Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "trabalho"

Da energia no trabalho

21 de outubro de 2010 0

Apesar de ser uma leitora eclética e sem preconceitos, não curto  qualquer tipo de autoajuda – inclusive autoajuda corporativa. Há alguns anos, porém, traduzi para a Record um livro chamado Zona de Alta Frequência. Lembro pouco do conteúdo do livro, mas o pouco de que lembro falava sobre como equipes que estão em sintonia e trabalham com alta energia rendem mais. Nos últimos dias, tenho lembrado bastante desta tese do autor.

Isso porque a equipe do que convencionamos chamar aqui na RBS de “Fábrica de Sites”, a área em que trabalho e que é constituída de gente das mais diversas áreas de formação divididas em equipes de produto, arte e TI, tem trabalhado num ritmo dos mais animados. São dezenas de projetos pequenos, médios, grandes e imensos em andamento – em paralelo -, e o pessoal encara cada uma das atividades como se fosse a mais importante.

Hoje, às 10h17, lançamos o novo clicRBS. Eu já tinha trabalhado na criação da capa anterior, em maio de 2008, e, como da outra vez, estou me sentindo triiiiiifeliz.

Como disse na época, em dias assim, eu gosto muito do meu trabalho.

Para saber mais e opinar, acessa este link aqui :-)

Segurando as raízes no lugar

17 de abril de 2010 2

A reportagem especial da Zero Hora de hoje fala sobre “o valor de quem fica no Sul“. Daí lembrei que no ano passado eu tinha escrito um post argumentando justamente por que ficar em Porto Alegre. Relendo meu post oito meses depois, vi que sigo pensando da mesma maneira. E me dei conta de que ficar é mais do que um ato de acomodação e escolha pelo mais confortável. Ficar é um ato de perseverança, de vontade de evitar que o Rio Grande do Sul acabe repetindo o querido Uruguai – com mais gente morando fora do que lá.

Post com cara de tweet

22 de dezembro de 2009 1

Enquanto muita gente corre pra terminar 2009, outros tantos já estão com os dois pés fincados em 2010. E a gente aqui, no meio…

Momento autopromoção de mim mesma

12 de novembro de 2009 4

Ainda não são livros meus, e nem sei se algum dia haverá algum livro meu, mas nesta feira tem dois lançamentos que são traduções minhas para a L&PM. O fofo Snoopy 9 – Pausa para a soneca, do Charles Schulz, e Os Crimes ABC, da Agatha Christie.

Leu até o final e gostou? Sugiro reler

29 de outubro de 2009 5

Li o Cauda Longa, do Chris Anderson, em 2007, quando o meu querido amigo Sérgio Lüdtke era o mais entusiasmado defensor da ideia de que precisávamos entender o que o homem estava dizendo. E o livro foi fundamental para a minha compreensão desse universo maluco em que estou inserida desde 2000 pelo menos.

Agora, dando aula de Jornalismo Online na Unisinos e tendo feito dele a leitura obrigatória dos alunos, me senti na obrigação de reler. Foi uma experiência das mais interessantes. A passagem do tempo, as experiências do período e o novo olhar foram importantíssimos para que eu pudesse ter a percepção de duas coisas fundamentais (uma legal e outra deprê):

  1. A legal: a aposta na Cauda Longa é definitivamente um caminho sem volta. Aonde quer que se olhe.
  2. A deprê: na maioria das vezes em que alguém usa a Cauda Longa como argumento para algum projeto ou ideia, o uso é equivocado.
Reler, neste caso, foi melhor do que ler.
*

Post curtinho, praticamente um tweet, mas com bem mais do que 140 caracteres.

Lançando sites e praticando o desapego

24 de agosto de 2009 1

Então que mais um site montado pela nossa superequipe de Produto em parceria com diversas áreas da empresa foi lançado hoje. E, mais uma vez, eu me vejo respirando fundo e praticando o desapego. Depois de publicado, como sempre, o filho não é mais nosso, é da redação que o assume.

Com vocês, o novo site da Rádio Gaúcha. Enjoy.

You say you want an evolution

14 de agosto de 2009 5

Então que desde ontem este humilde está sendo feito com WordPress. É o comecinho de uma migração que deverá melhorar bastante a vida dos blogueiros – e também dos internautas – do clicRBS e dos demais veículos online do Grupo RBS.

Como todo projeto em processo de implementação, está em fase de testes e correções de bugs, alguns pequenos, outros maiores. Por isso, contamos com a compreensão de todos. :-)

Vonnegut póstumo

22 de julho de 2009 3

Acabo de receber um exemplar – superbonito, aliás – do livro póstumo do Kurt Vonnegut. Armagedom em retrospecto saiu pela L&PM, com tradução desta que vos escreve.

Eu já tinha falado dele em outras ocasiões.

O homem é mestre.

Dois filhotes em uma semana

19 de junho de 2009 1

Trabalhar com internet é, acima de tudo, trabalhar com o impalpável. Muitas vezes, com o imprevisível. O que explica o estado de pânico em que fiquei quando, na madrugada do lançamento do zerohora.com, em setembro de 2007, descobri que estavam fazendo uma contagem regressiva na rádio Gaúcha para o “momento da virada”. Ocorre que site nenhum, pelo menos não que eu lembre de ter visto, entre imediatamente e inteiro no ar. Tem toda uma história de servidores e webcaches e não sei mais quês que eu ainda não consigo explicar direito – o que justifica o fato de que não trabalhar na TI, suponho. E esse processo leva alguns minutos – às vezes horas – pra se completar.

Com o site da Zero acabou dando tudo certo, embora os editores – que então estreavam no mundo online – achassem que aquelas páginas que não carregavam 30 segundos depois de “virada a chave” fossem um erro, e não parte do processo natural da coisa. às vezes, porém, enfrentamos alguns perrengues. E não é só no clic não. Ou o estimado leitor nunca clicou num link quebrado ou deparou com uma página de “estamos em manutenção” em outro site ou portal?

Tudo isso pra dizer que eu estava aqui, acordada, só esperando o momento de dizer que já dava pra acessar o www.diariosm.com.br, o novo site do jornal Diário de Santa Maria. Ele e o www.sualingua.com.br, site do professor Claudio Moreno que entrou no ar ontem, são os mais novos filhotes do clicRBS. Infelizmente, eu não meto mais a mão na massa com a edição, mas o infelizmente é só porque eu acho divertido, já que ambos estão em excelentes mãos.

A verdade é que acho que estou começando a me acostumar com o trabalho da equipe que integro desde que saí da redação – lá se vão quase três anos: entregar os filhotes para outros criarem.