Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2009

Minha livraria de estimação

30 de março de 2009 2

Adoro receber amigos de fora de Porto Alegre. Não apenas por matar a saudade e poder passar horas conversando sobre coisas diferentes como também por ter uma oportunidade de (re)ver lugares desta cidade de que gosto tanto. Quando a visita ocorre na primavera e no outono, então, é a glória. A luz de Porto Alegre nessas épocas do ano é fantástica.

Graças à nossa ilustre visitante deste fim de semana, além de programas gastronômicos e passeios selecionados para deixá-la mais encantada com a cidade – porque ela adora a nossa província -, finalmente tomei vergonha na cara e parei no Botequim das Letras para mais do que um café. Decidi olhar os livros com atenção. E acabei fazendo um acordo com a querida Giovana, dona da livraria e primeira-dama da Arquipélago.

Ficou combinado que, assim como a Palmarinca é a livraria de estimação do Márcio, a do Botequim passa a ser a minha livraria de estimação. Porque, sim, eu adoro a Cultura, mas uma livraria pequena, de bairro, com atendimento personalizado, é uma coisa Mastercard. Saí de lá com uma edição do Eu falar bonito um dia, do David Sedaris. E, pronto, agora estou eu lendo três livros – bons – ao mesmo tempo.

*

Por coincidência – e juro que foi coincidência, taí o Márcio que não me deixa mentir -, a Giovana apareceu no Estilo Próprio do Donna deste domingo, numa matéria bem bacana da Fernanda Zaffari.

Postado por Cássia Zanon

Bá, que tri!

30 de março de 2009 0

Postado por Cássia Zanon

Lançado o novo clicEsportes

25 de março de 2009 1

Eu fui praticamente uma espectadora do projeto, tocado na área de Produto pela Bruna Nervis. Tive a felicidade, porém, de poder me intrometer um pouco e me sentir um pouco mais dona dele ao entrar para a força-tarefa de publicação do site, hoje, e me juntar aos editores André Roca, Cintia Barlem, Márcio Gomes, Pedro Dias Lopes e toda a equipe fera do clicEsportes para botar o querido no ar.

Vai lá, que ele está lindão. Olha o link aqui de novo.

Agora vou dormir, que estou quase fechando 24 horas acesa ;-)

 

Postado por Cássia Zanon

Dois livros e dois filmes

21 de março de 2009 0

Tempo de novidades no trabalho e consequente falta de tempo de passar por aqui. Daí a brevidade das dicas.

Livro muito bom número 1

Shakespeare – O mundo é um palco, do sempre divertido e instrutivo Bill Bryson – de quem eu tinha falado em julho e agosto de 2007. Com tradução do mestre José Rubens Siqueira.

Livro muito bom número 2

Elza, a garota, do Sérgio Rodrigues, de quem eu estava sentindo falta de ler um livro desde abril de 2007.

Não acabei de ler nem um, nem outro, e toda noite é difícil escolher qual dos dois será a leitura de encerramento do dia. Na última semana, fiquei mais com o segundo. O texto do Sérgio é daqueles cuja qualidade me dá a desgraçada sensação de que qualquer pretensão de ser escritora eu tenho mais é que deixar para outra vida. E a forma que ele encontrou para contar a história de um personagem curioso como Elza é muito interessante. 

Filme imperdível

Simonal – Ninguém sabe o duro que dei, um dos melhores documentários que já vi. Divertido e emocionante. Passou no Festival de Verão de Porto Alegre. Acho que ainda não saiu em DVD. Mas vale a pena ir atrás.

Filme para ver em DVD

A premissa inicial de Ele não está tão a fim de você é bacaninha, mas o filme se perde, até mesmo para uma comédia romântica de fim de semana. Fiquei com pena dos maridos e namorados arrastados para a sessão de pré-estreia, ontem à noite. Se bem que a Scarlett Johansson está linda.

