Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de fevereiro 2008

Férias domésticas (Dia 3)

29 de fevereiro de 2008 1

Com a experiência do almoço que rendeu jantar do dia anterior, combinamos de ter um almoço frugal na quinta-feira para encararmos o indefectível fondue à noite. Não, não faz frio na Serra agora, mas vir a Gramado e não comer um fondue é como ir ao Rio de Janeiro e não comer bolinho de aipim com camarão. Não, né?

E foi então com dois sanduíches de salaminho e queijo coloniais (nossa idéia de frugalidade) na mochila que saímos a passear por Gramado em busca de duas coisas: um restaurante de fondue diferente do de sempre (só para variar um pouco e dar uma chance a outro lugar da região) e um lugar bacana para um piquenique. Minha idéia era irmos ao Parque Knorr, de que eu gostava tanto na infância. Pois então descobrimos que o parque é agora a Aldeia do Papai Noel. Sem criança e com um cachorro junto no passeio, não pareceu uma grande idéia.

Depois de uma volta a pé ao redor do sempre bonito Lago Negro, compramos duas latas de refri e sentamos num banquinho à sombra para o nosso almoço. Os sanduíches, apesar de gostosos, empalideceram diante do divertimento que foi ficar observando o espanto do Bubi diante dos patos (cisnes? gansos?), enfim, das aves que nadavam e grasnavam ali por perto.

Uma torta e um café no Café Clericot depois, voltamos para casa com um objetivo em mente: esperar a hora de encarar o rodízio de fondue no Le Chalet de La Fondue. Pois, no fim, com medo de arriscar, acabamos permanecendo fiéis ao restaurante de sempre. Estava uma delícia. Os molhos são muito, muito bons. Só que é comida demais. Ainda bem que não almoçamos muito ;-)

E assim se foi mais um dia. Cheio de preguiça, caminhada tranqüila e comilança. Porque, quando em Gramado, ainda não encontrei combinação melhor.

*

Ah, sim. Se o prezado leitor tem dica de outro fondue bacana por aqui, é favor deixar a dica nos comentários.

Postado por Cássia Zanon

Férias domésticas (Dia 2)

27 de fevereiro de 2008 1

Clima de férias total. Depois de um café da manhã digno de um belo hotel (pão quente, manteiga, cream cheese, presunto fininho, queijo colonial, ovos mexidos, café com leite, suco de uva, bolo inglês), saímos em busca de um parque que aceitasse o Bubi. Fomos parar no lindo Parque da Ferradura, em Canela. Passeamos, fizemos as minitrilhas mais tranqüilas e curtas (a anta aqui estava de vestidinho e havaianas) e paramos para ler um pouco antes de voltarmos à cidade.

Já sem a companhia canina, almoçamos um delicioso fetuccini verde aos quatro queijos com filé no Pastasciutta. O prato era tão farto, mas tão farto, que em breve jantaremos o que sobrou. Caminhamos pelas ruas do centro, tomamos café e voltamos para casa. De novo, nada demais. Só descanso mesmo. E eu sigo ADORANDO ;-)

Postado por Cássia Zanon

Férias domésticas (Dia 1)

26 de fevereiro de 2008 0

Então que tiramos uns dias de férias para descansar. E a grana está curta. E o apartamento da família na Serra estava de banda e foi gentilmente cedido ao casal aqui. Eis, portanto, porque estou aqui, agora, em Gramado, ouvindo o Jornal Nacional, acabando uma tradução (quem disse que eram férias completas?) e começando o registro desses dias que prometem ser de comilança, passeios e descanso. Com o cão a tiracolo, ansioso com as novidades.

Depois de uma ida de 30 horas a Brasília (ainda faço um post específico, mas agora tô com preguiça de começo de férias), voltei para casa ontem à meia-noite, desmaiei, acordei às 10h de hoje, arrumamos as tralhas e pegamos a estrada. Mais vazia do que nos finais de semana. Dia lindo e quente.

Almoço no Nonno Mio. Rancho no Nacional (já que aqui não tem Zaffari) para ficar o máximo possível em casa. Nada demais. Só descanso mesmo. E eu tô ADORANDO.

Postado por Cássia Zanon

Franco favorito

23 de fevereiro de 2008 3


Sei lá o que dizem os especialistas. Como de costume, não li sobre os filmes que ainda não vi. Dos concorrentes ao Oscar, só consegui ver um. E ele já é disparado o meu preferido: Juno consegue ser mais do que promete.

Belo presente, Dante ;-)

Postado por Cássia Zanon

Quando em Sampa...

22 de fevereiro de 2008 10

O Cleber Correa, um dos meus redatores preferidos dos meus tempos de editora do clicRBS, hoje no seu último dia como editor da capa do site, a caminho de uma vida dedicada exclusivamente a um mestrado em Filosofia, está indo para Sampa e pede dicas do que fazer. Fiz uma lista rapidinha por MSN, achei legal e resolvi publicar aqui para ver se os leitores paulistas colaboram com mais e melhores dicas :-)

- Vai na Fnac da Praça Omaguás, em Pinheiros
- Vai na Cultura da Paulista
- Vai ver alguma coisa no Teatro Municipal
- Vai ao MASP, na Paulista, pertico da Cultura
- Toma um chope no Pirajá
- Come um pastel de feira
- Vai à Liberdade
- Passeia pelo Parque do Ibirapuera
- Vai ao MAM
- Caminha a Paulista de uma ponta a outra
- Vai no Museu do Ipiranga (é longe, mas vale a pena). Acho que tem como ir de metrô… (compra um guiazinho de passeios por Sampa)
- Na Vila Madalena, vai num bar chamado São Cristóvão. É o máximo. Fica numa rua chamada Aspicuelta
- Nos bares, pede bolinho de arroz

Postado por Cássia Zanon

Mais velha, mais nova

19 de fevereiro de 2008 14

Sou uma alma velha. Tenho convicção de que nasci com 30 anos de idade. Um dia por ano, no entanto, viro criança. Porque adoro fazer aniversário. O que explica o fato de eu estar aqui olhando para o relógio, fazendo contagem regressiva para a meia-noite, embora só tenha nascido mesmo às 16h30.

Agora, 34 anos depois de ter nascido, começo a pensar se não é o caso de comemorar os 32 anos de novo, para começar a confundir a torcida desde cedo. ;-)

Postado por Cássia Zanon

De blogueiros e jornalistas

17 de fevereiro de 2008 0

Vale a pena ler este post do Alexandre Inagaki. Pessoalmente, assino embaixo.

Postado por Cássia Zanon

Ai, que emoção

16 de fevereiro de 2008 1

Olhem que tri o que acontece quando se faz uma busca por %22cassia zanon%22 no site da maravilhosa Livraria da Travessa, do Rio.

Postado por Cássia Zanon

Daqueles que farão falta

13 de fevereiro de 2008 1

Henri Salvador acompanhou todo o nosso período em São Paulo como um suave alento à loucura do cotidiano insano da desvairada. Acabo de saber que ele morreu hoje. Fará falta.

*

Márcio também fez post sobre isso. Sugiro.

Postado por Cássia Zanon

Ah, a criatividade humana...

12 de fevereiro de 2008 0

Acabo de ouvir no Conversas Cruzadas da TVCOM uma entrevistada dizer que a nicotina é altamente dependógena. Sim, eu disse dependógena! Dependógena…

Não fui só eu, o Cláudio Brito também estranhou. Há coisa mais irritante do que jargão profissional fora de contexto?

Postado por Cássia Zanon