Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de outubro 2010

A vida é confusão, mas é duca

24 de outubro de 2010 1

Primavera em Porto Alegre é sinônimo de dias luminosos, volta do calor, noites frescas e muita programação cultural. As pessoas saem mais às ruas, que ficam mais coloridas. Este domingo foi cheio de coisas boas e alegres que só fizeram reforçar essa impressão.

De manhã, teve café da manhã de despedida com os queridos cariocas Bernardo e Roberta, que hospedamos em casa desde quinta. Depois, um passeio pela Redenção, onde conferimos a feira de troca de livros promovida pela CLL e eu, depois de muitos anos, desfilei ostentando adesivos que declaravam meu voto a presidente. No almoço, estivemos entre os felizes comensais da feijoada feita pelo Felipe, na agradável companhia de Pedro, Mari e cia. À tarde, um pouco de trabalho, que não faz mal a ninguém, e uns minutinhos de descanso antes de partir para o ponto alto do final de semana.

Ao lado de um trio formado por mãe, tia e prima, assisti ao belíssimo espetáculo que encantou as centenas de pessoas que lotaram o teatro da reitoria da UFRGS. Nico Nicolaiewsky e Fernanda Takai eram os convidados especiais do Concertos Dana, com a orquestra da Ulbra, regida por Tiago Flores e participação especial do Pedro Verissimo.

O show teve direito a bis improvisado – um verdadeiro luxo, em tempos em que o bis já costuma estar no programa. Os três – Nico, Fernanda e Pedro – fizeram uma linda repetição de uma das músicas de que eu mais gosto do CD Onde está o amor, do Nico: A vida é confusão.

Quem procura acha... aqui?

23 de outubro de 2010 1
Passou-se um mês desde o último levantamento e, afinal, chega o momento que todos estavam esperando! O post das buscas que trouxeram gente até aqui. Vamos, pois, ao momento oráculo de outubro.
cassia zanon - exato! ponto para você!
sapatilha chulé - chega a ser inacreditável a extensão do problema, tamanha a quantidade de vezes que esta busca aparece por aqui!
diquinha amiga +luis - serve uma diquinha inimiga?
futebol e politica não se discute - a não ser que estejamos todos do mesmo lado. inclusive fiz um post sobre isto.
como tirar chulé da sapatilha - olha, usar meia e talco, imagino que previna. mas quem sabe tu desiste de usar a sapatilha e compra umas havaianas?
“ficar é o novo ir” - depende pra onde, né?
praticando o desapego - faz bem.
ver çintas de senhora - çinto muito, mas não entendi o objetivo.
coisas aleatórias sobre ti – sobre mim? fofa, querida, expansiva, implicante, leitora voraz, geek… tá bom assim? ahhhh, era sobre TI! if, then, else, essas coisas? não entendo muito não.
o dia se espatifa – bingo!
gugol musicas tema da borboleta - oi? achou? agora me mostra o que é?
frases para alguem implicante - que tal… “deixa de ser implicante!” ou “como tu é implicante!” ou ainda “seu implicante!” e também o simples porém singelo ” feio!”
jogos de iscala - iscala??? daqueles que çobem montanha?
blog como o tempo passa - passa, mesmo. mas é divertido ainda assim.
jogo de se espatifar no chao - não, menino! vai se machucar todo!
descobriu que tenho chule - quem? e fez o quê?
transar com ninfetas é crime pelas leis - É SIM!!!!
as tela vista baby – hahahahahahaha. esta é a minha preferida
sapatilha tom cruise – na verdade ele usa salto alto, né? #baixiiiinho
dizer que estÁ tudo bem - assim, ó: “está tudo bem”.
minha sapatilha da chule - então compra uma de melhor qualidade!
falta de etiqueta no trabalho - é triste.
download livro “arquitetura da felicidade” – se descobrir onde tem, me avisa?
vendedor: alô, bom dia, poderia falar – não estou interessada, obrigada.
google.com anonimus gourmet porto alegre - tia, pede pro teu filho explicar como usa isso aqui, vai…
25 piores defeitos humanos - só 25???

Da energia no trabalho

21 de outubro de 2010 0

Apesar de ser uma leitora eclética e sem preconceitos, não curto  qualquer tipo de autoajuda – inclusive autoajuda corporativa. Há alguns anos, porém, traduzi para a Record um livro chamado Zona de Alta Frequência. Lembro pouco do conteúdo do livro, mas o pouco de que lembro falava sobre como equipes que estão em sintonia e trabalham com alta energia rendem mais. Nos últimos dias, tenho lembrado bastante desta tese do autor.

