polícia Civil)

A 1ª Delegacia Regional Metropolitana (DRM) ofereceu deleção premiada a quatro integrantes, sendo dois os líderes, da quadrilha desarticulada no final de junho deste ano em megaoperação policial na Grande Porto Alegre. O objetivo é obter informações suficientes para chegar nos fornecedores de drogas para o grupo que tinha base na Morada do Vale II, em Gravataí, e agia há 15 anos na região.

Vinicius Otto, preso desde abril deste ano após um sequestro na cidade e que possuía dois carros blindados, é o principal responsável por comandar de dentro da cadeia o grupo criminoso.

Até agora, já foram decretadas as prisões de 111 suspeitos. O delegado Marco Antônio de Souza diz que 90 traficantes e suspeitos de homicídios foram presos, 60 só no dia da ação policial. Do total, 15 foram liberados após colaborarem com as investigações. Mas seguem respondendo pelos crimes.

Ações

O delegado Eduardo Hartz, diretor da 1ª DRM, diz que outro objetivo é atingir o poder econômico do grupo. Além da prisão de pessoas que continuavam agindo para os suspeitos que já estavam presos, a polícia está aprendendo veículos e armas, bem como buscando bens adquiridos através da lavagem de dinheiro.

Na megaoperação realizada em junho com a participação de mais de 600 policiais, suspeitos foram presos em Gravataí, Cachoeirinha, Canoas e zona Norte de Porto Alegre. A quadrilha tinha ligação com a facção criminosa “Os Manos”, que age em presídios gaúchos e também com o traficante Alexandre Goularte Madeira, o Xandi, do condomínio Princesa Isabel, bairro Santana da Capital, e que foi assassinado no início do ano em Tramandaí.

Saiba mais:

Megaoperação policial é realizada para prender mais de 100 traficantes na Grande Porto Alegre.

Idoso suspeito de vender armas para facção criminosa é preso com submetralhadora na Capital

13 de agosto de 2015 26
Divulgação / Polícia Civil

Idoso, vestindo chinelo e bermuda, caminhava em rua com a submetralhadora dentro de uma maleta / Foto: Polícia Civil

Entre a noite desta quarta-feira (12) e madrugada desta quinta-feira (13), a 3ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prendeu em flagrante um idoso de 70 anos de idade quando ele iria vender uma submetralhadora de procedência israelense para traficantes. Ele caminhava com a arma, no interior de uma maleta, em uma via pública no bairro Santana, em Porto Alegre.

Armas e munição

Depois da abordagem, os policiais foram até a residência do idoso e encontraram mais três armas de calibres .44, 38 e 16. Também apreenderam 412 projéteis dos mais variados calibres, inclusive de fuzil e de outras armas de uso restrito das Forças Armadas. Ainda foram localizados carregadores de fuzil, lunetas e demais acessórios para tiros de alta precisão.

Relíquia

Uma das armas, uma *Colt .44, foi usada na Revolução Federalista, entre os anos de 1893 e 1895. Esta arma foi entregue durante a campanha pelo desarmamento para a Polícia Federal, que repassou para idoso investigado, segundo ele falou à reportagem. O ex-militar também é colecionador. A arma pertenceu a Aparício Saraiva, que era irmão do coronel federalista Gomercindo.

* A Polícia Federal informa que a arma não foi repassada pela instituição, que tem registro de um colecionador e que não foi recebida pela campanha do desarmamento

Tráfico

O preso é militar da reserva e estava sendo investigado pelo Denarc por vender armas para facções criminosas ligadas ao tráfico de drogas em Porto Alegre. Ele já havia vendido uma submetralhadora, no valor de R$ 20 mil, para a facção criminosa dos Bala na Cara. O idoso foi encaminhado para o Batalhão da Polícia do Exército.

 

 

Presos traficantes que vendiam drogas sintéticas para academias e festas em Porto Alegre

11 de agosto de 2015 0

A 1ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) encerrou mais um esquema criminoso que abastecia com drogas sintéticas academias e festas com música eletrônica em Porto Alegre. Nesta terça-feira (11), três traficantes foram presos em flagrante no bairro Bela Vista. São dois homens de 33 e 26 anos de idade e uma mulher de 20 anos de idade. Um deles, inclusive, foi detido no dia do próprio aniversário.

Uma das drogas vendidas pelos suspeitos é a chamada Special K / Foto: Polícia Civil

Uma das drogas vendidas pelos suspeitos é a chamada Special K / Foto: Polícia Civil

Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão e apreendidos drogas (Special K), cerca de R$ 10 mil, um veículo, embalagens para os entorpecentes e receituários médicos em branco. O delegado Mário Souza autuou os suspeitos por posse de objetos para preparar drogas. Além disso, há o agravante do local onde foram detidos ser próximo a uma escola. Souza não divulgou os nomes dos envolvidos pelo fato de aguardar a homologação do flagrante. A ação de hoje faz parte da Operação Vip.

