Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Inter e Corinthians mancham suas histórias

29 de janeiro de 2008 9

Torcedor roxo é o motivo/zdl/divulgação

Atualização do post

 

Depois de escrever o original desta nota (confira aí abaixo), o Corinthians lançou neste quarta-feira uma camisa roxa (veja a foto postada aí), especial para a Série B.
Eca, que mau gosto, hein? Independentemente disso, trata-se de uma promoção eventual, nada que macule o fardamento original.

Nestes casos, não vejo problema. Só não sei se é alusiva ao torcedor roxo de fiel, ou roxo de raiva!


Post original

Torcedores de Inter e Corinthians (as duas torcidas têm muita representação em Santa Catarina) deveriam estar de cabelos arrepiados.

Camisa de time de futebol (manto sagrado, como chamam os torcedores) e escudo das equipes são aquela espécie de instituição que não estão à mercê de decisões pontuais.

Não pode uma determinada direção de um clube achar que tem de mudar radicalmente e, simplesmente, fazê-lo.

No Internacional, recentemente, foi colocado uma coroa ridícula no símbolo. Totalmente estapafúrdia.

Agora, o Corinthians, já machucado com a queda para a segunda divisão, quer inventar:
a diretoria de marketing estuda apresentar ao Conselho Deliberativo a proposta de retirar as estrelas (que remetem ao título mundial e aos quatro brasileiros) e colocar uma coroa e a palavra Fiel.

Duas piadas de mal gosto. Uma coisa é lançar camisas comemorativas, especiais para determinada competição, outra é alterar a identidade histórica dos clubes. Uma vergonha!

Postado por Marcos Castiel

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • Diego Canhetti diz: 30 de janeiro de 2008

    é, é assim mesmo, se o presidente da república avacalha com a população taxando imposto em tudo o que ve pela frente.. pq os dirigentes de clube iam respeitar os torcedores?
    sao esses pequenos detalhes como alterar o SIMBOLO que revolta os torcedores!
    abraço castiel!

  • Guilherme S. Gottardi diz: 30 de janeiro de 2008

    Simples, é só padronizar essa história de estrelinha e coroa. Por exemplo na Itália: para poder usar uma estrela amarela o time tem que ter uma quantidade x de títulos nacionais (da 1ª Divisão lógico). A estrela vermelha é para títulos continentais e mundiais. No Brasil cada time faz o que quer. Ganha o campeonato da rua e coloca estrelinha amarela, o Vasco tem estrela de remo, o São Paulo usava estrela do atletismo, e assim vai…

  • Michael Peterson diz: 30 de janeiro de 2008

    Concordo, os times de futebol não deveriam mudar o símbolo da camisa por qualquer campeonatozinho. Isto mesmo, o Inter não ganhou mundial nenhum pois jogou contra times inexpressivos do futebol mundial, só o Barcelona que ainda estava todo desfalcado. Tentaram fazer uma média com o símbolo mas não é isto que faz um time de tradição. A representação do Grêmio é muito maior e não vejo decisão de mudar o símbolo já que não caberiam tantas estrelas! Inclusive o título da segunda divisão heróico!

  • Leandro Boeira diz: 29 de janeiro de 2008

    Castiel, conte quantos modelos de camisas surgiram no Internacional desde o Mundial 2007. É assustador! Ainda mais contando que cada camisa custa em torno de R$160. Como é que fica o torcedor?

  • Adroaldo Bernhardt diz: 30 de janeiro de 2008

    É importante ler a opinião de todos, o mesmo não posso dizer do Michel de Criciúma, torcedor do banana de pijama, o cara tem a coragem de achar o título de 2ªdo time dele mais importante q. o mundial ganho pelo inter, quanta incoerência.

  • Leandro Boeira diz: 30 de janeiro de 2008

    Caro Michael Peterson, tome cuidado com as palavras, quer secar o Inter, tens todo direto! Agora desmerecer o título, é demais! Chamas de inexpressivos os times que o Inter jogou, o Barcelona campeão da eurupa? E o que me diz sobre o tão famoso, forte, cheio de tradição e títulos, o feroz HAMBURGO??? Complicado…

  • Daniel Boeira Lodetti diz: 29 de janeiro de 2008

    Daqui a pouco a diretoria do Corinthians vai ser formada pelos representantes da “Gaviões da Fiel”.

  • Marcos Castiel diz: 30 de janeiro de 2008

    Você tem toda razão,Guilherme. Padronização é a solução. Mas esperar uma decisão coerente da CBF e/ou de dirigentes de futebol? Sonha, pode sonhar..rsrs

  • Edu Savianni diz: 29 de janeiro de 2008

    Deveria ser feito uma consulta popular para decidir sobre estas mundanças. Nós colorados não fomos consultados e não gostamos do símbolo mudado

Envie seu Comentário