Isso porque a equipe do que convencionamos chamar aqui na RBS de “Fábrica de Sites”, a área em que trabalho e que é constituída de gente das mais diversas áreas de formação divididas em equipes de produto, arte e TI, tem trabalhado num ritmo dos mais animados. São dezenas de projetos pequenos, médios, grandes e imensos em andamento – em paralelo -, e o pessoal encara cada uma das atividades como se fosse a mais importante.

Hoje, às 10h17, lançamos o novo clicRBS. Eu já tinha trabalhado na criação da capa anterior, em maio de 2008, e, como da outra vez, estou me sentindo triiiiiifeliz.

Como disse na época, em dias assim, eu gosto muito do meu trabalho.

Para saber mais e opinar, acessa este link aqui :-)

A NET se superando... de novo

18 de outubro de 2010 1

Minhas experiências com a NET me irritam. Mas ao menos rendem posts.

Hoje, recebi um e-mail de uma empresa de cobrança para entrar em contato com eles pelo telefone tal – em SP. No telefone tal, mandaram ligar para outro telefone – em SP, no qual me informaram que eu tinha uma pendência de agosto de 2003, referente à minha assinatura da NET em São Paulo.

Detalhe: eu havia cancelado tal assinatura em abril de 2003 e, em agosto, já era assinante NET em Porto Alegre novamente. Fui orientada pela empresa de cobrança a ligar para a NET e contestar a comunicação.

Curiosidade: em 2008, a mesma NET tentara me cobrar uma fatura atrasada de abril de 2001 – referente à minha assinatura de Porto Alegre, que havia sido cancelada em janeiro de 2001. Em abril de 2001 eu era assinante NET em São Paulo. Na época, uma tia advogada me disse para não me estressar, já que dívidas com mais de cinco anos não podem ser cobradas.

Pergunta: quem paga os três telefonemas (dois interurbanos) que fiz hoje por conta disso?

Teste rapidinho

16 de outubro de 2010 0

O bom de ter poucos e bons leitores é não incomodar muita gente ao fazer testes como este e ainda ser compreendida ;-)

Novidades, novidades, novidades

16 de outubro de 2010 0

Estou virada. Nas últimas 48 horas, dormi menos de três. Mas valeu a pena. Foi para participar da trabalheira de uma equipe megablaster que tenho o prazer de integrar. Hoje eu estava longe na hora do vamos ver, mas agora faço este pequeno post para ajudá-los a testar a ferramenta nova.

Inseri esta mafaldinha faceira aí ao lado pra ver se a foto funciona.


Religião, futebol e política

05 de outubro de 2010 0

Quem me conhece bem sabe que eu pago para entrar numa boa discussão. E que muitas, muitas vezes dou o braço a torcer e mudo de ideia, de posição, de crença. E uma das convicções que tenho é de que somos capazes de mudar de tudo: de ideia, de posição, de crença, mas não podemos mudar de paixão. Por conta disso, eu tenho um adendo mental àquela máxima que diz que religião, futebol e política não se discute. Para mim, religião, futebol e política se discute, sim – desde que não haja paixão envolvida.

Porque a paixão emburrece, embrutece e nos torna impermeáveis – por vezes, até desrespeitosos em relação ao outro. Quem está apaixonado não será demovido de suas ideias, posições ou crenças a respeito do que provoca esse sentimento. Assim, fica aqui acordado da seguinte forma: a gente começa discutindo, trocando informações, argumentações e ideias. Se por acaso ficar evidente que de alguma das partes há paixão, escolhemos outro assunto. Trocando em miúdos, onde há paixão, mantemos a discussão no acessório, no que pode ser mudado.

Combinado?

*

Enfim… sou só eu que estou achando um exagero essa coisa de o “aborto” ter definido voto de muita gente? Ao ponto de a Dilma ir para o Jornal Nacional lembrar sua criação católica?

Eleição, esta marvada

04 de outubro de 2010 0

Jornalismo é uma cachaça. Atire o primeiro bloco de anotações o jornalista que nunca se pegou pronunciando este lugar comum em algum momento da carreira, normalmente quando reclamava do salário (insuficiente) e da carga de trabalho (excessiva).

Hoje, depois de meses de trabalho no projeto do site de eleições e trabalhar durante horas na cobertura das eleições na redação do clicRBS/ZH.com, eu me dei conta de que, mesmo que não haja certeza de que o jornalismo seja esse vício todo, cobertura de eleições definitivamente é.

O problema é tomar o primeiro gole.