Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ele é o cara!

16 de janeiro de 2008 5

A pedido do Pedro Castiel, um fã do Futebol Americano, o blog dedica um espaço para falar de um esporte pouco conhecido no Brasil, mas que este ano vive um momento peculiar: o New England Patriots tenta fazer algo inédito, obter a temporada perfeita, só com vitórias. Até agora acumula 16 delas e, no próximo domingo (a ESPN/Internacional transmite), encara o San Diego Chargers. Capitaneando o Patriots está Tom Brady, um sujeito que está sendo mais comentado nos EUA que os próprios candidatos à presidência do país. Aliás, se Tom fosse candidato, seria eleito quase por unanimidade. Sabe quem seria a primeira-dama, neste caso: ninguém menos que a top Gisele Bündchen, namorada do superastro.

Após vencer todos os 16 jogos que fez na temporada regular, o Patriots contou com uma atuação impecável do quarterback para derrubar o valente Jacksonville Jaguars por 31 a 20. Brady foi o nome do jogo. Ele completou 26 de 28 passes, que levaram a 262 jardas conquistadas pelo ar. Três de seus lançamentos acabaram em touchdown. Os Patriots levaram a melhor até no jogo de corridas, ponto forte dos visitantes. New England conquistou 145 jardas (122 de Laurence Maroney), contra 80 do Jacksonville Jaguars.

Com estes números, que foram se repetindo ao longo desta temporada, a NFL começa a conhecer seu candidato a Pelé. Afinal, Brady ganhou três Super Bowl (XXXVI, XXXVIII, XXXIX), dois prêmios MVP, participou de quatro Pro Bowls, eleito %22Sportsman of the Year%22 (%22Esportista do Ano%22) pela revista Sports Illustrated. Também detém o recorde de vitórias consecutivas da NFL com 21 vitórias em série ao longo de duas temporadas.

Quem quiser saber mais sobre este assunto, pode entrar na www.nfl.com, tem também uma ótima lista de discussão, a redzone (http://www.touchdown.net/redzone). Na ESPN, dá para acompanhar notícias e as transmissões (atenção, o Superbowl, este ano, não passa na ESPN, é exclusividade dos canais Fox). Recado alternativo dado, um abraço e boa sorte para o dono do coração da senhorita Bündchen!

Postado por Marcos Castiel

Bookmark and Share

Comentários (5)

  • Marcos Castiel diz: 17 de janeiro de 2008

    É verdade, Leandro… O minuto/comercial do SuperBowl é o espaço de mídia mais caro que existe…Nada é mais concorrido no mundo…

  • valquiria guimarães diz: 17 de janeiro de 2008

    Olá Marquinhos, seu blog tá show de bola. Gostei da dinâmica, dá agilidade, dos comenstários e do estilo. Parabéns. Val

  • Leandro Boeira diz: 17 de janeiro de 2008

    Ah, vale lembrar que temos um time de Futebol Americano aqui na ilha. Trata-se do FLORIPA ISTEPÔS, que participa do campeonato catarinense de FA. O nome não poderia ser mais apropriado.

  • Marcos Castiel diz: 17 de janeiro de 2008

    Valeu, Val, aparece sempre por aí…Manda textos e umas fotinhos também, falou? Bjs!!

  • Leandro Boeira diz: 17 de janeiro de 2008

    Futebol Americano além de ser um esporte altamente técnico (com direito a explosões físicas) é também um fenômeno por parte de publicidade. Os investimentos publicitários no Superbowl chegam na casa dos milhões e são uma atração a parte a cada ano. Fora também os shows que tem nos intervalos.

Envie seu Comentário