* Denúncias ao Denarc: 0800 518 518

Dois homens e uma mulher foram presos no bairro Bela Vista / Foto: Polícia Civil

Dois homens e uma mulher foram presos no bairro Bela Vista / Foto: Polícia Civil

 

Denarc apreende 2,3 mil comprimidos de ecstasy em ação no RS

30 de julho de 2015 0

lucas

Por Lucas Abati

Dois distribuidores de ecstasy foram presos em Esteio, nesta quinta-feira (30), em uma operação realizada pelo Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc). Com eles, foram apreendidos 2,3 mil comprimidos, o que representa a maior apreensão da história do Denarc.

A investigação durou sete meses e prendeu outros 14 traficantes no período. O Departamento estima que até 75 traficantes recebiam as drogas no Estado.

A suspeita é que o entorpecente era produzido em Florianópolis e trazido através de ônibus e carros particulares.

A droga iria abastecer casas noturnas da Capital, Região Metropolitana de Porto Alegre e Serra, onde seriam distribuídas em festas que acontecem na semana do Festival de Cinema de Gramado.

 

Operação apreende mais de cem quilos de drogas e prende 11 suspeitos em Passo Fundo

23 de julho de 2015 0

*Por Lucas Abati 

Droga apreendida na operação. Foto: Polícia Civil

Droga apreendida na operação. Foto: Polícia Civil

Uma operação da Polícia Civil realizada na manhã desta quinta-feira (23) no bairro Santa Maria, em Passo Fundo, apreendeu mais de cem quilos de drogas e prendeu 11 pessoas pelo crime de tráfico de drogas.

Segundo o delegado Diogo Ferreira, as investigações duraram cinco meses após denúncias de violência em uma região do bairro conhecida como “Beco do Massacre“. Foram nove prisões em cumprimento de mandados e duas em flagrante.

A operação aprendeu 98 quilos de maconha, quatro quilos de crack, 80 gramas de cocaína, quatro armas e câmeras de vigilância.

Condenados presos em operação da Polícia Federal contra tráfico internacional de drogas

17 de julho de 2015 0

* Por Lucas Abati

Traficante tinha revenda de veículos na zona norte de Porto Alegre para lavar dinheiro / Foto: Polícia Federal

Traficante tinha revenda de veículos na zona norte de Porto Alegre para lavar dinheiro / Foto: Polícia Federal

Onze pessoas presas na Operação Suçuaranacontra o tráfico internacional de drogas no Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul foram condenadas à prisão pela 7ª Vara Federal.

As penas vão de 3 anos e 11 meses a 15 anos e 3 meses de reclusão para os envolvidos. Além disso, a decisão entrega à União R$ 141 mil, sete imóveis e 57 veículos. Os réus podem recorrer da sentença.

Polícia Federal realiza operação contra tráfico internacional de drogas no RS e MS

A Operação Suçuarana foi realizada em maio de 2014 e desarticulou uma organização criminosa. Segundo a Polícia Federal, a cocaína saia da Bolívia ao Paraguai de avião e entrava no Brasil por terra, onde era distribuída em quatro estados: Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

 

Preso traficante com mais de 400 comprimidos de ecstasy em Canoas

17 de julho de 2015 1

1e2fd98681ade2e069e6a9f5566433dd

* por Cid Martins

Agentes da 3ª Delegacia do Departamento de Investigações do Narcotráfico (Denarc) prenderam na madrugada desta sexta-feira (17) um traficante que iria fazer uma entrega de 314 comprimidos de ecstasy na cidade de Canoas. Depois da abordagem policial, o homem confessou o crime e foi encaminhado até a residência dele, em Novo Hamburgo, onde a polícia encontrou mais 95 comprimidos da droga.

O delegado Rafael Pereira destaca que os entorpecentes seriam distribuídos para outros traficantes, que também já estão sendo investigados.

Polícia prende mais dois integrantes de quadrilha que distribuía drogas sintéticas na Grande Porto Alegre

16 de julho de 2015 0

* Por Lucas Abati

Drogas eram distribuídas na região do Vale do Sinos. Foto: Divulgação / Polícia Civil

Drogas eram distribuídas na região do Vale do Sinos. Foto: Divulgação / Polícia Civil

Na continuação da Operação VIP da Delegacia do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), mais dois integrantes da quadrilha que distribuía drogas sintéticas na Grande Porto Alegre, principalmente Vale do Sinos, foram presos na noite de quarta-feira (16).

Desarticulada quadrilha que distribuía drogas sintéticas na Grande Porto Alegre

Os dois criminosos presos em flagrante foram encontrados com 281 comprimidos de ecstasy e 50 pontos de LSD. Durante a perseguição, um dos suspeitos chegou a arremessar a droga para fora do carro, na tentativa de escapar da prisão.

Com mais essas prisões, a Operação terminou com apreensão de quatro armas, mais de 500 comprimidos de ecstasy, 50 pontos de LSD, três veículos e R$ 20 mil em dinheiro.

Segundo o Delegado Mário Souza, responsável pelas prisões, todos foram presos em flagrante e autuados pelos crimes de tráfico de drogas, posse de objetos para preparar drogas, e agravante por ser próximo de escola, além de posse ilegal de arma de fogo com numeração adulterada.