Postado por Cássia Zanon

Férias na província em tópicos

13 de março de 2009 5

A intenção inicial era fazer um post por dia contando o que se faz em Porto Alegre nas férias. Ocorre que uma das coisas que eu menos fiz foi justamente usar o computador. Daí que os tais posts diários foram ficando para depois e para depois, e eu encerro esta página da minha existência com um humilde post em tópicos dizendo o que faz valer a pena ficar na província mesmo podendo viajar.

- Almoçar no Barbiere com a Thais

- Conseguir fazer revisões médicas que estavam pendentes fazia tempo

- Aprender a fazer uma legítima tortilha espanhola e ver vários episódios de Lei e Ordem SVU em sequência

- Almoçar no Orquestra de Panelas com o marido e o sogro

- Tomar um delicioso smoothie no Saúde no Copo

- Fazer o pé e a mão no meio da tarde

- Tomar um café no meio da mesma tarde num lugar novo: o Magazzino di Carol

- Almoçar no Costela no Rolete com os amigos até as 15h

- Comprar um lindo vestido na Shoulder e tomar um café no Press do Barrashopping

- Tomar mais um café no Bistrô do Pátio

- Fazer um legítimo bauru em casa para e ficar conversando até tarde com bons amigos

- Passar uma manhã na piscina depois de caminhar em Ipanema

- Descobrir lugares novos, como o simpático A Cantina, e comer carne de javali, avestruz e jacaré

- Conhecer o belo prédio da fundação Iberê Camargo e tomar um café no Press ao lado do museu

- Fazer um legítimo à la minuta na cozinha de casa e ver mais vários episódios de Lei e Ordem SVU em sequência

- Apresentar a Pastoriza a mais um querido casal de amigos e depois tomar um café na Mercearia Guahyba

- Fazer um legítimo cappellini à bolonhesa e ver mais episódios de Lei e Ordem

Postado por Cássia Zanon

Por onde andar minha ex-turma?

06 de março de 2009 3

Procurando por uma foto velha do Floc para mostrar à Roberta e ao Osiris, que jantaram conosco esta noite, acabei revendo fotos antigas de cuja existência eu nem lembrava mais. A sessão nostalgia acabou com uma saudade enorme de mim mesma e a consciência meio esquisita de já ter vivido o bastante para lembrar claramente de coisas que aconteceram há duas décadas.

Entre as fotos encontradas estavam as da minha turma de 8ª série. Da viagem de formatura que fizemos a Serra Negra, em São Paulo. Ao lado de cada uma, anotei então os nomes de todos os colegas. Nenhum sobrenome. Leticia, Márcia, Camila, Geórgia, Maria Gabriela, Cícero, Andre P, Christian, Toninho, Zé Paulo, Zé Antônio, César, Eduardo, Fábio, Mônica, Juliana, Jonas, Luis, Rodrigo A, Heloisa, Fabiano, Patricia, Marco, Rodrigo B… Também os professores – Helena, Angela, José Geraldo, Tata…

Por Deus, quais são mesmo os sobrenomes deles todos? Como encontrá-los no Google sem os sobrenomes? Com alguns, ainda tenho contato eventual via internet ou mesmo pessoalmente - o Cícero, o Christian e o Andre, por exemplo. Mas e os outros?

Naquela turma, estava o meu primeiro namoradinho, um outro menino por quem eu fui apaixonada platonicamente, duas melhores amigas – uma delas, a Lê, minha grande amiga até hoje e personagem constante de posts deste blog. Na época, eu me achava gorducha e desengonçada, mas se cruzasse comigo hoje ia me achar uma adolescente das mais bonitinhas. E bem vestida, até – considerando que estávamos em 1988.

Meu pai e minha mãe tinham 41 anos. Seis a mais do que tenho hoje. E estavam superlindos, arrumados para a “solenidade” realizada no pátio do colégio. O mesmo pátio em que – como relembraram fotos de outro álbum – interpretamos Pluft, o Fantasminha, e eu era um pirata que mais parecia uma banana de pijama – que sequer existia na época.

As fotos completaram 20 anos no último dezembro. E me deu uma vontade doida de rever todo aquele povo. Será que tem alguém aí? Alguém, além da Leticia, claro, que tenha terminado a oitava série no Colégio Integrado Veritas de Sorocaba em 1988 – quando ainda era uma escola laica – por acaso está passando por aqui? Que tal uma festinha de 21 anos de formatura em 2009?

:-)

Postado por Cássia Zanon

Férias na província - Dias 1 e 2

03 de março de 2009 2

Com duas viagens de peso tendo preenchido os 30 dias de férias que tirei no ano passado, achei por bem reservar a maior parte dos 10 dias deste começo de ano a Porto Alegre. Porque (1) eu adoro a cidade, (2) tenho muitas coisas pessoais para resolver e (3) acredito que não haja melhor forma de realmente descansar durante as férias do que ficar em casa.

Depois de três dias com chuva no Litoral – durante os quais li o interessante O Leitor, que ganhei de aniversário da minha amiga Cacá Chang, primeira-dama do Cookies - , deixamos o programado passeio ao Morro da Borússia para outra oportunidade e voltamos dois dias antes do previsto para a capital dos gaúchos. Aproveitei o pique de começo de férias e tirei um terço das roupas do meu armário para doar. Também ataquei as gavetas de roupas de cama e banho. A partir de agora, pretendo manter a combinação que fiz comigo mesma há um tempo: para cada peça que entra, uma vai embora. Espaço é tudo nesta vida.

O final da segunda-feira foi dedicado ao fofo Quem quer ser um milionário? no confortável Cinemark do Barrashopping. Cinema com lugar marcado não tem preço. Logo depois, uma pizza na Fratello do mesmo Barrashopping. Nada de emocionante, mas a pizza estava correta e, apesar de a salada ter vindo depois do prato principal, o atendimento estava ok para uma segunda-feira.

A terça-feira começou com caminhada na beira do Rio Guaíba (eu me nego a chamar o Guaíba de lago, a não ser que o nome do “lago” seja “Rio Guaíba”). O almoço foi no indefectível You-Yi – meia-lua e ninho de passarinho -, seguido de café no Media Luna da Fabrício Pilar. Passada pela Palmarinca, para ver as novidades, e casa, que o calor estava grande, e eu ainda preciso traduzir algumas tiras do Snoopy que estão sob meus cuidados.

Postado por Cássia Zanon

Menu confiança no centro de Porto Alegre

01 de março de 2009 3

Confesso que relutei em fazer este post. Por puro egoísmo. Porque eu gosto de pensar que as pessoas que lotamos nos últimos meses os almoços do Caffé del Barbiere, comandado pelo jovem chef Marcelo Schambeck, somos os possuidores de uma informação para poucos.

Só que eu não sou estúpida, e sei que quanto mais gente for prestigiar as grandes comidinhas do Marcelo (e o diminutivo aí denota evidente cuidado com os detalhes do preparo), mais tempo ele vai ficar ao nosso alcance. E eu ainda por cima vou poder dizer: eu estava lá bem no comecinho.

Daí que as portas reabrem nesta segunda-feira depois de um período de férias com uma nova proposta. Em fevereiro, ele nos privou de seus almoços, mas chegou cheio de novidades de uma temporada em São Paulo, onde trabalhou com a banqueteira Neka Menna Barreto e no Restaurante Maní, ao lado da Helena Rizzo.

O lugar, que é uma graça, volta, nas palavras do próprio Marcelo, “com novo nome, novo conceito, novo logotipo, mas mantendo a mesma essência”. O Barbiere agora se chama Del Barbiere, Café e Bistrô, e será focado em almoço, todos os dias da semana, com couvert, entrada e prato principal, ao estilo menu confiança, isto é, sugestão do dia pelo chef.

Tem ainda o atendimento, superespecial, feito pelo próprio Marcelo, a mãe dele, e assistentes tão jovens e queridos como ele.

*

Pronto, queridos 17, está dada a dica. E eu espero que quando eu chegar lá e o lugar estiver lotado, vocês abram um lugar à mesa para mim ;-)

Postado por Cássia Zanon